Natal da tirania

0

O espírito natalino não impedirá que servidores públicos e usuários de ônibus roguem pesadas pragas no governador Jackson Barreto (PMDB) e no prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). Os dois estão sendo vistos como verdadeiros carrascos, que aproveitaram o Natal para distribuir indigestos presentes de grego, verdadeiros sacos de maldade. O peemedebista mandou para a Assembleia projetos cortando benefícios históricos dos servidores e extinguindo estatais, deixando centenas de pais de famílias sob ameaça de perderem os empregos. João aproveitou as festas para sancionar ontem o exagerado aumento de 14% no preço da tarifa dos coletivos. Preferiu punir os aracajuanos mais carentes, para presentear os donos das empresas de ônibus. Embora tenham passado a vida pedindo votos aos sergipanos, Jackson e João agiram agora como tiranos cruéis, que se sentem felizes com o sofrimento alheio. Tomara que tanto os servidores públicos quanto os usuários de ônibus lembrem-se dessa falta de respeito quando os dois baterem novamente em suas portas para pedir votos.

Contra o reajuste

O Levante Popular da Juventude promove hoje em Aracaju uma manifestação contra o exagerado reajuste da tarifa de ônibus. Os organizadores do protesto garantem que os aracajuanos pagam a segunda maior passagem do Nordeste e a sétima do país para serem transportados em latas velhas fedorentas. A manifestação está marcada para as 16h, na praça Fausto Cardoso. Participe!

Rolo compressor

O governo não teve dificuldades para aprovar os antipáticos projetos que, segundo garante, vão resolver todos os problemas financeiros do Estado. Encabulados por estarem aprovando o fim de direitos históricos dos servidores, os deputados governistas empurraram a votação com a barriga, deixando para aprovar os “presentes de grego” na calada da noite. Uma lástima!

Inocentes

Os deputados estaduais processados sob a acusação de desvio das verbas de subvenção juram de pés juntos que são inocentes. Garantem que a distribuição de mais de R$ 12 milhões com entidades filantrópicas ocorreu dentro da normalidade. Não é isso que dizem os promotores públicos, com base em farta documentação comprovando lavagem de dinheiro público e “otras cositas más”! Taí um processo que promete dar muitos panos pras mangas. Quer apostar uma mariola?

Sem pressa

O senador Eduardo Amorim (PSC) ainda não se refez direito da acachapante derrota eleitoral sofrida em outubro passado, e seus aliados já querem colocá-lo em nova camisa de onze varas. Alguns, como o deputado federal André Moura (PSC), acham que o senador deve disputar em 2016 a Prefeitura de Aracaju, enquanto outros querem que Amorim tente novamente se eleger governador, em 2018. Escaldado com a experiência eleitoral deste ano, o parlamentar cristão prefere não falar agora sobre eleições. Tá certo!

Papel velho

O Arquivo Judiciário do Tribunal de Justiça de Sergipe descartou 34.190 processos, constantes em cerca de duas mil caixas. Um dos principais objetivos do descarte é racionalizar o espaço físico do local, que recebe anualmente entre 10 a 12 mil caixas. Os processos descartados são oriundos dos Juizados Especiais Cíveis de Aracaju, considerados de menor complexidade e por serem mais antigos. Em fevereiro de 2015, serão eliminados outros 2.014 processos. Toda a papelada imprestável é doada a Cooperativa dos Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju.

Ensino ruim

Mais de 90% dos nossos estudantes terminaram o ensino médio em 2013 sem o aprendizado adequado em matemática. Segundo o movimento Todos pela Educação, apenas 9,3% desses estudantes aprenderam o conteúdo considerado adequado para o período. O aprendizado em português também apresentou queda, na avaliação feita no terceiro ano do ensino médio, de 2011 para 2013, passando de 29,2% para 27,2%.

Sem peru

Os comissionados do Estado reconduzidos aos cargos, só receberão os salários deste mês depois de 10 de janeiro. Conforme a Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão, a recontratação de 30% dos CC’s ocorreu após o fechamento da folha de pessoal de dezembro. Por conta disso, embora continuem trabalhando, os comissionados serão pagos em uma folha complementar. Mesmo sem dinheiro para comprar o peru de Natal, a turma está caladinha e até agradecida por ter sido recontratada.

Endividados

O percentual de famílias endividadas e inadimplentes aumentou agora em dezembro na comparação com o mês anterior. Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo mostra que a proporção de famílias com algum tipo de dívida ficou em 59,3% em dezembro, acima dos 59,2% de novembro. A maior parte das dívidas está relacionada ao uso do cartão de crédito (74,6%), aos carnês (18%), ao financiamento de carros (14,5%) e ao crédito pessoal (9,6%). E você, tá nessa?

Vida mansa

Os deputados estaduais e vereadores de Aracaju não têm do que se queixar da vida. A partir de janeiro, os primeiros vão embolsar mensalmente R$ 24,2 mil, enquanto os legisladores municipais terão um vencimento de R$ 16,8 mil. Enquanto isso, o trabalhador, que labuta de sol a sol, verá o salário mínimo passar da bagatela de R$ 724 para a ninharia de R$ 788. Sacanagem, né?

Recorte de jornal

Publicado no Diário de Sergipe em 31 de outubro de 1957

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais