MPE/SE: Gaeco investigará crime organizado com o que há de mais moderno

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

O Ministério Público de Sergipe colocará em ação nas próximas semanas o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado

Ainda este ano o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do MPE/SE estará funcionando como já existe em outros Estados. 

 (GAECO). Sergipe fazia parte dos 11 Estados que ainda não tinham esse grupo.

Aos que atuam no mundo do crime organizado: não pensem que o GAECO é apenas mais uma estrutura. O grupo contará com equipamentos com softwares e ferramentas de primeiro mundo e que custariam caro para o MPE, mas graças uma parceria com o Ministério da Justiça, receberá gratuitamente, entre eles um utilizado pelo FBI.

No final do ano o Gaeco estará com praticamente todas as tecnologias utilizadas nos mais modernos meios de investigação. Por exemplo, SIMBA e SITTEL, responsáveis por auxiliar na elaboração de analises bancárias e dados telefônicos. Terão Softwares de estatistica e prevenção a criminalidade. Softwares responsaveis por cruzamento de dados e análise de grande volume de informação.

Além disso, está em processo de aquisição aparelhos para extração de dados de celulares e computadores que porventura sejam apreendidos e venham sem senha de acesso, com esse equipamento poderemos desbloquear e extrair todos os dados existentes no aparelho, inclusive os apagados. Este aparelho, por exemplo, foi o responsável por obter os audios apagados do gravador por Joesley no casa da delação da JBS. Também está em fase de aquisição rastreadores, microcâmeras, drone, veículos caracterizados e descaracterizados para as investigações.

Pensem em programas ligados ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras – COAF, onde os técnicos e os promotores do GAECO terão acesso para investigar e combater o crime organizado como a lavagem de dinheiro. E de quebra pense num grupo com acesso ao sistema Guardião, de interceptação telefônica, com a devida autorização judicial.

Tudo isso com o corpo técnico altamente treinado, alguns com experiências em outros Estados. O grupo foi agraciado com mais 10 servidores que estão sendo capacitados para terem um olhar clínico e técnico na busca das informações imprescindíveis a toda investigação.

Trabalho silencioso O procurador-Geral do MPE, Rony Almeida vem trabalhando na implantação deste grupo há muito tempo, mas sem estardalhaço. A frente da coordenação o promotor Bruno Melo Moura, um dos membros do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Patrimônio Público e da Ordem Tributária, que conta com o promotor Jarbas Adelino E a promotora Luciana Duarte.

Não há duvida, aos espertos que pensam em fazer ou continuar fazendo maldades, todo cuidado é pouco. O Gaeco chega para cumprir umas das funções do MPE, com toda estrutura para investigar, conseguir provas e encaminhar para a Justiça os inquéritos para que os malfeitores sejam punidos dentro da lei.

Areia Branca: festa com recursos públicos dos governos federal, estadual e municipal com logomarca da campanha de André Moura 

Logomarca de André ao lado do ministério do Turismo e do governo de Sergipe que liberaram recursos. 

cartaz ao lado da fesata da emancipação política de Areia Branca, que será realizada nos dias 10 e 11 deste mês, com o apoio do Ministério da Cultura, do governo do Estado e da Prefeitura, tem ao lado a logomarca da campanha de André Moura “Sergipe mais forte” Um absurdo! Como envolve recursos federais o MPF de Sergipe deve ingressar com ação, assim como o MPE já que envolve também recursos do governo estadual e da Prefeitura. 

Sobre a Anti Desmonte O blog foi informado que a Operação Anti Desmonte abriu cerca de 20 inquéritos em vários municípios sergipano. Cada promotor está ultimando as ações para ingressar contra os ex-gestores ou gestores. Um exemplo: na semana passada o promotor Waltenberg Lima de Sá, ingressou com uma ação civil pública contra o ex-prefeito e vários ex-secretários.

Anti Desmonte em Aracaju O blog também foi informado que em Aracaju está em continuidade um grande inquérito que já ouviu cerca de 100 pessoas e ainda faltam outras 200. São em diversas áreas e diversos tipos de ilegalidade. O Gaeco vai ajudar em muito em provas de atividades financeiras para a celeridade deste inquérito.

Blog retorna na sexta-feira, 03 Devido ao feriado de finados amanhã, 02, o blog só será atualizado na próxima sexta-feira, na madrugada do dia

O ônibus da Coopertalse parado no local que o DNIT colocou placa de proibido. 

 03. Bom descaso para todos!

Coopertalse descumpre sinalização em rodovia federal No sentido de quem chega a Aracaju, pouco depois do viaduto, tem uma lombada eletrônica de 40 kms. Acertadamente o Dnit colocou uma placa de proibido parar, e outra sinalizando estacionamento permitido para os ônibus um pouco mais a frente. Ocorre que a grande maioria dos micros da Coopertalse param  em frente à lombada. A foto ao lado é de ontem,31, às 12h05.

Revolta aposentados E ontem, 31, o blog recebeu diversos e-mails e textos pelo WhatsApp de estatutários da administração indireta da Prefeitura de Aracaju e, principalmente aposentados, criticando o atraso no pagamento de outubro. Eles irão receber dia 8 os estatutários e dia 13 os aposentados.

Sergipe não tem uma morte a esclarecer no anuário 2017. Ao todo são quase 10 mil em todo país A assessoria da SSP reconhece que a situação da taxa de Sergipe é altíssima e que no anuário de 2018, tendo como referência 2017 o Estado deve sair da atual condição, porém chama a atenção para um dado curioso, o número alto de mortes a esclarecer, cerca de 10 mil em todo país (veja print ao lado). Sergipe não tem nenhuma a esclarecer.

“Mortes a esclarecer” provoca distorções Mortes a esclarecer é a nomenclatura usada pelo Fórum Nacional de Segurança Pública para referir-se 

Os dados do anuário sobre mortes a esclarecer

aos casos em que não atribuíram nenhum tipo penal a mortes violentas, a exemplo do homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte. Portanto, é uma cifra negra em muitos estados e que distorce a taxa de mortes divulgada sobre a violência no Brasil e provoca distorções entre as unidades da Federação.

Falta de padronização É uma cifra negativa que tem sido decisiva para a definição do ranking sobre os chamados crimes violentos letais intencionais (homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e confrontos).A falta de padronização por parte do Governo Federal para a contagem dos dados é um pedido de boa parte dos estados do Nordeste.

Nomeação de concursados Os números da violência no Brasil, apresentados pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgados na última segunda-feira (30), foram destacados, nesta terça-feira (31), pelo senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) no Plenário do Senado. "Os dados do estudo mostram que, a cada hora, sete pessoas são assassinadas no Brasil", disse o senador, que informou ainda "Sergipe, infelizmente, registrou o pior índice do estudo em 2016".

11 mortes violentas em 24 horas "Em apenas 24 horas, no último final de semana, o Instituto Médico Legal, registrou 11 mortes violentas, sendo nove delas por homicídio. Isso é inadmissível", informou Eduardo Amorim.

Defasagem Segundo Eduardo Amorim, Sergipe tinha em 2016 o segundo menor efetivo policial militar do país com 5.019 servidores. "Fato é que temos uma grande defasagem, tanto nos efetivos da polícia militar, quanto civil, e a necessidade de que os concursados sejam nomeados é uma demanda antiga", disse, ao reafirmar que quando buscou o envio da Força Nacional de Segurança para o Estado foi bastante criticado pelo atual 

Um pequeno gesto para realizar um grande desejo de crianças e adolescentes. 

governador.

Vamos realizar o desejo de crianças e adolescentes que vão passar o Natal sem uma família? Se você quer contribuir com essa campanha do Projeto Acalanto Sergipe, pode fazer doação em dinheiro por meio de depósito na conta do Projeto: Projeto Acalanto Sergipe. Caixa Econômica. Ag. 2382 c/c 2744-6 op 03. CNPJ: 23.341.312/0001-64.

Em nota, secretário Zezinho Sobral lembra que foi a Alese prestar informações sobre o Funcep O secretário de Estado da Inclusão Social, Zezinho Sobral, esclarece que, através da imprensa, tomou conhecimento do mandado de segurança impetrado pelo deputado Georgeo Passos, alegando a negativa de resposta à solicitação das atas do Fundo de Combate e Erradicação à Pobreza (Funcep) referente aos anos de 2015 e 2016.

Um ofício O gestor Estadual informa que recebeu apenas um ofício do parlamentar datado em 12 de abril de 2017. A resposta veio de imediato, em audiência realizada no dia 20 de abril na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), onde Zezinho Sobral prestou esclarecimentos ao deputado Georgeo Passos e outros parlamentares, incluindo o presidente da casa, Luciano Bispo .

Necessidades supridas “A resposta ao ofício não foi protocolada. Acredito que o fato de estarmos na Casa Legislativa, abordando as questões do Funcep, do Projeto de Lei que o regulamenta e demais assuntos da pasta tinham suprido as necessidades. Não formalizei a devolução da solicitação de Georgeo Passos porque fui pessoalmente à Alese prestar todas as informações”, esclarece Zezinho Sobral.

Não foi negligente De acordo com o secretário, não houve negligência de informações por parte dele e dos profissionais da Seidh, visto que a gestão atua com transparência e sempre está à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos aos deputados, à justiça e, principalmente, à população.

Enviará as informações via protocolo “Mais que respondi: fui até a Alese. Minha resposta foi muito além de um protocolo. Não houve falta de atenção ou sonegação de informações. No entanto, para que se cumpra a formalidade, enviarei todas as cópias solicitadas ao deputado via protocolo, assim como me anteciparei e encaminharei ao Tribunal de Justiça. Tenho o maior prazer em atender qualquer parlamentar e meu trabalho é voltado ao diálogo. O gestor tem que passar todas as informações e nunca me neguei a isso. Acredito que o mandado de segurança foi altamente desnecessário, ocupando o judiciário com uma questão que já estava resolvida”, reforça Sobral.

Almeida Lima lembra que também esteve na Alese Já o secretário de Estado da Saúde, Almeida Lima, que também foi citado judicialmente pelo deputado Georgeo Passos, em George Magalhães, na FAN FM, explicou que não era necessário um mandado judicial para obter informações. Ele lembrou que esteve na Alese e apresentou um relatório dos primeiros quatro meses da gestão dele. E disse que expõe tudo da sua gestão e imagine dos outros, já que o deputado deseja documentos de 2014 e 2015.

Livro de Albano Ainda repercute o lançamento do livro “Artigos Globais e outros textos esparsos”, pelo empresário e político Albano Franco. Agora, foi a Câmara de Vereadores de Riachão do Dantas que aprovou Moção de Aplauso. A indicação de autoria do vereador Albertino Franco Souza foi aprovada por unanimidade. O lançamento da segunda publicação do ex-Governador de Sergipe aconteceu no ultimo dia 26, em Aracaju e, em seguida, ele participou de  sessão de autógrafos durante a IV Bienal do Livro em Itabaiana. Toda a renda obtida com a venda de “Artigos Globais e outros textos esparso” está sendo destinada para a Casa Materna Amélia Leite.

Péssimas condições das nossas estradas Só este ano, 71 pessoas morreram nas estradas que cortam o Estado de Sergipe.  Elas foram vitimadas nos mais de 200 acidentes registrados de janeiro até a última segunda-feira (30), segundo informações do Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual (BPRv).

Negligência “Infelizmente, essas pessoas são vítimas do Estado que, de forma negligente, deixa as estradas sergipanas em péssimas condições”, disse a deputada Maria Mendonça, ao destacar que, na semana passada, mesmo com ressalvas, deu um voto de confiança ao Governo na expectativa de que ele use os R$ 560 milhões do Programa de Financiamento de Infraestrutura e Saneamento para investir nas estradas, conforme justificou.

Cobrança “Passei todo o tempo cobrando melhoria das rodovias porque, diariamente vou da minha casa, em Itabaiana, até Aracaju. Além disso, por mais de uma vez na semana, desloco-me a várias partes do Estado e percebo quão delicada é a situação das nossas estradas. Vejo o desespero de famílias que perdem os seus entes queridos em acidentes horríveis em decorrência da falta de planejamento do Governo”, disse a deputada, ressaltando esperar que o governador Jackson Barreto, de fato, use esse crédito de R$ 560 milhões, que ele vai pegar junto à Caixa Econômica Federal para fazer o que tem que ser feito.

Instituições protestantes com mais de 50 anos em SE são homenageadas na Assembleia Foi realizada na tarde desta segunda-feira, 30, no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), Sessão Especial em comemoração aos 500 anos da Reforma Protestante. Na ocasião, o deputado Pastor Antônio dos Santos (PSC), fez a entrega de Bíblias Sagradas aos representantes dos poderes e de 19 Placas Comemorativas às Denominações Protestantes existentes em Sergipe há mais de 50 anos, com exceção da Igreja Evangélica Luterana.

Igreja Luterana em SE De acordo com o pastor Ernani Kufeld, a Igreja Luterana está em Sergipe há 36 anos. “No Brasil é uma igreja pra lá de centenária, mas fruto de Martinho Lutero, sua teologia, subescrevendo a sua confissão de 1530 e trazendo o ensino desde então da salvação somente pela graça através da fé em Jesus Cristo, tendo como base através da fé em Jesus Cristo, tanto para a fé e vida à Sagrada Escritura”, enfatiza.

Respeito a crença Para o deputado Pastor Antônio dos Santos, é importante respeitar a crença e forma litúrgica de cada um. “E ai podemos andar em harmonia. O que nós queremos hoje não é voltar ao passado e lamentar o que aconteceu. Isso já não nos interessa. Queremos celebrar a reforma e nós mesmo cuidarmos de nos reformar à cada dia e melhorar à cada dia. Deus é perfeito, é acabável, é princípio e fim, mas tem pessoas que acham que devem acrescentar à Bíblia várias coisas. O Brasil hoje vive um período muito bom do ponto de vista de convivência religiosa, diferente de outros países que têm tantos conflitos”, entende.

Sindifisco aprova paralisação nos dias 9 e 10 de novembro Para pressionar o governo estadual a apresenta proposta relativa à recomposição salarial, frente à inflação, os auditores fiscais aprovaram em assembleia retomar mobilização na 2ª semana do mês de novembro. Das ações, a categoria decidiu realizar no dia 8 (quarta-feira) um ato político na sede da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz/SE) e paralisar as atividades nos próximos dias 9 (quinta-feira) e 10 (sexta-feira). A assembleia foi realizada na tarde desta terça-feira (31).

Contraproposta “A administração estadual até agora não apresentou uma contraproposta assim como também não aprofundou com transparência o debate sobre a situação financeira do Estado. Não vimos outra alternativa a não ser a de intensificar a nossa pressão contra a inércia das negociações por parte do governo”, afirma o presidente do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco), Paulo Pedroza. 

Eleição do CRC Sergipe  Nos dias 21 e 22 de novembro ocorrerá a eleição do Conselho Regional de Contabilidade. Inicialmente duas chapas estavam na disputa, mas apenas a Chapa 1, apoiada pela atual gestão, teve sua candidatura homologada. Conforme decisão do Conselho Federal de Contabilidade a outra chapa deveria substituir dois candidatos que são inelegíveis de acordo com as normas eleitorais, o que não ocorreu em tempo hábil. A publicação da única chapa habilitada ocorreu no dia 29 de Outubro deste. O pleito será realizado 100% pela internet e estarão aptos a votar todos os profissionais de contabilidade regulares com o CRC no dia 10/11.

Comitê Estadual de Saúde Será no próximo dia 13 de novembro deste ano, às 09:30 horas na sala de Audiências da 18ª Vara Civil de Aracaju, a Primeira Reunião do Comitê Estadual de Saúde.

Pauta Na pauta da reunião consta o alinhamento e consolidação com os representantes do Comitê Estadual de Saúde, estudo situacional e implementação de idéias na área da Saúde no Estado de Sergipe; prestação da Saúde Pública no Estado de Sergipe; impacto da judicialização das demandas de saúde pública; prévia abordagem acerca do NAT-JUD; o Trabalho do Núcleo de Saúde da Defensoria Pública do Estado de Sergipe.

Presenças Participarão da reunião a juíza presidente do Comitê Estadual de Saúde, Christina Machado Sales e Silva, o promotor de Justiça Alex Maia Esmeraldo de Oliveira, o defensor Público Saulo Lamartine Macedo, o procurador do Estado Marcelo Aguiar Pereira, a advogada Clarissa Marques Santos França, a gestora da Área de Saúde Estadual Maria Conceição Mendonça Costa, a gestora da Área de Saúde Municipal Ana Débora Santana, o vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde Eduardo Ramos Gomes, o representante do Procon/SE Andrews Matheus Fernandes Silva e o secretário Maciel de Andrade Neto.

‘Seguro Premiável’ do cartão de crédito Banese Card sorteia mais um ganhador O ‘Seguro Premiável’ do cartão de crédito Banese Card sorteou mais um ganhador. O contemplado desta vez foi o alagoano José Aleanderson de Assis Santos, técnico de Segurança do Trabalho, que recebeu o prêmio bruto de R$ 10 mil na loja do Banese Card em Maceió (AL).

Em Maceió A entrega da premiação contou com a participação da equipe de Marketing do Banese Card e funcionários da loja do cartão em Maceió. Durante o ato, Aleanderson disse que ficou muito feliz quando soube que havia sido sorteado e que vai utilizar o dinheiro para pagar dívidas e fazer uma reforma na sua casa.

Cobertura O Seguro Premiável do cartão Banese Card oferece cobertura em casos de perda e roubo do cartão, desemprego involuntário, morte natural, morte acidental e invalidez permanente por acidente. Ao aderir ao seguro, pagando apenas R$ 5,99 por mês, o cliente ganha um número da sorte para concorrer ao prêmio de R$ 10 mil, em sorteios realizados mensalmente, pela Loteria Federal.

Novembro Azul  O Novembro Azul é uma campanha de conscientização executada por diversas entidades no mês de novembro, com o objetivo de esclarecer a população, especialmente os homens, sobre as doenças masculinas, enfatizando a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Comum entre os homens Esse é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens, sendo o primeiro o câncer de pele. A doença atinge principalmente homens com idade superior a 50 anos – e mais especificamente aqueles que já passaram dos 65 anos.

Alerta A clínica Onco Hematos faz o alerta para a importância da prevenção e aborda o tratamento da doença, que pode ser curada se diagnosticada em sua fase inicial. Uma das formas de tratamento da doença que está sendo utilizada no país e no mundo é a Cirurgia Urológica Minimamente Invasiva, que pode ser realizada por meio de técnicas de Cirurgia Robótica e Laparoscopia Avançada no tratamento dos tumores da Próstata.

Procedimentos cirúrgicos De acordo com o urologista oncológico da Clínica Onco Hematos, Igor Nunes Silva, a cirurgia minimamente invasiva permite ao cirurgião realizar procedimentos cirúrgicos complexos através de pequenas incisões que variam de 0,5 a 1cm de extensão apenas, através das quais são inseridos aparelhos e pinças especiais para a realização da cirurgia. “O número total de incisões depende do tipo da técnica cirúrgica e da tecnologia utilizada (Robótica ou Laparoscópica), podendo variar no total de 1 a 6 mini incisões”, explica.

Benefícios para o paciente Já o urologista André Yoichi Kuwano, que também integra a equipe multidisciplinar da Onco Hematos, acrescenta que para as cirurgias dos tumores da próstata, as técnicas cirúrgicas minimamente invasivas estão sendo muito utilizadas, pois trazem muitos benefícios para o paciente. “Quando o paciente é submetido à cirurgia minimamente invasiva, potencialmente ele apresenta menor perda sanguínea e consequentemente menor risco de transfusão de sangue; as pequenas cicatrizes das pequenas incisões refletem um melhor resultado estético, menor risco de infecção e menor dor no pós-operatório, o que consequentemente leva a uma recuperação mais rápida no pós-operatório com menor tempo de internação hospitalar e com retorno precoce às atividades diárias e ao trabalho, especialmente quando comparada com as cirurgias convencionais”, esclarece.                                                                                                                                                                                                  

É hoje, 01, no Museu da Gente Sergipana.

“A reestruturação dos Municípios Sergipanos com base na sua viabilidade financeira”, será lançado hoje, 01 A Editora Diário Oficial de Sergipe, lançará hoje, 01, a partir das 17h, no Museu da Gente Sergipana o livro “A reestruturação dos Municípios Sergipanos com base na sua viabilidade financeira”, de André Luis Dantas Melo. Toda renda será destinada ao “Lar Dulce Lar”

Repartições públicas estaduais funcionarão na sexta-feira, dia 03 O governo do Estado informa que na sexta-feira, 03, as repartições públicas funcionarão normalmente. Na quinta-feira, dia 02, é feriado nacional conforme o decreto estadual de número 30.438, de 27 de dezembro de 2016, em virtude do dia de Finados.Na quinta, os serviços emergenciais do Estado, como Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, polícias Militar e Civil, o Samu 192 Sergipe, hospitais e demais unidades de saúde de urgência estarão de plantão para atender as demandas da população.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018                                                                                                                                              

Para quem deseja ajudar o Fórum Pensar Cedro

Fórum Pensar Cedro Criado em 08 de outubro de 2005, o Fórum Pensar Cedro (www.infonet.com.br/pensarcedro ) tem como objetivo congregar pessoas físicas e jurídicas interessadas na promoção do desenvolvimento sustentável e sócio-cultural de Cedro de São João/SE, bem como de ser um instrumento aberto, plural e eficaz de discussão e formulação de propostas políticas municipais. Parabenizamos ao Prof. Eribaldo e a Diego pela retomada das suas atividades, ao tempo que conclamamos a participação e colaboração de tod@s.

Simão Dias: servidores efet.ivos em atraso Contratados dois meses sem receber, mas tem dinheiro para Festa do Vaqueiro Atenção autoridades fiscalizadoras. Em Simão Dias, os efetivos não recebem mais em dia e os contratados estão dois meses sem receber. Porém, para a Festa do Vaqueiro a Prefeitura tem dinheiro. Não é uma contrasenso?

Sábado tem oficina de redes sociais em Socorro Pelo Zap: Neste sábado, 04, tem oficina de redes sociais promovida pela Fundação João Mangabeira em Sergipe, em Nossa Senhora do Socorro. Será na Casa Curiar, rua 34 número 02, conjunto João Alves (Mutirão). Inscrições: https://www.facebook.com/FJMangabeiraSe/

PELO E-MAIL E FACEBOOK

Da saga, é rua ou lagoa? Hoje, chegamos a uma conclusão. É Rua!
Nome desta rua é José Vieira de Andrade,localizada no Mosqueiro.

Por Karine Drummond, do COMBAZE: No final da manhã estive no Mosqueiro com o Silvio Coordenador da Defesa Civil Municipal de Aracaju          

Tivemos como solicitante Silvaneide Almeida presidente do Conselho de saúde da unidade Nicel Dantas e moradora da rua. Silvaneide, buscou ajuda com o #COMBAZE desde 2013 ,acionamos a @emurb porém não conseguimos solucionar o problema mesmo que de forma paliativa.Em 2014  pelo o processo de macro drenagem e esgotamento sanitario da Zona de Expansão solicitamos ajuda e conseguimos uma decisão que foi favorável aos moradores desta rua.Até hoje, nada foi feito.Mesmo constando um Plano de Drenagem emergencial.
Desesperada Silvaneide buscou o #COMBAZE na última sexta-feira, quando soube que a Juíza estava na região realizando uma inspeção,naquele mesmo dia o #COMBAZE não conseguiu ampliar a inspeção para essa área .
Preocupada com o tamanho do problema pedi Socorro para a Defesa civil ,prontamente fui atendida .Hoje estive junto com Silvio, Silvaneide e técnicos da Defesa civil na área.
A rua está alagada por seis meses,como mostra as fotos publicadas .Não poderíamos ficar omissos a uma situação como esta, casas úmidas,com infiltrações e  mediante ao tamanho do alagamento na área.
Agradecemos a Silvio -coordenador da Defesa Civil Municipal pela atenção e disposição em buscar uma solução para esses moradores esquecidos do Mosqueiro.
Aguardamos o laudo e os encaminhamentos.Esperamos que atual gestão da Emurb seja atenciosa com este grave problema.”

André Moura e Eduardo Amorim terão surpresas em Simão Dias Do estudante Junior Silva Souza, por e-mail: “Cada vez mais é notório a aproximação do prefeito Marival Santana (PSC) e o vice-governador, Belivaldo Chagas (PMDB). Para alguns, mera formalidade administrativa, contudo, todos sabem que há um relação muito mais íntima.
Na terra do vaqueiro Simão Dias, Marival Santana, sabe que a eleição da presidência da Câmara de Vereadores só teve sucesso graças ao apoio de Belivaldo Chagas que ordenou que sua base de três vereadores votassem no irmão do prefeito, o vereador Jorge de Lourival (PP).
Depois disto, Belivaldo Chagas, não anda em Simão Dias sem ter ao seu lado o prefeito Marival Santana que em seus discursos afirma a competência do vice-governador e sua gratidão. Para muitos, já se falam até em acordo para 2020, para as eleições municipais.
O prefeito afirma em todos os cantos, que caso o Senador Valadares esteja no palanque de André e Amorim, não terá como votar nos seus aliados e, assim, o caminho natural será votar no filho da terra para governador que é o vice-governador, Belivaldo Chagas.
Portanto, todos sabem que Amorim e André não irão descartar Valadares apenas por causa de Marival Santana e, desse modo, o prefeito terá uma saída honrosa. Caso isso não aconteça, o prefeito já declarou para aliados que sua campanha, caso esteja em outro palanque, será de forma mansa e pacífica e não irá atrapalhará os planos do galeguinho.
André e Amorim serão traídos e nem perceberá !Quem viver verá !”

CAMPANHA SINDIJUS/SE

Se a população pudesse julgar o Poder Judiciário, que sentença ela daria? As peças da campanha salarial do Sindijus Sergipe deste ano já tomaram as ruas.

Mais uma vez é o momento não somente de lutar pelo direito dos trabalhadores do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJSE), mas também 

de tentar provocar um debate público sobre o papel do Judiciário. Essa tentativa de ampliação de debate, inclusive, tem sido a tônica das últimas campanhas do sindicato.

Precisamos ponderar e analisar a respeito de como as consequências das decisões da cúpula elitista deste Poder afeta cidadãs e cidadãos, trabalhadoras e trabalhadores. Por isso, o mote da campanha de 2017 ser "A Casa da Justiça tem Telhado de Vidro. Juízes acima do teto, trabalhadores abaixo do piso".

É necessário calibrarmos nossas opiniões nos questionando: O que pensam as pessoas sobre o real senso de Justiça deste Poder? Equilíbrio é uma das palavras que caracterizam as decisões quando os pleitos são dos trabalhadores ou das minorias?
Acreditamos que em relação a esse senso de Justiça, a percepção dos demais trabalhadores sobre a cúpula do Poder Judiciário é igual ao sentimento do trabalhadores que atuam dentro do TJSE.

A Casa da Justiça tem Telhado de Vidro porque paga remunerações milionárias a juízes e desembargadores e, nesse ato, desrespeita o teto constitucional.

A Casa da Justiça tem Telhado de Vidro porque deve ser a guardiã da Constituição, mas novamente a desrespeita quando não repõe a inflação no salário de seus servidores efetivos, que já acumulam perdas de 8,36%.

A Casa da Justiça tem Telhado de Vidro porque justifica como economia o fechamento de 25 fóruns no interior do Estado, mas continua dando auxílio moradia de mais de R$ 4 mil reais para juízes que ganham mais de R$ 30 mil, enquanto a população sem teto, fruto da desigualdade econômica brasileira, sofre despejos autorizados pelas mãos desses próprios juízes.

A Casa de Justiça tem Telhado de Vidro porque gasta mais de R$ 35 milhões anuais com cargos em comissão e funções de confiança, enquanto desvaloriza a entrada por concursos e a própria carreira de servidores efetivos.

A Casa da Justiça tem Telhado de Vidro porque gasta mais de R$ 90 milhões com o pagamento do PAE (Parcela autônoma de Equivalência) enquanto criminaliza movimentos sociais e censura jornalistas e agentes da lei.

Chega de Telhado de Vidro no TJSE!
Sindijus Sergipe

PELO TWITTER

www.twitter.com/olivaluiz  Montesquieu propôs limites até na Justiça. Se não fica assim, proibindo até o show de @caetanoveloso que ensinou porque "É proibido proibir"

www.twitter.com/ahcor_sevla  Uma pergunta a todos os nossos parlamentares federais. Qual dos senhores enviou recursos para a seg. pública em Sergipe?

www.twitter.com/MaliaESPN  Nada a temer: governo anuncia redução de R$ 4 no valor do salário mínimo para 2018. A fortuna alcançará estratosféricos R$ 965.

www.twitter.com/palmeriodoria  A fé não está à venda, proclamou Lutero há 500 anos. A bancada da Biblia está querendo saber quem é esse cara.

www.twitter.com/eduardoamorimse  A vida está valendo muito pouco em Sergipe. O Governo poderia fechar nossas fronteiras e passar a sensação de segurança aos sergipanos.

COMUNICADO ADEPOL/SE

CRAFI descumpre lei estadual e pode gerar prejuízos para os Delegados de Polícia

Após um ano de intensa negociação entre a Adepol e o Governo do Estado, cujo momento mais crítico consistiu na suspensão dos plantões extraordinários e entrega das delegacias acumuladas irregularmente, foi firmado um acordo entre as partes que culminou na aprovação da Lei Estadual 8.272/17, cuja entrada em vigor deu-se na data de sua publicação.

A Administração Superior da Polícia Civil e a Secretaria de Estado da Segurança Pública, cujos titulares participaram efetivamente de todo o processo de negociação, restabeleceram os plantões extraordinários e sobreavisos, bem como regulamentaram a cumulação de delegacias no interior do Estado, tudo à luz da nova legislação.

No espelho dos contracheques dos delegados de polícia relativos ao mês de outubro, disponibilizados no site da Seplag desde o último dia 26/10, já constava, aos que fazem jus, o pagamento do Exercício Eventual de Plantão de acordo com o valor fixado em lei, ou seja, R$ 900,00 (novecentos reais) por 12 horas de plantão.

Todavia, em reunião ocorrida nas últimas 24 horas, o Conselho de Reestruturação e Ajuste Fiscal do Estado de Sergipe – CRAFI/SE, de forma arbitrária, desarrazoada e inapelavelmente antidemocrática, decidiu afastar os efeitos da Lei Estadual nº 8.272/17, ao argumento de que tal dispositivo criou despesas com pessoal, vedadas pela Lei de Responsabilidade Fiscal enquanto o Estado se mantiver acima do limite prudencial estabelecido pela própria LRF.

Segundo informações que obtivemos, a decisão do CRAFI/SE baseou -se em parecer apresentado  pela Senhora Procuradora-Geral do Estado, que tem assento naquele Conselho.

A Adepol conversou com gestores da SSP no final da tarde de hoje, manifestando sua preocupação e, ao mesmo tempo, dando mostras de confiança em uma solução rápida e definitiva para esse impasse. Mas, diante da gravidade do fato, consistente na inobservância da lei e quebra do acordo por decisão unilateral de uma instância da própria Administração, advertimos que, se até o final da manhã desta quarta-feira, 01/11, o Governo ainda não tiver adotado medidas concretas para rever tão absurda e desatinada decisão, a Adepol convocará Assembleia Geral Extraordinária para discutir a questão e adotar as providências que o caso requer.

Atenciosamente,

Paulo Márcio Ramos Cruz
Presidente da Adepol

ARTIGO

Parabéns pelo Dia do Servidor Público 28.10.2017 (Algo para comemorar?)
Por FALCO*

SER SERVIDOR PÚBLICO

A própria essência da palavra SERVIDOR já conceituaria tal Categoria que ignora os obstáculos e dificuldades do ambiente laborativo, estorvos muitas vezes criados pela ALTA GESTÃO quando deixam de cumprir ações que fornecem subsídios necessários para o bom andamento do Serviço
Público. Não obstante, o Servidor Público afasta qualquer impedimento através de sua criatividade, sua capacidade de contornar dificuldades e, sobremaneira, sua imensa vontade em SERVIR. Se a Empresa não fornece o Equipamento de Proteção Individual-EPI, se não adquire os materiais e insumos necessários para determinada atividade, NÃO importa, pois a força contida dentro do peito de cada Servidor o impulsiona rumo ao seu objetivo, atender às necessidades Legais do Povo.

As ações do Servidor anteriormente citadas são admiravelmente louváveis, contudo medonhamente perniciosas, haja vista que o “jeitinho” que é dado para prover soluções sinaliza para a Alta Gestão da FHS que está tudo correndo bem, pois o Serviço continua “andando”. Dessa forma, a
FHS realiza menos investimentos e se beneficia através do Serviço prestado, contudo sem acontecer como deveria. Ainda mais grave são os casos em que o profissional da Saúde expõe sua Saúde e Segurança em função da carência de fornecimento de EPI, ausência de treinamentos, descaso no acompanhamento da saúde de seus profissionais, (os exames periódicos nunca foram realizados), esquecimento do sistema de proteção de combate a incêndio em quase todas as Unidades, entre
inúmeros outros descumprimentos legais que servem para inferir ao descaso e falta de interesse em cuidar de seus Servidores. Mas como fora dito, tais Servidores, imparáveis, conseguem fazer a coisa acontecer, contudo a um alto preço, pois a recompensa do “jeitinho” é duramente visualizada pelo aumento do número de afastamentos por acidentes e doenças do trabalho, sendo dentre as doenças, os afastamentos por transtornos psicológicos (CID ‘F”), o maior vilão.

É chegada a hora de assumirmos a postura de um Servidor de verdade, acordem!!! Com o Executivo e Judiciários corrompidos, apenas podemos nos valer das leis que já existem, e não sei até quando… com essa cassação de direitos… Enquanto há tempo, sejamos a mudança que gostaríamos em nosso Ambiente de Trabalho, sejamos os protagonistas na reconstrução de uma Ambiente Laboral mais adequado, pois sabemos o que precisamos, contudo não exigimos, não abraçamos, ainda, o papel de um legítimo Servidor, pois não cabe a um Servidor genuíno, a apatia, a zona de conforto e a procrastinação de seus sonhos, não… não cabe, caso algum encontre-se neste limbo, está cumprindo exatamente o que
os “pseudogestores” gostariam, pois dessa forma eles podem “destruir” o Serviço Público de Saúde sem serem incomodados pelos justos. Porém nós Servidores de verdade, não! Não Você, não Eu que queremos mudança… Como e o que podemos fazer? Simples… Com as Instituições e Órgãos protetores dos trabalhadores inutilizados nos casos da FHS, sugiro que cada trabalhador indigne-se com tais posturas e assuma o seu verdadeiro papel na reescritura desta história, devemos reunir o maior número
de pessoas com os mesmos ideais, sindicatos, mídias, para assim, tentar expor à população que ainda é a única fonte que impõe medo a esses corruptos e seus corruptores. Devemos, embasados em nossos
direitos, convencer ao patronado que precisamos desses direitos como uma legítima necessidade. Após tantas negociações com tantos órgãos, acredito que a única mudança para o caso da FHS serão promovidas através de paralisações constantes e frequentes até que sejamos ouvidos, pois acreditem, eles não poderão nos retaliar, pois são nossos direitos legais garantidos pela constituição na qual versa que nenhum trabalhador poderá ser exposto a riscos sem a devida proteção, salvo se às vésperas da
decisão, mudem a legislação, por isso insisto, vamos enquanto temos tempo. O atendimento sendo reduzido, o repasse do SUS será reduzido, consequentemente, atingiremos um outro ponto que amedronta os “pseudogestores”, DINHEIRO. Precisamos perceber que não deveria existir tais exigências, pois tudo o que pedimos já nos deveria ser garantidos por LEI. Para os descrentes ou quem tem dúvidas, procurem o Ministério do Trabalho, o Ministério Público do Trabalho, OAB, Sindicatos, informem-se e verifiquem que, respeitando o percentual mínimo para a assistência dentro dos Serviços essenciais, podemos SIM paralisar as atividades até que soluções sejam efetivamente aplicadas para acabar ou neutralizar os efeitos desta “zona de guerra” em que tornou-se o Serviço Público de Saúde.

Após o que fora exposto, sugiro que reflitam muito sobre o assunto, haja vista que repercutirá em sua saúde, segurança e manutenção de seus direitos. Precisamos nos organizar para acabar com maus tratos, perseguições, adoecimentos e a única solução que encontra-se ao nosso alcance é reconhecermos que estamos exercendo nosso papel de Servidor e Cidadão e, acima de tudo, nós somos maioria e não podemos ficar acuados por uma minoria inescrupulosa, corrupta e asquerosa. Somos a maioria! Somosfortes e imparáveis, isso é “SER SERVIDOR PÚBLICO”.

*pseudônimo (Aracaju, 24.10.2017)

Cláudio Nunes no Face e no twitter:

https://www.facebook.com/blogclaudionunes/ 

Frase do Dia
“Não é só a morte que iguala a gente. O crime, a doença e a loucura também acabam com as diferenças que a gente inventa.” Lima Barreto, escritor brasileiro, morreu em 01 de Novembro de 1922 (n. 1881).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários