Reajuste não sai

0

Tem tudo para ser inglória a luta dos servidores estaduais por um reajuste salarial. Isso porque, enquanto distribui cargos comissionados com apadrinhados, o governo de Sergipe insiste em afirmar não ter recursos para atender a reivindicação da categoria. Segundo a Secretaria da Fazenda, as despesas com pessoal estão acima do limite prudencial e, portanto, não se pode falar em melhoria de salários. Em outras palavras, quem realmente toca a máquina estatal continuará ganhando miséria, apertando o cinto, passando fome. Não há dinheiro para melhorar a vida dos coitados dos servidores justamente porque o governo desperdiça para agradar quem nada faz, como ex-prefeitos e lideranças políticas, que embolsam uma grana preta para proteger os currais eleitorais e compor a claque de puxa-saco encarregada de aplaudir o chefe de plantão. Um absurdo!

Pedra no sapato

Dependesse dos amigos próximos do presidente Michel Temer (PMDB), o senador Eduardo Amorim (PSDB) já estaria sendo tratado como adversário por ter votado contra a reforma trabalhista. Como é um tucano, o sergipano vem sendo preservado, pois o Palácio do Planalto teme contrariar o restante do PSDB. No entender da tucanada, uma eventual retaliação do governo a Amorim soaria como um ultimato pelo rompimento. Será?

Prepare o bolso

A Prefeitura de Aracaju pode atrasar os salários dos servidores a partir de agosto, quando deve ocorrer queda no volume de receitas transferidas para o município. A péssima notícia foi dada pelo secretário da Fazenda, Jeferson Passos. Entrevistado pelo Jornal da Cidade, o moço disse que se a atividade econômica não se recuperar ou sofrer novos abalos, a folha de pessoal deve mesmo ser paga com atraso. Misericórdia!

Abra o olho

Os contribuintes que receberem uma correspondência em nome da Receita Federal devem ficar atentos. Criminosos estão enviando pelos Correios falsas intimações em nome do Fisco para a regularização de dados cadastrais. O contribuinte deve ignorar e destruir a correspondência e jamais entrar no endereço eletrônico indicado para não permitir a instalação de vírus e programas que roubam dados pessoais, bancários e fiscais armazenados no computador.

Más companhias

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), deve ter cuidado com quem anda para não dar com os burros n’água. O aviso é de Nivaldo Fernandes, eterno presidente do Sindicato dos Servidores do Município (Sepuma). Conforme o sindicalista, uma dessas “mas companhias é Augusto Fábio Oliveira, secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão. Homem, vôte!

Torra nos cobres

A abertura de capital da BR Distribuidora voltou a ser uma possibilidade. A Petrobras já submeteu ao conselho de administração a proposta de fazer a oferta pública da distribuidora. A petroleira interrompeu o processo de venda do controle da BR após a operação ter sido suspensa por uma liminar concedida pela Justiça Federal de Sergipe, em dezembro de 2016. Além dos processos judiciais, outro obstáculo para a venda da BR é a dívida bilionária que a Eletrobras tem com a distribuidora de combustíveis. Esta informação é do jornal Valor Econômico.

Greve marota

A greve geral em defesa do “Fora Temer” e contra as reformas trabalhista e da Previdência tem tudo para ser um retumbante sucesso. Dia 30, data da paralisação nacional, cai justamente na próxima sexta-feira, posterior ao dia de São Pedro, considerado ponto facultativo pelo governo e várias prefeituras. Como ninguém é de ferro, a galera participa do fuzuê político e depois vai aproveitar o feriadão, de preferência nas praias. Êta Brasilzão sem jeito!

Afronta a lei

Diligente como é, bem que o Ministério Público poderia processar o governo de Sergipe pela total falta de segurança pública. Ao descumprir o artigo 144 da Constituição Federal, que estabelece ser o direito à segurança uma prerrogativa indispensável, o Executivo deixa os cidadãos entregues à própria sorte. Crendeuspai!

Troca-troca

Um jantar marcado para o dia de São Pedro, quinta-feira próxima, vai reunir políticos sergipanos e nacionais. No cardápio do regabofe a ser oferecido pela prefeita de Capela, Silvany Sukita (PODEMOS), consta a possível debandada do PMDB sergipano para o partido da gestora capelense. Entre os que já confirmaram presenças no comes e bebes estão o governador Jackson Barreto (PMDB), o senador Álvaro Dias (PV) e a deputada federal Renata Abreu, presidente nacional do PODEMOS.

Pé na estrada

Lideranças políticas sergipanas estão circulando por todo o estado. Aproveitam as festas juninas para visitar os aliados e ver como estão os currais eleitorais, até porque quem engorda o gado é o olho do dono. Quase todos postam nas redes sociais fotografias dos eventos que prestigiam. Pela disposição da galera, haja sola de sapatos, pois o périplo só termina depois do São Pedro, quando a sanfona, o triângulo e a zabumba silenciarem.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Tempo, em 19 de setembro de 1950

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários