REFORMA PROFUNDA

0

O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros, teve uma longa e proveitosa reunião, segunda-feira à noite, com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Nelson Jobim, com o senador José Sarney (PSDB) e o ex-ministro da Coordenação Política do Governo Lula, deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB). A conversa central foi a crise política que compromete o governo, partindo da cúpula do Partido dos Trabalhadores e que pode resvalar no presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O ministro Jobim confirmou que está com a relação dos 120 parlamentares que fizeram retiradas dos bancos ou foram pagos pelo publicitário Marcos Valério. São vários lotes de dinheiro, que variam de R$ 5 mil a R$ 200 mil. A relação seria enviada ontem para a Procuradoria Geral e de lá seguiria para a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios.

 

Os quatro concordam que os deputados que aparecem na relação devem ser punidos exemplarmente, mas a grande polêmica que surgiu no momento, foi quanto ao procedimento para a cassação de um grupo tão elevado de parlamentares que cometeu delitos graves, dentro da lógica que eles vão se unir com o objetivo de boicotar um processo coletivo de cassação, inclusive com a estratégia da falta de quorum para votação. Sobre isso, no programa Roda Viva, também na segunda-feira, levado ao ar pela TV-Cultura, o relator da CPMI, deputado federal Osmar Serráglio (PMDB-PR), demonstrou a mesma preocupação das personalidades reunidas com o senador Renan Calheiros, que seria exatamente um número significativo de parlamentares comprometidos com o recebimento de recursos, como está visto na relação, a ponto de dificultar a cassação de todos. Não se tem dúvida da cassação de alguns deles, principalmente os mais comprometidos, mas uma imensa lista de corruptos ficará mais complicado.

 

Na reunião se conversou sobre a criação de um grupo de trabalho, indicado por parlamentares, para a elaboração de uma reforma política profunda, com o objetivo de adequar a Constituição de 1988. Todos consideraram que a atual constituição foi elaborada e aprovada com um tempero parlamentarista, o que pode se comprovar no atual governo, quando o presidente Lula fez a parte da representatividade do Estado, com viagens ao exterior e contatos diplomáticos, enquanto o ministro da Casa Civil, José Dirceu (PT), ficava à frente do governo. Aliás, sobre a relação entre Lula e Dirceu, o ex-ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo, fez uma inconfidência: “o entendimento dos dois não era como se imaginava. Havia um certo acirramento”. Os dois foram se afastando, principalmente depois do escândalo que envolveu o assessor da Casa Civil, Waldomiro Diniz, com os bingos, o que já está sendo motivo de uma outra CPI. O grupo também vai analisar a possibilidade da coincidência das eleições.

 

A tentativa do presidente Lula da Silva em conquistar o apoio das classes C e D foi considerada como uma tática que pode levar ao chavismo. Lula está voltando aos palanques e procurando apoio desses segmentos, em razão das pesquisas identificarem que ele ainda detém uma boa posição, junto a essas duas classes. Há um convencimento de que na classe A e B dificilmente o presidente vai se recuperar, porque há uma queda visível no setor em todos os levantamentos de opinião pública. Uma das preocupações que o pessoal demonstrou é que está para surgir o pagamento das contas pagas pela empresa do publicitário Duda Mendonça, referentes a gastos do presidente Lula e da primeira dama Marisa, que, aliás, exerce em sua plenitude a posição exclusiva de permanente acompanhante do presidente em todas as atividades políticas. Quanto às pesquisas, o presidente Lula está com uma popularidade razoável, mas mostrando nitidamente que há uma linha decrescente.

 

Durante o encontro das autoridades citadas acima, chegou-se à conclusão que a entrevista do presidente Lula em Paris, praticamente confirmando o que dissera Delúbio Soares e Marcos Valério, horas antes, o fez mergulhar no problema. A entrevista aconteceu por iniciativa de um assessor independente, sem consultar a ninguém e, na avaliação de todo, não foi boa para o presidente.

 

FUGA

A promotoria vai querer saber, ainda hoje, quem autorizou a transferência do pistoleiro Dorgival, assassino de Joaldo Barbosa, para a penitenciária de Glória. Dorgival foi autorizado, pela Justiça, a ser preso em cela de segurança máxima em Tobias Barreto. Não se sabe quem determinou sua transferência.

 

FACILIDADE

Setores do judiciário desconfiam que houve uma facilitação para a fuga do pistoleiro, que já foi condenado e deveria estar com cuidado redobrado. A promotoria agora vai procurar saber as razões do interesse da transferência, para que seja tomada uma providência.

 

PROCESSO-1

O deputado federal João Fontes (PDT) passou a tarde de ontem com advogados, analisando os documentos que apresentará no processo contra o seu colega Jackson Barreto (PMDB). Fontes vai apresentar seis ações contra Jackson Barreto, nos fóruns correspondentes, por quebra do decoro, injúria, difamação e calúnia.

 

PROCESSO-2

O deputado federal Jackson Barreto (PTB) também está movendo processo contra o colega João Fontes, sobre praticamente os mesmos motivos. Jackson já deu entrada ao processo, também em fóruns específicos, a ações sobre falta de decoro parlamentar.

 

CANDIDATO

O prefeito Marcelo Déda (PT) reafirma que é candidato ao Governo do Estado em 2006 e já disse que ninguém vai vence-lo por WO. Déda lamentou o que está acontecendo com o seu partido, mas considerou que o PFL não tem condições de julgar atos de corrupção de nenhuma legenda.

 

ANÁLISE

De qualquer forma, um membro importante do bloco de oposição no estado acha que há necessidade de um encontro dos partidos, para discutir o pleito de 2006. A mesma fonte diz que a crise em Brasília está se aprofundando e deve atingir o PT em todos os estados. Daí a necessidade de uma discussão sobre o assunto.

 

MACHADO

O deputado federal José Carlos Machado (PFL) declarou que o seu partido não pretende e nem é julgador de ninguém, “quem faz isso é a justiça”. Segundo Machado, “O PFL cumpre o seu dever de cobrar fatos, assim como o faz para a sociedade”.

 

DUTRA

O ex-presidente da Petrobrás, José Eduardo Dutra (PT), acha que o presidente Lula não sabia de nada sobre o que ocorria na cúpula do seu partido. Considerou, entretanto, que o partido tem que apurar tudo e punir, para dar uma satisfação à sociedade.

 

VALADARES

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) recebeu políticos para um jantar em casa de sua mãe, D. Caçula, em Simão Dias, que comemora a padroeira Nossa Senhora Santana. Estiveram por lá o prefeito Marcelo Déda, o ex-senador José Eduardo Dutra, o ex-governador Albano Franco, deputados e lideranças regionais.

 

MUDANÇA

A deputada suplente Goretti Reis (PTB) deve assumir uma vaga na Assembléia Legislativa por alguns meses. Ela deve substituir ao deputado Walker Carvalho (PFL) que pode se afastar para ocupar um cargo no governo.

BELIVALDO

O deputado Belivaldo Chagas (PSB), que hoje ocupa a Secretaria de Coordenação Política de Aracaju, explicou como surgiu a notícia de que ele seria substituído por José Eduardo. “Encontrei-me com o radialista Fábio Henrique e disse que particularmente coloco o meu lugar à disposição”.

 

EXPLICA

Segundo Belivaldo, ele lembrou que exerce uma secretaria política e considerou que a pasta é mais adequada ao ex-senador José Eduardo Dutra. Acha que Dutra poderia resolver problemas em Brasília e atuar junto a lideranças políticas do interior, “mas se ele for para outra, eu fico sem problema nenhum”.

 

JORGE

O deputado Jorge Araújo (PSDB) revelou que a maioria dos membros do seu partido que o ex-governador Albano Franco como candidato ao Senado. Acrescentou que, por onde anda, ouve os eleitores dizendo: “se Albano for candidato, voto nele”.

 

PRÉ-CAJU

A ASBT entrega hoje, às 9 horas, ao prefeito Marcelo Déda, o documento solicitando que o Pré-Caju seja transferido para a avenida Beira Mar. Segundo Fabiano Oliveira, o povo e os artistas querem a prévia carnavalesca na Beira Mar. Este ano o Pré-Caju será realizado 30 dias antes do carnaval: de 19 a 22 de janeiro.

 

Notas

 

MENORES

O promotor em atividade da comarca de Lagarto, Antônio César Leite de Carvalho, em entrevista ao programa Comando Geral, da radio Jornal, afirmou que ficou comprovado que havia aliciamento de menores de idade, além dos que já foram indiciados, mais 13 pessoas terão prisão preventiva decretada. Os novos indiciados aguardarão pelo decreto da justiça. As informações são de que os aliciados são de Estância, Lagarto e Aracaju. Há suspeitas de pessoas influentes envolvidas com abusos aos menores.

 

PUBLICIDADE

As empresas de publicidade que irão participar da campanha do referendo sobre a proibição de vendas de armas de fogo no Brasil deverão entregar no próximo mês de agosto aos Tribunais Regionais Eleitorais a lista dos locais destinados à divulgação de propaganda eleitoral através de outdoors. Segundo informou a secretária Judiciária do Tribunal Superior Eleitoral, Linda Maria de Oliveira, o módulo externo do sistema de outdoors, o OutEx, desenvolvido pelo TSE já está disponível para as agências de publicidade.

 

BENEDITO

O presidente regional do PMDB, Benedito Figueiredo, atribui a um acentuado processo de corrupção a crise política pela qual passa a Nação: “a corrupção não é um privilégio do governo Lula da Silva, mas com ele acentuou-se, o que é muito lamentável”. Benedito já foi deputado federal e vice-governador. Segundo ele, o próprio presidente Lula abraçou agora a tese de um complô da direita para desestabilizar o seu governo. E continua: “esse é um discurso de quase meio século atrás e agride a inteligência de todos nós”.

 

 

É fogo

 

O secretário do Turismo, Pedrinho Valadares (PFL), deverá disputar uma vaga na Câmara Federal, onde já esteve por muitos anos.

 

Já está praticamente selado o desentendimento entre o grupo dos Reis, em Lagarto, e o prefeito de Aracaju Marcelo Déda.

 

Boa parte da militância do PT deixou claro que deseja a presença de José Eduardo Dutra na chapa majoritária.

 

Embora José Eduardo não dissesse qual o mandato que pretende disputar, sabe-se que o seu desejo continua retornar ao Senado.

 

O PSDB não abre mão da candidatura do ex-governador Albano Franco ao Senado Federal, apesar de José Eduardo Dutra.

 

O PSB realiza sexta-feira o X Congresso Estadual do partido, que vai acontecer no Buffet San Diego.

 

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) passou todo o dia de ontem em Simão Dias, comemorando a padroeira da cidade, Nossa Senhora Santana.

 

Será realizado, no dia 05 de agosto próximo, no Espaço Emes, a partir das 9 horas, o 13º leilão de veículos apreendidos. Será o primeiro do ano.

 

Até o momento, 75 veículos se encontram à disposição do público, entre modelos aptos e diversas sucatas.

 

Liquidação de roupas, aliadas à baixa dos preços das frutas, fizeram o IPC-S da penúltima semana de julho, divulgado pela Fundação Getúlio Vargas, recuar para 0,12%.

 

Os índices de cheques roubados no Brasil, no primeiro semestre, foram de 0,70%, um aumento de 1,51% em relação ao mesmo período do ano passado (0,69%).

 

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 343 milhões na quarta semana de julho. Esse é o menor superávit semanal do mês, inferior até ao registrado na primeira semana, que teve apenas um dia útil.

 

brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários