Quanto pode render meus investimentos?

0

A primeira pergunta que normalmente é feita quando se inicia um investimento é “qual o retorno que esta aplicação pode me dar?”. Entretanto, esta não é uma questão tão simples, ao investir, estabelecemos expectativas, podendo ficar próximo do esperado, ou alguns casos, nem tanto. O mercado trabalha com 3 tipos de investidores, aqueles que buscam algo mais “certo”, os mais dispostos as incertezas do futuro, buscando algo maior de algo maior. Além dos citados, existe também agente que está entre o conservador e o agressivo, o investidor moderado.

O Investidor conservador é a pessoa que não gosta de perder um centavo. O foco deste perfil é proteção, não tomar sustos. A rentabilidade dessa categoria tende a ser bastante linear, sempre rendendo positivo. A rentabilidade de uma carteira conservadora pode girar em torno de 100% CDI a 125% CDI. Esta variação dependerá da disponibilidade de prender o dinheiro, reduzir a liquidez do investimento fará o desempenho do portifólio se aproximar do teto mencionado. No cenário de juros atual, de 6% ao ano, o alvo é, normalmente, entre 6% a.a e 7,5% a.a.

O investidor moderado aceita um pouco mais de risco que o conservador. Por aceitar expor parte do seu capital, ele busca retornos maiores, este perfil deve focar no médio/longo prazo. mesmo sabendo que no curto prazo pode perder para o CDI, ou até mesmo algum dinheiro, ao longo do tempo as variações negativas tendem a ser compensadas. É difícil estabelecer um padrão de desempenho para carteiras moderadas, mas tendem a oscilar entre 50% CDI e 170% CDI, dependendo do recorte temporal observado, sendo mais indicado fazer avalições a partir de 12 meses. Com juros a 6% a.a, a rentabilidade nominal deve desempenhar entre 3% a.a e 10% a.a.

O investidor agressivo geralmente é o tipo de pessoa que gosta de aventura. O arrojado busca retornos exponenciais, multiplicar o capital (mesmo que isso te gere perdas no curto prazo), visão de longo prazo e não se incomodar com fortes oscilações, todos esses são pilares para este tipo investidor. Uma carteira agressiva pode fechar o ano negativando em 20% ou ganhando 100%, por exemplo, é praticamente impossível estabelecer parâmetros para este investidor. Normalmente ele tem muita exposição a Bolsa de Valores e está inteirado do mercado financeiro.

Antes de entrar no mercado é preciso entender qual o seu perfil, fazer uma autoanálise e buscar se enquadrar as recomendações indicadas. Seu investimento tem que te oferecer conforto, não te tirar o sono. É necessário respeitar seus limites, pois é muito comum investidores mais conservadores terem prejuízos tentando adotar uma postura mais arrojada.

Comentários