Recordando a “Missão”

0

É interessante como, de uns dias para cá, os marginais resolveram enfrentar a Polícia à bala. Praticamente toda semana um bandido tem sido morto em confronto com policiais. Ontem mesmo, um tal de “Tempero”, nascido José Francisco dos Santos, deu a cara e foi morto a tiros em Laranjeiras. Não se quer aqui levantar qualquer suspeita sobre esses entreveros, mas espanta o fato de, somente agora, os foras da lei que atuam em Sergipe terem resolvido duelar com a força policial. Sem querer comparar o hoje com o ontem, a coluna lembra que a execrável “Missão”, desencadeada no segundo governo de João Alves Filho (DEM), e que fuzilou um grande número de “suspeitos”, começou justamente quando os chamados ladrões de gado resolveram peitar a Polícia.

Assédio no quartel

Pesquisa sobre a segurança pública apontou que 16% das mulheres policiais dizem já ter sofrido assédio sexual dentro dos quartéis, o que significa que passaram por tentativa constrangedora de obtenção de favores sexuais por parte de superior hierárquico. Ainda que faltem números comparativos para avaliar em outras carreiras qual é a parcela que passou por situações semelhantes, o índice foi considerado alto pelos autores do estudo. A autora da pesquisa, professora Silvia Ramos, revela que trabalho feito sobre a vitimização da população em geral mostrou que 3% do sexo feminino já sofreu tentativa de agressão sexual, o que torna alarmante o índice policial.

Alvo negro

O número de negros assassinados no Brasil é duas vezes maior do que o de brancos, apesar de cada grupo representar cerca de metade da população. A constatação é de um levantamento feito com base em dados do Sistema Único de Saúde (SUS). A diferença entre o número de homicídios de negros e brancos é maior entre as crianças e jovens de 10 a 24 anos. Entre os maiores de 40 anos, o número de homicídios é quase o mesmo nos dois grupos. Segundo o estudo, os números mostram que os negros estão sujeitos a uma exposição maior de risco que os brancos, como o local de moradia por exemplo.

Reajuste definido

Os aposentados terão seus proventos reajustados em cerca de 6,5%, aí incluídos 2,6% de aumento real. O percentual foi acertado ontem depois de quase quatro horas de reunião, o governo e as principais centrais sindicais. Agora o acordo que será transformado em projeto de lei a ser votado no Congresso o quanto antes. Está prevista ainda a flexibilização do fator previdenciário, que refere-se à soma, para fins de aposentadoria, da idade com o tempo de contribuição. Para mulheres, esta soma deve resultar em 85 e, para os homens, em 95.

Ceac de volta

A unidade do Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac) do Shopping Riomar retorna às atividades nesta quarta-feira, após período de reforma. A partir de um investimento de aproximadamente R$ 250 mil, a Secretaria de Estado da Administração promoveu a primeira reforma física do local. Iniciada no dia 20 de junho, a obra teve dois meses de duração. Foram feitas a reestruturação física do local, com mudança do piso, melhorias na rede elétrica e no sistema de informática, além das mudanças no layout e no sistema de distribuição de senhas. O Ceac Riomar realiza, em média, 60 mil atendimentos por mês.

Preço mais barato

Dados do IBGE mostram que o preço dos alimentos caiu 0,28% em agosto em relação ao mês anterior. Conforme a pesquisa, os produtos responsáveis pela desaceleração dos preços no mês foram leite pasteurizado (-1,48%), açúcar refinado (-0,07%), carnes (-1,45%), batata inglesa (-11,02%), tomate (-10,29%), óleo de soja (-4,14%), iogurte (-3,89%), entre outros. Essa queda provocou a estabilidade do resultado do IPCA-15, que em agosto variou 0,23%, próximo ao registrado em julho, 0,22%.

Mostra no Mirante

Tampos de mesa, porta-trecos, pratos, vasos, jarros de chão, porta-retratos, quadros, bandejas, porta-guardanapos, descanso para panelas, entre outros objetos com aplicações em mosaico estão expostos no Mirante da 13 de Julho, em Aracaju. A mostra vai até o dia 13 próximo e o espaço funciona de segunda a sexta, das 9 às 19 horas, aos sábados, domingos e feriados das 9 às 15 horas. As peças foram produzidas pela bióloga paulista Luciana Crestana, que há 10 anos se dedica às artes manuais, em especial pelo trabalho em mosaico. Prestigie!

Disse bobagem

As Associações do Baixo e do Vale do São Francisco, e da Região Centro-Sul de Sergipe publicaram nota de repúdio contra o ex-governador João Alves Filho (DEM). As entidades entendem que as recentes declarações do ex-pefelista foram ofensivas por taxar os administradores municipais de “mamateiros”. No encontro do PSDB realizado em Aracaju, Alves Filho aconselhou os prefeitos a “mamarem nas tetas do Governo”.

Na nota, as associações afirmam que tal declaração “em nada contribui com a administração pública. Pelo contrário, agride os gestores municipais.

Britto continua

O presidente nacional da OAB, Cezar Britto, será reconduzido para mais um mandato como membro efetivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), mais conhecido como “Conselhão”. A recondução acontecerá amanhã, durante a 31ª Reunião Ordinária do CDES, em Brasília. O Conselho é responsável pela discussão e formulação de planejamento de políticas públicas para o governo, e dele participam representantes de diversas entidades da sociedade civil.

Maconha liberada

O uso de maconha está plenamente liberado. Calma, galera, a liberação ocorreu ali na Argentina.  A Suprema Corte de Justiça daquele país declarou inconstitucional o artigo 14 da lei 23.737, que prevê até seis anos de prisão para adultos consumidores usuários de drogas. Segundo matéria do jornal O Globo, o governo mexicano também promulgou a reforma de disposições legais do país, permitindo a posse de pequenas quantidades de drogas para uso pessoal, desde que o usuário não tenha relação com o crime organizado.


 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais