Reta final

0

A deputada Susana Azevedo, pré-candidata à Prefeitura de Aracaju pelo PPS, certamente vai dançar o São João com o vice de lado. É possível que nesta sexta-feira, depois de uma conversa em São Paulo, o governador João Alves Filho anuncie o integrante do PFL, que será companheiro de chapa da deputada Susana Azevedo, que já foi anunciada como a candidata majoritária que terá apoio do Governo do Estado. O nome do vice sairá daqueles que já foram citados, embora um membro da igreja evangélica seja mais provável. Susana está animadíssima e bem entrosada com todos os segmentos do bloco que dá sustentação ao Governo, exceto aqueles que têm candidato próprio. Susana, inclusive, já tem discurso pronto. Estão na ponta da língua os motivos para explicar essa composição, embora seja absolutamente desnecessário qualquer exposição de razões, já que o PPS integra a coligação que levou João Alves Filho ao Governo do Estado. Susana dirá que João foi o primeiro político a incentivar a candidatura de uma mulher a mandato majoritário em Sergipe. Primeiro a sua mulher, Maria do Carmo Alves, para o Senado, e agora à Prefeitura de Aracaju. Além disso, integra o bloco que o apóia politicamente. Mostrará que a política evoluiu e que até mesmo os partidos mais radicais, como já foi o PT, hoje está atrelado a partidos com a mesma linha ideológica do PFL, alguns deles até mais à direita e que excede no conservadorismo. O processo sucessório está começando a esquentar. Vai queimar para valer com a fogueira do São João e se anunciar, definitivamente, com os primeiros rojões do São Pedro. Os pares estão se definindo, a sanfona dá os primeiros acordes, só falta cada um dos candidatos unir o maior número de eleitores para formar sua quadrilha junina e partir para a disputa em outubro. Algumas surpresas virão e vários fatos novos podem surgir a partir da próxima segunda-feira, que deve abalar as estruturas desse inicio de caminhada sucessória. Se os prognósticos valerem, com certeza será dada outra conotação à candidatura governista e vai provocar uma série de rumores. O deputado estadual Gilmar Carvalho (PV) já está livre da Comissão de Ética, que o deixava fora do páreo pra a Prefeitura de Aracaju. Se não tivesse ocorrido esse final, até certo ponto feliz, certamente Gilmar disputaria uma vaga na Câmara Municipal de Aracaju. Hoje o parlamentar retoma a sua condição de pré-candidato, está conversando com vários partidos, procura formar composições, mas uma definição real de que vai para disputa só no dia 28, quando forem resolvidos alguns problemas ainda pendentes, mas de fundamental importância para dá continuidade a esse trabalho que também pode leva-lo a uma disputa final pela Prefeitura da Capital. Embora integre o bloco que dá sustentação ao Governo, o deputado Gilmar Carvalho não terá o seu apoio explícito. Aliás isso ele não deseja, tanto que seu comportamento na Assembléia Legislativa é de certa independência, onde sempre vota contra projeto do Palácio dos Despachos que conflitam com a vontade do povo. E é baseado nesse seu estilo, que está à procura de partidos que tenham a mesma postura, como é o caso do PDT, cujo entendimento vem sendo alinhavado junto aos vereadores, com o consentimento do senador José Almeida Lima. Sem um apoio firme, como o do PDT, será muito difícil Gilmar candidatar-se, porque lhe faltará espaço na televisão. Falta-lhe também estrutura financeira, embora o partido tenha lhe garantido isso, durante conversa do seu presidente com o parlamentar. Dentro do grupo que apóia o Governo, ainda tem o nome do deputado federal Jorge Alberto (PMDB), que está conversando lentamente com as demais legenda, mas não é homem de recuar. A sua candidatura vai deslanchar depois das convenções, por enquanto ela se mantém à base das conversas de bastidores. Entretanto, está feita a estratégia que o governador João Alves Filho pretendia pra estas eleições. De dois a três candidatos competitivos, que possam levar o pleito para o segundo turno, com o prefeito Marcelo Deda. Como é notório, o segundo turno será outra eleição, onde tudo começa do zero. INTERVENÇÃO O Diretório Regional do PFL interferiu em Itabaianinha para atender a Renildo Santana, que o candidato do partido à prefeitura daquela cidade. A intervenção atingiu diretamente ao ex-deputado estadual Ilzo Silveira. Ele diz que não tem pressa, que está fora do diretório e vai começar a pensar. LIVRE Desde o momento da intervenção, que Ilzo Silveira se sente um homem livre, para escolher o melhor caminho. Quanto a uma coligação com Raimundo Vieira (PTB) diz apenas que em política tudo pode acontecer. ENCONTRO O PPS realiza hoje encontro estadual com todos os candidatos a prefeitos e vereadores nos 60 municípios que tem diretório. Serão passadas todas as estratégias para s composições nas eleições municipais. Acontecerá no auditório da biblioteca Epifânio Dórea. FABIANO O deputado estadual Fabiano Oliveira (PT) disse que depois que Nilson Lima (PT) retornou às Finanças, tudo anda em céu de brigadeiro no bloco de oposição ao Governo do Estado. Acrescentou que os partidos defendem a continuidade da chapa com Edvaldo Nogueira (PCdoB), porque ele demonstrou lealdade, gratidão e experiência administrativa. ENCONTRO O Partido dos Trabalhadores realiza, sábado, o encontro municipal para definir as chapas majoritária e proporcional, as coligações e estratégia de campanha. O PT vai reafirmar a candidatura de Marcelo Deda à reeleição e talvez dela já saia o nome do vice, que sinaliza para a continuidade de Edvaldo Nogueira. O encontro se na Atlética. HOMOLOGAÇÃO Dia 39 de junho o Partido dos Trabalhadores realiza a convenção, que deve referendar o resultado da discussão do encontro de sábado. A discussão política ocorrerá efetivamente encontro, onde os 192 delegados serão responsáveis pela definição das chapas e estratégia partidária. VEREADORES O Partido dos Trabalhadores registrou, até segunda feira, 34 pré-candidaturas a vereador, das quais cinco foram solicitadas por mulheres. Todos os inscritos serão submetidos a um processo de discussão, para avaliação por parte dos delegados e homologação na convenção. COLIGAÇÃO Em nenhum momento o Partido dos Trabalhadores está falando em coligação proporcional. Deve sair com chapa fechada na disputa pela Câmara Municipal. Isso poderá criar problema com o Partido Liberal, que tem dificuldades em eleger seus principais candidatos, sem uma coligação proporcional. CONTROLE O presidente regional do PT, Severino Bispo, diz que o partido não fará composição proporcional e que a pré-convenção de sábado será tranqüila. Acrescenta que não haverá problemas com outras legendas, porque está se encontrando alternativas de satisfazer a todas as legendas: “não é bom para ninguém qualquer dispersão”, admitiu. SAI NOME O prefeito de Aracaju, Marcelo Deda (PT) admite que o nome de Edvaldo Nogueira (PCdoB) já sairá aprovado, para vice, na pré-convenção de sábado. Ele vai propor isso e explicar as razões de se manter a chapa pra a reeleição: “Pode ter uma posição ou outra contra, mas no final vai prevalecer o bom senso”, disse Deda. CONTROLADORIA Chama-se Eduardo Sobral e Faria o novo controlador geral do Estado, que assume o cargo hoje em substituição a Dílson Barreto, que fora exonerado. Eduardo era chefe do setor de Licitação e do Departamento de Anais da Assembléia Legislativa. Trabalhou com José Alves Neto, na Secretaria da Saúde.. NÚCLEO Um técnico do Estado defende a extinção da Controladoria e o fortalecimento dos núcleos da Fazenda, localizados nas demais Secretarias. Admite que se os técnicos da Controladoria fossem transferidos para os núcleos, prestariam um melhor serviço e seria econômico para o Estado. MEDALHA O líder do PFL na Câmara, deputado federal José Carlos Aleluia (BA), será condecorado com a medalha “José Rollemberg Leite”, no dia 2 de julho. A indicação foi do deputado federal Mendonça Prado (PFL). A medalha foi criada em homenagem ao ex-governador José Rollemberg Leite. Notas SÃO FRANCISCO O deputado Jackson Barreto defende investimentos do governo federal para a revitalização do rio São Francisco. Chamou a atenção do Ministério da Integração para a necessidade de uma atuação conjunta e a formulação de uma proposta única do governo que leve em conta a recuperação hidroambiental daquele ecossistema. Jackson disse estar na expectativa do Plano da Bacia que está sendo elaborado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, que estará sendo divulgado nas próximas semanas e traz um profundo diagnóstico da situação da bacia. ENCONTRO O pré-candidato à Prefeitura pelo PMDB, deputado federal Jorge Alberto, retornou ontem de Brasília e hoje terá um encontro com a bancada de vereadores do PDT, para tentar formalizar uma coligação ampla em torno do seu nome. Até o momento o PDT ainda não se definiu sobre uma composição para Aracaju. Jorge teve uma rápida conversa com o senador José Almeida Lima, mas quem vem tratando das composições é a bancada de vereadores e o deputado Luiz Garibalde. O PDT ainda acha cedo para tomar uma posição definitiva. LIBERAIS O presidente do Partido Liberal, deputado Heleno Silva, deu o prazo de uma semana para que o partido defina que rumo vai tomar nestas eleições. Os liberais aguardam o resultado das deliberações do Partido dos Trabalhadores, que serão definidas no encontro que está marcado para o próximo sábado, na Atlética. Para que seja mantida a aliança PT-PL a condição será uma coligação proporcional, que beneficie os candidatos a vereador pelos liberais. Caso contrário, o partido poderá começar a buscar outras legendas para composições. É fogo O governador João Alves Filho passou dois dias em Brasília e de lá viajou a São Paulo, onde mantém contatos empresariais. A deputada Susana Azevedo, pré-candidata do PPS à Prefeitura, também está em São Paulo, tratando de um projeto sobre transportes coletivos. Susana Azevedo já está fazendo o seu projeto de Governo, para apresentar à sociedade no seu programa de televisão. O relator da Comissão de Ética que julgou o caso Gilmar Carvalho, deputado Venâncio Fonseca (PP), considerou justa a punição para o parlamentar, No segundo semestre o poder legislativo vai funcionar com menor intensidade em todo o país, em razão das eleições municipais. A exclusão do magistério no projeto de aumento dos servidores provocou uma reação por parte dos deputados de oposição. A grande batalha para a disputa das eleições tem início agora e geralmente a pior delas acontece dentro da própria legenda. O pré-candidato pelo PV, Gilmar Carvalho, está mais à vontade para disputar a Prefeitura, mas ainda vai esperar até o dia 28 para tomar a decisão. Essa demora não é bem explicada, mas há comentários de que Gilmar precisa de alguns acertos, feito com o próprio partido, para disputar o pleito. Em Setembro deve entrar no ar a FM que está sendo instalada em São Cristóvão, de propriedade do deputado Gilmar Carvalho. O primeiro lote de restituições do Imposto de Renda 2004, ano base de 2003, começou a ser pago pelos bancos terça-feira. Os valores foram corrigidos em 2,23%. A sucessão municipal de Moita Bonita deverá ser decidida entre o PFL, de Antônio Passos e o PSDB, de Bosco Costa. Por Diógenes Brayner brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários