Políticos são chantageados

0

Políticos são chantageados

 

A bandidagem não perde tempo mesmo. Pois não é que marginais goianos estão chantageando lideranças políticas de Sergipe? Segundo a Secretaria da Segurança Pública, vários pré-candidatos a prefeito no interior sergipano foram coagidos a pagar determinada quantia para não serem assassinados. Os marginais argumentaram que haviam sido contratados por políticos rivais das vítimas, mas a Polícia constatou que isso não era verdade. Diante do número de casos registrados nos últimos dias, a SSP está orientando a classe política a não cair no golpe. O correto é manter a calma, não pagar nada ao criminoso e comunicar a chantagem imediatamente a Polícia.

 

Espinhos na estrada

 

Nem tudo são flores para o prefeito de Aracaju e candidato à reeleição Edvaldo Nogueira (PC do B). Após receber várias adesões aos seu projeto político, o comunista sofreu um pequeno revés no dia de ontem (26). É que a juíza da 36ª Zona Eleitoral de Aracaju, Patrícia de Almeida Menezes, o condenou por propaganda eleitoral extemporânea, ou seja, feita antes do prazo permitido. A punição é uma multa de pouco mais de R$ 21 mil. Autor da denúncia, o Ministério Público alegou que Edvaldo fez, no decorrer deste semestre, intensa campanha publicitária com fins eleitorais. O prefeito promete recorrer da decisão judicial.

 

Politicagem proibida

 

E o prefeito de Carmópolis, Volney Leite Alves (DEM), concordou em reduzir a politicagem que vinha fazendo com recursos do município. Em reunião na Procuradoria da República em Sergipe, ele se comprometeu a cessar as doações de eletrodomésticos, material de construção e outras bugigangas aos eleitores. Caso não cumpra o acordo, o prefeito pagará multa de R$ 50 mil. Também foi proibido o pagamento de contas de água e energia. Já as cestas básicas continuarão sendo doadas pela Prefeitura, pois existe previsão orçamentária para isso.

 

Férias legislativas

 

Começou hoje (27) o período de férias dos deputados estaduais sergipanos. Ontem (26), no último dia de trabalho estafante, os parlamentares aprovaram um pacote de projetos do Executivo. Entre eles, está o texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias de Sergipe. O projeto aprovado garante ao Estado estabelecer diretrizes na elaboração do orçamento do próximo ano. Sem o compromisso diário no Parlamento, os deputados vão entrar de corpo e alma na campanha eleitoral. Neste final de semana todos estarão ocupadíssimos com as convenções partidárias que vão escolher os candidatos a prefeito, vice e vereadores.

 

Venceu a lógica

 

O Tribunal Superior Eleitoral aprovou ontem (26) a proposta que permite que candidatos e pré-candidatos às eleições municipais dêem entrevistas jornalísticas, participem de debates e encontros antes do dia 6 de julho, quando começa a propaganda eleitoral. Com a mudança, os entrevistados podem falar sobre suas propostas de governo sem que as entrevistas sejam consideradas propaganda eleitoral antecipada. Pela proposta aprovada, os canais de rádio e TV não podem oferecer tratamento preferencial ou diferenciado a um ou outro candidato, por dependerem de concessão pública. Contudo, os jornais impressos têm liberdade de opinião e podem expressar seu apoio preferencial a um ou outro candidato.

 

Nomes sujos no TCU

 

O Tribunal de Contas da União divulgou ontem (26) a lista de mais de 3 mil políticos que tiveram contas julgadas irregulares para fins de inelegibilidade. A relação, já em poder da Justiça Eleitoral, será mantida atualizada até 31 de dezembro de 2008, levando em conta recursos cabíveis, interpostos em tempo hábil, com efeito suspensivo e inclusões de novos nomes. De Sergipe, mais de 90 políticos – a maioria ex-prefeitos – fazem parte da extensa relação do TCE.

 

Ex-prefeitos no listão

 

Entre os ex-prefeitos sergipanos que integram a lista do TCE estão Renes Ferreira de Barros (Santo Amaro), Dona Menininha (Propriá), Antônio da Caixa (Socorro), Manoel Soares de Souza (Frei Paulo), Roberto Godoy e Enoque Salvador (Poço Redondo), José Raymundo Ribeiro e Jerônimo Reis (Lagarto), José Everaldo Oliveira (Poço Verde), João Augusto Gama (Aracaju), Izaias de Almeida (São Cristóvão), Gildeon Ferreira da Silva, (Tomar do Geru), Eduardo Marques (Pinhão) e Ananias Menezes Nascimento (Salgado). Os prefeitos de Carira, João Bosco Machado, e de  Pacatuba, Luiz Carlos dos Santos também fazem parte do listão.

 

De olho no listão

 

O presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, acredita que a lista do TCU com as contas irregulares de mais de 3 mil gestores da administração pública poderá auxiliar o tribunal a julgar impugnações de registros de candidatos. O ministro promete recorrer “imediatamente” à lista quando for julgar pedidos de impugnação de candidaturas. Ayres Britto disse, ainda, que “pesa” contra um candidato o fato de existir uma pendência junto ao TCU que pode torná-lo inelegível. Britto está certíssimo.

 

Propaganda engorda

 

Você sabia que as propagandas que mais predominam nas TVs e revistas são as de alimentos com alto teor de gordura, sal e açúcar? Pelo menos foi o que atestou uma pesquisa realizada pela Universidade de Brasília e pelo Ministérios da Saúde. O estudo atesta que os anúncios de alimentos nas televisões correspondem a 9,7% do total e sua maior freqüência é registrada no período das 14h30 às 18h30, com maior prevalência na rede de televisão a cabo. Já as mídias impressas focam mais em revistas infantis, para adolescentes e mulheres.

 

A riqueza da farinha

 

Questionado certa feita sobre os motivos que levam o nordestino a comer tanta farinha de mandioca, o engenheiro Joselito da Silva Mota, deu a seguinte resposta: “A farinha no prato aumenta o que está pouco, esfria o que está quente, engrossa o que está ralo e, na pança, é que dá sustança”. Joselito é pesquisador da Embrapa e um profundo conhecedor da cultura da mandioca.

Até mais!

 

A Infonet publica esta coluna todas as segundas e sextas-feiras.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários