Primeiro os meus

0

Nomeações publicadas este mês no Diário Oficial de Aracaju contradizem afirmações dando conta que a Prefeitura está cheia de dívidas, com dificuldades, inclusive, para pagar a folha de pessoal. Há ocupantes de cargos em comissão beneficiados com gratificações de até 200% sobre o gordo salário. Ora, como é possível uma Prefeitura em petição de miséria pagar gratificações em percentuais tão elevados? Sem contar que o prefeito João Alves Filho (DEM) vai convocar extraordinariamente a Câmara de Vereadores para aprovar a criação de novas secretarias. Isso significa aumento de despesa para custear as novas estruturas e bancar os vencimentos dos secretários e de um bom número de novos comissionados, provavelmente com gratificações iguais as que vêm sendo publicadas no Diário Oficial. Percebe-se, portanto, que essa história de quebradeira não passa de conversa mole pra enganar os bobos.

Visita confirmada

A presidente Dilma Rousseff (PT) visita Sergipe na próxima terça-feira para inaugurar a ponte Gilberto Amado, ligado Estância a Indiaroba, e o parque eólico instalado na Barra dos Coqueiros. A petista também participará de almoço com a classe empresarial, quando serão anunciados investimentos privados de R$ 1 bilhão para a construção e ampliação de fábricas de cimento, implantação de uma indústria de vidro, um call center, que gerará 3,5 mil empregos, e um frigorífico do Grupo Maratá.

Rivanda fica

Por maioria, o Tribunal Regional Eleitoral entendeu que a candidatura de Rivanda Farias (PSB), prefeita de São Cristóvão, não afrontou a lei. Ela registrou o nome na véspera do pleito em função da renúncia do marido Armando Batalha (PSB). A oposição esperneou, mas teve o recurso rejeitado pelo TRE. Cabe aos contrariados recorrer contra a decisão ao Tribunal Superior Eleitoral.

Eleição

Empresários elegem na próxima sexta-feira a nova diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese). O atual presidente Alexandre Porto é candidato único à reeleição, mas nomes novos integram a chapa “no rumo certo com união e participação”. O pleito vai acontecer a partir das 15h na sede da associação.

Capitalização

O Banese realizou a emissão e colocação no mercado de Letras Financeiras no valor de R$ 20 milhões, com resgate previsto para 2019. A documentação pertinente à emissão das Letras Financeiras será submetida ao Banco Central para solicitação de classificação da divida oriunda da referida emissão. Somente após a aprovação, o Banese poderá realizar tal classificação.

Piso

O magistério de Canindé é o primeiro em Sergipe a ter a garantia de que já neste mês receberá o valor de R$ 1.567,00 referente ao novo piso nacional dos professores. O prefeito Heleno Silva (PRB) já encaminhou à Câmara de Vereadores o projeto de lei atualizando os salários dos educadores com base no novo piso. Legal!

Intolerância

O volume de denúncias contra a intolerância religiosa cresceu 626% no ano passado, ante 2011. Também aumentou o número de queixas sobre atos violentos contra comunidades ciganas, quilombolas, indígenas e os professantes das religiões e cultos de matriz africana. A ouvidoria da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial revela haver indicativo que algumas igrejas neopentecostais estão pregando o ódio, inclusive na internet.

Madrugada

Com o título acima, o Jornal da Cidade publica hoje a seguinte nota: “Em diversas entrevistas o prefeito João Alves Filho (DEM) tem dito que costuma trabalhar até altas horas da madrugada. Ele chegou a dizer que telefonou para uma secretária às duas da manhã. As declarações têm deixado o público curioso… Afinal, não seria melhor começar a trabalhar mais cedo, para que não fosse necessária toda essa atividade noturna?”. É, pode ser!

Festa

O Verão Sergipe 2013 já confirmou dois shows de peso: Gilberto Gil e Zeca Baleiro. O evento, que também terá a participação de artistas locais, vai acontecer nos dois primeiros dias de fevereiro, na Praça de Eventos da Atalaia Nova, na Barra dos Coqueiros. Foi no Verão Sergipe do ano passado que a roqueira Rita Lee bateu boca com a Polícia Militar e ainda hoje responde processo pela rebeldia.

Essa é do baú

No final da década de 70, o Iate Clube de Aracaju só aceitava a fina flor da sociedade. Além do salão nobre, a casa oferecia a Boate Saveiros, com música ao vivo da melhor qualidade. Um luxo exclusivo para quem tinha poder e muito dinheiro. Empresário da moda e farrista dos melhores, Wilson do Gavetão, dono de importante loja de roupas no centro da capital, resolveu escrachar a burguesia. Numa noite de gala, ele chegou à Saveiros de braços dados com Magnólia, o primeiro travesti assumido de Aracaju. “Pra mim, a nossa entrada na boate foi coisa de cinema. Wilson no melhor terno e eu de peruca loira e linda, um vestido longo vermelho brilhante e arrasando na maquiagem”, lembra Magnólia. Pense no buxixo… As dondocas subiram no salto alto, enquanto os homens queriam apunhalar Wilson com os olhos.  Com 65 anos, Magnólia contou ao blog o fim da história: “Dono de mim, cruzei as pernas de forma escandalosa e, com o ombro apoiado na mesa, divinamente decorada, chamei o garçom, sem disfarçar a voz. Foi o Deus nos acuda. Pararam a orquestra e nos ‘convidaram’ pra sair. No dia seguinte, o Iate cancelou o título de sócio proprietário de Wilson. E ele nem ligou”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários