QUEM SEGURA O PT?

0

Está ficando cada vez mais difícil segurar o PT. Pela sucessão de denuncias que vem ocorrendo, o partido que arrotava ética e moralidade, vai se desmoronando a cada depoimento, a qualquer ação. Agora entra na roda quem, depois do presidente Lula, tanto se tentou blindar: Antônio Palocci, o poderoso ministro da Fazenda, que até então parecia isento de todos os cambalachos já expostos. Até o presidente Lula já dançava a triste ciranda da corrupção que circula o Congresso Nacional e o Planalto. E, quanto mais se tenta desqualificar as denuncias, mais elas se aprofundam e chegam a pontos da mais dura veracidade. O nome da vez é Rogério Buratti, um ex-assessor do então prefeito Antônio Palocci em Ribeirão Preto. Ele disse, em depoimento ao Ministério Público de SP que Palocci recebia R$ 50 mil por mês de empresas de coleta de lixo. Segundo Buratti, o dinheiro recebido por Palocci seria depois repassado ao ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, que já admite ter montado um esquema de caixa dois para financiar campanhas políticas do partido.

As declarações do ex-assessor provocou o que já se esperava: o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, se indignou e distribuiu nota na qual nega “com veemência” as denúncias de Rogério Buratti, de que teria recebido propina de empresários ligados à coleta de lixo quando era prefeito de Ribeirão Preto. Palocci admitiu que recebeu recursos da empresa de lixo Leão-Leão para a campanha e que tudo está registrado na Justiça Eleitoral. Notas desse tipo foram dadas pelo então ministro da Casa Civil José Dirceu e pelo ex-presidente do PT, José Jenoino, mas todas as denuncias foram comprovadas. A triste realidade é que a sociedade – nem a Justiça – acredita mais no que falam os acusados de corrupção, que são (ou eram) homens chaves do Partido dos Trabalhadores.

Mas não ficou só nisso. Segundo o promotor Sebastião Sérgio da Silveira, o depoente Rogério Buratti também afirmou que grupos de casas de bingo em São Paulo e Rio contribuíram financeiramente para a campanha do presidente Lula da Silva, em 2002. Disse ainda que no Rio de Janeiro foram arrecadados cerca de R$ 1 milhão por Waldomiro Diniz, ex-assessor de José Dirceu na Casa Civil. A mesma importância em São Paulo, e repassados para a campanha presidencial do PT. Talvez esteja nessas arrecadações a razão do Planalto, através do presidente Lula, de trabalhar tanto para abafar a CPMI dos bingos, quando as primeiras denuncias foram surgindo. O inocente Lula teria ficado “surpreso, entristecido, mas tranqüilo” quando recebeu a notícia de que o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, foi acusado pelo advogado Rogério Buratti de estar envolvido num esquema de corrupção instalado na prefeitura de Ribeirão Preto, mas admitiu que tudo vai se acertar e os culpados serão punidos”. Apesar desse dilúvio de denúncias que cai sobre o governo e o PT, o deputado Luciano Zica avaliou que o partido e o governo são “vítimas de uma articulação nacional que se aproveita dos erros do PT e do próprio governo para antecipar o processo eleitoral do ano que vem”.

Uma influente fonte de Brasília garantiu, ontem, que os integrantes da cúpula petista que foram afastados continuam mais unidos do que nunca. Reúnem-se sempre, traçam estratégias e avisam os planos ao presidente Lula. O ex-tesoureiro Delúbio Soares está assumindo a culpa de tudo e insistindo no caixa dois, para caracterizar o crime eleitoral e reduzir a penalidade, mas o faz na certeza que as dívidas que ele assumiu serão pagas e o dinheiro sairá dentro do mesmo esquema que sempre funcionou no Planalto. Segundo a mesma fonte, o presidente Lula não é melhor nem pior que José Dirceu, Silvio Pereira e Delúbio Soares. Sabia de tudo e estava fazendo caixa para as eleições de 2006. O ex-tesoureiro não está só e, com certeza, não terá nenhum prejuízo financeiro pelo que fez, porque atuou sob ordens.

Aqui mesmo em Sergipe uma fonte que vive em Brasília disse que já sabia da forma que o PT sempre atua: “é igual aos outros partidos, também gosta de uma graninha”.

COMPETÊNCIA
O presidente nacional da OAB, Roberto Busato, disse ontem que “falta ao governo Lula competência política para admitir que não dá mais para continuar”. A declaração foi feita ontem pela manhã à radio Jornal, quando Busato deixava Aracaju para participar de uma reunião em Brasília.

TRANSPOSIÇÃO
O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou ontem, por meio de liminar, a suspensão do projeto da transposição do Rio São Francisco. Segundo o TRU, o Ministério da Integração Nacional está proibido de dar continuidade ao contrato de compra dos equipamentos para a obra.

DECISÃO
Animado com esse resultado, o governador João Alves Filho disse que esta decisão é fruto do poder decisivo que teve o último debate entre ele e o ministro Ciro Gomes. Durante o debate se mostrou, além das desvantagens e prejuízos ao meio ambiente e ao povo, os interesses escusos que se tinha com este projeto.

DÉDA
O prefeito Marcelo Déda (PT) confirma que em 2004 o Diretório Nacional enviou para Aracaju os cantores Zezé de Camargo e Luciano, e o pianista Arthur Moreira Lima. Também confirmou que na prestação de contas no TRE faltou a comprovação de R$ 80 mil, referente ao pagamento do show de Zezé e Luciano.

DOAÇÃO
Marcelo Déda explicou que nunca negou a participação do Diretório Nacional nas campanhas, dentro de uma relação partidária. Garante que não existe nenhuma doação ilegal para o PT em Sergipe, nem em 2002 e nem em 2004, quando se elegeu para mais quatro anos.

LAMENTAÇÃO
O prefeito Marcelo Déda lamentou a tentativa de alguns políticos em forçar o envolvimento de personalidades de Sergipe nos casos que estão sendo apurados pelas CPIs. Déda disse que “esse jogo não será bom para ninguém” e disse que se percebe uma manobra para envolve-lo.

RELAÇÃO
De qualquer forma, a relação dos recursos repassados pela Direção Nacional do PT para os estados estará à disposição dos deputados até a próxima quinta-feira. Só através dela é que se poderá dizer que o dinheiro enviado a Sergipe é não contabilizado – Caixa dois – ou se era registrado.

DE OLHO
Evidente que os parlamentares devem ficar de olho em seus estados, para verificação oficial dos repasses para as campanhas estaduais e municipais. Serão declarados os valores enviados, a assinatura de quem recebeu, e se estavam contabilizados.

PEDRO
O deputado federal João Fontes chegou a pergunta a Delúbio Soares se ele conhecia Pedro Lopes. Respondeu que não ligava o nome à pessoa. “Era Pedro Lopes que recebia o dinheiro?” – insistiu o deputado. “Não conheço Pedro Lopes” – respondeu Delúbio. Pedro Lopes trabalha com o prefeito Marcelo Déda e já ocupou uma das secretarias próximas ao prefeito. Hoje está como assessor.

NOTÍCIA
O site NE-Notícias foi o primeiro a divulgar a informação equivocada quanto a declaração de que Delúbio havia dito que passara dinheiro do caixa dois para o PT de Sergipe. Só depois que avaliou a informação, foi que o site resolveu retira-la do seu material informativo.

CONVERSA
O governador João Alves Filho (PFL) teve uma nova conversa com o prefeito de Lagarto, Zezé Rocha (PTB). O entendimento está fechado. Zezé Rocha vinha resistindo, porque alguns membros que o acompanham desaconselhavam a mudança de legenda.

JERÔNIMO
Terça-feira, na procissão de Nossa Senhora da Glória, o ex-prefeito de Lagarto, Jerônimo Reis, falou sobre a composição com governo: “por mim tudo bem”. Disse, entretanto, que o prefeito Zezé Rocha muda a posição quando chega em Lagarto. Deixou claro: “só vou com Zezé Rocha”.

CANDIDATURA
O advogado Pedrinho Barreto confirma que existem quatro prefeitos de municípios eleitoralmente fortes que querem apoiá-lo para deputado estadual. Ele diz que tem pretensões políticas, mas falta uma conversa com o ex-governador Albano Franco para saber se é interessante sua candidatura para o PSDB.

Notas

ÉTICA
A União Nacional dos Legislativos Estaduais (Unale) vai lançar, na segunda quinzena de setembro, o anteprojeto de um código de ética modelo para as assembléias legislativas. O texto foi elaborado por uma comissão especial que analisou diversos códigos existentes no País, inclusive o da Câmara dos Deputados. A intenção do novo código é uniformizar os conceitos de decoro parlamentar e as punições previstas por atos praticados por parlamentares que fujam ao respeito, à dignidade, o que formula a quebra de decoro.

CAMPANHA
O anteprojeto faz parte da Campanha Nacional de Ética na Política e, de acordo com o presidente da Unale, deputado estadual José Távora (PMDB-RJ), define as infrações e punições de deputados que incorram em quebra de decoro. Evita que o corporativismo impeça a aplicação do código.
“As definições são claras, de maneira que hoje, se o deputado praticar esse ou aquele ilícito, já está bem caracterizada no código a pena que ele vai sofrer e fica difícil para o deputado ou Mesa tangenciar esses textos”, disse Távora.

ADVERTÊNCIA
O senador Cristovam Buarque (PT-DF) advertiu que a população começa a execrar a classe política brasileira “como um todo, e não apenas o PT”. Conforme acentuou, movimentos contra os representantes políticos, deflagrados em países da América do Sul, sugerem a percepção desse cenário. Cristovam Buarque revelou que teme que a frustração dos eleitores aumente com a falta de mudanças estruturais, conforme vem ocorrendo no governo do PT e se reflita de maneira irreversível no Brasil.

É fogo

A previsão meteorológica ainda prevê ventos fortes no litoral de Sergipe, provocando ondas de até dois metros de altura.

A maioria dos restaurantes de Aracaju voltou a aceitar cartões de crédito e até fazem promoções para pagamento.

O secretário Metropolitano, André Moura (PFL), esteve ontem em Nossa Senhora da Glória para contatos de interesse da sua pasta.

O senador Valadares vai permanecer em Brasília este final de semana para a convenção do seu partido, o PSB, que deverá escolher o novo presidente.

O secretário da Justiça, Manuel Cacho, pode ser candidato nas próximas eleições. Acha que o momento é de renovação.

Com o objetivo de reduzir as dificuldades das pessoas com deficiência visual, Celinha Franco apresentou projeto de lei que garante livre acesso deste cidadão acompanhado de cão-guia em locais públicos e privados.

A deputada Ana Lúcia (PT) mostra coerência quando defende punição para todos aqueles que praticaram corrupção e que pertençam ao seu partido.

A TV Câmara só retransmite as sessões das CPIs quando os depoentes são importantes. No geral mostram sessões enfadonhas.

O deputado estadual Augusto Bezerra (PFL) diz que vai lutar até as ultimas conseqüências contra a transposição das águas do rio São Francisco.

O Banco Central projeta superávit de US$ 1,4 bilhão paras as transações correntes, em agosto.

A conta de transações correntes do Balanço de Pagamentos brasileiro encerrou julho com resultado positivo de US$ 2,592 bilhões, recorde mensal.

As vendas do setor de eletrodomésticos foram embaladas no primeiro semestre do ano pelo desempenho dos DVDs.

brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários