Nilson e a mosca verde

0

Imagine, caro leitor, você ser um político de um determinado partido e passar boa parte do seu tempo com pessoas de outras agremiações adversárias, falando de tudo, menos bem do seu atual partido. Pois bem é o que vem ocorrendo nos últimos meses com o petista Nilson Lima, que tem como novos amigos José Guimarães, José Tomaz Vasconcelos, entre outros que tentaram fazer parte do governo do Estado, mas não conseguiram e agora têm no governador uma pessoa não grata.

 

Nilson Lima sabe que no Partido dos Trabalhadores ele terá legenda para ser candidato a deputado federal. Sabe também que ser candidato é uma história ser eleito é outra. Com todo respeito, Nilson que é um homem público de bem é ingênuo politicamente. Aliás, na eleição de 2006, dois meses antes este jornalista publicou neste blog uma nota, mostrando que Nilson perderia do então vereador Iran Barbosa. Nilson ficou com raiva, mas o que se via nas ruas foi confirmado na prática.

 

Essa história do PT formar comissão para conversar com Nilson Lima e comunicá-lo que terá legenda para deputado federal de nada adianta. Ele mesmo já foi informado que ninguém será contra a candidatura dele, mas a saída do PT já foi decidida. Ele seguirá o caminho de alguns que deixaram o PT e não se elegeram mais nada como Ismael Silva e Samarone.

 

E o leitor pode anotar para cobrar a este jornalista. Nilson pode ser até candidato a governador, mas não com o apoio de João Alves e companhia. No máximo com o apoio de alguns pequenos partidos. Aliás, Nilson Lima ingenuamente acredita em tudo que os seus neo-amigos dizem, mas esquece que alguns deles, como José Guimarães, vêm ensaiando candidaturas, mas de última hora se rendem “aos pedidos” e deixa de lados as lideranças que estavam lhe apoiando.

 

“Diga-me como andas e direi quem és. Diga-me onde andas e direi quem és”. É uma boa frase para definir o atual momento da vida do bom homem Nilson Lima. Foi picado pela “mosca” verde, através do trabalho bem feito por alguns alvistas. Basta olhar o espaço que ele está tendo nos órgãos de comunicação da família João Alves. Estes neo-amigos de Nilson Lima estão usando o nome dele, para barganhas políticas em 2010. E só ele não percebe, por conta da mosca verde…

 

Saída do PT

Na entrevista a rdde Ilha, Nilson Lila informou que já decidiu se desfiliar do Partido dos Trabalhadores (PT), “essa decisão eu já tomei. acho que a minha permanência no PT é insustentável”. Lima revelou que não se sente mais à vontade no partido, do qual faz parte desde 1982. “Quero ressaltar, no entanto, que no PT eu tenho muitos amigos, muitos companheiros, ou seja, essa minha militância política no PT serviu como referencial para a minha vida política, para todos os espaços que a gente venha a galgar daqui pra frente, certamente eu vou levar grandes lições do Partido dos Trabalhadores. Hoje a minha permanência é insustentável no PT”. Confirmou o ex-secretário da Fazenda.

 

Importância de João e Albano

Falando sobre a possibilidade de conversar e aceitar os apoios dos ex-governadores João Alves (DEM) e Albano Franco (PSBD), Nilson Lima disse que, como ainda está filiado ao PT, e devido à fidelidade partidária, somente iria se pronunciar sobre essa possibilidade, tão logo deixe o partido. No entanto, Nilson fez questão de ressaltar a importância que os ex-governadores tem no quadro político de Sergipe. Durante a sua entrevista, Nilson Lima aproveitou para fazer uma crítica a alguns integrantes do PT. “Nos últimos cinco anos alguns líderes do PT tem colocado a fidelidade partidária em segundo plano, foi assim em Pirambú e em outras cidades na última eleição para prefeito”.  No caso específico de Pirambú, o próprio governador Marcelo Déda, votou contra o candidato do PT, que perdeu a eleição por uma diferença mínima de votos.

 

Solução para crise é o diálogo

Este espaço sempre clamou pelo diálogo no impasse com a polícia militar. Está claro que a solução para a crise é uma só: diálogo. Ontem, 15, foram vários e-mails de policiais militares elogiando o artigo publicado. Espera-se que o bom senso prevaleça e todos saiam ganhando.

 

Déda vai a Telha

O governador Marcelo Déda vai visitar nesta terça-feira, 16, o município de Telha, a 107 km de Aracaju, para verificar de perto os danos provocados pelas fortes chuvas e ventos que se abateram na cidade. Durante a visita, Déda vai anunciar as ações que o Governo do Estado está adotando para minimizar o sofrimento das famílias desabrigadas e auxiliar na reconstrução da infraestrutura que foi destruída. A visita do governador será acompanhada por técnicos e gestores das secretarias de Estado da Infraestrutura, Inclusão Social e Agricultura, além da Defesa Civil e da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), convidada para participar da ação.

 

Ex-governador falará para lojistas sobre crise financeira

Convidado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL), o ex-governador de Sergipe, João Alves Filho, será um dos palestrantes sobre a crise financeira mundial em ato que ocorrerá nesta quinta-feira, 18, no auditório da entidade, a partir das 12h. Segundo o presidente da CDL, Samuel Schuster, a fala do ex-governador será focada no tema “Como Sergipe pode sair da crise muito mais forte” e terá direcionamento aos empresários do comércio sergipano, dentro do projeto “Conversando com o Lojista”. Shcuster afirma também que o tema trará outros convidados para discutir tão importante questão, como é a crise mundial com seus reflexos no Estado, ressaltando que o evento é aberto à participação dos associados da CDL, SPC e convidados da Câmara Lojista.

 

Monitoramento no centro

Também em referência aos temas locais, o presidente da CDL acrescenta que na próxima quinzena ou começo de julho, a entidade pretende trazer alguma autoridade ligada à segurança pública de Sergipe para versar sobre a implantação do sistema de monitoramento de câmeras no Centro da cidade e em outros locais de Aracaju. O monitoramente de câmeras no comércio da capital é uma antiga reivindicação da CDL e está sendo atendido pelo governo Marcelo Déda. “Estamos satisfeitos com essa ação do governo e da polícia sergipana e queremos saber todo o funcionamento para a segurança dos lojistas e clientes”, cita Samuel Schuster.

 

Ainda os galpões de Itabaiana I

Já perdeu a graça as tentativas do prefeito de Itabaiana, Luciano Bispo, de polemizar sobre um assunto devidamente esclarecido: a história da construção de galpões no Distrito Industrial daquele município. A notícia, requentada, voltou a pautar determinados veículos da imprensa no último fim de semana, que ouviram somente a versão do prefeito. Há dias esta coluna, além dos jornais da Cidade e do Dia, publicaram a resposta do secretário Jorge Santana, segundo a qual ele assegurou, em reunião almoço com o prefeito e empresários interessados em se instalar naquele Distrito Industrial, que a Codise iria realizar as obras de recuperação da infra-estrutura, estimadas em R$ 400 mil, mas que não constava no plano de investimentos de 2009 a construção dos quatro galpões reivindicados pelo prefeito. Isso bastou para que Luciano Bispo se enchesse de razão e fosse à imprensa dizer que o governo se negara a investir na cidade, o que motivou o secretário a desmentí-lo.

 

Ainda os galpões de Itabaiana II

É sempre bom lembrar que muito antes do prefeito querer assumir a paternidade da revitalização do Distrito Industrial de Itabaiana e da instalação de indústrias naquele espaço, a ex-prefeita Maria Mendonça já promovia a aproximação de empresários da cidade com a Codise, que vem evoluindo desde então, sem estardalhaços. Segundo a diretoria da Codise, em breve as obras de recuperação daquele distrito serão iniciadas e os empresários começarão a construir os seus galpões, até porque eles já devem ter percebido que o prefeito está mais interessado em colher dividendo políticos do que propriamente em ajudá-los.

 

Adesivos

O blog agradece aos leitores que enviaram e-mails pedindo o adesivo em comemoração ao aniversário de três anos. Todos já começaram a receber seus adesivos nos endereços solicitados. Quem desejar o adesivo é só enviar e-mail com endereço que receberá em sua residência: claudionunes@infonet.com.br

 

Lamentável reportagem da Record

A TV Record que vem ganhando espaço no jornalismo perdeu uma oportunidade de mostrar para o país a história de Lampião sem sensacionalismo. Mas o repórter, que esteve também em Sergipe, no primeiro episódio ontem comparou uma quadrilha de Belém do São Francisco (PE), de assaltantes de bancos e traficantes, com o grupo de cangaceiros de Lampião. Algo deprimente que merece o repúdio de todos.

                                                                                                                                

Foto: Márcio Garcez.

Cerca de 35 mil pessoas em Lagarto

Passou despercebido da imprensa a quantidade de pessoas que estavam em Lagarto na última sexta-feira, esperando o presidente Lula. Cerca de 35 mil pessoas (foto ao lado de Márcio Garcez). Na solenidade o presidente Lula assinou a construção do Campus da UFS e do Hospital Regional de Lagarto. Como este jornalista já escreveu o Campus vai mudar a cidade de Lagarto.

 

Mansão homenageada

Ainda repercute o sucesso da homenagem que a Atlas Schindler fez para o Mansão Luciano Barreto Júnior, empreendimento de altíssimo padrão da Celi. A construtora adquiriu três elevadores da linha NeoLift da empresa suíça para compor toda modernidade do empreendimento. No almoço de homenagem à Celi, estiveram presentes o presidente, Luciano Barreto; a vice-presidente de negócios imobiliários, Ana Cecília Barreto Oliveira; a vice-presidente coorporativa, Alda Cecília Barreto; os diretores da D&M Imóveis (empresa que atende com exclusividade a Celi), além de toda a equipe de diretores da empresa e executivos de ambas as empresas.

 

Sistema de automação único no NE

É uma grande satisfação homenagear a Celi, em especial o Mansão Luciano Barreto Júnior, considerado uma verdadeira jóia da construção civil. Seu projeto nos impressionou. Ele é totalmente diferenciado e seu sistema de automação é único em Sergipe e no Nordeste. Muitos poucos empreendimentos conseguem ter este alto nível de excelência. Os nossos elevadores chegam para somar ainda mais com toda a tecnologia e modernidade do prédio. Por tudo isso e muito mais, escolhemos a Celi, em especial o Mansão”, comenta Francisco Bosco, executivo da Atlas Schindler.

 

Olivier denuncia bancos ao Ministério Público

È alarmante como os Bancos em nosso município tem tratado os seus clientes. A cada dia temos colhido diversos testemunhos de verdadeiros abusos por parte desta privilegiada instituição, que ao longo de anos vem acumulando lucros extraordinários, porém não vem correspondendo a demanda com equidade e tão pouco obedecendo à legislação vigente. Mesmo com os esforços sobre-humanos de seus colaboradores, temos como exemplo a agência do Banco do Brasil, que em nossa cidade tem torturado o consumidor que busca seus serviços. As reclamações vão desde a longa espera pelo atendimento a constantes problemas nos caixas automáticos. Em razão disto o vereador Olivier Chagas protocolou junto ao Ministério Público uma representação contra os Bancos do Brasil e Banese, a qual foi acatada pelo promotor  Virgílio do Vale Viana que agendou a audiência para o dia 16 de junho às 11:00 h.

 

Falta de resposta

Esta medida extrema foi deflagrada em razão da falta de resposta por parte da instituição, que foi devidamente convidada a comparecer a câmara de vereadores através de requerimento de autoria do vereador em 03 de abril e aprovada por unanimidade pela casa, a fim de se expor tais reclamações. “Agora resta-nos aguardar os resultados desta audiência.Temos que fazer valer nossos direitos, afinal, nossos deveres são prontamente cobrados por estas instituições”, concluiu o vereador.

 

Transporte coletivo em Socorro I

No último sábado, 13, aconteceu em Nossa Senhora do Socorro uma reunião que discutiu as melhorias do transporte coletivo no município. A reunião foi sugerida pelo prefeito Fábio Henrique, e contou com a presença do superintendente da SMTT de Aracaju, Antônio Samarone; representantes de associações de moradores; Conselho de Segurança da Piabeta; algumas secretarias municipais; e representantes da empresa de ônibus que opera em Socorro. Além da melhoria geral dos ônibus, foi discutida, também, a realização de concorrência para outra empresa circular na região; a volta da linha “Osvaldo Aranha”; e uma solicitação para que fiscais da SMTT/Socorro circulem nos três turnos para garantir o cumprimento dos horários dos ônibus.

 

Transporte coletivo em Socorro II

Fábio Henrique demonstrou enorme preocupação e pediu às autoridades que resolvam o problema do transporte no município. “Compete a Socorro fazer a fiscalização do transporte coletivo e enviar os relatórios para Aracaju, que tem a obrigação de resolver os problemas. Nós estamos fazendo isso regularmente, e há muito tempo, com documentação fotográfica de todos os ônibus. O que nós queremos é oferecer transporte digno para a população de Socorro”, disse o prefeito.

  

Sincronia no cadastro de empresas

O empreendedor que deseja formalizar a abertura da empresa em Sergipe, fazer a alteração de dados ou até mesmo dar baixa tem atualmente dificuldades na tramitação do procedimento devido à falta de centralização para resolver as pendências quanto à documentação. E pensando na melhor eficiência deste processo, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) está propondo a sincronia do cadastro das empresas aqui no Estado junto aos entes relacionados, no caso o Estado (Sefaz), os municípios (secretarias de Finanças), Receita Federal e Junta Comercial e Empresarial do Estado de Sergipe. Na manhãde ontem , 15, representantes da Jucese, Receita Federal, Sefaz e do município de Aracaju debateram no auditório da Sefaz as propostas para a implementação do cadastro sincronizado com o objetivo de otimizar todo o procedimento através da unificação dos dados. Para o empreendedor, o cadastro sincronizado propõe a redução do tempo para efetivação da demanda para no máximo 72 horas, enquanto que atualmente não é feita em menos de trinta dias. Para municípios, União, Estado e Jucese, a sincronização permitiria um banco de dados mais atualizado sobre a situação das empresas no Estado. 

 

Cadastro sincronizado

Segundo explica o gestor da Gerência de Tecnologia da Sefaz, Almerindo Rehem Neto, a iniciativa do projeto partiu da sensibilidade do Estado para a atualização de informações e a demora quando da execução de baixa ou abertura de empresas. “Atualmente o empresário tem que procurar individualmente e de forma presencial cada um dos entes para concluir o processo. Isso leva tempo e nem sempre é concretizado devido ao desestímulo. O cadastro sincronizado pode tornar este procedimento mais rápido e consolidar um banco de dados atualizado e seguro, pois centralizaria todas as demandas em um organismo só através da Internet”, explica.

 

Viabilidade técnica do projeto

Almerindo informou que um grupo de trabalho já está atuando no estudo da viabilidade técnica do projeto, mesmo que ainda informalmente. Embora a discussão esteja em um estágio embrionário, foram mapeadas as principais necessidades para efetivação do projeto e foi concluído também o mapeamento do fluxograma de tramitação dos processos. Segundo Almerindo Rehem, o grupo de trabalho está fazendo a avaliação dos softwares existentes e em paralelo realizando estudos de custo de implementação dos sistemas e de treinamento. “Embora o projeto de cadastro sincronizado esteja engatinhando, a iniciativa do Estado de Sergipe é pioneira no país, inclusive reunindo a União, os municípios e a Jucese”, completou.  (ASN).

 

CRESS/SE emite nota de esclarecimento sobre Programa PET Saúde I

O Conselho Regional de Serviço Social – CRESS 18° Região vem a público esclarecer o questionamento gerado pelos assistentes sociais, trabalhadores da Saúde do Município de Aracaju, em carta aberta, sobre a implementação do PROGRAMA PET SAÚDE, coordenado pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju (SMS), no que se refere ao processo de seleção dos profissionais para a preceptoria. O Programa de Educação Pelo Trabalho (PET SAÚDE) foi instituído pela Portaria Interministerial nº. 1802, de 26 de agosto de 2008, no âmbito dos Ministérios da Educação e Saúde.  De acordo a normativa do programa, o PET Saúde “constitui-se de um instrumento para viabilizar programas de aperfeiçoamento e especialização em serviço dos profissionais da saúde, bem como de iniciação ao trabalho, estágios e vivências, dirigidas aos estudantes da área”. Além de contribuir para estimular a formação de profissionais e docentes de elevada qualificação técnica, científica, tecnológica e acadêmica, bem como a atuação profissional pautada pelo critério da indissiociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. O programa prevê o pagamento de uma bolsa para docentes, discentes e profissionais envolvidos, no período de 01 ano, para desenvolvimento das atividades do projeto. O PET SAÚDE constitui um espaço fundamental para qualificação dos profissionais em consonância com os preceitos da política de saúde e, conseqüentemente, oportunizar a melhoria na qualidade dos serviços ofertados a população usuária.

 

CRESS/SE emite nota de esclarecimento sobre Programa PET Saúde II

Na carta aberta, os assistentes sociais questionaram os critérios adotados pela Gestão Municipal da Saúde na seleção dos profissionais inseridos no Programa. Diante do ocorrido, a gestão municipal convocou entidades como o CRESS/SE, o SINODONTO, o SINDIMED, a SEESE e os tutores dos departamentos de Medicina, Odontologia, Enfermagem e Serviço Social da UFS para uma reunião no dia 20 de abril desse ano justamente para discussão dos critérios de seleção para o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET SAÚDE.Na reunião, as representações da gestão e dos tutores fizeram a exposição dos procedimentos adotados para a construção do projeto e seleção dos profissionais, respaldados na legislação do programa, previstos no Edital Nº.12 , de 03 de setembro de 2008, da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, e da Portaria Interministerial Nº1. 802, de 26 de setembro de 2008, dos Ministérios da Saúde (MS) e da Educação (MEC).

 

CRESS/SE emite nota de esclarecimento sobre Programa PET Saúde III

 Na oportunidade, o CRESS/SE referendou o posicionamento da categoria em defesa do princípio da transparência no processo seletivo para o programa. Considerando a importância do programa para a qualificação dos serviços e formação dos recursos humanos na área da saúde é que o CRESS defendeu a reabertura do processo seletivo e a sua publicização, com a observância dos critérios escolhidos para o perfil do exercício de preceptoria. Ressaltamos que, em nenhum momento, a categoria profissional dos assistentes sociais questionou a qualificação profissional dos preceptores, das diversas categoria, selecionados para a implementação do PET SAÚDE.  Questionamos, sim, os critérios em que foi pautada a seleção dos preceptores, já que não houve ampla divulgação da seleção e uma vez que o programa é inserido na estratégia do Programa Saúde da Família (PSF), espaço de atuação do assistente social, de enfermeiros, médicos, odontólogos e de treinamento de formação profissional. A maior transparência oportunizaria, aos interessados em concorrer às vagas, bem como aos profissionais que reiteradamente têm se dedicado à preceptoria, sem nenhum ganho financeiro para o exercício de tal atribuição.Por fim, comunicamos a nossa insatisfação com os procedimentos adotados, mais do que isso, com a falta de transparência no trato da questão. O PET SAÚDE já está sendo implantado e os tutores selecionados realizarão suas atribuições juntamente com os estudantes bolsistas. Na condição de representantes do SERVIÇO SOCIAL e das prerrogativas de seus profissionais, cumpriremos a nossa função: Defender direitos é, acima de tudo, defender igualdade de oportunidade. Diretoria do CRESS/SE 18ª região.

 

Sintrase realizará protesto

Da direção do Sintrase: O Sintrase estará realizando em frente à Secretaria de Estado da Educação, na próxima quinta feira dia 18 de junho de 2009 às sete horas da manhã, um protesto com café da manhã e forró pé de serra para denunciar: os baixos salários, média de R$ 465,00; carga horária abusiva dos vigilantes de 180 horas mensais; agilização da implantação do PCC – Plano de Carreira, Cargos e Salários e pela incorporação das gratificações dos Servidores Administrativos da SEED.  

 

DO LEITOR

 

Cowboy fora da lei I e II

Do delegado Joel Ferreira, Titular da Delegacia de Repressão a Furto e Roubo de Veículos:  A respeito das notas “Cowboy fora da Lei” I e II, publicadas em sua página de 12 JUN 09, onde uma “prestigiada personagem do oficialato sergipano” que estaria “tentando obstruir a governabilidade” é tratado como “cowboy fora da lei”, cabe-me, na qualidade de delegado de polícia civil titular da unidade onde tramitam os feitos em relação aos quais sua nota teria se embasado, em respeito à verdade e aos seus leitores, esclarecer o seguinte:(1) Há menos de 15 dias recebi a titularidade desta Unidade com um volume de mais de cem procedimentos pendentes e uma elevada demanda diária. Entre esses, dois procedimentos tratam de situações semelhantes – pra não dizer idênticas – às divulgadas em suas notas, os de nº 7608DRFRV e 2109DRFRV. Neles um oficial PM que preside as recentes mobilizações salariais da PMSE (cujo nome também preservamos mas que é perfeitamente identificável pela exposição diária dele na mídia) é citado e em um deles apenas ouvido em termo de declarações; (2) Não há nesses procedimentos qualquer elemento indiciário que permita sequer de perto fundamentar as acusações emprestadas em seu blog com intuito claramente calunioso e intimidatório. Os procedimentos estão com várias diligências pendentes e não tem qualquer pessoa indiciada. Asseguramos, após circunstanciada análise dos feitos, que são levianas e imprudentes as conjecturas que foram divulgadas em seu blog por um provável ghost-writing; (3) O fato é que um dia antes da divulgação dessas notas um servidor autorizado fez fotocópia desses procedimentos com outro objetivo declarado, permitindo assim a divulgação de informações que a Lei diz que são sigilosas e causando, por conseqüência, prejuízo também a seriedade com que procuramos desenvolver o nosso trabalho. Usaram informações técnicas sigilosas para atender fins políticos, de forma mentirosa e desrespeitosa. Em razão disso o fato será devidamente comunicado à Corregedoria Geral de Polícia Civil para as providências que lhe competem e espero que, divulgada essa nota por V Sª, possam ser minimizadas as consequências dessa vergonhosa mentira. Por fim, manifesto o nosso respeito pela seriedade de sua coluna e blog, hoje certamente o mais lido nos meios policiais. Desejamos todos uma Polícia mais ética e isso também é responsabilidade da imprensa que tem profissionais experientes para identificar em suas fontes os interesses obscuros dos bajuladores. Aracaju, 15 de junho de 2009. Joel Ferreira – Delegado de Polícia Civil de 1ª classe – Titular da Delegacia de Repressão a Furto e Roubo de Veículos.

 

Sobre as notas

Quem leu as duas notas percebeu que este jornalista disse que só iria se aprofundar no assunto e revelar os nomes dos envolvidos com toda a documentação em mãos. Diariamente o espaço recebe diversas informações e, quando graves, só são divulgados os nomes dos envolvidos com os respectivos documentos, como foi o caso citado pelo delegado.

 

 

Publicidade sobre festejos juninos

E-mail recebido: “Toda publicidade exige um cuidado especial com a mensagem que ela transmite. Recomenda-se, portanto, que, principalmente as de cunho institucional, devem utilizar-se de um didatismo capaz de facilitar sua compreensão, por parte dos receptores.- Como sabemos, a quadrilha é uma dança de origem francesa, muito popular em nosso país e particularmente no Nordeste.- Nas peças da campanha do Governo do Estado visando à divulgação dos festejos juninos, são aportuguesadas três expressões utilizadas na marcação das quadrilhas. Com relação a “balancé”, tudo bem, grafou-se BALANCÊ. A locução adverbial “en arrière”, também legal a grafia ANARRIÊ. – Mas aportuguesar outra locução adverbial – “en avant, tous” – grafando-a ANAVANTUR, ficou parecendo que se trata de uma sigla que bem poderia significar Aliança Nacional para o Avanço do Turismo. – Aliás, como já não temos Secretaria de Turismo, quem sabe a criação de um novo agente, ativo, não da passiva, não tenha povoado as mentes dos regentes da campanha, ao formatar a tal de ANAVANTUR?- Esclarecimento oportuno: as locuções adverbiais “en avant, tous” e “en arrière” significam, simplesmente, para a frente, todos e para trás. “Tous” (todos) significa que o comando do marcador é dado para todos os participantes da quadrilha (os cavalheiros e as damas).

 

Acima das leis

Do leitor Dinho Santana: “Infelizmente estamos vivendo um estado acima das Leis, partindo-se de que o episódio da discussão entre o Joaquim Barbosa e Gilmar Mendes, deixou profundas seqüelas no estado de Direito tão maculado pelos nossos congressistas… Insisto no absurdo de termos Sarney e Temer presidindo Senado e Câmara pela terceira vez, a falta do Voto Facultativo numa democracia; dita plena!… Delegado que solicita documentos para apurar o caso dos empréstimos e não obtém resposta, obrigando a Polícia Federal e Ministério Público, a ingressar judicialmente para obtenção dos mesmos. Atos secretos numa orgia com os dinheiros públicos, horas extras que se constituem em salários indiretos, Lula bradando ter emprestado 10 bilhões de dólares ao fundo Monetários Internacional- FMI, e os aposentados e pensionistas de cuia na mão implorando o direito de receber aquilo que pagaram para ter um fim de vida digna. O apego ao consumismo camuflado de amor e doutrina ao país deixou de ser rotulação de ética, transformando-se em passaporte para “Vale tudo”.

 

Falta de médicos em Itaporanga

E-mail recebido: “Venho aqui usar teu espaço popular e imparcial pra repudiar o que vem acontecendo em Itaporanga D ajuda, o que quero com essa denuncia é que o senhor prefeito Drº Cesar Mandarino, que pode ate não estar sabendo junto com a secretaria de saúde Drª Tercilia Cardoso tomem uma providencia sei que a vida não tem volta mais podemos evitar outros óbitos, pois o fato que venho expor é gravíssimo com um final muito triste. No ultimo dia 13/06/2009 (sexta-feira) um senhor de nome Jose popularmente conhecido como Zé da malha, residente no povoado Caueira deu entrada no plantão ambulatorial de Itaporanga com inicio de infarto e quando la chegou a triste noticia que não tinha médicos de plantão, as presas a família solicitou a um dos responsável pela urgência que encaminhasse logo para o HUSE em Aracaju e la chegando o médico de plantão informou a família que o quadro clinico havia se agravado decorrente da falta de assistência médica em Itaporanga e é sabido que infarto é a falta de oxigênio e a NÃO assistência trará sérios prejuízo, pois bem como o senhor não teve assistência necessária o mesmo veio a ÓBITO, não quero com esse fato ser taxado de politicagem e sim chamar atenção à todos a um assunto muito serio que é a vida. A triste realidade é que a cidade esta com uma enorme estrutura pra os festejos juninos e no Plantão Ambulatorial falta médicos, ate quando???”

 

Participe ou indique este blog para um amigo:  

claudionunes@infonet.com.br

 

Frase do Dia

“À Inocência faltam valores. À Ingenuidade falta Conhecimento. Na ignorância faltam-lhe ambos. Há perigo em todas elas,por serem irresponsáveis”. Malu Schneider.

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários