O Jubileu da Sobrames

0

   Aconteceu recentemente em Aracaju a celebração nacional do Jubileu de Ouro de fundação da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores –

Sessão solene do Jubileu no Quality Hotel

SOBRAMES. Durante dois dias, médicos escritores de 12 estados da federação e quatro ex-presidentes, participaram de atividades culturais e artísticas, iniciadas em 17 de abril último com uma sessão solene presidida pelo atual presidente da entidade, o pernambucano Luiz de Gonzaga Barreto, com homenagens aos sobramistas pioneiros de todo o país, lançamento de Selo comemorativo pela Empresa Brasileira de Correios, conferência sobre a história da entidade pelo ex-presidente Hélio Begliomini, de São Paulo, culminando com um jantar dançante abrilhantado pela música do compositor sergipano João Ventura.
   A Sobrames foi fundada em São Paulo pelo médico curitibano Eurico Branco Ribeiro, em 23 de abril de 1965 e somente no ano 2000 Sergipe  fundou a sua regional, pela ação de sete médicos, liderados por Marcos Prado Dias. Desativada anos depois após a doença de Marcos, a filiada Sergipe foi reativada em 2013 e desde 2014 vem exercendo suas atividades em plenitude.
  O trabalho para elaboração e execução da programação comemorativa foi árduo e duro, mas extremamente gratificante. Para viabilizar sua realização, na forma que idealizamos e que gostaríamos que você executada, houve uma somação de esforços. Sabíamos que o tempo era exíguo, curtíssimo e os recursos, mais ainda. Em menos de dois meses  ( da definição do local à data do evento ), o sonho tornou-se realidade, graças à obstinação e determinação de fazer o melhor e ao apoio, que nunca faltou, por parte daqueles que procuramos. Realizar evento desse porte, por entidade sem recursos financeiros, que nem ao menos cobrou anuidade  de seus filiados no ano passado, seria missão impossível não fosse a compreensão  e confiança de três instituições sergipanas respeitáveis: o Hospital São Lucas, a Unicred Aracaju e o Hospital Primavera.
  O Hospital São Lucas, há 45 anos prestando um excelente serviço à sociedade sergipana, se renova a cada dia, com qualidade e diversidade na assistência multidisciplinar, fato que o torna referência na assistência hospitalar no Nordeste brasileiro. Agradecemos sensibilizados ao Dr. José Augusto Soares Barreto, presidente da Fundação São Lucas e ao Sr. Paulo Barreto, superintendente do Hospital, pela confiança e atenção dispensadas.
   A Unicred Aracaju – Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Profissionais de Saúde de Nível Superior de Aracaju, funciona há 15 anos, com  crescimento seguro e sustentável, consolidando a cada dia sua atuação no Estado, com resultados positivos e ampliando ainda mais o seu leque de clientes.
  Uma grande ação da Unicred Aracaju é o seu compromisso com a gente sergipana e seus vultos, ao patrocinar, por exemplo, o “Projeto Memoráveis Sergipanos de Ontem, Hoje e Sempre”, idealizado pelo saudoso intelectual Luiz Antonio Barreto. Atualmente presidida pelo cooperado e também sobramista Jorge Viana, tem na sua diretoria outro sobramista, o médico José Sérvulo Sampaio Nunes.
  Finalmente, agradecemos a Wagner Bravo, diretor-presidente da Rede Primavera,  pela colaboração. Mesmo afastado do exercício médico do dia a dia, Wagner é um dos maiores entusiastas da medicina sergipana e se mantém associado e fiel às entidades médicas ( inclusive à Sobrames)
   Criada pela Agência Insight, do publicitário Dhênio Cerqueira, uma das mais conceituadas de Aracaju, a logomarca comemorativa do Jubileu de Ouro agradou a todos pela modernidade, com o uso de uma fonte intimista e  livre exercício da criatividade. Destaca o número “50” na forma de um livro aberto, homenageando ainda uma das manifestações artísticas mais presentes na cultura universal e na Sobrames Sergipe, que é a música. A palavra “anos” está colocada na forma manuscrita, lembrando a grafia polêmica e controvertida do médico. A faixa verde-amarela simboliza a brasilidade presente na instituição. Finalmente, na palavra Sobrames, vê-se entronizada a logomarca oficial da cinquentenária instituição. O selo, que foi lançado pelos Correios, criado também pela mesma agencia, homenageia de forma destacada o fundador da Sobrames, o Dr. Eurico Branco Ribeiro e os elementos fundamentais tais como a marcas do Jubileu e da Sobrames, cujo nome também vem grafado por extenso para uma melhor compreensão dos filatelistas e da sociedade em geral.   
   Na programação, além de uma tarde de autógrafos no sábado, os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer três museus: o de Arte Sacra, o Histórico de Sergipe, ambos em São Cristóvão e o da Gente Sergipana. O Instituto Banese e o SENAC ofereceram livros aos sobramistas visitantes.
  A programação comemorativa foi encerrada na noite de sábado com a realização de um sarau inesquecível, que contou com a participação de diversos artistas sergipanos, num tributo à vida e à obra do grande compositor brasileiro Dorival Caymmi.
  “Entre médicos, a tendência às artes e à literatura é acentuada pela necessidade de aliviar as tensões do cotidiano”. A frase é do médico paulista Marcelo de Toledo, já falecido, que escondia atrás do jaleco branco uma alma artística das mais sensíveis.  Por ser uma profissão que lida com o que há de mais sagrado, que é a vida, os sentimentos e as relações entre as pessoas, sentimentos colhidos por uma anamnese cuidadosa que revela muitas vezes conflitos e tensões do dia-a-dia, há uma necessidade intrínseca e uma tendência natural por essas incursões.
      Que as pessoas que nos leem nesse momento não julguem  essa escrita pela escassez de fatos e citações, mas que levem em consideração o cândido desejo de prestar uma homenagem à ínclita SOBRAMES nacional, que comemorou, em Aracaju e com gáudio, o seu Jubileu de Ouro.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais