Piranhas (AL) – Cenário de beleza no sertão

0

Caminhando pelas ruas seculares cobertas de pedra, nota-se o porquê de sua arquitetura ser tombada como Patrimônio Histórico e Paisagístico Nacional. Na entrada da cidade, duas torres dão as boas-vindas e logo desce ladeira, sobe ladeira, em meio aos casarios coloniais, alguns com estilo neoclássico.

É de encher os olhos e viajar no cenário do filme Baile Perfumado. Sim, foi em Piranhas a locação da película. A cidade preserva muito de suas características originais. No paço principal fica o Museu do Sertão, a Praça da Torre da Estação e diversos casarões.

O Museu do Sertão fica num prédio onde funcionou a estação ferroviária construída em 1881 e que é uma réplica de uma estação inglesa. No museu há uma sala dedicada exclusivamente a Lampião. Utensílios, roupas e fotos da Volante são os mais visitados, mas a cidade também resguarda o título de localidade onde foram expostas as cabeças de Lampião, Maria Bonita e integrantes do seu bando.

No museu o visitante também pode viajar no tempo das estradas de ferro. Piranhas também é conhecida como a cidade onde se originou a primeira estrada de ferro que cortou o sertão.

Saindo do museu e atravessando a rua, a praça abriga uma torre construída em 1879, exibindo um relógio trazido da Inglaterra. O telefone público em formato de surubim – peixe típico do São Francisco – também é cartão postal para os visitantes.

não deixe de caminhar pelas ruas seculares. Observe os casarões, um deles preservado por ter sido onde D. Pedro II dormiu em sua visita a cidade, por volta de 1850. Caso tenha fôlego e o sol escaldante do sertão der uma trégua, deve-se subir os famosos 364 degraus que levam ao Mirante Secular construído no século XIX. Ao chegar lá se tem uma vista sem igual do rio São Francisco e também da cidade encravada entre morros, sobre um deles, uma igrejinha chama atenção, bem ao alto. Há também a vista de um cemitério, bem ao longe, entre vegetações de caatinga. A paisagem é de encher os olhos.

Caso não queira subir os degraus, há um acesso que pode ser feito de carro por uma pequena estrada de piçarra à direita antes da entrada da cidade (a sinalização explica que vire a direita para o restaurante Flor de Cactu’s).

Depois de visitar o Mirante Secular, apreciar os casarões entre paredões acinzentados do sertão; saborear o pitu – maior símbolo da culinária do Baixo São Francisco; é hora de se banhar nas águas doces do rio. Piranhas possui uma extensa “prainha”, com bares à beira rio, nada de sofisticado, mas vale à pena. Caso tenha sorte, conhecerá a famosa canoa de tolda do São Francisco, uma delas sempre fica aportada no leito do rio, em Piranhas.

Sol, banho de água doce, história do Cangaço e um patrimônio de encher os olhos. O que está esperando? Piranhas é seu próximo destino.

Curiosidade

O rio São Francisco nascer na Serra da Canastra, em Minas Gerais, e atravessar mais quatro estados: Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas, percorrendo cerca de 2.700 km, com 168 afluentes. O Velho Chico, o Rio da Integração Nacional, como é popularmente chamado, deságua entre Piaçabuçu (AL) e Brejo Grande (SE).

Sua bacia chega a 640 mil km², uma superfície maior que França e Portugal somados, interligando três regiões do Brasil: Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, com um volume d’água superior ao do Rio Nilo.

Dicas de Viagem

A construção da barragem da Usina Hidroelétrica de Xingó originou um fabuloso cânion, com paredões vertiginosos e aproximadamente 60km de extensão. Vale à pena fazer o passeio de catamarã pelo Cânion do São Francisco, em Canindé, do lado sergipano.

Deve-se conhecer também a Grota do Angico, em Poço Redondo (SE), onde morreu Lampião;

Secretaria de Turismo de Piranhas – (82) 3686-3013 / 1782

Na estrada SE 202, pertinho de Nossa Senhora da Glória, há fazendas que produzem doces regionais. É parada obrigatória

Como chegar

Partindo de Aracaju (SE) há diversos percursos, mas todos eles originam na BR 101. Pode-se ir pela BR 235, sentido Itabaiana/ Nossa Senhora da Glória/ Canindé (Rota do Sertão). Depois de Itabaiana, segue-se pela SE 414, SE 212, e por último SE 208. A estrada está totalmente recuperada.

Chegando na cidade sergipana, pega-se a SE 208, atravessa a ponte da CHESF e chega a Alagoas. A estrada é sinalizada e se percorre somente 12 km até Piranhas. Antes da entrada da cidade histórica existe a entrada que dá acesso ao Mirante Secular.

Fotos: Silvio Oliveira

 

Na Bagagem

A lei que tramita na Câmara de Vereadores de Aracaju, proibindo o fumo em ambientes públicos, tem preocupado donos de restaurantes e bares de Aracaju. A restrição já causa problemas em outras capitais.

Taíba é o nome da praia que caiu no gosto dos turistas em Fortaleza (CE). O balneário promete ser o “boom” do verão cearense.

A revitalização de casas e ruas do bairro Bixiga, em São Paulo (SP), agradou os turistas e tem chamado atenção de moradores, que já chamam a localidade de “Caminito” paulista em referência a região de Buenos Aires, na Argentina.

A pista principal do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro (RJ), estará em obras de 21/09/2009 a 21/11/2009. Durante este período, 34 pousos e decolagens serão transferidos para o aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) fazendo a ligação aérea entre o Rio de Janeiro e cinco capitais brasileiras: Aracaju (SE), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR) e Vitória (ES).

O passaporte do brasileiro vai mudar novamente. O Senado Federal já aprovou o projeto de lei que determina o uso do mesmo número da identidade em todos os documentos. A mudança agora vai a sansão presidencial. O uso do mesmo número da identidade em todos os documentos dificultará a ocorrência de fraudes e pode aperfeiçoar o sistema de identificação civil.

 

Passaporte

Madrid, capital da Espanha, é uma das cidades mais modernas da Europa e possui um sofisticado sistema de metrô e acesso para deficientes. O novo une-se ao antigo fazendo de Madrid uma cidade totalmente turística e agradável.

Nas fotos, o Palácio Real de Madrid e seus jardins, considerado o maior palácio de toda a Europa Ocidental, ocupando uma extensão de 135mil m². Seu interior chama atenção pelo luxo do material utilizado e peças da realeza espanhola, com coleções de objetos e obras de arte.

Fotos: Silvio Oliveira

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais