Morre Tereza Prado – Araripe Coutinho

0

MORRE TEREZA PRADO

 

Tereza Prado, professora aposentada da UFS, morreu na manhã do último sábado, após o café da manhã. Sentou-se numa cadeira e suspirou. Tereza Prado era uma mulher de grande talento. Era professora de francês da UFS e ensinou várias gerações. Elegante, com uma voz rouca que lhe dava um tom ainda mais altivo, era uma amante da grande arte. Colecionava grandes quadros de mestres sergipanos e nacionais. Livros e coleção de músicas célebres.

Era também a mãe de Marinho Neto, um fotógrafo sergipano que mora no exterior e que marcou a história da fotografia em Sergipe e no Brasil. Teve na sua vida a perda de um filho, morto afogado, dizia a mim, em particular, que “nunca mais foi a mesma”.

Personalidade forte, Tereza Prado era figura gloriosa de Aracaju. Continuava morando em sua casa, na Atalaia, cercada pela natureza e pelos quadros de arte – deslumbrantes, lembrava o mundo de Virgínia Woolf pelo refinamento e beleza. Teve grande participação na criação da Aliança Francesa de Aracaju. Partiu suavemente, como um dia de sábado…

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários