Pedido de Perdão

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Artigo de Marcelo Lopes, empresário e escritor.

Aos dirigentes desse país, aos simpatizantes e voluntários das campanhas de desarmamento só resta uma atitude – um pedido de perdão publicamente a cada cidadão dessa nação. O resultado do desarmamento tem sido negativo em todos os aspectos em comparação a qualquer estatística da criminalidade.

Até quando nossas autoridades vão continuar camuflando os resultados? Usando de campanhas dramáticas, da criancinha que pegou a arma do pai, do psicopata de Realengo, de um louco americano que entrou em uma escola e matou dezenas de crianças e várias outras formas de melodramas para enganar e persuadir a sociedade já desacreditada em segurança pública.

Um pedido solene de perdão seria o mínimo de respeito com aqueles que comovidos entregaram suas armas. Quando autoridades, homens e mulheres eloqüentes com bons discursos invadindo os domicílios em horário nobre para persuadi-los a desarmar, a entregar suas armas em nome da segurança. Como resultados, hoje são dizimados como ovelhinhas sem qualquer forma de defesa.

Um pedido de perdão pela falta de visão. Somente as famílias, homens e mulheres de boa índole entregam suas armas. Isso é previsível! O marginal jamais vai entregar sua ferramenta de trabalho, ainda mais com as burocracias encostas pela polícia federal, também é cômico até de imaginar – um bandido indo a uma delegacia solicitar uma permissão de transporte para depois voltar com sua arma e entregá-la bonitinha ao atendente do Sistema Nacional de Armas (SINARM).

  Um pedido de perdão ao homem de bem que entregou sua arma confiado que seria melhor assim. Que o Estado iria proteger sua casa, sua família, seu comércio e etc.

Hoje esse cidadão se vê a mercê da sorte. O criminoso entra sem medo algum, sem contar com o elemento surpresa, entra uma vez, outras vezes e quantas mais ele quiser – metendo a arma na cara do “boa praça” e gritando: “perdeu, perdeu moleque” e leva tudo que quer.

Perdão pelo resultado deplorável. O troféu da vergonha deveria ser entregue aos capciosos que matam nosso povo sem remorso, sem culpa, entregando pessoas de moral e trabalhadores em uma guerra de “calças curtas”. Os entregando como as vítimas do Coliseu Romano entregue a leões e tigres famintos onde eram hostilizados e massacrados. Enquanto uma minoria de comandantes e elites desse povo assiste a tudo de seus gabinetes, condomínios e palácios intocáveis guardados 24hs por dia, por seguranças bem armados. 

Perdão a esse povo que novamente acreditou. Acreditou que o Estado teve uma boa idéia. Acreditou que a população civil seria desarmada. Foi convencida que isso seria o melhor para a sociedade. No entanto o que temos visto é vítimas inocente reagindo com “unhas e dentes”, não tendo com o que se reagir, partem para o enfrentamento em desespero de mãos limpas tenta agarrar o marginal em punho de uma pistola .40 (de uso exclusivo da polícia). E não vamos condená-los como imprudentes. São pessoas desesperados que já cansados não conseguem agir com a razão, estão em um momento de instinto animal ao defender o que lhe pertence.

Perdão solene em pêsames, por condolências das famílias enlutadas. Por não ter como se defender tem sua privacidade invadida por criminosos, delinqüentes de alta periculosidade que matam sem piedade homens, mulheres, crianças sem qualquer restrição, puxam o gatilho travessando o coração de suas vítimas com “balas” compras pelo Estado. Sim, por um poder público que não consegue sequer controlar sua gente, suas armas e suas munições.

Perdão por demorar a reconhecer os erros. As estatísticas são todas desfavoráveis. Mesmo com a entrega de milhares de armas um sucesso repetido nas campanhas, continua repetindo simultaneamente os recordes de homicídios. Revelando o fracasso desse projeto que não respeitou as votações do plebiscito onde 59.109.265 votos rejeitando a proposta (63,94%), o referendo de proibição de vendas de armas de fogo e munições. Mesmo assim insistentemente o Estado continua manipulando o direito conquistado pela democracia. Sem qualquer solução plausível para diminuir a entrada de armas nas fronteiras, o comércio ilegal e a tirania do judiciário que não atua de forma eficaz a tirar os delinqüentes do meio da sociedade mesmo que presos em delitos cinco vezes ao mês.

Um pedido de perdão seria a maior expressão de amor por essa nação. Isso é o que nos difere dos animais irracionais porque nós pensamos e falamos, e em muitas vezes erramos, parecemos com eles em continuar relutando sem pensar. Foi exatamente isso que aconteceu, foi um projeto mal planejado que ofendeu e aflige a sociedade sem ter onde recorrer. Contra a criminalidade nos falta contingente, falta aparato, falta uma maior participação do legislativo e judiciário. Um pedido de perdão contrito com o ressarcimento dos direitos constituídos a pessoas idôneas. Um pedido de perdão com arrependimento, mudando o discurso falido e declarando que gostaria que nada disso tivesse acontecido, mas infelizmente o tempo não volta atrás. E-mail: http://marcelo@gynservice.com.br

STF rejeita sete recursos da cantora Rita Lee
Amese: O Supremo Tribunal Federal rejeitou no último dia 30 de julho, sete Recursos Extraordinários com Agravo impetrado pela cantora Rita Lee Jones de Carvalho.A cantora durante o Verão Sergipe 2012, durante a sua apresentação, falou diversos impropérios contra os policiais militares que estavam trabalhando no evento e rentaram reprimir o uso de entorpecentes próximo ao palco, desacatando os policiais.

Indenização
Então os policiais militares, através da assessoria jurídica da AMESE, na pessoa do Dr. Plínio Karlo, adentraram com ação de indenização por danos morais contra a cantora Rita Lee, que inicialmente foi julgada improcedente pelo juiz substituto do 7º Juizado Especial Civel da Comarca de Aracaju.Inconformada com a decisão a AMESE, patrocinando os direitos dos seus associados, recorreu da decisão à Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, obteve a vitória para os militares sergipanos, por dois votos a um, tendo os magistrados Dr. Diógenes Barreto e Dr. Marcos Pinto, votado pela procedência do recurso e determinando que a cantora Rita Lee, indenizasse cada policial militar que participou daquela noite do evento, o valor de R$ 5.000,00 pelos danos morais causados.

Recursos
Não aceitando essa condenação, a Rita Lee apresentou recursos extraordinários nos processos que foi condenada, tendo agora o Supremo Tribunal Federal já apreciado sete recursos, julgando todos estes improcedentes, já tendo determinado a remessa dos autos à Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, que logo após remeterá ao 7º Juizado Especial Cível da Comarca de Aracaju, para que a cantora seja intimada para promover o pagamento da indenização, sob pena da aplicação da multa de 10% sobre o valor da condenação, conforme reza o CPC e em caso de não pagamento, a consequente execução de sentença.

Concurso da Deso neste domingo
O Desembargador Roberto Porto deferiu duas liminares – pleiteadas pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) e pela Assessoria em Organização de Concursos Públicos – e suspendeu a decisão do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe, que havia determinado a suspensão do concurso da Deso, marcado para esse domingo, 04 de agosto, por um prazo 45 dias.

Planejamento
Na decisão, o Desembargador disse que o concurso já demandou um grande planejamento por parte da comissão organizadora, gasto com aluguel de escolas, preparação de fiscais e confecção de mais de 75 mil provas. “Além do mais, há que se considerar a mobilização dos candidatos que já empreenderam esforços financeiros e psicológicos para a realização deste concurso, não sendo, portanto, razoável suspender o certame previsto para acontecer dentro de dois dias”, completou o Magistrado.

Turismo: contrato de 100 milhões de dólares com o BID
O Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), acaba de assinar a minuta do empréstimo de financiamento com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de 100 milhões de dólares  a serem totalmente investidos em Infraestrutura turística, capacitações e fortalecimento das gestões municipais no estado sergipano.    
 
Campanha “Tucano Sangue bom” do PSDB
Na última sexta-feira, 02, a juventude tucana em parceria com o PSDB mulher realizou uma campanha para doação de sangue no HEMOSE.O PSDB Sergipe convocou todos os seus correligionários para se juntar ao partido nessa campanha solidária. Devido ao baixo estoque no banco de sangue do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), o PSDB Sergipe decidiu realizar uma campanha com o objetivo de salvar vidas e ajudar pessoas que precisam de sangue e estão hospitalizadas. Diante da grande necessidade em manter o banco de sangue atualizado, o projeto obteve grande apoio e recebeu diversos elogios.

Caravana
O partido reuniu mais de 50 pessoas em sua sede e seguiram em caravana de ônibus para o Hemose.“É importante que todos os partidos mobilizem os seus correligionários para fazer constantemente campanhas como essa feita pelo PSDB Sergipe. Doar sangue é a solução simples para um problema complexo, é um ato humanitário e solidário”, afirma o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado.

Isenção de taxa para emissão de 2ª via de documentos
Os sergipanos que forem vítimas de furtos ou roubos não pagarão mais as taxas referentes à emissão da segunda via da Carteira de Identidade (C.I.), Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Esta é a novidade de interesse social proporcionada pela lei nº 7.692, de 23 de julho de 2013, que foi publicada no Diário Oficial do Estado da última quinta-feira, 1º, após sanção do governador em exercício, Jackson Barreto.

Benefícios
A referida lei foi elaborada pelo deputado estadual Francisco Gualberto, aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa, e sancionada pelo governador em exercício. “Essa é uma lei de grande alcance social, uma vez que beneficia os cidadãos sergipanos que foram vítimas dos referidos delitos, livrando-os de mais despesas e minimizando os contratempos na emissão destes documentos que é realizada pelo Estado”, afirma o governador em exercício, Jackson Barreto.“Está de parabéns o deputado Francisco Gualberto, pela iniciativa, e todos os parlamentares sergipanos que a referendaram, aprovando-a por unanimidade”, complementou o governador.

300 barragens recuperadas
A segunda etapa do Programa de Recuperação de Pequenas Barragens, realizado a partir de convênio entre a Seagri e a Seides, neste ano, já recuperou mais de 300 barragens em pequenas propriedades rurais em Sergipe. A ação do Governo do Estado dá continuidade ao trabalho iniciado em 2012, quando a meta de reformar 400 destes reservatórios foi superada, sendo 510 unidades atendidas.

Armas
Esclarecimento Ascom/SSP: No caso do fuzil 556 que foi subtraído do interior do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), é importante frisar que a arma foi levada por um servidor contratado que tinha acesso ao Cope por conta de obras de manutenção que fazia naquela unidade policial. À noite, ele teve acesso ao interior do Cope, arrombou o basculhante de uma sala e subtraiu o fuzil. A arma, segundo depoimento prestado pelo acusado dias depois, foi trocada por drogas. Um inquérito foi instaurado pelo delegado Cristiano Barreto, que após quase 20 dias chegou à autoria do crime. O caso foi encaminhado ao Poder Judiciário. O acusado foi indiciado por furto qualificado. A SSP continua com as investigações para saber como essa arma chegou à quadrilha presa na Bahia.

Metralhadora SSP
Uma investigação presidida pelo delegado Flávio Alburquerque, diretor do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), encontrou o responsável pelo furto de uma metralhadora Fame .40 da carga de material bélico da Delegacia Plantonista. A investigação iniciou há quase três meses e apontou o ex-presidiário Gladiston dos Santos, 41 anos, conhecido pelos de apelidos de “Dilma”, “Madona” ou “Gado” como o autor do crime.

Amizades
De acordo com as investigações, Madona conseguiu formar uma rede de amizades informal dentro da plantonista, chegando a fazer alguns serviços 'burocráticos' para servidores policiais, tais como pagar contar em banco, fazer limpeza das salas, entre outros. Por conta desse relacionamento informal com os servidores, Madona sentia-se livre para entrar nas salas e fazer limpezas e teria sido com esse argumento que ele conseguiu entrar na sala do delegado plantonista, situada no térreo da delegacia.

Venda
Dentro da sala, ao visualizar a arma que estava no armário, o indiciado pegou a metralhadora e colocou dentro de uma bolsa feminina e foi embora naturalmente para casa no bairro Invasão do Canal, no conjunto Almirante Tamandaré, no bairro Santos Dumont. Em depoimento, o acusado disse que encontrou o traficante Tiago Teles dos Santos, 28 anos, no bairro e vendeu o armamento por R$ 500. O traficante, por sua vez, teria tirado fotos da metralhadora e mostrado o 'anúncio' de venda para Dalmo dos Santos Souza, 38 anos, que se mostrou interessado no negócio.

Micro Empreendedor Individual terá acesso à orientação empresarial gratuita
Mais uma “Semana do Micro Empreendedor Individual” será realizada em Aracaju, no período 05 a 10 de agosto, na Praça General Valadão, horário comercial. Além de prestar orientação empresarial, o evento também disponibiliza capacitações gratuitas a todos aqueles que já deixaram a informalidade.

Oficinas
Serão disponibilizadas diariamente duas oficinas do programa Sebrae para o Empreendedor Individual (SEI) sobre temas relacionados à compras, vendas, finanças, associativismo,empreendedorismo, administração e planejamento. Além das capacitações, os técnicos da entidade também estarão promovendo a formalização daqueles que desejarem legalizar os seus negócios.

Sucesso
Para Lauro Vasconcelos, superintendente do Sebrae, para se ter sucesso no negócio é fundamental investir em capacitação e novos conhecimentos. “Estamos colocando à disposição dos pequenos empresários um conjunto de informações que são fundamentais para a gestão do empreendimento. É uma excelente oportunidade para eles verificarem como corrigir as falhas e crescer de forma continuada”, destaca o superintendente.

Jotanunes realiza capacitação sobre a NR-35
Em vigor desde abril, a nova Norma Regulamentadora nº 35 (NR-35) aborda novas medidas preventivas para trabalhadores da construção civil que exercem atividades acima de dois metros de altura e possuem risco de queda. A NR-35 propõe preparar os trabalhadores para agir em situações de emergência, noções e técnicas de regaste, além de primeiros socorros. Adequando-se à NR-35, a Jotanunes promoveu durante esta semana uma capacitação dos colaboradores da construtora sobre trabalho em altura. Ministrado pelos instrutores da  Backup Treinamentos e com duração de 16 horas, o curso envolveu planejamento e adoção de medidas técnicas que visam evitar quedas em altura. Foi oferecido também na ocasião, o curso de Brigada de Incêndio, com duração de 8 horas. Além das frentes de treinamentos nas obras, os gestores também participaram do Seminário Técnico “Implantação da NR 35 nos canteiros de obras” no último dia 30. A iniciativa foi do Instituto Trabalho e Vida, do Comitê Permanente Regional sobre Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção em Sergipe (CPR/SE), Sinduscon/SE, Seconci/SE, TRT20 – integrada ao Programa Trabalho Seguro.

PELO TWITTER

www.twitter.com/Gilbertotv Costumo dizer que o mar não é perigoso, o mar é para ser respeitado. Existe um limite entre o homem e o mar.

www.twitter.com/revinhogama A vida é assim! Há dias em que você se sente um bilhete premiado da mega sena e em outros, um cartão do bolsa família..

www.twitter.com/Abrahao_Filho Quem acredita no que lê nos jornais? Quem sente melhor qualificado para entender a realidade depois de ler um jornal? Quem ainda lê jornais?

www.twitter.com/machadose  O comportamento humano está cada vez mais individual, a coletividade é deixada de lado diariamente. O problema é q vivemos em coletividade.

www.twitter.com/PHS_31 @Georg_Magalhaes o TRE deveria solicitar ao MPF investigar a relação incestuosa de certas lideranças com os partidos.

Blog no twitter:   www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frases do Dia
“Um jardim faz-se de luz e sons – as plantas são coadjuvantes.”  Roberto Burle Marx, arquiteto e paisagista brasileiro, nasceu em 04 de Agosto de 1909 e morreu em 1994

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários