NÃO DESLIGUE A TV!

0

Começou ontem o programa eleitoral nos rádios e televisão. É um saco! Há um lado folclórico que serve para divertir e entristecer. Triste e cômico! Tem o lado de um programa de humor e mau gosto que faz muita gente desligar a televisão para recorrer a um DVD ou outro tipo de atividade que considera mais proveitoso. Certo? Lógico que não: errado. Evidente que o telespectador às vezes fica impaciente e acha que não merece o castigo. Está cansado de discursos eleitoreiros, que não levam a nada. Além disso, descobriu que ser deputado só é bom para quem se elege. Isso tem um pouco de verdade, como é legítima a descrença da sociedade em relação à classe política, principalmente depois dos escândalos que frustraram a nação.

Mensalões, Sanguessugas, Valerioduto, propinas, dólares na cueca e um corporativismo conivente, que envergonha o cidadão que trabalha para ter um salário que mal dá para suprir as necessidades básicas da família. São vereadores, prefeitos, deputados, senadores, desembargadores, juizes, promotores, conselheiros dos tribunais de contas, homens aos quais se entrega a vida de um município, estado e nação. Homens que julgam e condenam cidadãos. Senhores que fiscalizam contas de prefeitos não podem ser vistos algemados – embora mereçam sê-lo – nem em Roraima, ou no Amapá, ou no Rio Grande do Sul, ou em Sergipe. Aonde acontecer fatos dessa natureza, a sociedade se sente agredida.

Bom, mas vamos voltar aos programas de televisão. Por mais chatos que pareçam a certos eleitores seletivos e exigentes, eles são absolutamente necessários para orientar o seu voto. É fundamental a participação – mesmo como telespectador – de eleitores para buscar um Brasil melhor, mais sério, respeitado, capaz de reduzir o nível de corrupção que mexeu com cada cidadão, durante um governo em que se esperava um combate permanente aos assaltantes dos cofres públicos. Se o eleitor não acredita mais em seus representantes, se acha que todos são iguais, preste atenção em quem fala com sinceridade, veja quem está respondendo algum processo, investigue, vasculhe a vida do candidato e vote consciente, na certeza que terá um Congresso com maior dignidade e uma Assembléia menos submissa, mais atuante e melhor para você.

Para a Presidência da República esteja atento aos programas e projetos de governo. Sinta o que tem melhor perfil de honestidade, capacidade e competência. Não se deixe levar pela plástica dos programas e nem pela maquiagem do candidato. Ponha isso de lado, porque o importante é que não seja mais um a enganar você. Goste ou não, o programa de televisão é importante para que a sociedade não participe indiretamente de tantos e tantos escândalos que abalaram o país, com um resultado punitivo muito abaixo do desejado.

Os sergipanos ontem assistiram a posição dos candidatos a presidente e deputado federal. Todos cheios de muita disposição para ajudar a comunidade e outros prometendo o que não podem fazer. Confundem legislar com executar. Deputados que arrotaram liberação de milhões de reais para o estado e pretendem se reeleger. Foram vistos, também, alguns que tentam o primeiro mandato e demonstram muito gás para lutar em favor do povo. O eleitor está acostumado com esse arrobo. Sabe perfeitamente que as mudanças não acontecem, porque o legislativo é um poder dependente do Executivo. Portanto, é aconselhável que todos deixem a TV ligadas e se conscientizem que o mal deputado é fruto de um voto comprado, indiferente e sem compromisso com a formação de um Congresso representativo dos anseios populares. De um Congresso que não faça vergonha.

Duas gafes ontem de candidatos experientes: Jackson Barreto pediu que o governo estadual consertasse estradas, falando da BR-101, que é de responsabilidade do Governo Federal. E o ex-governador Albano Franco, que fez um programa amplo, mas esqueceu de pedir votos para João e Maria. Fato que está impedindo os tucanos rebeldes de participarem do programa.

 

 

DESAFIO

O governador João Alves Filho (PFL) viajou, segunda-feira, de helicóptero, para o povoado Saramem, em Brejo Grande. Saiu de catamarã e passou para uma canoa de médio porte.

Foi até a foz do rio São Francisco e gravou seu programa. Desafiou o presidente Lula e Marcelo Déda (PT) a irem lá para ver que o rio não tem condições para transposição.

 

CAVALGADA

O prefeito de Pacatuba, Luiz Carlos Santos (PSDB) deu a idéia: uma cavalgada para atravessar o rio de Sergipe a Alagoas.

O objetivo é mostrar que na foz dá até para passar de cavalo. A idéia foi aprovada, terá apoio do governador e falta apenas marcar a data.

 

TRANSPOSIÇÃO

O governador João Alves Filho (PFL), candidato à reeleição, vai bater na tecla da revitalização do rio São Francisco e sua utilização para fortalecer a região ribeirinha.

João continua gritando contra a transposição do rio São Francisco, porque considera um crime ecológico que levará o rio à falência.

 

CONFIRMA

O vereador Carlos Pinna Júnior (PV) confirma que vai protocolar no TRE sua desistência à candidatura de deputado federal.

Não o fez porque primeiro vai conversar com o Diretório Nacional. Pinna vai viaja a Brasília e terá conversa com o presidente do PV, José Luiz Pena, para comunicar a decisão.

 

APOIO

Carlos Pinna Júnior vai apoiar Eduardo Amorim (PSC) para deputado federal em razão do seu projeto futuro, que é disputar a Prefeitura de São Cristóvão.

Acrescentou que não pode entrar no pacote de Armando Batalha, candidato a deputado estadual pelo PV. Conclui que “dos meus votos cuido eu”.

 

CLEONÂNCIO

“Não vou renunciar ao meu mandato, porque cassação é coisa de gente safada”, disse o deputado Cleonâncio Fonseca em entrevista ao radialista George Magalhães.

Cleonâncio tem seu nome envolvido nos sanguessugas, mas diz que tem dormido tranqüilo: “as vezes só acordo quando me chamam”.

 

OTÁVIO

Parentes e amigos do sergipano Otávio Leite se mobilizam para que eleitores do Rio de Janeiro votem nele para deputado federal.

O slogan da campanha é “Sergipe pode ter mais um deputado federal”.

Otávio é vice-prefeito do Rio e candidato pelo PSDB. A mobilização acontece também pela internet no site www.otavioleite.com.br.

GRAVAÇÃO

Os rebeldes do PSDB não vão gravar para o programa de televisão, porque terão que dizer que votam em João para governador e em Maria para o Senado.

A lei cede espaço para o partido, mas quando se forma uma coligação, o tempo fica para o bloco que apoia os mesmos candidatos.

DÉDA

Segundo o conselho político do candidato petista Marcelo Déda, ele teve precisão cirúrgica na avaliação dos problemas do estado, durante entrevista que concedeu à TV Sergipe.

Déda falou sobre segurança, habitação, reorganização da saúde, com a regionalização de hospitais e ampliação do Samu.

 

CARAVANA

Candidatos majoritários e proporcionais saíram em caravana, ontem, rumo a Glória e Poço Redondo. Os dois municípios promoviam o dia da padroeira.

Participaram de procissões nos dois municípios. Estavam por lá candidatos majoritários como João Alves Filho (PFL) e Marcelo Déda (PT).

 

FONTES

O candidato do PDT a governador, João Fontes, diz que vai priorizar Aracaju e mostrar as irregularidades da avenida São Paulo.

João diz que a avenida foi feita sem licitação, sete anos depois: “vou mostrar o que está por baixo do asfalto da avenida São Paulo”.

 

TROCA

João Fontes diz que o candidato a deputado federal Albano Franco está com João Alves Filho, mas deixou os amigos e aliados ao lado do petista Marcelo Déda.

João Fontes diz que essa mistura faz com que “o novo seja muito velho”. João acha que na televisão vai mostrar que ele faz a diferença entre os demais candidatos.

 

MACEDO

O presidente regional do PT, Marcio Macedo, diz que está decidida a vinda do presidente Lula, candidato à reeleição, na primeira quinzena de setembro.

Falou também que “está sendo gostoso fazer a campanha de Marcelo Déda”, mas admite que será uma disputa difícil que requer muita dedicação e trabalho.

 

 

 

Notas

 

“ATÉ QUANDO”

O desabafo é de um leitor que se chama Raimundo: “até quando ficaremos a mercê desses mal educados donos de carros de som, que abrem a mala de seus automóveis e aí, independente da hora do dia ou da noite, tocam o seu som horas a fio no mais alto volume, não respeitando a lei existente”.

E continua: “o Ministério Público já se pronunciou contra, mas infelizmente a proliferação e instalação de som em carros particulares continuam a todo vapor, transgredindo a lei e perturbando o sossego do cidadão”.

PREFEITURAS

O presidente da CPMI das Sanguessugas, deputado Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ), entregará hoje ao procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, o relatório parcial da comissão. Biscaia vai solicitar as informações de que o Ministério Público já dispõe sobre as prefeituras envolvidas.
A informação foi divulgada durante a reunião feita nesta tarde pela sub-relatoria que investiga o Poder Executivo e as prefeituras envolvidas nas fraudes com emendas ao Orçamento e animou a Biscaia.
 

EMENDAS

O deputado Júlio Redecker (PSDB-RS), sub-relator da CPMI das Sanguessugas para a investigação do Executivo e de prefeituras, distribuiu, ontem, a relação das emendas ao Orçamento para compra de ambulâncias, identificadas com a respectiva dotação em valores e com a lista dos municípios beneficiados.

Nas próximas semanas, será feita uma varredura total em todo o material, a fim de que a CPMI vote, entre os dias 5 e 7 de setembro, requerimentos para providências como depoimentos ou quebra de sigilo.

 

 

É fogo

 

Com a saída de Heleno Silva (PL) da disputa, tem crescido a candidatura de Valadares Filho em algumas regiões.

 

Além das prefeituras ligadas ao PSB sergipano, Valadares terá o apoio dos prefeitos de Boquim e Brejo Grande.

 

Valadares Filho conta ainda com o apoio do deputado federal Bosco Costa (sem partido) que resolveu apoiá-lo.

 

O debate dos candidatos a presidente da República, na segunda-feira na Bandeirantes, foi uma espécie de “porre de água”.

 

O pastor Virgínio de Carvalho, do segmento evangélico, vem trabalhando nos bastidores. Ele é candidato a primeiro suplente da senadora Maria do Carmo Alves (PFL).

 

O candidato do PT a senador, José Eduardo Dutra, tem acompanhado Déda em todas as manifestações.

 

O deputado estadual Jorge Araújo (PSDB) repudia a compra de votos e quer que os sergipanos reflitam bem, para escolher com consciência os seus eleitores.

 

O ex-deputado Nelson Araújo (PMDB) tenta retornar à Assembléia Legislativa, depois de alguns anos fora da política.

 

Arnaldo Bispo (PFL) está satisfeito com a decisão da Universidade Federal de Sergipe que homenageou o itabaianense Alberto Carvalho, dando seu nome ao campus de Itabaiana.

 

Começou a funcionar em todo o país o novo sistema lotérico da Caixa Econômica Federal (CEF). O novo sistema substitui o que fora implantado pelo Gtech.

 

O horário de verão começa muito mais tarde este ano, em razão das eleições em todo o país. Um novo horário provocaria mudanças no programa eleitoral.

 

brayner@infonet.com.br

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais