Retrospectiva DATA VÊNIA 2015

0

Litisconsórcio – Retrospectiva Data Vênia 2015

14/06/2015 – A Coluna DATA VÊNIA depois da 15 anos no Caderno B, página 04, do JORNAL DA CIDADE, ganha um espaço privilegiado no CARDERNO A REVISTA sob a supervisão da editora Lara Aguiar. Em seu primeiro artigo discute com a sociedade sobre o “poliamor”.

21/06/2015 – É  publicada uma matéria sobre as responsabilidades do fiador com depoimentos de pessoas do povo. Também é criado um quadro para tirar as dúvidas dos leitores.

Arnaldo Machado, colunista DATA VÊNIA.

28/06/2015 – O professor Arnaldo Machado escreve o artigo: As Conquistas da Advocacia no Novo Código de Processo Civil, inaugurando assim o espaço de artigos.

05/07/2015 – Para dinamizar a COLUNA DATA VÊNIA é criado mais dois novos quadros: Litisconsórcio com a finalidade de discorrer sobre um tema jurídico da semana e o DEFERIDO e INDEFERIDO  para elogiar e criticar sobre fatos semanais. A advogada Gianini Prado é a entrevistada.

Gianini Prado escreve os artigos do DATA VENIA.

12/07/2015 – A advogada Gianini Prado assume a responsabilidade de escrever semanalmente para o DATA VÊNIA. Inicia-se as primeiras discussões sobre a sucessão da OAB, onde ainda acreditava-se na candidatura de Inácio Krauss e que Emanoel Cacho não conseguiria formar uma chapa.

19/07/2015 – O defensor público Robson Millet explica para os leitores sobre o ofício da Defensoria Pública. Inácio Krauss promove a feijoada da CAASE e inicia-se a guerra pessoal entre Henry Clay e Carlos Augusto.

26/07/2015 – A batalha para a eleição da Ordem começa. Carlos Augusto Monteiro, presidente da OAB/SE apresenta Roseline Morais como sua candidata. Aurélio Belém abre a cancela de sua Chácara para apresentar Inácio Krauss como candidato, dizendo que não “abriria nem para um trem”. Henry Clay Lança sua candidatura dizendo que vai “resgatar a Ordem”. Emanoel Cacho reúne 300 para uma feijoada.

02/08/2015 – O professor Arnaldo Machado começa a assinar um quadro de Dúvidas no DATA VÊNIA. Eduardo D’Ávila é escolhido como novo Procurador de Justiça. O grupo de Inácio Krauss escolhe a professora Adélia Pessoa para ser a vice da chapa.

09/02/2015 – O grupo liderado por Inácio Krauss e Aurélio Belém cedem a pressão do “general” Henri Clay, ou seja, IK aceita ser o vice de HC. O sonho de uma OAB Nova acaba para uma grande parte dos advogados que apostaram em Krauss e Belém. Triste dia para a advocacia Sergipana.

16/08/2015 – Três nomes aparecem para a disputa da presidência da Ordem: Henri Clay, Roseline Morais e Emanoel Cacho que partem para a formação de suas chapas e conversam entre si em busca de votos.

23/08/2015 – O procurador de justiça Orlando Rochadel toma posse no Conselho Nacional do Ministério Público. A advocacia sergipana começa a sentir que os “Brittos” vieram para ganhar as eleições com a mudança de investimento de campanha que era a ponto fraco de Krauss.

Daniele Garcia a delegada Maravilha.

30/08/2015 – No quadro LITISCONSÓRCIO é publicado texto: Momentos de reflexão e déjá vu, discorrendo sobre a união HC e IK e a troca de cargos na formação da chapa. A guerra contra o grupo de Carlos Augusto estava declarada.

06/09/2015 – Gianine Prado escreve um artigo que teve mais de 500 acessos sobre Teletrabalho e o Adicional de Sobreaviso. O quadro LITISCONSÓRCIO atinge 1200 acessos com o texto Sempre não é todo dia, onde relata possíveis ingerências na condução da Ordem.

13/09/2015 – É publicada a Resolução 02/2015 da OAB/Se que cria as regras da eleição da vaga do Quinto do TRT/SE. A advogada Ginanini Prado é obrigada a deixar de escrever durante o período eleitoral. Rosa Sacandian assume o múnus.

20/09/2015 – A advogada Tataiana Goldhar escreve um artigo sobre A Prova do Esforço Comum para a Divisão de Bens da União Estável. LITISCONSÓRCIO aborda a banalização da advocacia e mostra que é preciso mais firmeza na fiscalização dos cursos de direito.

Carlos Augusto conquista das férias para os advogados.

27/09/2015 – Terminado assim o período “setembro branco” os advogados Filipe Ribeiro Chaves e Paulo Fernando assinam artigos para o DATA VENIA.

04/10/2015 – Depois de décadas a OAB/SE consegue junto ao TJ/SE as merecidas férias para os advogados sergipanos. Uma vitória que todos devem agradecer ao empenho de Carlos Augusto Monteiro. O quadro DÚVIDAS? É COM O PROFESSOR ARNALDO MACHADO chega a semana com 648 acessos.

11/10/2015 – Começa de verdade a campanha para a Ordem. 20 Conselheiros de Carlos Augusto migram para HC e a esposa de César Britto, Marluce Brito, usa as redes sociais para defender o concunhado e atacar Carlos Augusto, enquanto Roseline Morais mostra a todos que campanha se faz com ética.

Emanoel Cacho, coragem e determinação para formar uma Chapa.

18/10/2015 – Surge os primeiros números de pesquisas eleitorais e Henry Clay que chegou a atingir  o pico de 51% quando foi apoiado pelo grupo de Krauss cai para 37%. 13 advogados se escrevem para o Quinto do TRT/SE.

25/10/2015 – Emanoel Cacho tem dificuldade de fechar sua chapa e é procurado por HC e CA. Relutante não chega a um entendimento com os dois grupos e Maria da Purificação, a Purinha, a principal coordenadora de sua campanha abandona Cacho que precisa encaixar sua chapa.

Roseline Morais, campanha ética e consciente na Ordem.

1o./11/2015 – Roseline Morais foi a primeira a inscrever sua Chapa e de forma simplória procurou não chamar atenção para cumprir as normas eleitorais. O “general” Henry Clay junta seu grupo na frente do seu escritório e sai pelas ruas da cidade atrapalhando o trânsito. Monta um palco na frente da sede da OAB/SE e com faixas e cartazes entra na Ordem. Nem o sala do presidente Carlos Augusto foi poupada com preguinhas e cartazes colados. Dá um discurso inflamado em um palco armado à frente da Ordem e assim desrespeita as normas eleitorais. Emanoel Cacho quase não consegue registrar a chapa, pois o grupo de HC o despreza na frente da Ordem. Assim três Chapas disputam a eleição.

15/11/2015 – Alguns jornalista mostram em seu texto que a continuidade em cargos não deve ocorrer. Inclusive relatam que o próprio César Brito não quis ir para a reeleição condenando assim a terceiro mandado de Clay.

Henry Clay chega pela terceira vez à presidência da Ordem.

16/11/2015 – Um texto publicado na Coluna DATA VENIA sobre o aluguel de um avião para uma Convenção da OAB/SE pelo candidato Henri Clay causa polêmica entre a classe e vira tese de discursões nos debates de rádio e televisão. HC se vê reprimido e muda a tática de atacar e começa a ser mais respeitoso com os adversários.

29/11/2015 – Henry Clay ganha as eleições com uma porcentagem muito pequena e não representa a maioria dos advogados, pois mais de 50% não votaram nele. Voltamos a realidade.

06/12/2015 – O desembargador Cesário Siqueira Neto, presidente do TRE/SE, desabafa no seu voto em relação ao deputado federal Adelson Barreto cintando Abranhan Lincoln e a política sergipana entende que é preciso mudar os conceitos do voto.

13/12/2015 – Poucos advogados foram às urnas para eleger os seis primeiros à vaga do Quinto do TRT. A advogada Valmiris Costa de Sousa escreve um artigo sobre A Categoria dos Bancários.

Casário Siqueira desabafa em seu voto sobre o caso das resoluções

20/12/2015 – Com 1331 votos, Tenisson Dória é o mais votado do Quinto do TRT e tem fortes chances de estar na lista tríplice. É seguido por Marcos Póvas, 1668; José Alvino, 980; Maria do Carmo, 934; Bruno Loeser, 812; e Cristiano Cabral, 746. A professora Adélia Pessoa é escolhida a primeira presidente da Academia Sergipana de Letras Jurídicas.

27/12/2015 – A Coluna DATA VÊNIA escolhe 10 Figuras de Destaques de 2015, entre elas Clóvis Barbosa, Fernando Escrivani, Sílvia Fontes Caldas, Daniela Garcia, Roseline Morais, Chico Dantas, Cesário Siqueira Neto, Rômulo Almeida, Adélia Pessoa e Henru Clay. O desembargador Roberto Porto afasta de suas funções os deputados estaduais Augusto Bezerra e Paulinho das Varzinhas.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais