Pontos nos is

0

Sergipe aguarda com muita expectativa a conversa que Marcelo Déda (PT) e Jackson Barreto (PMDB) terão hoje à tarde no Hospital Sírio Libanês. No comando do governo há quase quatro meses, o peemedebista quer sinal verde para tomar decisões sem precisar antes consultar Déda. Jackson deseja o tinteiro para encher a caneta oficial com a qual pretende assinar as exonerações e nomeações que permitam impor seu estilo de governar. Os governistas torcem para que ambos coloquem os pingos nos is e, consequentemente, ponham fim ao disse me disse que tanto vem incomodando a base aliada. A oposição reza para que Déda não abra mão de ter a palavra final, pois sabe que, se Jackson receber carta branca do petista, será um adversário quase imbatível na disputa pelo governo em 2014.

Convite

Não adiantou Carlos Ayres de Britto, ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, ter avisado que deseja distância da política partidária. Segundo pública o jornalista Ilmar Franco, de O Globo, a presidenciável Marina Silva convidou Britto para se filiar à Rede e disputar um cargo eletivo em 2014. Há quem garanta que dificilmente o ex-ministro aceitará o convite.

Loteriais

O concurso da Mega-Sena, que será sorteado na próxima quarta-feira, pagará R$ 2,5 milhões. Por falar em loterias, o Caminhão da Sorte da Caixa Econômica Federal estará em Simão Dias de 16 a 21 deste mês. Neste período, os sorteios das loterias serão feitos no município sergipano.

Fuleragem

A lentidão como o trecho interditado da avenida Beirão Mar está sendo recuperado demonstra que a intenção da Prefeitura é empurrar a obra com a barriga indefinidamente. Mostra também que, ao contrário do que alardeou a administração municipal, não há risco de desabamento no local. O que se deseja mesmo é criar pânico entre os aracajuanos e convencer a Justiça a autorizar ali a realização de uma obra de fachada.

Perda de tempo

Mais uma vez o governo de Sergipe tenta receber impostos atrasados através do Programa de Regularização Fiscal (Refis). Ora, se essa medida surtisse efeito, o governo não tinha um xibilhão de tributos para receber. Na verdade, o Refis só beneficia maus pagadores, que aderem ao Programa, conseguem certidões negativas e deixam de honrar o acertado para aguardar um novo benefício.

Meio ambiente

Acontece hoje e amanhã em Aracaju a 4ª Conferência Estadual de Meio Ambiente. A solenidade de abertura está marcada para as 18h desta segunda-feira, no Centro de Convenções de Sergipe. O evento vai discutir a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Prestigie!

Desfile

A Semana da Pátria foi aberta ontem em Aracaju com o desfile cívico promovido pela Prefeitura no bairro Siqueira Campos, e que contou com a participação de 21 escolas municipais e quatro particulares. No próximo sábado, 7 de Setembro, será a vez das escolas estaduais e federais, além dos militares desfilarem, em Aracaju.

Excluídos

O 19º Grito dos Excluídos terá como tema este ano a exclusão dos jovens. Com o lema "Juventude que ousa lutar constrói projeto popular", os movimentos sociais e as pastorais promoverão vários atos no dia 7 de setembro visando chamar a atenção para os problemas que enfrentam os jovens, principalmente os que vivem nas periferias. Em Aracaju, o Grito dos Excluídos acontecerá logo após o desfile oficial na avenida Barão de Maruim.

Nem aí

Veja o que publica Ivan Valença no Jornal da Cidade: Depois que um deputado da oposição espinafrou o governo, um jornalista cobrou do líder Gustinho Ribeiro (PSD) uma resposta: “Deixa estar, pra semana eu respondo. Agora estou um pouco gripado”. Pode uma coisa dessa?

Do baú político

Em 1989, o deputado estadual Chico de Miguel (PFL) precisou se licenciar para tratamento de saúde. Ficou surpreso, no entanto, ao ser informado que para obter a licença precisava antes passar por uma junta médica, coisa nunca vista na Assembléia. O verdadeiro motivo da exigência não era saber se o pefelista realmente estava doente, mas impedir que o suplente Nelson Araújo (PMDB), critico radical do governo, assumisse por quatro meses. A tal junta entendeu que três meses de licença seriam suficientes para a recuperação de Chico de Miguel. E por que 90 e não 120 dias? Porque o suplente só assume quando o titular se afasta por, no mínimo, quatro meses. Insatisfeito, Nelson Araújo recorreu à Justiça, que concedeu liminar autorizando a licença de 120 dias para Chico de Miguel e determinou a imediata posse do suplente. O peemedebista passou quatro meses infernizando, com suas críticas fundamentadas, o governador Antônio Carlos Valadares e o ministro do Interior João Alves Filho.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais