Quem são os Especialistas em Segurança

0

Quem são os Especialistas em Segurança – por Décio Leão*

O aumento constante da violência e da criminalidade provoca um clima de insegurança na população, o que propicia um ambiente profícuo para se achar que há uma crise na segurança pública. Ocorrências graves como tomada de reféns, tiroteios, rebeliões, homicídios grotescos e outros casos do dia-a-dia policial são aproveitados para preencher as lacunas dos telejornais. Essas lacunas normalmente são oriundas da falta de correspondentes, de atrasos nas edições das reportagens ou simplesmente por não haver assuntos importantes naquele dia. Mas essa situação exige comentários e análises da imprensa, o que tem gerado espaço para um tipo de profissional muito peculiar, o “especialista em segurança”.

Podemos afirmar que o especialista em segurança é uma atividade que goza de grande respeito, pois aparece na mídia, faz assessoria dos nossos governantes e até interfere no trabalho da polícia. Algumas vezes eles conseguem até elevados cargos públicos.

O especialista em segurança é tão importante como outros dois colegas de profissão, o “especialista em futebol”, aquele técnico não contratado que tem todas as fórmulas mágicas para ganhar o campeonato e apontar os infinitos erros do técnico titular; e o “especialista em churrasco”, que mesmo sem saber diferenciar picanha de patinho dá uma aula de como preparar um legítimo churrasco gaúcho.

A EPC International (Embusteration Picaretation Corporation), sempre preocupada com o aperfeiçoamento e desenvolvimento dos embusteiros e picaretas, oferece aqui os fundamentos necessários para a atuação desses consultores de ocasião. Quem quiser ser um especialista em segurança deve seguir algumas regras comuns à essa profissão:

1) NUNCA TER SIDO POLICIAL: o especialista em segurança pode ter qualquer origem. Civil, militar, religiosa, não importa. Mas é fundamental que ele nunca tenha sido policial, nunca tenha visto um criminoso de perto, nunca tenha colocado sua vida em risco na defesa da sociedade. Excepcionalmente, pode-se aceitar um policial como especialista em segurança, desde que ele nunca tenha exercido atividade operacional e igualmente, nunca tenha enfrentado bandidos, nunca tenha comandado uma unidade policial cheia de problemas ou uma delegacia de polícia na periferia. Policiais de gabinete, conhecidos pelas alcunhas “gravatinhas”, “maçanetas”, “papagaios-de-pirata” e outros burocratas em geral têm grande potencial para serem especialistas em segurança, pois possuem uma visão mais ampla e colorida sobre o crime.

2) POSSUIR FORMAÇÃO GENÉRICA: o especialista em segurança pode ser formado em qualquer área, menos em uma Academia de Polícia, é claro. Engenheiros, farmacêuticos, administradores, economistas, sociólogos, psicólogos, podólogos, promotores de justiça, promotores de vendas, enfim, todos podem ser especialistas em segurança, desde que tenham estudado profundamente o assunto no último final de semana ou tenham participado daquele seminário de um dia que ocorreu não sei aonde. Mas se o especialista tiver feito algo mais profundo, como um curso de vigilante em Israel, terá garantida uma entrevista no Fantástico.

3) APARECER NA MÍDIA: o especialista em segurança não pode deixar de aparecer na mídia, quer seja imprensa escrita, falada, televisionada ou internetada. Não se mede a qualidade de um especialista em segurança pela sua experiência profissional ou sua formação específica. É a quantidade de vezes que ele aparecer na imprensa que irá dar a sua qualificação de suposto conhecimento e experiência. Vale tudo nesse assunto: Fantástico e Jornal Nacional tem amplitude, mas geralmente deixam um pequeno tempo de exposição. Programas como Superpop, Boa Noite Brasil, Hebe Camargo, Programa do Clodovil, além daqueles intermináveis programas femininos da manhã e tarde são melhores, pois dão aos especialistas maior tempo e oportunidade para soltarem suas pérolas sobre segurança.

4) FALAR O ÓBVIO: o especialista em segurança deve dar entrevistas ou escrever artigos apresentando soluções mágicas para solucionar o problema da segurança. Por exemplo, o especialista em segurança deve afirmar que as autoridades policiais precisam “intensificar o policiamento preventivo” ou “investir em inteligência policial”. Quanto mais óbvia for a solução mágica, melhor será o efeito “como-ninguém-pensou-nisso-antes”. E obviamente, o especialista não precisa dar detalhes sobre como serão conseguidos os recursos humanos, materiais e financeiros, qual o impacto sobre o orçamento e outros problemas que “são meros detalhes técnicos”.

5) FAZER A POLÍCIA PARECER INCOMPETENTE: o especialista em segurança é especialista porque entende do assunto. Polícia não entende nada de segurança. Ao comentar os problemas de segurança, as crises e os problemas em ocorrências policiais, o especialista em segurança deve mostrar como a polícia errou, o que ela deixou de fazer, o que ela poderia ter feito. Sutilmente, o especialista em segurança deve dar indicações de a polícia não sabe fazer bem o seu serviço. Isso é certo, pois a polícia, tendo que se desdobrar para combater a criminalidade, gerenciar recursos minguados, enfrentar problemas diários, cobranças da comunidade e dos escalões superiores, certamente não tem tempo para ficar fazendo masturbações mentais sobre o deveria fazer ou deixar de fazer. Isso é coisa para os especialistas em segurança.

6) NÃO TER RESPONSABILIDADES: o especialista em segurança não precisa se preocupar com o que fala, pois não tem que tomar decisões, não tem responsabilidades, não é cobrado pelos seus resultados. Quando fizer uma proposta, apresentar uma idéia que irá solucionar os problemas da segurança, o especialista em segurança deve adotar duas alternativas: primeiro, se seu projeto der certo estará comprovada sua genialidade; segundo, se der errado sempre há alguém para culpar, principalmente os Oficiais de Polícia Militar e os Delegados da Polícia Civil, que não se empenharam corretamente em suas obrigações para fazer dar certo o magnânimo projeto do especialista em segurança. Essa é uma das maiores vantagens de ser um especialista em segurança. Por mais absurda que seja sua idéia, você não é responsável pelo “como” ou “quanto $$$” será sua aplicação, muito menos as conseqüências do fracasso.

7) PÉROLAS DOS ESPECIALISTAS EM SEGURANÇA: a partir dos conceitos apresentados, apresentamos aqui algumas frases que podem ser usadas pelos especialistas em segurança iniciantes. Mesmo já tendo sido usadas anteriormente, essas frases-padrão representam o discurso que se espera de um bom especialista em segurança durante uma entrevista:

– “A conjuntura macroeconômica da globalização desenfreada tem impactado sobre a sociedade marginalizada, forçando uma busca por recursos alternativos nem sempre éticos com a legalidade”.

– “A polícia precisa urgentemente investir em policiamento preventivo e em inteligência policial”.

– “Os capitães comandantes de companhia e os delegados titulares de distritos policiais devem se reunir periodicamente e detectar onde e quando estão ocorrendo os delitos. Com essa informação, o policiamento deve ser direcionado para os locais de maior incidência criminal”.

– “A crise de segurança ocorre porque a polícia não está fazendo o seu papel. Os policiais civis não fazem o preventivo e os policiais civis não investigam.”

– “A ROTA deve ir para as ruas”.

Viu como é fácil ser um especialista em segurança? Não perca essa oportunidade! Seja você também um especialista em segurança e dê palpite em um dos assuntos mais complexos da nossa sociedade atual. Junte-se a essa cambada de picaretas que cada vez mais querem criticar a profissão mais difícil, ingrata, perigosa, porem mais necessária e mais honrada do mundo: POLICIAL.

*DÉCIO JOSÉ AGUIAR LEÃO é Capitão da Polícia Militar, com 22 anos de serviço policial. Já trabalhou em diversas unidades operacionais de São Paulo e serviu na Polícia das Nações Unidas no Timor Leste. É graduado na Academia Nacional do FBI em Quântico, Virginia, e pós-graduado em Política e Estratégia pela USP e em Criminologia pela UNIBAN. Obviamente não é um especialista em segurança e obviamente não entende nada sobre o assunto. Contato: decioleao@uol.com.br Texto publicado em: http://delegados.com.br/noticia_03jun09_geral_especialistas_seguranca.html

Pista de Motocross
Com a etapa nacional do Campeonato de Motocross chegando a Aracaju na próxima semana e a melhora da pista, volta a lembrança o esportiva Jurinha Lobão, que foi homenageado com o nome do local pelo governo estadual. Uma justa homenagem para um tenista de renome e motociclista que deixou saudades.

Kartodromo deveria ter o nome de um sergipano
O kartodromo inaugurado no governo João Alves tem o nome do grande Emerson Fittipaldi, que já recebeu dezenas de homenagens em todo país e, talvez por isso mesmo por duas vezes foi marcada solenidade com sua presença para inaugurar o kartodromo, mas não apareceu. Mas em 2003 o então governador chegou a comunicar, através de assessores, que o kartodromo teria o nome do grande desportista Arivaldo Carvalho. Além de introduzir o kart em Sergipe Arivaldo trouxe outros esportes como motovelocidade, automobilismo como competição, aeroclube, incluindo aí utra-leve, náutica e outros.

Espaço “Desportista Arivaldo de Carvalho”
Para surpresa dos familiares e amigos o nome do kartodromo ficou Emerson Fittipaldi. Arivaldo Carvalho está vivo, com 87 anos e ao lado dos familiares. Não seria desfeito nenhum se o governador Marcelo Déda resolvessem resgatar a história e não retirar o nome de Fittipaldi, mas acrescentar a toda a área o nome “Espaço Desportista Arivaldo Carvalho”. Não só resgataria a história, mas faria justiça a um autentico e honrado homem que muito contribuiu (e ainda contribui) para o desporto sergipano.

Sondagem
Em Brasília, onde se encontra para resolver assuntos profissionais o advogado e professor Carlos Alberto Menezes confirma sondagem de João Alves Filho sobre o PSDB, mas disse que foi dentro de uma configuração de mudança de mando do partido  em Sergipe.

Avaliação
O jurista disse ainda que esta avaliação foi feita por ele há muito tempo em conversa com amigos do tucanato paulista, onde tem um excelente relacionamento. Questionado se iria retornar a política partidária, Carlos Alberto disse: “Eu nunca me afastei da política”. Só para  lembrar: ele foi vice-prefeito de Aracaju na gestão de Paixão.

Consórcios Públicos
O prefeito Edvaldo Nogueira está desde a última sexta-feira, 16, em São Paulo, onde, a convite do prefeito de Vitória (ES), João Carlos Coser, presidente da Frente Nacional de Prefeitos, participou da solenidade de inauguração da sede do Observatório dos Consórcios Públicos e do Federalismo. Edvaldo, que é secretário-geral da FNP, já foi coordenador do Observatório.

Candidatos do PC do B
O prefeito de Aracaju prossegue em São Paulo participando até este domingo de reunião nacional do PC do B que discute o projeto eleitoral do partido para 2012. “O PC do B quer lançar o maior número de candidatos e, se possível, quer ter candidaturas próprias em todas as capitais”, disse Edvaldo Nogueira.

Eleições 2012
O deputado federal Márcio Macêdo (PT) afirmou em entrevista nesta sexta-feira, 16, no programa "Liberdade Notícias, da Liberdade FM, que até o momento o seu partido não lançou candidatura a prefeito de Aracaju. Para Márcio, a sua agremiação deve trabalho para lançar um nome de consenso. Ele defende que o PT assim o faça no início de 2012. "Tenho me esforçado junto ao PT e dentro do grupo de partidos aliados para construir este consenso", ressaltou.

Duas candidaturas
O deputado federal Márcio Macêdo (PT) disse em entrevista nesta sexta-feira, 16, no programa "Liberdade Notícias", da Liberdade FM, que não vê problemas em o grupo de partidos aliados liderado pelo governador Marcelo Déda (PT) lançar duas candidaturas ao pleito de 2012 em Aracaju. "Não há nenhuma crise nisso. Pode ser uma estratégia. Isto precisa ser avaliado. É possível que se faça isso para provocar um segundo turno", afirmou. No entanto, o parlamentar frisou que defende o lançamento de uma candidatura única dentro da base.

Lingua Brasileira de Sinais no Palácio-Museu
O Palácio-Museu Olímpio Campos (PMOC) em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (SEED), por meio da Divisão de Educação Especial (DIESP), dará início na próxima segunda-feira, 19, a um curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras). As aulas são voltadas para capacitar toda a equipe que faz parte do PMOC com o intuito de atender melhor as pessoas que visitam o local. O curso será realizado durante quatro segundas-feiras, sempre das 8h às 12h.

Radialista e trabalho
Na próxima segunda, 19, a Câmara Municipal de Aracaju (CMA) realizará Sessão Especial para debater o tema ‘Radialista e Trabalho’. A propositura, de autoria do vereador Dr. Emerson (PT), irá discutir, juntamente com parlamentares e representantes da categoria, a atividade dos profissionais de rádio.  Participarão do debate, o presidente do Sindicato dos Radialistas do Estado de Sergipe, Antônio Fernando Cabral Ferreira; o presidente da Associação dos cronistas Desportivos do Estado de Sergipe (ACDS), Roberto Silva; a presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado de Sergipe (Sindijor), Caroline Rejane Souza Santos; e o presidente da associação Sergipana de Imprensa, Cleiber Vieira.

O povo fala
Também na segunda-feira, 19/9, será realizada Tribuna Livre na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), com a presença de representantes do Loteamento Tia Caçula, situado no bairro Cidade Nova. Na oportunidade, serão levantadas questões relativas à referida comunidade.

Projeto 'Balde Cheio'
O bem sucedido projeto 'Balde Cheio' no perímetro irrigado Jabiberi, administrado pela Cohidro no município de Tobias Barreto, tem despertado o interesse de muitas pessoas. Ao longo de um ano e meio da implementação do projeto, cerca de quinze grupos já visitaram o local para conhecer o programa de incentivo à pecuária leiteira que o Governo do Estado trouxe para Sergipe através da Cohidro. As mais recentes visitações ao projeto aconteceram no início deste mês e contaram com públicos bem distintos: alunos de zootecnia da UFS e um grupo de 45 moradores de quatro assentamentos administrados pelo Incra .

Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico
Na segunda-feira, 19/9, a Câmara Municipal de Aracaju (CMA) dá continuidade ao ciclo de Audiências Públicas sobre a revisão do Plano Diretor, com debate sobre Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico. Para a segunda noite de discussões, o evento terá como expositores representantes da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), da Fundação Municipal de Cultura (Funcaju), da  Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH); e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). As reuniões acontecem no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe (OAB/SE), localizado na travessa Martinho Garcez, 71, Centro de Aracaju (antiga sede da OAB, próximo a praça Camerino).

CMA prestigia Top Correio
A 11ª edição do Top Correio, prêmio promovido pelo jornal Correio de Sergipe às empresas de destaque do Estado, reuniu diversos empresários, jornalistas e convidados, a exemplo do vereador Nitinho (DEM),  que representou a Câmara Municipal de Aracaju (CMA) no evento. Para o parlamentar, o prêmio Top Correio é o reconhecimento do trabalho das empresas sergipanas e da sua prestação de serviço à sociedade. “É importante que tenhamos um evento como esses para reconhecer essas empresas que a diferença no mercado de trabalho, que nos dá orgulho. São empresas que superam as adversidades, que lutam diariamente para vencer e manter a solidez dos seus empreendimentos. Foi uma linda noite de festa, cujo evento já faz parte do calendário festivo de Aracaju”, declarou Nitinho.

Fórum Nacional do PMDB
O Diretório Estadual do PMDB em Sergipe participou do Fórum Nacional do partido, realizado na última quinta-feira, em Brasília. Uma delegação de 35 pessoas compareceu ao evento, que recebeu mais de quatro mil peemedebistas e contou com as presenças da presidente Dilma Roussef (PT) e do vice-presidente Michel Temer (PMDB). O vice-governador Jackson Barreto (PMDB), presidente do diretório estadual, liderou a comitiva composta por prefeitos, vice-prefeitos, deputados, vereadores e lideranças da sigla no Estado.

Mobilização
"O Fórum Nacional do PMDB foi um fato importante e extraordinário, por mobilizar a militância, mostrar  a força do partido e discutir os temas que vão tomar conta do partido nas próximas eleições municipais. O que me deixou muito feliz foi a presença de mais de quatro mil militantes de todo o país, o que mostra a força do maior partido do país, o PMDB. O Brasil sentiu hoje a força e a importância deste partido que é um aliado estratégico do Governo Federal", disse Jackson Barreto.

Fórum participa de audiência temática
Integrantes do Fórum em Defesa da Grande Aracaju – FDGA que participaram da audiência temátic a da revisão do Plano Diretor saíram decepcionados. Eles classificaram como um fiasco o que seria uma audiência para debater a infraestrtura urbana de Aracaju.Na avaliação dos integrantes do FDGA que estiveram no auditório da OAB/SE, na noite da última quinta-feira, o desapontamento começou com a falta de proposta ou de diagnóstico por parte dos expositores da DESO, da Emurb, do CREA e da ASSEOP.

Ausência
Embora para o FDGA as audiências que contarão serão as audiências públicas efetivamente realizadas  nos bairros, as audiências temáticas não poderiam ser banalizadas, desfocadas e sem conteúdo como foi a realizada na noite da última quinta-feira, 15.Outro fato muito negativo, na avaliação dos integrantes do FDGA que foram à audiência, foi a “ausência” da relatora do Plano Diretor, vereadora Mirian Ribeiro (PSDB). Na verdade a vereadora esteve no local por alguns minutos, já no final dos debates, ainda assim, convidada pelo presidente da Câmara, Emmanuel Nascimento (PT) a dirigir os trabalhos a partir daquele momento, se recusou alegando que havia chegado tarde.

MPE Brasil inscreve quase 150 empresas em 2011
Cento e quarenta e nove empreendimentos sergipanos foram inscritos no Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas (MPE Brasil) 2011. O número representa um aumento de 144% em relação ao ano passado, quando participaram da disputa 61 companhias de diversos segmentos.

Reconhecimento de práticas de gestão
A proposta do evento é reconhecer as experiências que promovem o aumento da produtividade nos negócios por meio da disseminação de conceitos e técnicas de gestão. O MPE Brasil é promovido pelo Sebrae, Movimento Brasil Competitivo, Gerdau e Fundação Nacional de Qualidade (FNC).

Laboratório da Diagnose é Top
Por quatro anos consecutivos, a clínica Diagnose (empresa que compõe a Rede Primavera), foi a marca mais lembrada pelos sergipanos no segmento 'melhor laboratório' na edição de 2011 do prêmio TOP CORREIO. Confiança, modernidade e um bom atendimento, faz da Diagnose excelência na prestação de serviços para cuidar da saúde. Na entrega do TOP CORREIO, que aconteceu na noite da última quinta-feira, 15, a Diagnose foi representada por Ítala Taciana e Eduardo Machado, que compõem a equipe do setor comercial da Rede Primavera.

Ludwig Oliveira/Orquestra Paul Mauriart
Os clips musicais apresentados no programa Entre Amigos fazem parte do quadro "A Música Comentada" "O Som o Estilo e a Personalidade das Grandes Orquestras" como também no blog têm sido indispensáveis, pois a solicitação por parte dos telespectadores e internautas são constantes e o musicólogo e apresentador Ludwig Oliveira atende aqueles que não têm oportunidade de assistir em nenhum outro programa televisivo essas Grandes Orquestras Mundiais que se notabilizaram entre as décadas de 30 e 80. Clique no link abaixo.  Clipe comentado: http://www.youtube.com/watch?v=AiGs_BH8XEI

PELO TWITTER

Alienados digitais
www.twitter.com/riltonmorais Não consigo entender as pessoas que não têm opinião. Como conseguem viver fazendo de conta que não vêem, não ouvem, não falam?

Todos são farinha do mesmo saco
www.twitter.com/antoniooviedo1 Gostei de ver o cartaz no @blogclaudionun hoje. É um bom motivo para os correligionários pararem de encher a timeline com politicagem.

Por debaixo da ponte
www.twitter.com/netodograccho Acreditar que pesquisa feita há mais de 1 ano da eleição vai interferir no resultado é acreditar no Coelhinho da Páscoa. Muita água vai rolar.

Descompromisso educacional
www.twitter.com/avatahh  @FalaSergipe Essas férias dos professores municipais depois de mais de 100 dias de greve é uma vergonha escandalosa.

Diga com quem andas…
www.twitter.com/JorgeribeiroSE @BlogClaudioNun O cartaz histórico é uma beleza, o povo tem memória curta, deveriam "guardar" as propagandas políticas…para ver no futuro.

Pimenta nos olhos dos outros é….
www.twitter.com/ahcor_sevla  @BlogClaudioNun o q é imoral para o Executivo não é imoral para o Legislativo?a improbidade só vale para Ministro e não vale para Deputado?

PARA DEBATE

UNIT – Descaso com o curso de Tecnologia em Gestão Pública

Nós, alunos do curso de Tecnologia em Gestão Pública, estamos sofrendo com o descaso da Unit com nosso curso. Desde o semestre anterior os livros chegam atrasados, tendo mesmo chegado somente após a prova, quando a matéria já havia sido concluída. Provas com questões incorretas, assuntos não publicados no AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) em tempo e falta de vontade em atender às nossas solicitações são também problemas recorrentes.

Além disso, há uma situação acontecendo em alguns pólos, a exemplo do de Nossa Senhora do Socorro: há mutos colegas que não estudaram um período inteiro e estão correndo o risco de não conseguirem a conclusão do curso tão cedo! Vou explicar como isso se dá: a Unit abriu turmas (1º Período) e, quando concluiu-se o primeiro semestre, a turma estava pequena, devido às muitas desistências. Então, a instituição promoveu vestibular especial para provimento de vagas nestas turmas já existentes. Os novos alunos foram então alocados diretamente no 2º Período, com o entendimento de que cursariam o período faltante ao final do curso. Agora, a Unit informa que isto não será possível. Quem quiser concluir seu curso deverá cursar o período faltante, seja qual for, por meio de "oferta de disciplinas", que é um formato em que o aluno pode chegar a ter de fazer quatro provas no mesmo dia, sem ter de cumprir a carga horária integral do curso. Oferta de disciplinas é para cursar matérias perdidas por reprovação, não para cursar um período inteiro, especialmente quando a ausência deste período no currículo do aluno se deu por iniciativa da própria universidade.

Convidei a Coordenadora para uma visita aos Pólos, para tratar deste assunto, porém, ela se negou a ir, informando que nossa solicitação, de sermos enxertados em uma nova turma, não poderá ser atendida. Além disso, a Coordenadora também disse que todas as disciplinas serão ofertadas até o final de 2012, ou seja, a Unit quer que passemos um ano em casa, aguardando a boa vontade da instituição em ofertar-nos disciplinas que não cursaremos integralmente. Informamos que queremos cursar o semestre faltante por inteiro. É nosso direito e dever da unit, que diz-se preocupada pela excelência na educação de seus alunos. Hoje, após semanas de tentativas, uma substituta da Coordenadora manifestou-se, informando que uma Assessora fará uma ligação telefônica para tratar do problema. Ou seja, mais uma vez, a Unit demonstra total falta de respeito e de vontade de resolver o nosso problema, evitando uma conversa frente a frente com os alunos.

A Unit deve respeitar o nosso direito, que é cursar integralmente as dicisplinas, além de cumprir com sua obrigação de fornecer os livros no máximo até o dia do início da disciplina. Temos nossos deveres e, quando não conseguimos cumprir com algum deles, temos de pagar – caro! – por isso, como, por exemplo, quando perdemos uma prova. A Unit, ao não cumprir com seus prazos, deve também ser responsabilizada, mesmo financeiramente, pelo não cumprimento de sua parte no contrato.

Atenciosamente,Antonio Carlos Lima – Aluno de Tecnologia em Gestão Pública.

UNIT privilegia Medicina

O convênio firmado entre o município de Aracaju e a UNIT é ofensivo a todos profissionais que trabalham na saúde. Médicos, enfermeiros, assistentes sociais, jornalistas, técnicos em enfermagem, agentes de saúde, agentes administrativos e vários outros profissionais, são um corpo só na saúde. Todos eles trabalham e orientam, cotidianamente, os futuros profissionais da área. Mas pelo convênio, só os orientadores de estudantes de medicina, os médicos, farão juz à gratificação de acompanhamento. Até aí, digamos, normal. A classe briga e consegue. E os outros profissionais?
Inoportuno e inconveniente é a UNIT desconsiderar que vários cursos que ela vende para a sociedade e que  dependem de estágios supervisionados, não só o de medicina, fiquem à margem. Aliás, vários alunos das instituições públicas e privadas do terceiro grau, são supervisionados, gratuitamente, por profissionais do município e do estado, sem qualquer vantagem financeira conveniada. Compromisso, amor e carinho pelos futuros profissionais. Por quê só os de medicina, UNIT e Prefeitura, têm uma gratificação regulamentada??? Grande erro!
Por quê a UNIT, com seu cabedal de cursos, nunca se interessou em formalizar esse “distinguido” convênio para outros cursos??? Outro grande erro!
Uma coisa é certa, pelos corredores das academias, já há desconfortos. E nos outros meios profissionais… muito pior.
Defendo que todos os cursos tenham a mesma oportunidade de estágio. Com esta medida (o convênio), UNIT, que profissional se sentirá bem na orientação de futuros profissionais que não apenas os do curso de medicina da UNIT??? Há tempo para correção.
Para mim, foi um tiro no pé.
Sugestão: UNIT e Prefeitura, estendam para todos os cursos essa tal gratificação e abracem os demais profissionais. É justo!
E sugiro à Secretaria Municipal de Saúde que cumpra a carga horária para os Assistentes Sociais, já prevista em lei federal. É LEI! Cumpra-se!

Elcinho Santana

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
"(…) Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.
Ah, que ninguém me dê piedosas intenções!
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: 'vem por aqui'!
A minha vida é um vendaval que se soltou.
É uma onda que se alevantou.
É um átomo a mais que se animou…
Não sei para onde vou,
Sei que não vou por aí!"
– Trecho do poema Cântico Negro, do poeta português José Régio, que nasceu em 17 de setembro de 1901, apropriado para um bom numero de políticos sergipanos que estão indo para onde o "diabo" esta mandando, já em razão de 2014.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários