Poder sob suspeita

0

A doação de dinheiro público a entidades que só existem no papel deixou a Assembleia Legislativa de Sergipe sob suspeita de patrocinar uma milionária maracutaia. É forte a desconfiança que boa parte dos recursos liberados terminou nas contas bancárias de alguns deputados. Ontem mesmo, o Tribunal de Justiça determinou o fim da Associação Comunitária e Produtiva Áurea Ribeiro, acusada de desviar verbas públicas. A entidade, pertencente à família do deputado Gustinho Ribeiro (PSD), repassou mais de R$ 400 mil para uma empresa de fachada de dois assessores do parlamentar lagartense. Este não é o primeiro, nem será o último caso em que a Justiça encontrará as impressões digitais de vários parlamentares na escandalosa farra patrocinada por eles com o dinheiro do contribuinte. Uma vergonha!

Passeio caro

Diferente do prefeito João Alves Filho (DEM), que foi à Curitiba passear nos confortáveis ônibus do BRT, os aracajuanos são transportados em verdadeiras latas de sardinha. Que tal, o demista convidar os prefeitos Fábio Henrique (Socorro), Rivanda Batalha (São Cristóvão) e Airton Martins (Barra) para um city tour nos coletivos velhos de Aracaju. O Movimento Não Pago está certo ao afirmar: “João, almofadinha, quero ver você andar no ônibus do Tijuquinha”.

IPTU na justiça

O Ministério Público Estadual acionou a Justiça para suspender o exagerado aumento do IPTU cobrado pela Prefeitura de Atracaju. Na Ação Direta de Inconstitucionalidade, o MPE alega que a majoração estabeleceu percentuais de reajuste (30% e 60%) bem acima do índice oficial de inflação, que foi de 6,40 em 2014. A Ação também argumenta que a lei aprovada pelos vereadores afronta preceitos e princípios constitucionais. O PCdoB também já acionou a Justiça contra o aumento do IPTU.

Inimigos do povo

Para você não esquecer, segue a relação dos vereadores de Aracaju que aprovaram o escandaloso reajuste do IPTU: Anderson de Tuca (PRTB), Robson Viana (PMDB), Dr. Agnaldo Feitosa (PR), Adelson Barreto Filho (PSL), Manoel Matos (DEM), Valdir Santos (PT do B), Renilson Felix (DEM), Dr. Gonzaga (PMDB), Ivaldo José (PSD), Augusto do Japãozinho (PRTB), Jailton Santana (PSC), Adriano Taxista (PSDB) e Agamenon Sobral (PP). Lembrem-se destes senhores nas próximas eleições.

Grana preta

Os 32 partidos políticos registrados no Tribunal Superior Eleitoral receberam no mês passado cerca de R$ 25 do Fundo Partidário. A agremiação que recebeu o maior valor foi o PT (cerca de R$ 3,7 milhões), seguido do PSDB (mais de R$ 2,7 milhões). O PMDB ficou na 3ª posição com quase o mesmo montante dos tucanos.

Crime em debate

O secretário da Segurança Pública, Mendonça Prado, vai expor aos deputados estaduais o plano de trabalho visando reduzir os alarmantes índices de criminalidade. Convidado pelo deputado Valmir Monteiro (PSC), Mendonça fará a exposição no plenário da Assembleia, durante o grande expediente da próxima segunda-feira. Satisfeito com a aceitação do convite, Monteiro lembra que Sergipe já desponta entre os quatro Estados mais violentos do Brasil. É vero!

Está em casa

Vítima de um acidente automobilístico na semana passada, o deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) já recebeu alta médica do Hospital São Lucas. Submetido a um procedimento conhecido por “imobilização”, o pepista usará um colete por 30 dias para tratar das vértebras fraturadas. Após esse período, Venâncio será reavaliado por uma junta médica.

Contra palanque

E o deputado estadual Robson Viana (PMDB) afirma que não se pode criar um palanque eleitoral sobre a Segurança Pública de Sergipe. O peemedebista discorda do líder da oposição, deputado capitão Samuel (PSL), quando este afirma que setores da Polícia Militar estão boicotando o trabalho do secretário da Segurança, Mendonça Prado.

Negativados

O consumidor inadimplente deve, em média, R$ 21.676, já incluindo as multas e taxas cobradas pelo atraso. O valor representa 768% da renda familiar mensal dos entrevistados nesta situação, que é R$ 2.822. Pesquisa encomendada pelo Serviço de Proteção ao Crédito mostra que o inadimplente deve, em média, para 3,7 empresas, e contraiu as dívidas por meio de cartão de crédito e de lojas. E você, também tá nessa?

Sergipe fora

Até agora, nenhum dos oito deputados federais de Sergipe foi escolhido para presidir comissões temáticas na Câmara Federal. Até ontem, já foram indicados presidentes para 16 das 23 comissões. Ainda falta definir a presidência das comissões de Cultura, Direitos Humanos e Minorias, Turismo, Esporte, Legislação Participativa, Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, e de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Publicado no jornal aracajuano Diário da Manhã em 29 de outubro de 1915

Recorte de jornal

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais