Políticos na muda

0

Políticos interessados em trocar de partidos estão apressados em fechar os entendimentos, pois os que pretendem disputar as eleições municipais de 2016 só têm até o próximo dia 1º de outubro para mudar de endereço. O ex-deputado Gilmar Carvalho, por exemplo, deixou o Solidariedade e deve ingressar em nova legenda até o final de setembro. Portanto, este é um mês de muitas conversas de bastidores e acordos fechados na calada da noite. Cabe ao eleitor acompanhar essa movimentação política para perceber quem está trocando de siglas por incompatibilidade com os atuais aliados, e os que estão pulando a cerca por mero interesse eleitoral. Uma coisa é certa: apesar do desejo em trocar de partidos, muitos políticos com mandato podem ficar só na vontade, pois temem serem denunciados por infidelidade partidária e perder a ‘boquinha’ conquistada a duras penas na eleição passada.

Despejado

Decreto anunciando vago o cargo de prefeito de Nossa Senhora das Dores será publicado hoje pela Câmara de Vereadores daquele município. Com essa providência, acaba o mandato de Fernando Lima (PDT), cassado pela Justiça Federal por improbidade administrativa. Ontem, ele anunciou que vai recorrer contra a decisão, mas, segundo alguns causídicos, as chances de recuperar o mandato são mínimas.

Pau em João

E o deputado estadual Samuel Barreto (PSL) caiu de pau em cima do prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). Veja o que ele postou no twitter: “Quem aumentou drasticamente o IPTU de Aracaju? Foi João, com suas velhas promessas de melhorias. João tanto fez que agora nada faz. Precisa vender até praças públicas? Onde está o dinheiro da Aracaju?”. O parlamentar conclui defendendo que o grupo do senador Eduardo Amorim (PSC) ofereça oportunidade ao povo de escolher um prefeito com jeito novo de governar a capital.

Fogo amigo

A administração do prefeito João Alves Filho tem sido criticada até por aliados mais próximos. Ontem, o vereador Agamenon Sobral (PP) condenou o abandono em que se encontra a Praça da Bandeira: “Aquilo é uma esculhambação. São tantos buracos que a gente saiu de um e cai em outro. Isso é fruto da irresponsabilidade de quem administra a Emurb”, discursou.

Estaleiro

O governador Jackson Barreto (PMDB) deve tirar os pontos do pé esquerdo na semana que vem, iniciando a fisioterapia. Mesmo assim, permanecerá de repouso por mais uns 45 dias. Jackson tem dito aos amigos que não pretende se envolver com questões administrativas enquanto estiver se recuperando da cirurgia no tendão.

Uva no sertão

O Perímetro Irrigado Califórnia, em Canindé, vai produzir uva de mesa. Desenvolvido em parceria pela Codevasf e a Cohidro, o projeto prevê o plantio das mudas trazidas de Petrolina (PE). O sistema de irrigação já foi adquirido. Desde 2010, desenvolve-se em Sergipe um trabalho de introdução de novas culturas frutíferas: cacau, açaí, pêra, maçã e caqui já foram introduzidos com sucesso na região Centro Sul do Estado.

Falta d’água

É séria a crise hídrica em Moita Bonita. Segundo deputado estadual Georgeo Passos (PTC), a população daquele município tem ficado semanas inteiras sem uma gota d’água nas torneiras. “Pior é que a Deso não se manifesta sobre o problema e nem adota providencias para por fim ao desabastecimento”, reclama Georgeo. A deputada Maria Mendonça (PP) também lamentou a falta de água tratada em Tobias Barreto. Os dois parlamentares temem que a situação se agrave com a chegada do verão.

Fome na tropa

Um policial militar de serviço recebe míseros R$ 8 para almoçar. A grave denúncia é do vereador aracajuano Adriano Taxista (PSDB). Segundo ele, sem outra alternativa, o PM tem que tirar dinheiro do bolso para completar o valor da refeição. “Não fosse isso, os policiais estão recebendo os salários parceladamente”, critica o tucano.

Sujeira

A coleta de lixo em Aracaju será suspensa amanhã por 24h. Esta decisão foi tomada hoje cedo pelos garis e margaridas. Eles condenam a Prefeitura, que se recusa a pagar os R$ 23 milhões devido à Torre. Sem dinheiro, a empresa está atrasando salários e demitindo trabalhadores. Os garis e margaridas também decidiram que podem entrar em greve por tempo indeterminado se perdurar um impasse entre a Prefeitura e a Torre.

Tapa na macaca

O Supremo Tribunal Federal deve retomar hoje o julgamento sobre a constitucionalidade da criminalização do porte de drogas. Os ministros discutem se a criminalização fere o direito à vida privada. O julgamento já conta com um voto a favor da liberalização do porte, proferido pelo ministro Gilmar Mendes. Segundo ele, o porte de entorpecentes não pode receber tratamento criminal, por ofender a intimidade dos cidadãos. Tá certíssimo!

Recorte de jornal

Publicado na Folha da Manhã em 22 de junho de 1938

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários