Médicos e enfermeiros na guerra

0

Uma ação muito importante do aplicativo MyHeritage, que oferece recursos valiosos para o estudo da genealogia, dessa vez presta homenagem aos nossos heróis “desconhecidos” da Segunda Guerra Mundial – os profissionais de saude – médicos e enfermeiros. Um auxílio valioso para as pesquisas do Grupo Especial de Estudos da FEB – GRUSEF – formado por pessoas interessadas nesse tema, de nao deixar esquecidos os nossos heróis que foram combater ao lado das forças aliadas no front italiano da Segunda Guerra Mundial, praticamente no ultimo ano da guerra, em 1945. Sem esquecer ainda os acontecimentos dos torpedeamentos de navios mercantes brasileiros, no litoral de Sergipe e da Bahia, por submarinos alemães e que deixaram um saldo de quase mil mortos, destruindo famílias e traumatizando o povo brasileiro. Além de  se constituir em uma agressão vil a soberania nacional, determinando decisivamente a entrada do Brasil na guerra contra os países do Eixo. O papel das equipes de saude no front de combates e nos hospitais de campanha foi extraordinário, especialmente dos médicos e enfermeiros. O desenvolvimento de novas técnicas operatórias, desde amputações até plásticas reparadoras, a descoberta de fármacos espetaculares, como a penicilina, analgésicos e anestésicos potentes, foram depois incorporados aos procedimentos de rotina. As historias de bravura de médicos e enfermeiros são notórias em pesquisas mais elementares. Por isso, a iniciativa do GRUSEF, de resgatar a historia dos nosso heróis esquecidos, os pracinhas, os pilotos de caça, as equipes de saude, constitui-se em medida muito meritória e poderá trazer uma grande contribuição para que os nossos heróis jamais sejam esquecidos.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários