RECLAMAÇÃO E EXPECTATIVA

0

O governador João Alves Filho (PFL) deu início, ontem, à temporada oficial de contatos políticos e, pela disposição que demonstrou aos deputados da base aliada, que estiveram com ele ontem, está deflagrado o processo de reunificação do bloco, que parecia disperso em suas posições na Assembléia Legislativa. João Alves Filho atendeu os deputados um a um, dando pausa apenas para almoço com todos eles. Ao lado estava a maioria dos secretários, que eram chamados de acordo com as reivindicações dos parlamentares, para recomendação de atendimento, sob pena de um retorno ao governador para justificar qualquer alteração naquilo que fora determinado. Os deputados notaram que João Alves estava mais solto, aberto aos contatos políticos e aceitando até algumas reclamações desse período de abstinência política a que foram submetidos, em razão do governador ter priorizado objetivos administrativos.

 

A partir de hoje o governador João Alves Filho começa a ouvir os prefeitos do interior. O fará por grupos e vai dedicar até terça feira a eles, mantendo o mesmo padrão de atendimento que deu aos deputados estaduais. O objetivo é acabar de vez com os problemas e reclamações que vinham se expandindo por todo o Estado, o que prejudicava muito a imagem de quem sempre atendeu aos municípios e que precisa fazer política para disputar a reeleição. Os secretários também estarão presentes e a partir de segunda-feira contará com o secretário de Coordenação Política, José Alves Neto, que retorna de férias e participa dos contatos com o prefeito, com maior disposição e menos estresse, já que a sua pasta tem compromissos tão variados que as vezes o faz trabalhar 15 horas por dia. Ontem um deputado que foi atendido deixou escapar: “esse é o João que eu conheço”.

 

Na realidade havia – e ainda há – muita reclamação e expectativa no interior. Vereadores, prefeitos e lideranças políticas estavam aflitos porque assiste uma certa movimentação dos partidos de oposição, que já transmite um clima de euforia com relação a sucessão estadual do próximo ano. Em Aracaju, por exemplo, um deputado chegou a afirmar que não estava entendendo essa nova forma do governador João Alves Filho conduzir um projeto político, se pretendia candidatar-se à reeleição. A paixão que João Alves demonstrou por Aracaju nestes últimos dias provocou ciúmes a muita gente do interior. Uma liderança política chegou a lembrar que ele estava dando muita atenção a 27% do eleitorado, deixando na mão os 73% que estão em todas as regiões, cuja maioria sempre lhe foi favorável. A oposição, com a experiência dos seus estrategistas, está fazendo o caminho inverso, porque sabe que tem boa posição em Aracaju, mas precisa se fortalecer no interior.

 

O governador João Alves Filho, com a sua experiência, deve ter percebido que a campanha do próximo ano será mais difícil do que a do próximo, porque já está definido que o prefeito Marcelo Déda (PT) será o seu principal adversário na disputa pelo Palácio dos Despachos. No quadro de agora, o governador João Alves Filho só tem composição segura com o PPS e PP, além de outras legendas pequenas. Pode-se dizer que o PMDB está indefinido, já que há possibilidade de contar com o ex-governador Albano Franco em seus quadros, enquanto o PSDB também terá candidato ao governo do Estado, como já informou o senador Almeida Lima, que trocou o PDT pelo ninho tucano com esse objetivo. É verdade que o PPS em Sergipe não deixará de apoiar João Alves Filho, mas se realmente fizer coligação com o PDT e se mantiver a verticalização, a legenda terá que acompanhar o bloco, caso haja um candidato a presidente da República.

 

A oposição vem forte e está se preparando o que passou a exigir do governador João Alves Filho uma reação imediata, a fim de também procurar se fortalecer e trabalhar lideranças que tendem para outras posições. Há informação concreta de conversas sérias, e proveitosas, com pelo menos duas lideranças importantes que integram o bloco da oposição. Se acontecer a migração, será uma baixa grande no bloco que apóia Marcelo Déda.

 

 

MINISTRO

No rápido discurso que fez, dia 29, ao tomar posse como ministro substituto do TSE, Carlos Ayres Britto ficou emocionado.

Agradeceu a Deus por mais uma oportunidade que tem de servir à sociedade, “a partir de um tribunal superior, de cujas decisões dependem a consolidação da democracia brasileira”.

 

SURPRESA

O leitor Antônio Augusto Ferreira manda e-mail e revela que “o interior se movimenta para que o candidato em 2006 seja o senador Valadares, pois é prático e comunicativo”.

Acrescenta que “breve todos terão uma surpresa: haverá uma manifestação escrita por lideranças do interior para que Valadares dispute o Governo”.

 

PRESENÇA

O governador João Alves Filho já garantiu presença na reunião para discutir a transposição do São Francisco, que acontecerá em Pirapora (MG) este mês.

João conhece bem os problemas hídricos do Nordeste e está na linha de frente contra a transposição sem revitalização do rio São Francisco.

 

NELSON

O ex-deputado estadual Nelson Araújo já está coordenando o PMN em Sergipe e pretende fortalecer o partido em todo o Estado.

Nelson vem conversando com todos os membros da sigla, para colocar o PMN em uma linha de independência.

 

TENDÊNCIA

Nelson Araújo diz que o PMN não tem compromissos com nenhuma tendência política que atua em Sergipe no momento.

Diz que vai trabalhar para ter candidatos em todos os níveis, entretanto admite que o PMN está aberto ao diálogo para composições.

 

ALBANO

O ex-governador Albano Franco (PSDB) que continua conversando com Renan Calheiros, mas ainda vai esperar o tempo de decidir, embora isso já esteja próximo.

Albano confirmou que o ministro da Defesa, José Alencar e o deputado federal Sandro Mabel não deixaram de insistir para que ele se filie no Partido Liberal.

 

EMPRÉSTIMO

O sertanejo passa o ano sofrendo com fome e sede, esperando um inverno que esporadicamente acontece na região.

Entretanto, quando as chuvas chegam e eles vão ao banco para empréstimo, são aconselhados a procurar associações com, outros a fim de garantir aval, o que na maioria das vezes não acontece pela inadimplência. É uma vida difícil…

 

DENÚNCIA

Cartórios do interior estão cobrando R$ 15,00 por certidão fornecida aos agricultores, para que seja feito o financiamento nos bancos.

Esse dinheiro geralmente fica no bolso do escrivão, que não fornece recibo de pagamento. A certidão deveria ser paga no Banese.

 

MUDANÇAS

Está certo que haverá mudanças na equipe de Governo, possivelmente já na próxima semana. As conversas estão acontecendo.

O governador João Alves Filho quer dar um novo tempero político na administração e para isso precisa reduzir a rigidez da tecnocracia.

 

PARQUÍMETROS

Dois vereadores vinculados ao prefeito Marcelo Deda (PT) assinaram a CPI dos parquímetros, criada por iniciativa do vereador Fábio Henrique: Elber Batalha e Iran Barbosa.

Segundo Elber ele assinou porque o fim do parquímetros era uma luta do seu pai, ex-vereador Elber Batalha. Acrescentou que era uma questão de coerência.

 

VERDE

O presidente nacional do PV, Hermano Penna, disse ao deputado federal João Fontes (PDT), que viria a Aracaju para a filiação do vereador Fábio Henrique em seu partido.

Fábio desmentiu, mas não negou a possibilidade de ingressar do PV posteriormente. O vereador permanece no PDT.

 

CONVERSA

Numa conversa com Fábio Henrique, o deputado João Fontes, que dirige o PDT em Sergipe, disse que ele deveria se definir logo pela legenda que vai ficar.

O programa do PDT acontecerá dia 29 e João já advertiu que não era bom colocar Fábio Henrique na televisão, para logo depois ele trocar de legenda.

 

BATALHA

Quem está de mala arrumada para desembarcar no Partido Verde é o ex-prefeito de São Cristóvão, Armando Batalha.

Leva com ele alguns políticos que o acompanham em sua cidade. Batalha é candidato a deputado estadual no próximo ano.

 

Notas

 

QUESTIONA

O senador José Almeida Lima (PDT) questionou o ministro da Fazenda, Antônio Pallocci, quanto à exorbitante carga tributária praticada no Brasil. Também parabenizou o ministro pela “capacidade de convencimento diante de uma realidade tão contraditória em relação aos bons números que o Governo apresenta”.

Indagou como poderia apresentar números mostrando que os tributos estão diminuindo para ampliar a produção e proporcionar a poupança, quando a carga tributária em relação ao PIB chega a 37%, a mais alta desde 1947?

 

JORGE

O deputado federal Jorge Alberto (PMDB) acompanhou a votação no pleno do Tribunal de Contas da União (TCU), do parecer do ministro relator Marcos Vilaça, que suspendeu o embargo das obras da BR-101 em Sergipe. Agora depende da Comissão Mista do Orçamento da Câmara dos Deputados.

A liberação dos recursos para retomar as obras tem que ser feita pela Comissão do Orçamento. O deputado Jorge Alberto continua lutando para que a BR-101 seja duplicada por considerar essencial para a economia do Estado.

 

PROPOSTA

O vereador Vinícius Porto (PFL) vai apresentar um projeto de lei que isenta os ambulantes e barraqueiros das taxas cobradas pela Emsurb nos eventos realizados na capital, por considerar que se trata de pessoas que vivem na economia informal e ganham muito pouco ao comercializar seus produtos.

Vinicius Porto também destacou a importância do projeto de expansão da UFS, se referindo a um discurso do deputado federal José Carlos Machado, na Câmara Federal, ressaltando a proposta do reitor Josué Modesto.

 

É fogo

 

O governador João Alves Filho vai participar de todos os movimentos contra a transposição do rio São Francisco.

 

O deputado federal João Fontes (PDT) disse que o ministro Ciro Gomes quer fazer a transposição a “toque de sino e repique de caixa”.

 

João Fontes permaneceu em Brasília este final de semana, para tratar do encontro que fará do PDT em Sergipe.

 

Os partidos estão começando a se mobilizar para fortalecer os seus quadros e fazer uma boa coligação em 2006.

 

O ex-deputado Gilton Garcia (PSB) começa a trabalhar sua candidatura a deputado estadual. É um bom nome.

 

A deputada Celinha Franco (PPS) reivindica que o governo do Estado sinalize a Rodovia “Manoel do Prado Franco”, em Nossa Senhora do Socorro.

 

A deputada Angélica Guimarães (PSC) está solicitando do governador João Alves Filho que viabilize uma Delegacia da Mulher na região do Baixo São Francisco.

 

A cantora Núbia Lafayete voltou a encantar o público de São Cristóvão ao fazer a seresta de ontem naquela cidade.

 

O projeto de integração do rio São Francisco pode elevar a cobrança da água dos Estados beneficiados em 20%.

 

Políticos dos Estados beneficiados com a transposição também pressionam para que ela seja feita imediatamente.

 

Com quase dois anos de atraso, o Banco do Brasil começou a operar empréstimos a aposentados e pensionistas com desconto na folha do INSS.

 

O Brasil melhorou no ranking mundial das maiores economias entre 2003 e 2004, passando da 15ª posição para a 12ª.

 

brayner@infonet.com.br

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais