Nova TV Cidade

0

 

        A TV Cidade, genuinamente sergipana, vai ampliar a cobertura dela para a região metropolitana. Em Aracaju, atualmente ela é acessada apenas pelo sistema a cabo, pela Net. Porém, a partir do próximo mês será acessada em toda região metropolitana pelo sistema de rádio, pela Lig TV. Um grande tento da direção da empresa, que tem uma equipe de jornalistas do primeiro time, sob o comando do diretor de jornalismo, Euler Ferreira.

 

      A direção da TV Cidade também fez uma parceria com a Rede TV e vai exibir alguns programas da emissora. Foi uma boa opção já que vários programas eram reprisados diariamente. Entre os programas que serão exibidos, o telejornal “Rede TV News”, que tem o comando do experiente jornalista que foi muito tempo da rede Globo, Marcelo Resende; o “Bola na Rede”, comandado por outro jornalista de renome, Fernando Vanucci e o “Superpop” apresentado por Luciana Gimenez.

 

     Porém, sem dúvida nenhuma o sucesso maior da Rede TV, é o programa humorístico “Pânico na TV”, exibido aos domingos, que também será retransmitido pela TV Cidade. O Pânico vem tendo altos índices de audiência e, por várias vezes, já superou a audiência de programas da rede Globo e do SBT.

 

    Certamente alguns críticos dirão que a TV Cidade está diminuindo a grade de programação local para inserir programas nacionais, deixando de lado a produção sergipana. Quem transita na área de comunicação em Sergipe sabe como é difícil manter um programa de televisão, quanto mais uma emissora. Infelizmente as verbas de publicidade na área de comunicação, grande parte delas, são oriundas dos poderes públicos. O empresariado investe, mas dentro do limite de cada um. O importante é que a TV Cidade vai entrar numa nova etapa, para consolidasse de vez como mais uma emissora sergipana, fruto do trabalho abnegado de profissionais e empresários que acreditam no potencial de todos os sergipanos.

 

Light

O leitor  não fique preocupado com o estilo da coluna de hoje. É que para o final de semana, este espaço será mais “light”, com notícias de várias áreas e não apenas política. Será usado também para alguma entrevista, como aconteceu na última semana. Porém, na segunda-feira pela manhã a coluna entra na rede, quentinha, com as noticias dos bastidores do final de semana e tudo mais.

 

 

Entranhas I

Quero agradecer aos leitores pelos inúmeros e-mails e telefonemas. Em pouco mais de uma semana a coluna conquistou um espaço importante, com um número de acessos diários significativo. Todas as informações aqui publicadas são fruto de um trabalho diário, conquistando pela confiança das chamadas “fontes”, que estão em todos os poderes. Aqui não se tem a intenção de saber das “entranhas” dos partidos. Isso fica para quem tramita dentro deles ou faz parte deles, ou está a serviço de a ou de b.  

 

TC

O artigo sobre as bases do acordo (ainda não consolidado) entre o PFL e o PSDB teve uma grande repercussão. Aliás, não estão querendo colocar no jogo apenas uma vaga no Tribunal de Contas do Estado, mas duas.

 

 

PDT I

E o pré-candidato ao governo do Estado pelo PDT, Antônio Samarone protocolou no partido, na manhã da sexta-feira sua desistência da eleição. Samarone não quer polemizar sobre o assunto, mas quem conhece o médico e ex-vereador sabe que ele ficou bastante chateado com a forma que foi excluída a candidatura dele, através de uma entrevista numa emissora de rádio pelo presidente estadual e deputado João Fontes.

 

PDT II

A solidariedade a Samarone foi grande. Ontem, o artigo publicado neste espaço com o título “Rifa-se Samarone”, teve o retorno de diversos leitores através de e-mails, que na só repudiaram a forma como foi rifado o pré-candidato, mas também a abordagem que foi dada por este colunista, objetiva e clara, mostrando o cerne na questão e não tentando passar que a intenção foi construir a terceira via.

 

 

 Obras I

O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Adylson Motta, defendeu, em audiência realizada ontem na Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Senado Federal a inclusão de cláusula prevendo a atuação dos órgãos de auditoria dos países envolvidos em todos os acordos internacionais que o Brasil estabeleça com a finalidade de executar obras e serviços em parceria.”Um exemplo é a hidroelétrica de Itaipu, construída há 30 anos pelo Brasil e pelo Paraguai, sem nunca ter sido submetida a processos de auditoria. Itaipu é uma caixa preta”, comentou.

 

Obras II

Motta também sugere que o TCU tenha acesso a dados fiscais e bancários obtidos por quebra de sigilo no Ministério Público, na Polícia Federal e em CPIs, relativos a pessoas físicas e jurídicas suspeitas de ações irregulares em processos conduzidos na esfera do órgão. O ministro lembrou que há no Congresso uma proposta do senador Valadares (PSB) para que o órgão possa compartilhar as informações, “mas a tramitação do projeto está lenta”.

 

 

Unesco

No final do ano acontecerão na Suécia, sede da Unesco, as eleições para definir novas cidades que serão patrimônio da humanidade. São Cristóvão, a quarta cidade mais antiga do país e sexta em monumentos históricos, está disputando uma vaga. Nos próximos dias o Governo do Estado está liberando o relatório que será enviado a Unesco.O responsável pelo projeto em Sergipe é o pesquisador e professor de história, Soutelo.

 

Propriá I

Acontece na próxima segunda-feira, 29/05, às 11 horas, na sede da Codevasf, a assinatura do contrato de concessão de uso da Unidade de Beneficiamento de Pescado de Propriá pelo prazo de dez anos. A solenidade consolida o processo de transferência de gestão da Unidade para o Consórcio de empresas UNIPEIXE, vencedor da licitação objeto do Edital nº 01/2006 – Concorrência Nacional.

 

Propriá II

O Consórcio de Empresas Unipeixe é constituído pelas empresas Indústria de Pescados Penedo Ltda., com sede em Penedo/AL e a Santana Algodoeira Fibras e Óleos Vegetais Ltda., sediada em Alto do Rodrigues/RN.  A exploração da Unidade prevê o engajamento de 160 produtores em regime de integração parcial o que significa a geração de, pelo menos, 320 empregos diretos no segmento de engorda, 16 empregos no segmento da produção de alevinos e 46 empregos na Unidade propriamente dita, resultando na criação de 382 empregos diretos.

 

 

Petrox, caia fora!

A rede de postos Petrox cresceu muito  em Sergipe, porém deixa a desejar no atendimento aos clientes. O posto localizado em frente ao parque da Sementeira tem um atendimento demorado no abastecimento de veículos. Já o posto localizado na Avenida Tancredo Neves supera tudo. Um frentista não quis trocar um garrafão de água mineral comprado no próprio local, no domingo, porque o mesmo está com defeito. Porém foi vendido. O frentista pediu a nota fiscal. Leitor, alguém já viu posto dando nota fiscal de combustível, quanto mais de água mineral? O caso vai parar nas pequenas causas, para que o consumidor tenha garantido seu direito.

 

 

 

“Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajetos, quem não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece…” Pablo Neruda.

Comentários