Rogério já assusta voo de brigadeiro de Maria

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Nos últimos dias o foco principal dos bastidores da política de Sergipe é a disputa pela única vaga em jogo para o Senado Federal, no caso, a da atual senadora Maria do Carmo (DEM).

Fala-se nos bastidores que Maria, depois de dois mandatos, desejava passar a “batuta” para outro, mas a direção nacional entende que o nome dela, referendando pelas pesquisas é o mais fácil para uma reeleição tranquila. Maria foi eleita senadora em 1998 (51,54%), quando derrotou Jackson Barreto que tinha feito a aliança com Albano Franco. Em 2006, numa disputa acirrada no final, Maria (50,08% dos votos) venceu Zé Eduardo, quando da primeira eleição de Déda para o governo.

Antes do falecimento do governador Marcelo Déda, apenas o nome dele se aproximava nas pesquisas do nome de Maria. Com o falecimento de Déda, Maria do Carmo passou a voar no chamado “céu de brigadeiro.”

Porém, nos últimos dias, pesquisas de todos os lados (o blog tem uma tese sobre pesquisas e não mudará, por isso não publica percentuais), ou seja, da situação e da oposição, mostram um crescimento da candidatura de Rogério Carvalho. Por isso ele voltou a ser alvo dos adversários, algo normal numa disputa eleitoral.

Prioridade do PT Nacional – O certo é que Rogério Carvalho conseguiu que o nome dele fosse inserido como prioridade para eleição ao Senado, através do desempenho parlamentar, sobretudo do programa Mais Médicos, do qual foi relator do projeto.

O PT Nacional montará uma estrutura de marketing de primeira. E eleger um senador no Nordeste é bem mais barato do que um no Sul do país.

Se Rogério conseguirá chegar ao Senado a maioria do eleitorado vai decidir, mas que o céu de brigadeiro da senadora Maria começou a enfrentar uma turbulência com nuvens carregadas, é a pura verdade.

Essas são as razões porque João, Machado e do próprio sistema de Edvan Amorim, voltaram as baterias para Rogério Carvalho.

A disputa para o Senado será tão acirrada como a disputa para o governo.

Ao saber da prioridade nacional do PT em SE, DEM pode fazer o mesmo
Ninguém duvide que a cúpula nacional do DEM ao saber que o PT priorizou a candidatura ao Senado de Rogério Carvalho em Sergipe, também comece a estruturar a campanha da senadora Maria do Carmo. A própria senadora, que ainda não anunciou que é candidata à reeleição, pode antecipar a decisão.

Edvan encontra adversário à altura
Também nos bastidores comenta-se que o empresário Edvan Amorim, conhecido por montar estruturas eleitorais, encontrou um adversário a altura: Rogério Carvalho. Ele vem conseguindo muitos apoios até entre as lideranças de Amorim.

Mudança na Prefeitura.
Nos próximos dias haverá mudança na direção de uma empresa municipal em Aracaju. Aguardem!

Falecimento Dona Semi
Faleceu e foi sepultada ontem, 21, em Aracaju, a senhora Semiramis Belluci Dortas, 91 anos,  conhecida como Dona Semi, mãe da advogada Ana Luiza Dorta Valadares e avó do deputado federal Valadares Filho. A solidariedade dos blog a todos os familiares.

Procuradoria Regional Eleitoral de “olho” nos programas de rádios
A Procuradoria Regional Eleitoral está preocupada com a propaganda eleitoral antecipada. O blog recebeu a informação que vem monitorando as concessões públicas, no caso as emissoras de rádios, onde alguns programas diariamente entrevistam “pré-candidatos” deixando que eles falem à vontade. Tem um “pré-candidato” que fala todo dia, principalmente no interior.

Projeto que altera o Código de Organização Judiciária
O Presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, Desembargador Cláudio Déda, entregou ontem,21, à Presidente da Assembleia Legislativa, deputada Angélica Guimarães, um projeto de lei que altera o Código de Organização Judiciária do Estado de Sergipe. As mudanças visam aprimorar os serviços da Justiça, adequando as suas estruturas, Comarcas, Varas e competências às novas realidades nas demandas judiciais no Estado.

Celeridade
“Nosso objetivo é dar celeridade aos processos, em especial àqueles que tratam de família e sucessões. Na Comarca de Aracaju, tínhamos duas Varas nessas especialidades, que com o projeto foram transformadas em sete. Assim, o andamento dos processos será muito mais rápido. Elevamos determinadas Comarcas que estavam com um número excessivo de processos em andamento. Dessa forma, também estamos atendendo a uma resolução do CNJ que prioriza o primeiro grau de jurisdição”, explicou o Presidente do TJSE.

Blog não acredita que em Sergipe tenha magistrado que não se julgue impedido
O blog foi informado ontem que um magistrado foi denunciado ao Conselho Nacional de Justiça – CNJ, porque não se julgou impedido no julgamento de um processo de uma prefeitura onde o filho é advogado. Com certeza essa denúncia não é de algum magistrado em Sergipe. Aqui é exemplo para o país e certamente os juízes são exemplos de correção.

Areia Branca: novela não acabou ontem, mas maioria quer a cassação
Não foi ontem, 21, que o pleno do TRE de Sergipe reafirmou a cassação do mandato do prefeito de Areia Branca, Agripino Andrelino e o vice. A juíza Maria Angélica França e Souza que estava analisando o embargo da sessão que cassou o mandato por 4 x 3 fez uma arguição que faltava o cd da sessão, mas a maioria do pleno reafirmou a cassação.

Areia Branca: novela não acabou ontem, mas maioria quer a cassação II
Com isso a juíza disse que tinha analisado apenas a cassação do prefeito e não a do vice também e pediu mais tempo para se manifestar. Ficou para próxima semana, mas pela sessão de hoje está clara a decisão da maioria da cassação de Agripino sob a acusação de captação ilícita de sufrágio, conhecida como compra de votos, conduta vedada e abuso do poder econômico nas eleições municipais de 2012.

Cargos comissionados
Será votado na sessão desta quinta-feira, 22,  na Câmara do município de Aparecida um projeto de Lei do Executivo que prevê a criação de quase 140 novos cargos em comissão (cc’s). A iniciativa tem causado revolta da população que começa a se mobilizar para pressionar os vereadores a não aprovar o projeto. Além de asfixiar a folha de pessoal, a Prefeitura Municipal de Nossa Senhora Aparecida já ultrapassou o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Na internet, alguns moradores organizam um ato no mesmo horário da Sessão da Câmara de Vereadores, prevista para iniciar às 19h desta quinta-feira.

Senado Federal debaterá regime de trabalho nos conselhos de fiscalização profissional
Ontem, 21, a senadora Ana Rita (PT/ES) protocolou e a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal aprovou o requerimento de audiência pública para debater a transposição do regime celetista para o estatutário dos trabalhadores dos conselhos de fiscalização profissional.

Espaço
O espaço foi solicitado pelo Sindicato dos Servidores dos Conselhos e Ordens de Fiscalização Profissional nas Entidades Coligadas e Afins de Sergipe (SINDISCOSE), quando da visita da senadora capixaba a Sergipe para participar da audiência que abordou a passagem dos 50 anos do golpe militar no Brasil, promovida pela deputada estadual Ana Lúcia (PT) no mês passado.

Expectativa do SINDISCOSE
A expectativa do sindicato é de que o tema seja amplamente discutido e definitivamente solucionado. A audiência, prevista para ocorrer no mês de junho, pretende contar com a presença de representantes da Procuradoria Geral da República, da Advocacia Geral da União, do Tribunal de Contas da União, do Fórum dos Conselhos Federais de Profissões Regulamentadas e do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Programação do Forró Caju 2014
Hoje , 22, a Prefeitura de Aracaju divulga a programação completa de atrações do Forró Caju 2014. A divulgação vai acontecer no Restaurante Cariri e contará com um café da manhã para a imprensa a partir das 7h30.
Entre os artistas já confirmados estão Aviões do Forró, Garota Safada, César Menotti e Fabiano, Calcinha Preta, Limão com Mel e Lucy Alves, uma revelação no forró nordestino, que foi finalista do programa The Voice, exibido pela Rede Globo no ano passado. Ao total, serão mais de 30 atrações nacionais e aproximadamente 130 atrações locais. O Forró Caju acontece do dia 18 a 29 de junho e será na Praça dos Mercados Centrais

Academia
Deu na coluna do jornalista Diogenes Brayner, ontem, 21, no Correio de Sergipe: Há um grupo de oposição ao presidente da Academia Sergipana de Letras, imortal José Anderson Nascimento. Parte dos intelectuais está insatisfeita. Albano deve ser eleito em meio à crise.

A insatisfação vem aumentando
Dois “imortais” conversaram com o titular deste espaço. Acharam “pesado” a ideia da candidatura de Candelária, mas concordam que o sentido principal da Academia Sergipana de Letras vem sendo deixado de lado nos últimos anos. Muitos que entraram não tem o vigor intelectual e a bagagem dos “imortais” anteriores. Alguns tem livros sem sentido, uma produção cultural pífia para o nome da Academia.

Reforma da catedral junto ao BN
O governador Jackson Barreto continua empenhado na busca por recursos para as obras de reforma e restauração da Catedral Metropolitana de Aracaju. O prédio já se encontra em reforma e a primeira etapa dos serviços está orçada em R$ 4,5 milhões.  Na terça, 20, durante visita do presidente do Banco do Nordeste, Nelson Antônio de Souza, Jackson solicitou o apoio da Instituição e apresentou um catálogo do projeto de reforma da Catedral.

Devoto
Em conversa informal, o governador identificou que o presidente do banco também é devoto de Nossa Senhora da Conceição. Em setembro de 2012, o Governo do Estado, através do Banese, doou R$1 milhão para a obra de restauração do prédio. Desde então, Jackson Barreto soma-se à Arquidiocese na captação de recursos para a conclusão da reforma.

Audiência
Na última terça-feira, 20, o senador Eduardo Amorim (PSC) presidiu audiência pública com os presidentes das empresas de telecomunicações onde foi discutida a baixa qualidade dos serviços de telefonia móvel no País. Estiveram presentes os presidentes da TIM, da Vivo e da Claro, além de deputados estaduais e a promotora Euza Missano. O senador reclamou dos baixos serviços de telefonia móvel e destacou a falta de cobertura no interior do Brasil. "É lamentável que a cobertura não seja ampla no interior. Que os serviços sejam bons durante a Copa e após, temos que ganhar esse legado", solicitou Eduardo.

Compromisso reafirmado
Reunião da Liderança – Após a Comissão Geral para debater as 30 Horas para a Enfermagem, representantes do Movimento 30 Horas estiveram reunidos com André Moura e reafirmaram o compromisso de terem o líder como interlocutor oficial da luta pela redução da jornada de trabalho da classe nas negociações junto ao Governo Federal, inclusive determinando as diretrizes das ações. A deputada estadual Goretti Reis, participou da reunião.

Carnalita: projeto vai para segunda votação hoje em Capela
A Câmara de Capela coloca em segunda votação hoje, 22, o projeto carnalita.Na sessão de ontem, os professores Jailson Correia, irmão do vereador de oposição, Júnior de Correia, Edilvan e Eduardo, liberaram alunos das aulas para que eles fossem vaiar  os vereadores da situação, favoráveis ao projeto. Primeira votação teve 9 votos a favor e 4 contra.

Texto contempla anseios da população
Vereadores que se posicionaram a favor, acreditam que o contexto do PL encaminhado pela prefeitura, atende os anseios da população capelense, e temem que a Empresa Vale não se interesse mais pela exploração do minério. "A questão aqui está sendo do quanto pior melhor", disse Alexsandro Nascimento, ao ressaltar que o interesse da oposição é prejudicar ainda administração de Ezequiel Leite, que continua praticamente engessada por conta das irresponsabilidades do ex gestor do município.

Entendimento entre Governo do Estado e servidores do SAMU
Através da tribuna da Câmara de Aracaju, o vereador Max Prejuízo apelou para o bom senso entre governo e grevistas do SAMU.  “Esta crise no estado somente o diálogo vai resolver. Não existe algo tão angustiante para um cidadão como estar acidentado, em estado grave, e passar quarenta minutos esperando um socorro”, disse.

Sensibilidade
O vereador frisa que a falta de entendimento prejudica de forma imensurável a população e pede sensibilidade ao Governo. “São 60 dias de greve e as negociações não avançam. Algumas outras categorias têm conseguido o diálogo, mas o SAMU precisa ser priorizado. O Governo precisa dar uma resposta à sociedade, e essa resposta é o entendimento com os servidores, dando melhores condições de trabalho”, disse Max Prejuízo.

Conselheiro do Banco Mundial fará palestra em Almoço da ACESE
A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe – Acese convida mais um profissional de projeção e influência no cenário econômico nacional para seu Almoço com Negócios, que acontece no próximo dia 23, no Radisson Hotel, bairro Atalaia. Na terceira edição do encontro que reúne empresários sergipanos em torno de um debate sobre a situação e o desenvolvimento da área no Estado e no país, o palestrante é Conselheiro Sênior no Banco Mundial, o sergipano Otaviano Canuto. O tema do encontro é "O que está amarrando a economia brasileira?".

Mais de 80 pequenas empresas inscritas na Rodada de Negócios
O numero de empresas ofertantes inscritas na “Rodada de Negócios Multissetorial de Sergipe – Nacional e Internacional” superou a expectativa da organização. O evento contará com a participação de 87 empreendimentos, entre micro e pequenas empresas e empreendedores individuais, que terão oportunidade de sentar a mesa com representantes de 12 empresas ancoras. A Rodada acontece no CIC, das 8h às 18h.

Ramo
Segundo Lauro Vasconcelos, superintendente do Sebrae, os pequenos negócios inscritos são do ramo de consultoria, representação, aço, turismo, transporte, engenharia, alimentação, informática, saúde, confecção, livraria, limpeza, metais, ferragens, educação, material de construção, entre outros. “São empreendedores que estão aproveitando a oportunidade para manter contato com grandes empresas, interessados em abrir mercado”, destaca.

Oportunidades
As empresas ofertantes  terão oportunidade de negociar com grandes empreendimentos dos setores de móveis, bebidas, madeiras, alimentos, cerâmica, construção civil. “Como os encontros são agendados previamente, as duas partes já demonstraram interesse em negociar. Isso otimiza tempo e potencializa a realização de parcerias comerciais”, explica a gerente do Sebrae, Ana Teresa.

Destaque
Outro ponto interessante que merece destaque é a participação de três empresas exportadoras. “Elas estarão atendendo empreendimentos que tiverem interesse de atuar no mercado internacional ou ampliar seus contatos no exterior. Será um excelente momento para prospectar marcado”, alerta Ana Teresa.Mais informações na Unidade de Soluções Empresariais do Sebrae, email http://mercado@se.sebrae.com.br   , telefones, 2106-7721 e 2106-7752. Realização Sebrae, Governo de Sergipe, Codise, FIES, IEL e ApexBrasil.

Seminário discutirá o papel do MPT e das entidades sindicais
O Ministério Público do Trabalho em Sergipe e as centrais sindicais realizam  hoje,22, o Seminário sobre O Papel do MPT e das Entidades Sindicais na Defesa da Liberdade Sindical. O evento é gratuito e será realizado a partir das 18 h, no auditório do MPT-SE, localizado na Avenida Desembargador Maynard, 72, Cirurgia.

Tema
O procurador do Trabalho e representante da Coordenadoria Nacional de Promoção da Liberdade Sindical, Carlos Augusto Sampaio Solar, abordará o tema "O MPT e a promoção da liberdade sindical", a partir das 19 h. O advogado Cezar Britto palestrará, às 20 h, a respeito do “Papel dos sindicatos na defesa da liberdade sindical”.

Seis centrais
O assunto será debatido, a partir das 20h45, com dirigentes de seis centrais sindicais que atuam em Sergipe (UGT, CUT, CTB, Conlutas, Força Sindical e Nova Central) e integrantes do MPT-SE.  Na ocasião, haverá o lançamento da Cartilha de Direito Sindical, produzida pelo Ministério Público do Trabalho com a participação das entidades sindicais.

Visitam obra da Norcon Rossi
Na última quarta-feira (14), alunos do 3º período do curso de engenharia civil da Universidade Tiradentes visitaram o canteiro de obras do Jardins de Londres, empreendimento em construção na área nobre do Jardim Europa, no bairro Jardins. Acompanhados por colaboradores da construtora e pelo professor Daniel Andrade, que leciona a disciplina de Práticas de Pesquisa na Área de Engenhara, a vivência e o aprendizado foram bem aproveitados pelos estudantes. “É importantíssimo  este intercâmbio entre Construtora e Universidade pelo fato de poder proporcionar aos alunos essa vivência prática de um canteiro de obras além, de tirar dúvidas dos alunos referente a construção e principalmente, da engenharia civil”, comenta o professor Daniel.

Semana de muito agito na Êxito!
Com os trabalhos a todo vapor, a Êxito emplaca uma semana de empenho e muita dedicação, onde suar a camisa é fundamental para garantir a satisfação dos clientes que confiaram na credibilidade de quem já possui mais de 15 anos dedicados a este segmento. Nessa semana, já foi montada a estrutura do 16º Comitê Nacional de Integração – CONAI -, além do Fórum de Regulação do Sistema Unimed, que acontece no Prodigy Beach Resort. Hoje, a equipe começa a montagem da Rodada de Negócios, encabeçada pelo Sebrae e da Feira do Empreendedor promovida pela Unit. No final de semana, todos se concentram nos preparativos do Concurso de Quadrilhas Juninas Levanta Poeira da Tv Sergipe, que esse ano tem a Êxito à frente da organização.

16º Forró do conjunto Paulo Barreto
E amanhã, 23, será realizado o 16º Forró do conjunto Paulo Barreto em Aracaju. O forró, que já é uma tradição, é realizado na praça Horácio Martins e tem a organização de Carlinhos da Ladeira. A atração este ano é Vavá do Acordeon.

2ª Etapa do Brasil Nordeste de Motocross deve atrair 30 mil pessoas
A cidade de Triunfo (PB) localizado na microrregião de Cajazeiras recebe, nos dias 7 e 8 de junho, a 2ª etapa do Campeonato Brasil Nordeste de Motocross. A cidade tem cerca de 9.500 habitantes e uma estimativa de público de 30 mil pessoas. “Aqui no nordeste todo mundo gosta e acompanha o Motocross. A competição será uma grande festa”, destaca o vice-presidente da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), Juvenal Alves.
   
Circuito
As disputas serão no Circuito de Motocross Dr. Chagas Feitosa. A pista terá mil metros e está recebendo alguns ajustes. Terão longas retas mescladas com mesas, duplos, triplo e costelas.A competição será realizada nos mesmos dias da tradicional festa de Triunfo, a Triunfest que este ano está na 13ª edição. O Brasil Nordeste de Motocross será a grande atração do evento.   
    
Inscrição
Os pilotos que participarão desta 2ª Etapa precisam efetuar a pré-inscrição pelo site da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) até o dia 4 de junho (quarta-feira que antecede a competição) pelo site: http://www.cbm.esp.br/sistema/proximos-eventos.php?organizador=CBM&idModalidade=13.  Após efetuar o cadastro no site, os competidores deverão efetuar o pagamento no fim de semana da prova, na secretaria que estará instalada na pista desde sexta-feira (6).

Agenda
22 de maio, quinta-feira. Hoje é o dia internacional para a biodiversidade. E também do apicultor.
Ex-chefe do FMI, Dominique Strauss-Kahn, vai processar os produtores e o diretor do filme “Bem-Vindo a Nova York”, no qual um viciado em sexo abusa de uma funcionária de um hotel. Foto de capa da revista VOGUE Espanha traz o craque Cristiano Ronaldo e sua namorada. Granizo foi a maior atração na Virada Cultural de São Paulo. Paulistanos sofreram bastante nos últimos dois dias, com uma tremenda crise no transporte coletivo. O governo federal elevou juros para financiamento da próxima safra agrícola. O Brasil perde força na luta contra os Estados Unidos na OMC – Organização Mundial do Comércio. Shows da Broadway são isca para atrair mais brasileiros a Nova York. Fusões e aquisições recuam no setor de mineração. O mundo vai voltar a ter déficit de açúcar.

Curtas
STJ DECIDE A FAVOR DE POUPADORES EM JULGAMENTO SOBRE PLANOS ECONÔMICOS. /// BANCO CLANDESTINO OPEROU CAIXA 2 EM MATO GROSSO, APONTA INQUÉRITO DA POLÍCIA FEDERAL. /// TSE SUSPENDE PROPAGANDA DO PT SOBRE “FANTASMAS DO PASSADO”. /// POR ROMPER ACORDO, DOLEIRO YUSSEF TEM NOVA PRISÃO PREVENTIVA. /// DILMA: “RIQUEZA NO BRASIL CRESCE PARA POBRES E RICOS. /// NEGROS OCUPAM METADE DAS BOLSAS DO PROUNI. /// PSB DESTITUI DA CCJ DEPUTADO QUE OFENDEU XUXA. 

ESPORTE  – O  ESPAÇO DO ALCEU –  por Alceu Monteiro

Seleção da Grécia
Dois atletas que estavam no mundial da África do Sul ficaram de fora da lista final da Grécia para a Copa no Brasil. O goleiro Tzorvas, do Apollon Smyrnis, e o zagueiro Papadopoulos, do Olympiakos. Desse modo, os gregos virão ao torneio com nove atletas que jogaram a edição de 2010. A lista completa: Goleiros – O. Karnezis, Glycos e Kapino – Laterais – Maniatis, Vyntra, Torosidis e Holebas – Zagueiros – Manolas, Moras, Tzavellas e Papastathopoulos – Meias – Tzolis, Samaris, Katsouranis, Karagounis, Tachtsidis, Fetfatzidis, Christodoulopoulos e Kone – Atacantes – Salpingidis, Samaras, Mitroglou, e Gekas. O capitão da equipe é Karagounis, 37 anos, remanescente do time que conquistou a Eurocopa de 2004. O craque da equipe é Kostas Mitroglou, que recentemente trocou o Olympiakos pelo Fulham, da Inglaterra. A maior conquista da Grécia, cujo atual técnico é o português Fernando Santos, foi a Eurocopa (Campeonato Europeu de Seleções), em 2004, quando derrotou, na final, a seleção de Portugal.

Café com a presidente
A presidente Dilma Rousseff agendou uma reunião com o Bom Senso Futebol Clube para a próxima segunda-feira, 26 de maio. No encontro, deverão ser debatidas mudanças no calendário do futebol brasileiro e na gestão do esporte propostas pelo movimento. A aproximação de Dilma com o Bom Senso vai na contramão de sua relação com a CBF, cuja cúpula nunca foi recebida pela presidente.

Crônica esportiva
Na semana passada, Dilma recebeu 10 dos principais cronistas esportivos do Brasil, com os quais obteve informações preciosas sobre o futebol e o esporte em geral.

Confiança e Socorrense
Os dois finalistas do campeonato sergipano intensificam seus treinamentos visando à primeira partida decisiva, no próximo domingo.

Para o Confiança, não
Afirmando que não é demagogo, nem hipócrita, o presidente do Sergipe, Reinaldo Moura, declarou que o Sergipe não vai liberar jogadores para o Confiança. Se fosse o contrário, seria a mesma coisa, disse o presidente rubro.

PELO TWITTER

www.twitter.com/tio_lillo  Engraçado os partidos que apontam os erros dos outros? Como se a politica fosse estéril, livre de escândalos! Cada um com a sua corrupção!

www.twitter.com/epgranelli  Quem quer comer o mel não espanta a colmeia. O deputado Chiquinho Gualberto (PT) esqueceu o ditado popular ao criticar o João Alves.

www.twitter.com/palmeriodoria  Os fantasmas se divertem com a proibição do comercial Os Fantasmas do Passado.

www.twitter.com/AndersonJPT  Tudo é uma questão de OPORTUNIDADE… Não deixe passar, ela não volta e pode nunca aparecer novamente…

www.twitter.com/jose_simao  Na Copa dos Estados Unidos fiquei 8h no aeroporto de Dallas. Supervisora do aeroporto: "Perdemos o controle, se virem"

www.twitter.com/genilsonbarbos1  Cada pessoa tem seus objetivos e sonhos chega uma hora que cada um tem que tomar seus destinos e viver, ir em busca dos seus sonhos.

DO LEITOR

SIMTV: assinante sem sinal há cinco dias
Do leitor Paulo César: “Pedimos sua ajuda para publicar a denuncia contra a empresa SIMTV.   Estou sem sinal faz 05 dias.   O número 10603 nãoador funciona, quando atendem, o técnico se encontra em Belo Horizonte ou Salvador, que ao atender diz não poder fazer nada, apenas agendando um técnico local para o dia seguinte, o que em regra não aparece.   Escrevi para a Ouvidoria e eles não respondem, é um verdadeiro massacre contra os assinantes.”

ARTIGO

Justiça desportiva sergipana na contramão por Carlos Nascimento

No final do último Campeonato Brasileiro da Série  A de Futebol, Flamengo e Portuguesa foram punidos com a perda de pontos por escalação irregular  de jogador, foi um tremendo rebuliço, pois esta situação salvou o Fluminense do rebaixamento, e ainda que mero fruto da aplicação dos regulamentos taxou-se de manobra de time grande contra pequeno.

Aqui em terras sergipanas, onde o futebol é fora de série, na quarta-feira (15/05) anterior ao jogo Sergipe X Socorrense, que decidiria uma vaga na final do campeonato de futebol de 2014, no Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Sergipana de Futebol (TJD-FSF) coincidentemente estava na pauta de julgamento um atleta do Sergipe (Rafael) e dois da Socorrense (Binho e Denisson), representado por um advogado o Sergipe conseguiu retirar da pauta o julgamento de seu atleta, porém sem a devida assistência jurídica a Socorrense teve os seus atletas punidos com suspensão, Binho por quatro jogos, e Denisson por dois jogos. Foi o suficiente para que algumas pessoas, inclusive da imprensa, taxassem de manobra para beneficiar o Sergipe, esquecendo que faltou um defensor para os atletas punidos.

No domingo, dia do jogo, todos ficam sabendo que os atletas da Socorrense havia sido liberado graças a uma liminar com efeito suspensivo, e louvavam o trabalho de bastidores para consegui-la. Ninguém buscou saber a legalidade das medidas conseguidas. Parte por desconhecimento da legislação desportiva, parte porque acreditava que o Sergipe não perderia a classificação para a final. Porém o fato é que as liminares foram concedidas violando vários dispositivos, do Regimento Interno do próprio TJD à Lei Pelé, passando pelo Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), assim como o Sergipe perdeu o jogo.

Quem se der ao trabalho de ler a petição do Defensor Dativo dos atletas socorrenses verá que ele não dá a base legal para a concessão do efeito suspensivo, apenas cita que o caso preenche os requisitos do pedido liminar. E por qual razão assim o fez? Simples porque se o fizesse declararia que no caso de Denisson ele não teria direito ao benefício, pois o efeito suspensivo somente pode ser concedido ao atleta punido com mais de dois jogos pois assim expressa o CBJD Art 147-B O recurso voluntario será recebido no efeito suspensivo nos seguintes casos: I – quando a penalidade imposta pela decisão recorrida exceder o número de partidas ou o prazo definidos em lei, e desde que requerido pelo punido. A Lei a que se refere o Código é a Lei Pelé (nº. 9615, de 24.03.1998), que assim, diz “Art. 53 (…) § 3º. Das decisões da Comissão Disciplinar caberá recurso ao Tribunal de Justiça Desportiva (…) nas hipóteses previstas nos respectivas Códigos da Justiça Desportiva.” § 4°. O recurso a que se refere o § 3º será recebido e processado com efeito suspensivo quando a penalidade exceder de duas (2) partidas consecutivas (…)”

Já no caso do atleta Binho o recurso poderia ser recepcionado e o efeito suspensivo concedido, porém somente teria validade após cumpridos dois jogos de suspensão, uma vez que o CBJD no art 147-B diz no § 1º – “O efeito suspensivo a que se refere o inciso I apenas suspende a eficácia da penalidade naquilo que exceder o número de partidas ou o prazo mencionados no inciso I”. Assim o atleta teria que ter cumprido a suspensão automática e mais outra na partida após o julgamento, contra o Sergipe, na qual entrou em campo por força da liminar irregular. Sendo assim a sua atuação irregular é clara, pois resulta de um equívoco do departamento jurídico  da Socorrense, que não atentou que a norma determina que o efeito suspensivo somente tem validade para aquelas partidas que excedem a duas .

Bastaria os relatores consultarem os arquivos do próprio TJD-FSF para ver que no ano passado no processo 09/2013 o atleta do Sergipe, foi suspenso por quatro partidas porém a liminar com efeito suspensivo somente alcançou duas partidas.

O fato é que o TJD-FSF abriu um precedente contra si próprio pois a partir de agora seus julgamentos não terão validade e qualquer atleta passará a, baseado nestas decisões, também exigir tratamento igual. Do mesmo modo o Clube que escalar um atleta irregular poderá contestar a perda de pontos baseado no fato que a Socorrense, com a vênia do TJD-FSF e da própria Federação um atleta que, se obedecido o CBJD, não deveria estar jogando no domingo passado, pois devemos atentar que a liminar não pode ultrapassar os limites do que estabelece o CBJD.

De resto fica a interrogação, se isto ocorresse com outro clube o comportamento seria o mesmo?

ARTIGO

Erthos Albino de Souza, poeta visual  por Gilfrancisco*

Para Dalila Machado

Conheci o poeta Erthos Albino de Souza nos anos 70 na Livraria Literarte, que ficava na Av. Sete de Setembro, 750, Galeria do edifício Santo Amaro, loja 11 de propriedade de Getúlio Santana, experiente vendedor de livros, havia trabalhado em todas as livrarias da capital baiana, ex-juiz classista e hoje proprietário do restaurante Extudo. A livraria era um celeiro de intelectuais jovens e da velha guarda, em frente estava a Graúna de Eduardo Sarno, o melhor Sebo na cidade. A Literarte chegou a publicar algumas plaquetas como Perfil e Sobrenome, Edilene Matos, col. Hipocampo, 1978 e Me Segura qu’eu vou dar um traço, Nildão, edição Literarte/Global, 1980. A Literarte era ponto obrigatório da intelectualidade soteropolitana, todos visitavam diariamente, não para comprar livros, mas para papear, saber das novidades, para ouvir as piadas indecentes do poeta da cavalaria, Carlos Sampaio ou com sorte encontrar o contista do coelho azul de Jaboatão, Altamirando Borges Camacam e ouvir Rimbaud num bom francês.

Tudo começou por causas das pesquisas que desenvolvíamos paralelamente sobre o poeta simbolista baiano Pedro Kilkerry (1885-1917), eu havia conseguido a certidão de óbito em que confirmava ter ele nascido em Salvador e outros documentos. Foi um grande achado, porque em seguida o cartório que ficava na Ladeira da Poeira foi incendiado. Todo o material por mim localizado na época sobre Kilkerry para a 2ª edição (1985), não pode ser incluído em virtude da edição da Brasiliense encontrar-se em sua fase final de impressão, mas todo esse material de pesquisa anterior a 1985 e outros posteriormente localizados durante a continuação das pesquisas, foram remetidos a Augusto de Campos, para inclusão numa próxima edição.

Fizemos uma boa amizade e passei a freqüentar suas duas moradias, tinha o cuidado de telefonar antes para saber em quais dos dois apartamentos se encontrava e se podia me receber.  Um apartamento ficava no bairro da Barra no Edifício. Marques de Pombal e sua outra residência no bairro da Pituba, próximo ao Supermercado Paes Mendonça. Em ambos os apartamentos estavam abarrotados de livros, revistas, discos, pastas cheias de recortes de periódicos e filmes. Em nossos encontros discutíamos sobre música, literatura, mostrava as novidades adquiridas além das dissertações e teses recebidas de vários professores universitários as quais havia colaborado com alguma informação ou no fornecimento de material. Ele me dava muitas dicas para as pesquisas, inclusive na ajuda sobre Sosígenes Costa, livro que publiquei em 2001 pela Fundação Cidade de Ilhéus, na gestão de Hélio Pólvora.

Homem afável e acolhedor, Erthos estava sempre atendendo as solicitações dos acadêmicos, era um colecionador, tinha recursos financeiros para adquirir qualquer livro raro que se encontrasse em catálogo ou não. Tinha todas as edições dos Sertões, todas as edições dos livros de Guimarães Rosa, todas as edições de Sousândrade, além dos livros dos irmãos Campos. As revistas Modernistas tinham todas: Novíssima; A Revista; Estética; Klaxon; Festa; Verde; Leite Crioulo, Antropofágica; sem falar nas baianas, Samba; Arco-Flexa; Seiva; Cadernos da Bahia. Não se negava a fornecer material, sempre tirava cópia xerox do que fosse solicitado. Algumas dessas revistas hoje em meu poder foram doadas por sua irmã.

Dessa amizade que se fortalecia com o passar dos anos, os constantes encontros em eventos: lançamentos, shows e telefonemas em que discutíamos sobre literatura: Kilkerry, Sosígenes Costa, Sousândrade, Maiakóvski, Augusto e Haroldo de Campos, Boris Schnaiderman e outros. Erthos tinha muitos amigos no Sul do país e hospedava-os quando em visita à Salvador. Em sua residência, conheci vários dos seus amigos, entre eles Arnaldo Antunes, Paulo Leminski e Carlos Àvila.

Erthos vivia entre os milhares de livros que lhe põem em contato com o mundo, com a morte, com a vida. Estava sempre cercado por gatos angorás e siameses, confinados à área do apartamento. O cheiro forte de urina dos animais não me permite demorar por muito tempo no ambiente. Eu tinha medo dos gatos, eram grandes, peludos, caudas longas, olhos azulados outros esverdeados, houve época em que tinha mais de quatro e ficavam inquietos no sofá ou entre as pernas dos inocentes visitantes. Eu tremia em ver aquela língua áspera me lambendo, mordendo os cadarços dos tênis, aquelas unhas retráteis, aquela habilidade em saltar, trepar,  espreitar sua presa. Ele retirava os animais, mas retornavam sempre, determinados a me assustar. Não sei por que os poetas têm tanta adoração por felinos: Ezra Pound, Haroldo de Campos, Guimarães Rosa, Nelson Ascher, Antonio Carlos Viana e tantos outros. Jantamos algumas vezes juntos, mas eu morria de medo, com os felinos subindo à mesa desfilando entre pratos, copos e xícaras. Meu coração andava a mil.. de A/Z.

Apesar de ser uma pessoa reservada, educada, atenciosa e de pouca fala, Erthos sempre atendeu a todos os que procuravam, fornecendo inclusive suas primeiras edições raríssimas para publicação de edição fac-similar e cópias de textos raros para professores ou pesquisadores de todo o país. Quando a professora da Universidade Federal da Bahia e da Universidade Católica do Salvador Ìvia Iracema Duarte Alves preparava a sua tese de doutorado sobre Eugênio Gomes, publicada em 2007 com o título de Visões de Espelhos – o percurso da crítica de Eugênio Gomes, pela Assembléia Legislativa do Estado da Bahia/Academia de Letras da Bahia, fui eu quem a levou à casa de Erthos Albino, recebendo dele alguns exemplares em duplicatas de livros de Eugênio Gomes. Em dedicatória ela registra: ”Gil. Este livro também você/ participou. Se não tivesse você e Erthos provavelmente/ não seria tão alentado/com um abraço.”

Sua redescoberta do poeta Pedro Kilkerry, contributo maior para a história da literatura baiana, in Revisão de Kilkerry (1970), Augusto de Campos, Fundo Estadual de Cultura – São Paulo, reeditado (1985), 2ª edição revista e aumentada pela Editora Brasiliense, com uma bibliografia sobre Kilkerry, organizada por ele, permitindo que novos estudos sobre o poeta simbolista fossem realizados. O pioneirismo na computação gráfica do engenheiro Erthos Albino de Souza, presente na edição Mallarmé, Augusto e Haroldo de Campos e Decio Pignatari, 1974, Editora Perspectiva, com as variações gráficas que integram seu poema Le tombeau de Mallarmé. Foi ele que financiou a edição Re/Visão de Sousandrade, Textos críticos, Antologia, Glossário, Biobibliografia, com a colaboração especial de Luiz Costa Lima e Erthos Albino, São Paulo, Ed. Invenção, 1964. Erthos foi quem mais colaborou para a reabilitação do poeta Sousândrade fornecendo aos irmãos Campos as edições originais editadas em Londres, além da crescente fortuna crítica de Sousândrade organizada por ele e incluída no livro Revisão de Sousândrade a partir da 2ª edição, de 1982, Editora Nova Fronteira. Erthos
Também participa do levantamento bibliográfico/pesquisa de textos do livro Pagu:vida-obra (Patrícia Galvão), Augusto de Campos, Editora Brasiliense, 1982, figura lendária mas ainda escassamente conhecida. Foi ainda o responsável pela manutenção da Revista Código, publicação independente surgida nos anos 70, totalizando 12 números, 1974/1990. Também publicou pela Editora Código 20 Poemas de Cummings (1990), traduzidos por Carlos Loria e Casa Clara (1991), livro de poesia do mesmo tradutor.

Quando Erthos Albino de Souza ficou doente eu já estava residindo em Aracaju, mas fiz duas ou três visitas em 1997/1998, época em que cursava o mestrado na UFBA. Logo que soube que ele havia sido diagnosticado com o Mal de Alzheime, fui visitá-lo. A doença é terrível (demência pré senil que se manifesta por volta dos 50 anos e se caracteriza por uma deterioração intelectual profunda), mas sua empregada que trabalhava com ele há muitos anos, não comunicou a família aos parentes que moravam em Minas Gerais nem à sua irmã que vivia nos Estados Unidos da América do Norte. A doença é degenerativa, mas no inicio pode ser controlada, mas segundo sua irmã só tomou conhecimento tempos depois, quando já estava num estágio avançado.

Quando estive com ele pela última vez, não falava nem ouvia, ficava estático com um olhar profundo, perdido na sua imensa escuridão, fixo que ninguém consegue esquecer, como que buscasse o segredo dos azuis. Sentado no sofá da sala, tentava falar, mas nada… o que saia era um som inaudível. O corpo tremia, agitava-se. Sua irmã e uma enfermeira acompanhante tentavam colocar em sua boca um medicamento, que conseguiram depois de sucessivas investidas. Devido a sua vida discreta a irmã não sabia nada da sua vida privada, nem mesmo que ele era homossexual. Nunca desconfiaram dos reais motivos que o levaram a vir para Salvador. Durante a conversa que mantivemos por alguns dias, ela perguntou pelos amigos que haviam sumidos, deixaram de telefonar. – Disse-lhe que eram poucos. Ela estava completamente atônita, tinha que resolver os problemas e tencionava levá-lo para Minas Gerais, a fim de ficar próximos aos familiares, em seguida retornar para os Estados Unidos.

Combinamos um novo encontro para no dia seguinte irmos até o apartamento da Barra, porque ela continuava a procura de documentos. Ao chegarmos, disse-me que Fernando da Rocha Peres havia estado com ela juntamente com José Mindlin, ambos, amigos de Erthos, pois Mindlin estava interessado na compra da Biblioteca, ofereceu um valor irrisório pela quantidade de volumes, além dos títulos raros. Ela me revelou o valor, realmente era muito baixo, muito abaixo do mercado livreiro. Não discutir  os pormenores. Nesta visita Fernando Peres levou um livro que pelo formato e data de publicação segundo ela, era coisa rara e que certamente teria um bom preço no mercado. Este volume tinha relação com a igreja. Quando ela me falou perguntado o que achava, disse-lhe que telefonasse e pedisse a devolução do volume levado. Soube depois tratar-se de uma raridade do século XV.

  Ficamos arrumando as raridades. Saparei alguns livros e revistas modernistas que tinha interesse e pedir autorização para levá-las. De repente ela remexendo num dos guarda-roupas de um dos três quartos do apartamento, localizou dezenas de revista gay (publicação estrangeira), quase desmaiou. Voltou-se pra mim e perguntou o que faço? Por que isso está aqui? Toco fogo? Retornou ao quarto e disse-me: eu não sabia que meu irmão era gay. Sentou-se e por alguns minutos ficou em silêncio. Posso assegurar que sua irmã já desconfiasse, pois quando perguntou a empregada pela amigas dele e esta nada lhe respondeu.

A princípio não quis aceitar a condição sexual do irmão e me interpelou, queria saber com quem ele vivia, se eu conhecia a pessoa, essas coisas de família… Sem alternativa passei a relatar o que realmente sabia e alguns amigos mais próximos também sabiam como Luciano Diniz (1948-2004), poeta e sociólogo, André Luys Sãntos (1960-1982) programador visual e poeta místico, pop, punk, como bem disse Antonio Risério, mas eram poucos. Disse-lhe que Erthos tinha um velho romance com um motorista de táxi que era casado, tinha filhos, mas era muito discreto, poucas vezes encontrei em seu apartamento e quando chegava alguma visita ele estava sempre de saída.

Eu sabia que Erthou o ajudava financeiramente, encontrei ambos algumas vezes nos Mares, no setor de discos do Supermercado Paes Mendonça, bem próximo do local em que trabalhava cuja sede da Petrobrás ficava na Avenida Jiquitaia, em frente à antiga fábrica da Coca Cola. Ela queria saber mais detalhes que eu desconhecia, como por exemplo: onde ele morava. Passei uns quatro dias com ela, entre os apartamentos da Barra e Pituba. Ela colocou a venda ambos os apartamentos, porque pretendia interná-lo numa Casa de Saúde apropriada em Minas. Num desses dias em que nós estávamos procurando documentos dos imóveis, talões de cheques, aplicações, cadernetas de poupança, localizamos uma procuração de Erthos para o seu companheiro receber o salário da Petrobrás e movimentar a conta bancária. Na verdade ele vinha já algum tempo recebendo seus vencimentos.

Eu estava ajudando porque ela não tinha uma pessoa para acompanhá-la nessas tarefas, era uma senhora de quase sessenta anos. Eu querendo sai da história, mas não conseguia. Testemunhei várias discussões entre ela e o ex- companheiro de Erthos. Não me recordo no momento seu nome, mas tinha cara de mocinho, ingênuo, mas era bandido, ousado, atrevido ao ponto de já estar providenciando a venda dos imóveis. Na nossa presença ele adentrou o apartamento levando consigo um provável comprador, se dizendo proprietário. Após discutirem ela pediu para que ele se retirasse e alertou o interessado pela aquisição do imóvel.

Estes incidentes ocorreram bem próximos da sua morte. Ela chegou a propor a ele um valor bastante significativo na época, mas ele queria um dos apartamentos justificando merecedor por cuidar de Erthos por todos aqueles anos, o que não era verdade. Não sei o fim da história, nem se Mindlin adquiriu a Biblioteca. Retornei à Aracaju e até hoje não tenho nenhuma notícia sobre sua irmã. Em 2004 estive com o poeta Arnaldo Antunes em Aracaju, durante uma coletiva, e aproveitamos esse reencontro para falarmos sobre o poeta Erthos estudioso da literatura, o homem prestativo, generoso, amigo, um bom camarada.

Bibliófilo, poeta e artista gráfico, Erthos utilizou a física e a matemática em sua criação poética, é um dos primeiros autores brasileiros a utilizar o computador na elaboração dos seus poemas. Sua participação no Concretismo na Bahia é tida como o maior representante, basta ver o poema geométrio Crisálida Risal (1967) e suas colaborações nas revistas: Atlas; Artéria; Polém; Qorpo Estranho; Revista da Bahia; Exu; Muda; Invenção; Código. Erthos Albino de Souza nasceu em Ubá (Minas Gerais em 1932) e faleceu em julho (Juiz de Fora em 2000). Após sua morte, sob curadoria de Augusto de Campos e André Vallias reuniram sua Poesia Visual, numa exposição: Erthos Albino de Souza – Poesia: do dáctilo ao digito, Instituto Moreira Salles – IMS – RJ. Na mostra estão reunidos trabalhos desde os primeiros poemas gráficos feitos com máquina de escrever (década de 60), até as impressões em computador (cartões perfurados), anos 70.

*Jornalista, professor universitário, diretor do Deptº de Imprensa da ASI, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe e do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia. E-mail: http://gilfrancisco.santos@gmail.com

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun  

Frase do Dia
"Temos que criar um mundo em que não há, estrangeiros hostis desconhecidos do outro lado. Vai ser um trabalho árduo. A única força que pode quebrar as barreiras é o poder do amor, o poder da verdade, a força de alma. "

Betty Williams, política e ativista norte-irlandesa, ganhadora do prêmio Nobel da Paz de 1976, nasceu em 22 de Maio de 1943.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários