PMs e governos

0

Texto do jornalista Janio de Freitas publicado hoje, 07, na FSP, para reflexão de todos:

“Não há o que negociar com invasores armados de uma casa legislativa, que tem de ser inviolável à força militar”

Uma parte ainda indefinida da Polícia Militar carioca/fluminense trabalha a proposta de uma greve da corporação durante o Carnaval. Não há indicação da receptividade ou recusa à proposta em setores da tropa. Mas o assunto é objeto de considerações no governo estadual, apesar da convicção de que nenhum movimento impróprio prosperaria na PM e na polícia civil.

É certo, porém, que a insatisfação com os vencimentos é bastante difundida na PM. E, dada a necessidade de contingente cada vez maior, para efetivar a pacificação de favelas e áreas difíceis, além de outras ações, o orçamento de pessoal das polícias também é um problema difícil e crescente para o governo estadual.

A propósito, o governo da Bahia não poderia, sob pena de agravar a fraqueza de sua autoridade, propor qualquer índice de aumento de vencimentos para os invasores da Assembleia Legislativa e os autores de violências criminosas contra a população indefesa. Confirmação da inferioridade em que o governo se põe, a recusa aos ofertados 6,5% de aumento foi mais uma humilhação imposta pelos amotinados aos governantes.

Não há o que negociar com invasores armados de uma casa legislativa, peça que no regime democrático tem de ser inviolável à força militar ou militarizada.

As imagens de PMs com a cabeça encoberta e arma a ameaçar, como bandidos, motoristas e passageiros de ônibus; os assassinatos às dezenas, praticados por esses que enfim se mostram com as caraterísticas de criminosos, e tanto mais, complementam a obviedade de que ao governo do Estado não cabe curvar-se a nenhum tipo de bandidagem. Não importa qual seja a sua procedência.

Depois do alheamento diante do que parte da PM lhe preparava e à população, a atitude elevada de que o governo da Bahia dispõe é, apenas, a de enfrentar a realidade de sua polícia, livrando-se já do que deve ser excluído, sejam quantos forem. E começar a formação de uma nova PM. É o jeito de sair em pé.

Quadriciclos não licenciados só podem circular em propriedade privada
O que falta para o Detran Sergipe publicar uma resolução para penalizar os quadriciclos que estão circulando em locais públicos, principalmente nas praias em Aracaju? A legislação é clara: o quadriciclo tem sua circulação proibida por lei em vias publicas, incluem-se as praias e ruas dentro de condomínios fechados, por exemplo. O que acontece é que a autoridade local faz "vista grossa" ou simplesmente não fiscaliza o local. Na semana passada o blog publicou vídeo mostrando um quadriciclo em alta velocidade na praia do Refugio no Mosqueiro.

Quadriciclos só podem ser usados em locais restritos
Pela legislação este tipo de equipamento somente pode ser usado em locais restritos, em sitos,fazendas, ou propriedade particular, onde o policiamento somente pode entrar com ordem judicial. Em vários Estados, principalmente no Nordeste, o órgão de trânsito local já proibiu a circulação e só é permitido nos casos destinado a pessoas portadoras de deficiência física e os de uso pelas forças armadas, policiais e socorristas.

Em casos especiais, equipamentos obrigatórios
Mesmo nestes casos especiais tem que  receber os itens obrigatórios tais como lanternas, faróis, luz de freio, piscas, espelhos retrovisores e suporte de placa com iluminação, seu condutor terá que ser habilitado e usar capacete.  Ou seja, se adequando a legislação e recebendo o CAT – Certificado de Adequação à Legislação de Trânsito.

Viral: número de quadriciclos aumentou
Através de um leitor, o blog foi informado que no último final de semana o número de quadriciclos no Viral (no Mosqueiro) duplicou. Com a maré cheia os freqüentadores do local ficaram sem poder se locomover. Como um pai de família entrega uma máquina daquela a uma criança de 8 anos?

Omissão da CPRv
E mais: até quando a Companhia de Polícia Rodoviária – CPRv (segundo a SMTT a responsável pelas areias das praias), ficara omissa? E quando acontecer um atropelhamento grave? É preciso cumprir a legislação. Quadriciclos não podem circular em locais públicos salvo as acessões já escritas acima.

Câmara analisa projeto que cria piso de R$ 3.270 para jornalistas
FSP de hoje, 07: A Câmara dos Deputados analisa projeto que estabelece um piso salarial para os jornalistas de R$ 3.270 e jornada semanal de trabalho de 30 horas para a categoria. De autoria do deputado André Moura (PSC-SE), a proposta prevê reajuste anual pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor. Hoje não há um piso para o pagamento desses profissionais, e a remuneração varia de Estado para Estado.

Conselhos Federal e Estaduais
O projeto foi apresentado em dezembro passado e passou a tramitar junto à proposta do ex-deputado federal Celso Russomanno (PP-SP), que cria os conselhos federal e estaduais de Jornalismo. O piso de R$ 3.270 se aproxima do valor defendido pela Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), que é de seis salários mínimos (R$ 3.732).

Sem prazo para votação
A proposta não tem prazo para ser votada. Ela está sendo analisada na Comissão do Trabalho da Câmara. Depois, seguirá para a Comissão de Ciência e Tecnologia e, então, para a Comissão de Constituição e Justiça, onde pode ser votada em caráter terminativo. Se não houver maioria dos votos, o projeto será votado em plenário e, depois, irá ao Senado.

Mobilidade no Parque da Sementeira I
Já que o tema do momento é mobilidade urbana, que abrange desde grandes intervenções até algumas simples um leitor sugeriu que no Parque da Sementeira seja implantada uma ciclovia pela Prefeitura. O motivo é que hoje o pedestre disputa o espaço com veículos dos servidores da Emsurb e da Guarda Municipal.

Mobilidade no Parque da Sementeira II
Para resolver o problema dos veículos dos servidores a sugestão é que o estacionamento seja feito na parte de dentro do parque, mas logo na entrada próximo a guarita onde tem um espaço (no lado direito). Assim acabaria o constante fluxo de veículo na única pista existente, que serve para os pedestres e ciclistas. Fica dica. E que não custaria muito para a PMA.

Emurb e o muro da Construtora Cunha
Cansados de esperar moradores do povoado Robalo estão entrando com um pedido do Ministério Público Estadual pedindo providências para que acione a Emurb na Justiça por prevaricação. O problema é um muro da construtora Cunha que avançou a rua do povoado e a fiscalização da Emurb não tomou as devidas providências. O caso pode ganhar repercussão nacional.

Deputada defende prisão de vereador que espancou mulher
Em entrevista exclusiva ontem, 06, ao Programa Comércio em Debate da Rádio Comércio (radiocomercio.com.br) a deputada estadual Ana Lúcia (PT) defendeu a prisão do vereador Gibson Rodrigues da Cruz (Irmão Gibson), do PSC, que agrediu fisicamente a ex-companheira Mara Santos Rodrigues da Cruz.

Homem público
A parlamentar observou que o vereador deveria dá o bom exemplo por ser uma autoridade, um homem público. "Eu acho que ele por ser uma autoridade, um agente público houve um vacilo. Ele já deveria ter sido preso desde a primeira vez que fez a primeira ameaça. Aí vem toda uma lei que protege e que termina caindo no esquecimento. Mas eu espero que o juiz da comarca com o delegado, me parece que pelas entrevistas eles estavam bem decididos a tomar providências urgentes, precisam tomar por que ele precisa se reeducar”, disse.

Evangélico
“Imagine, ele se diz evangélico e eu digo que ele nunca leu a bíblia por que a bíblia prega a paz e não a violência. Como é que você ler um livro que diz que eu tenho que exercitar o meu temperamento, a minha forma de ser para ter tolerância, pra saber ver o outro. Eu tenho raiva da natureza humana, mas não pra eu ta matando e batendo nas pessoas", defendeu Ana Lúcia.

Verão Sergipe na Caueira: paz, alegria e elogios I
Após as turbulências provocadas pela cantora Rita Lee no dia 28, na praia da Atalaia Nova, tudo correu em clima de paz e alegria na segunda etapa do Verão Sergipe, realizada no último final de semana na praia da Caueira. Fundo de Quintal, Biquini Cavadão, Cabedal, Alapada, Rita Ribeiro e Frejat fizeram bonito no palco principal. Este último, por sinal, foi responsável por um dos melhores shows de toda a história do Verão Sergipe e deu um depoimento muito positivo para a política de cultura em Sergipe.

Verão Sergipe na Caueira: paz, alegria e elogios II
Segundo Frejat, os sergipanos podem se orgulhar da secretária da Cultura que têm, pois ele conheceu Eloísa Galdino no segundo semestre do ano passado, durante um ato em defesa da cultura realizado em Brasília, e presenciou um depoimento forte e bonito da gestora sergipana defendendo a ampliação de políticas para o desenvolvimento da cena cultural brasileira. Após ouvir as palavras desse ícone do rock nacional, Eloísa foi ao camarim cumprimentá-lo e reforçou que ambos militam pela mesma causa e que a luta continua.

Estágio: Esclarecimento Secom
A diretoria de Novas Tecnologias da Secom/PMA esclareceu ontem que o e-mail publicado no espaço do leitor não procede sobre a perseguição a uma estagiária. Ela esclareceu que a estagiária trabalhou normalmente durante quase dois anos e apenas no último mês, teve alguns problemas, que resultou no cancelamento antecipado, já que todo estágio é no máximo de dois anos. Ela lembra que o tempo que ela passou, 1 ano e 11 meses mostra que não ocorreu nenhum tipo de perseguição.

Decreto  e Sefaz
Nos últimos dias o blog recebeu alguns e-mails de servidores  indignados da Sefaz por conta de um decreto governamental nomeando um auditor de carreira para um cargo em uma secretaria, mas ele continua desenvolvendo seu trabalho na Secretaria da Fazenda. A denúncia é que a nomeação foi apenas para aumentar a gratificação do auditor. O caso vai chegar ao MPE.

Ciclistas fazem rifa para ajudar família de Rogério Esteves
Os ciclistas estão rifando a bicicleta GIANT XTC, que pertenceu ao ciclista Rogério Esteves, atropelado e morto em

dezembro, no bairro Coroa do Meio. O objetivo é arrecadar fundos para ajudar à família de Rogério. "Era ele quem mantinha os pais, que agora estão sem suporte financeiro", explicou Djalma Gustavo, ciclista e amigo de Rogério.

Como adquirir a rifa
Segundo Djalma, a ideia inicial era apenas vender a bicicleta. "Uma nova deste modelo custa em torno dos seis mil reais. A de Rogério ficaria entre três e quatro mil, mas precisamos arrecadar mais", explicou. Para a rifa, foram feitos trezentos bilhetes e cada um custa vinte reais. Eles podem ser adquiridos em lojas de bicicleta ou com ciclistas e amigos de Rogério. A bicicleta está na Magazine Bike Show, na avenida Francisco Porto, e o sorteio será feito pela Loteria Federal do dia 13 de fevereiro de 2012.

Pedal pela Paz
Também no dia 13, acontece a segunda edição do Pedal pela Paz. Mais uma vez, ciclistas sergipanos se reunirão para cobrar cidadania no trânsito e que a morte de Rogério Esteves não fique impune. A concentração será às 19h30, no Calçadão da 13 de Julho.

3º Ano do “Galo do Augusto Franco”
E o “Galo do Augusto Franco” em Aracaju vem aí com força total no terceiro ano. Desta vez a programação começa na sexta-feira, 10, a noite, na praça do Canal 5, com um som voltado para a juventude com a banda Cafungada e Simples e Bacana, a partir das 20hs. Além da apresentação da Rainha do Galo.

No sábado o grande desfile do Galo
Já no sábado, 11, a partir das 17h, saindo da praça do Canal 5 e passando por diversas ruas do conjunto, tendo a frente o boneco do Galo com quatro metros ao som de três banda de Frevo. No retorno a praça do Canal 5 o som da Orquedstra de  Valter Nogueira a Big Banda. O  boneco do Galo foi confeccionado pelo artista Anselmo Seixas.

Desfile virou atração
O desfile do Galo do Augusto Franco, vem se tornando uma atração para muita gente em Aracaju. Famílias participam do evento, principalmente crianças que ficam admiradas com o tamanho do boneco. O evento é mais uma organização da Casa Careca e Camaradas, que além dos programas sociais, através de cursos, tem atividades voltadas para o esporte e o lazer, como é o caso do “Galo do Augusto Franco”.

Ponte entre Sergipe e Alagoas em Brasília
O senador Lauro Antônio (PR) "Laurinho da Bomfim" encontrou na tarde da segunda-feira, dia 6, no Palácio do Planalto, o governador de Alagoas, Teotônio Vilela (PSDB). Em conversa, o parlamentar, discutiu o projeto da construção de uma ponte para interligar o a Região Norte de Sergipe com a Região Sul de Alagoas.

Potencial turístico
Segundo Laurinho há um grande potencial turístico nesses locais e a ponte favoreceria o desenvolvimento e integração por terra no Nordeste. "Há um entendimento entre os dois governos e já foi apresentado ao Orçamento Geral da União, por meio de emenda coletiva, a construção da 'Estrada Parque' que interliga o município de Pirambu à Foz do Rio São Francisco", informou.

Violência contra mulheres
A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) subscreveu o pedido de criação de uma Comissão Mista Parlamentar de Inquérito (CPMI) para investigar os casos de violência contra a mulher no Brasil. "A violência contra a mulher tem crescido de forma muito assustadora. Algo precisa ser feito na expectativa de conter essa onda de violência que afeta a mulher nos seus mais variados aspectos", pontuou a senadora sergipana, que também assinou nota, sugerida pela senadora Ana Rita, pedindo a conclusão do caso da procuradora de Minas Gerias, Ana Alice Moreira, assassinada pelo companheiro, no início deste mês.

Segrase parabeniza gráficos pelo seu dia
Hoje, dia 7 de fevereiro é o Dia do Gráfico. A Empresa Pública de Serviços Gráficos de Sergipe (Segrase) parabeniza a competente equipe de profissionais gráficos que atuam na empresa, que através do ofício que desempenham, planejam e executam com sensibilidade transmitindo emoções através dos impressos produzidos.

Feira Agropecuária
A segunda Feira Agropecuária do Estado de Sergipe (Faese) foi aberta ao público no Parque de Exposições João Cleophas, na noite de domingo, dia 5.A primeira noite contou com a presença do presidente da Federação Agropecuária de  Sergipe, Eduardo Sobral, do secretário Chefe da Casa Civil, Jorge Alberto, que  representou o governador Marcelo Déda, do secretário de Estado da Agricultura, José Macêdo Sobral, além de criadores, que tiveram a oportunidade de assistir ao desfile de animais das raças Santa Inês, Nelore, Guzerá Gir, Manga Larga Machador, Dorper, Quarto de  Milha, entre outros.

Criadores de vários Estados
Na ocasião, o presidente da Federação Agropecuária de Sergipe (Faese), Eduardo Sobral, fez questão de registrar a presença de criadores de Sergipe, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais. Outro ponto destacado por Sobral é a presença recorde de animais nas baias do Parque de Exposições, que conta com 302 bovinos, 260 ovinos e caprinos e 85 equinos. Animador também são os números de criadores e empresas. São 130 expositores, 15 expositores comerciários e seis lojas instaladas nas dependências do Parque.

Parcelamento na compra de animais
“Isso demonstra a pujança de Sergipe no setor agropecuário. Após o encerramento da Feira, temos a certeza que o valor gerado na cadeia produtiva, será bastante significativo para o setor primário sergipano”, ressaltou.Uma novidade na Feira anunciada pelo presidente da Faese é o parcelamento de pagamento na compra de animais. “O Banco do Nordeste patrocinador do evento, nesta edição vai financiar a compra de animais. Uma oportunidade a quem deseja aumentar seu rebanho”, disse Sobral.

Empresas receberão auxílio para adotar práticas inovadoras I
Começou  ontem, 6,  na sede do Sebrae, a capacitação dos  45 profissionais sergipanos que irão atuar como Agentes Locais de Inovação (ALIs). Eles terão como meta estimular a adoção de práticas inovadoras nos empreendimentos dos setores de metal-mecânica, têxtil e confecção, alimentos e bebidas, tecnologia da informação e educação localizados nos municípios da Grande Aracaju, Itabaiana, Lagarto, Propriá, Neópolis e Carmópolis.

Empresas receberão auxílio para adotar práticas inovadoras II
O projeto ALI é uma proposta do Sistema Sebrae para atendimento contínuo nas micro e pequenas empresas. Trata-se de um modelo que busca fomentar a inovação em produtos, processos e gestão. No primeiro ciclo do ALI, realizado entre os meses de novembro de 2009 e novembro de 2011, os Agentes Locais de Inovação visitaram e acompanharam 1260 empreendimentos. O novo ciclo prossegue até abril de 2014 e tem como objetivo atender 1,5 mil empresas.

Novas máquinas em Estância
No mês de janeiro a Prefeitura de Estância adquiriu junto ao Governo Federal uma maquina Pá-carregadeira ao valor de R$540 mil com a contrapartida de R$ 50 mil reais, e por meio de financiamento, junto ao Banco do Brasil, comprou mais três máquinas: um Trator de Esteiras (R$620 mil reais), uma Retroescavadeira (R$210 mil) e uma Pá-Carregadeira (R$307 mil reais). Nas três últimas aquisições, o Município investiu mais de um milhão de reais.

Máquinas já estão trabalhando
O prefeito Ivan Leite já autorizou a liberação dessas máquinas que estão trabalhando junto às Secretarias de Obras e de Urbanismo. A Prefeitura está efetivando a substituição dos canos da Rede de Água da cidade, máquinas como a Pá-carregadeira e a Retroescavadeira estão sendo utilizadas na conclusão da referida obra. As outras máquinas também estão atuando na retirada de restos de construções (entulhos) deixados nas vias públicas por particulares.

Ação Stanza
No último fim de semana, corretores da D&M Imóveis fizeram uma grande ação apresentando condições de compra diferenciadas para o Vivendas do Atlântico, lançamento Stanza na Barra dos Coqueiros. A iniciativa, realizada na Colina do Santo Antônio, gerou bons negócios, mas as oportunidades continuam à disposição de quem está interessado em adquirir um imóvel em conta com a qualidade Celi. Além do Vivendas do Atlântico, ainda há unidades de excelentes empreendimentos no stand da Avenida Hermes Fontes, na entrada da Alameda das Árvores, e no site http://www.stanzae.com.br

Hospital Primavera recebe visita dos executivos do BANESE
Na manhã de ontem, 06, o Hospital Primavera recebeu a visita do Presidente do Banese, Saumíneo Nascimento. Acompanhado do Diretor de Crédito de Desenvolvimento do Banese, Edson Caetano, da Gerente da Agência Magazine, Solange Brito, do Presidente da CASSE (plano de saúde dos funcionários do banco), José Edson, e do Diretor da CASSE, Francisco Neto, e do Diretor Comercial do Banese, Carlos Alberto Tavares, o executivo foi recepcionado pelo presidente da Rede Primavera, Wagner Oliveira, pela Gerente Comercial Ana Pontes, e pelo Gerente Financeiro, Leonardo Monteiro. Na oportunidade, os visitantes conheceram todas as instalações do Hospital, conversaram sobre negócios e prestação de serviços. A visita serviu para fortalecer ainda mais o relacionamento do Primavera com o Banese e os beneficiários da CASSE.

Sarau Entre Amigos – Raiz da Vida
"Nunca vi algo igual em minha vida, realmente com este sistema me dei muito bem" Ludwig Oliveira.Se você deseja emagrecer  ou manter o peso por meio de seu tipo sanguíneo e tratar de outros tipos de distúrbios nutricionais como: obesidade mórbida, anorexia, bulimia e outros, faça um contato com Elizabethe Milwaard, professora de Consciência Nutricional, Ortomolecular e Idealizadora do Sistema Raiz da Vida.  Telefones: (79) 3222-0815/ 3042-6971 / 9131-8792. Av. Gonçalo Prado Rolemberg, 447 – São José – Centro Médico Olimpio Santana. www.raizdavida.com.br

PELO TWITTER

www.twitter.com/sergioalves1  O ano ainda está no início e já me ensinou várias coisas. Uma delas é que parar pra se cuidar e refletir sobre sua vida é uma necessidade!

www.twitter.com/netodograccho  Que Deus nos conceda o equilíbrio necessário para agirmos de acordo com sua Lei e nos faça merecedores de uma semana repleta de felicidades!

www.twitter.com/AntonioJMoraes  Políticos oportunistas. Sem mandato, apóiam e patrocinam greves. Com mandato, mandam prender grevistas. Ô corja!

www.twitter.com/marcos_rm  E, a cada dia, tenho mais nojo da forma q alguns fazem política. Antes de esquerda, hj vendidos; antes aliado, hj demagogo… pode isso?

www.twitter.com/@dittacuja  Oração do dia: Senhor, livrai-me de gente mal-intencionada. Se não der pra livrar, permita que eu perceba logo quem está.

www.twitter.com/acsesmeraldo  O cidadão provoca acidentes embriagado, dá uma despreza danada nos Hospitais e ainda recebe seguro DPVAT! #Brasil

www.twitter.com/cezar_britto  Convenci-me de que sou um dinossauro, pois apenas trabalho com bancos oficiais, abastecia em postos BR e utilizava o sedex.

www.twitter.com/acarlosmota  Vi muitos desses HIPOCRITAS quando d sepultamento d Seixas Dória, fingindo-se comovidos. Radiantes, tomaram champanhe quando da sua prisão.

ARTIGOS

Luiz Eduardo Costa e sua brincadeira de mau gosto – Rangel A. da Costa

O poeta e cronista Rangel Alves da Costa escreveu um texto que reforça o que o blog escreveu ontem, 06, sobre a “ideia de alguns membros” da Academia Sergipana de Letras do governador Marcelo Déda ocupar a cadeira deixada por Seixas Dória. Leia o texto que reflete bem a realidade da “academia” não só em Sergipe, mas em todo o país:

Nosso querido e saudoso Jorge Amado, num de seus romances cuida exatamente da escolha dos literatos para integrar a Academia Brasileira de Letras. Assim, em “Farda, Fardão, Camisola de Dormir”, o escritor tece uma irônica crítica às maracutaias e conchavos vergonhosos na escolha daquele que deve ocupar a cadeira de imortal.

Escritor sem ter escrito nada, gente que se eleva à glória de literato através da encomenda de textos, rabugentos que deveriam se contentar com a insignificância de suas rimas pobres ou de seus discursos mesmistas, tudo isso é retratado no universo amadiano. Algo assim extremamente parecido com a Academia Sergipana de Letras.

Nos seus túmulos revirariam os grandes nomes da verdadeira literatura, das letras jurídicas, da melhor poesia. E isto diante da vergonhosa opção em deliberadamente rasgar seus estatutos; desconhecer o que seja ser escritor e literatura; a nata da intelectualidade; e fazer daquele prédio outrora tão respeitado, uma vergonhosa teia política, de apadrinhamento e acolhimento de qualquer um, principalmente que não seja escritor e nem tenha qualificação alguma para a imortalidade literária.

É vergonhoso que a Academia Sergipana de Letras mais recentemente se paute pelo acolhimento de tanta insignificância no mundo das letras. Urge lembrar que a Academia é de letras e não de compadrio. Lamentável demais para uma casa onde já tiveram assento Antonio Garcia Rosa, Hermes Fontes e Ranulfo Prata, dentre outros de ilustre memória. E que dirá dos patronos Tobias Barreto, Silvio Romero, Fausto Cardoso, Ivo do Prado, Gumercindo Bessa!

Talvez recebendo os maus exemplos da Academia Brasileira de Letras, que também se transformou numa palhaçada para receber os Maribondos de Fogo da vida e os Mervais sem história, fardões que lamentavelmente se confundem com as galhardias palacianas. Collor de Mello também já foi imortalizado na Academia Alagoana de Letras. Dizer mais o que?

Seguindo esses maus exemplos, nossa Academia há muito deixou de refletir a intelectualidade, o cerne da mais lídima cultura sergipana e o respeito pela criatividade literária e pela pesquisa, para ser alçada ao panteão de qualquer um. Assim, qualquer um ex-deputado, ex-governador ou pseudo-literato que tenha influência no metiê, basta mandar imprimir seus discursos feitos por outros, seus poemas de rima quebrada ou qualquer insignificante brochura que ainda assim terá escolha unânime.

E agora me vem o jornalista, secretário de Estado e também imortal, Luiz Eduardo Costa, anunciando numa notinha de canto na sua página dominical do Jornal do Dia (5/6 de fevereiro de 2012), que com a morte de Seixas Dória já se ventila a possibilidade de que o nome do governador Marcelo Déda seja indicado para concorrer à vaga aberta. Igual Tribunal de Contas ou de Justiça, lá também se dará por indicação, aclamação geral, numa vergonhosa bajulação.

E diz o imortal jornalista: “Há um forte movimento entre os membros da Academia Sergipana de Letras para convencer Marcelo Déda a ser o substituto de Seixas. Alegam que só um grande tribuno, intelectual, partícipe dos mesmos sonhos e também governador, estaria credenciado a sentar na cadeira que foi de Seixas”. Fala-se então em convencer o homem, não precisando nem ser votado, e porque o mesmo é tribuno, intelectual e governador. Absurdo dos absurdos. Igualzinho a Collor que já foi até presidente.

Não tenho certeza, meu caro Luiz Eduardo Costa, mas creio que a produção literária do Senhor Marcelo Déda deve ser mínima, principalmente enquanto poeta, trazendo os resquícios ainda das tantas lutas estudantis onde esboçava sonhos em letras apressadas. Mas somente isso, a não ser que pretendam ver na sua oratória espontânea palavras tão grandiosas que cimentam no espaço. Talvez também estejam lendo os seus discursos enquanto parlamentar e governador e vendo ali um verdadeiro Cícero.

Por causa disso, por essas escolhas políticas que se faz até mesmo na Academia, é que a cultura e a literatura sergipanas não alcançam o prestígio que deveriam merecidamente ter. Ora, os bons e verdadeiros escritores não são reconhecidos nem valorizados, os pesquisadores se esmeram em codificar verdades essenciais apenas para o desconhecimento, para tudo ser relegado ao plano do esquecimento.

Tem gente imortalizada com um livreto da gráfica do senado, outro com um caderno que diz ser de poesia, e já outro sem jamais ter escrito uma linha sequer na vida. Verdade é que a Academia Sergipana de Letras acolhe com honrarias gente desse quilate, sem qualquer qualificação cultural ou literária. E tudo porque há safadeza, maracutaia braba, processo eleitoral criticado (que o diga Mellins), suspeitas de toda ordem na indicação e escolha daqueles que tenham força política.

Politicamente tenho tudo contra o Senhor Marcelo Déda, mas até que gostaria de resenhar alguma obra sua, ler algumas páginas de sua profícua inteligência. Dizer o que, em comparação à obra literária de Seixas Dória? “Eu, réu sem crime”, por exemplo, ou os cadernos vermelhos de um petista sem cor?

Não se compara o que não existe, mas nesse fosso de separação é que pode ser avistada a vergonhosa opção que poderá recair sobre os acadêmicos. Mas há que se observar que a maioria dos que estão ali não pode nem levantar qualquer crítica, vez que alcançou a imortalidade dentro do mesmo vergonhoso processo. É o compadrio, o apadrinhamento, a indecência vestida de fardão e tecendo suas conveniências por debaixo do pano.

Monsenhor Fernandes da Silveira, Manuel Luiz, Jackson Figueiredo, Gilberto Amado, Artur Fortes, Costa Filho, Monsenhor Carlos Costa, Clodomir Silva, Helvécio de Andrade, Hermes Fontes, Oliveira Teles, D. Mário Vilas Boas, Pires Wynne, Alfeu Rosas, Maurício Cardoso, João Passos Cabral, Orlando Dantas, Silvério Fontes, Prado Sampaio, Julio Albuquerque, Carvalho Neto, Florentino Menezes, Gervásio Prata.Vocês não mereciam isso, juro que não mereciam.

(e-mail: rangel_adv1@hotmail.com – blograngel-sertao.blogspot.com)

Ana Lúcia, Rogério Carvalho, Silvio Santos e/ou  PT?! – Prof. Renilson Souza*

Ano eleitoral é um ano diferente dos demais e em especial este ano de 2012, tem um “QI”  a mais. Pois todas as articulações que se vislumbram a fazerem têm como horizonte 2014, 2016, 2018…..

Ano eleitoral é um período  que há varias  conversas e muitas especulações do DEM  ao PT; o certo é que, para nossa sorte, existe um calendário da Justiça Eleitoral que no tempo certo saberemos quem melhor vendeu seu “peixe”.

Sobre os dois partidos – DEM & PT –   uma certeza, precisam organizarem primeiro suas “casas” para depois se aproximarem dos demais partidos com foco a buscarem alianças, não somente para tempo de TV e Rádio; mas que possam participarem do programa de governo de ambos.

Tratando-se do DEM, avalio  que Dr. João Alves não será o cabeça de chapa entre DEM &PSDB, tendo em vista que uma derrota do mesmo agora em 2012  será politicamente falado a sua “morte” , tal tese sendo concretizada Dr. João Alves não terá “oxigênio” para um novo labor em 2014.

Ao analisamos o PT do governador Marcelo Deda, vimos que  apresenta a sociedade 03 pretensos e fortes pré-candidatos: Ana Lúcia ( Dep. Estadual); Rogério  Carvalho( Dep. Federal)  e Silvio Santos ( Vice-prefeito de Aracaju ). Até o momento todos seguem firme nas suas pré-candidaturas.

O governador Deda com certeza já conversou com seus companheiros petistas, que almejam o governo municipal de Aracaju e com certeza no tempo certo esse trio irá foca o que é melhor não para seus projetos pessoais, mas sim o que será melhor para o Partido dos Trabalhadores em Sergipe. Mesmo que para isso  o PT tenha que ir as ruas apóia uma candidatura de companheiro  que não sejam petista.

Findo fazendo a seguinte pergunta: tendo em vista a conjuntura atual, será que o companheiro Zé Eduardo Dutra, não seria um nome de consenso não só dentro do PT, mas também, dentro do bloco de aliança do governador Deda?

*Líder Comunitário do Parque dos Faróis – Socorro/SE

Estado Democrático de Direito não é Estado Anárquico, mas um Estado de Ordem!    Por  Ubirajara Melo

O que será que está acontecendo com a Sociedade que assiste atônica e desorientada às ações anarquistas que estão acontecendo em todo o Brasil em todos os noticiários de  TV, Jornais, internet, etc. disponiveis? Não se trata dos movimentos reinvidicatórios de salários e condições dignas e até mais justas para as polícias militares no país, propriamente dito, mas de como isso está sendo feito, a forma utilizada pelos manifestantes num país que se diz ser "Democrático de Direito". Até onde vai a democracia dessa sociedade refém dos acontecimentos atípicos e jamais vistos na história desse país? parafraseado o ex-presidente Lula. Até quando a sociedade pagará um alto preço pelo desentendimento entre a criatura (polícia militar) e seu criador (Estado) na busca de um interesse comum? Onde está o interesse público nesse meio? Onde estão os direitos de TODOS os cidadãos de "ir e vir" no território brasileiro, uma vez que ao se deslocar ou passar no meio ou perto da "muvuca" do desentendimento, qualquer cidadão corre um sério risco em ser atingido por quem deveria ser protegido.

Para melhor compreender o Estado Anárquico, faz-se mister compreender esse Estado, vejamos: Anarquismo, vem do grego ???????, que transliterado entende-se por "anarkhos", que significa "sem governantes", é uma filosofia política que engloba teorias, métodos e ações que objetivam a eliminação total de todas as formas de governo compulsório. De um modo geral, anarquistas são contra qualquer tipo de ordem hierárquica que não seja livremente aceita e, assim, preconizam os tipos de organizações libertárias. Na verdade, a Anarquia deveria significar apenas a ausência de coerção e não a ausência de ordem, mas o que presenciamos ultimamente além da Anarquia, também um Estado em desordem, com libertinagem e acima de tudo, incapaz de estabelecer a ordem em meio ao caos apresentado.

Estamos presenciando no Estado da Bahia, um exemplo de atitudes dos futuros movimentos que poderão ocorrer no país, assim como ocorreu com a paralisação do Ceará, da qual terminou com um sucesso e vitória do "Estado Democrático de Direito", ou seja,  quando o Poder Judiciário determinou que todos os prédios e viaturas da corporação que estivessem em poder dos manifestantes fossem devolvidos ao comando da Secretaria de Segurança Pública do Ceará e que os trabalhadores voltassem imediatamente aos postos, sob pena de R$ 500,00 por dia aos militares e de R$ 15 mil a cada associação que apoiar o movimento (http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5541412-EI8139,00-CE+com+greve+da+PM+Fortaleza+sofre+com+arrastoes.html), que decisão sábia foi essa do Poder Judiciário, pois, usou o aparato legal, previsto num Estado Democrático de Direito para penalizar aos manifestantes, não com prisões, mas penalidade que pesasse no próprio bolso, que surte muito mais efeito do que uma simples prisão administrativa, bem como as suas respectivas associações que incentivasse a continuidade do movimento, vindo logo a falência institucional dessas associações.

Caso o Estado da Bahia pense da mesma forma que o Estado do Ceará, creio ser a maneira mais acertada, obviamente, nesse momento é necessário que a força do Exército, Polícia Federal e Força Nacional venham atuar para estabelecer a ordem, e depois, o Poder Judiciário, assim como fez o Estado do Ceará, estipulem multas aos manifestantes de forma individual e as associações.

Como disse no início desse e-mail, não sou contra os movimentos pacíficos e ordeiros daqueles que reivindicam os seus direitos com a Sociedade ao lado deles, agora, colocar a sociedade refém de atos de vandalismo, terror e insegurança, TODOS nós devemos nos indignar e solicitar do Poder Público que tomem as providências cabíveis, de forma articulada, ou seja, Poder Executivo e Poder Judiciário no que lhe competem.

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“…Feliz de quem passa pela vida; tendo mil razões para vivê-la …”
Dom Helder Câmara, bispo e escritor brasileiro que nasceu em 07/02/1909 em Fortaleza (CE) e morreu em 27 de agosto de 1999.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários