SE: R$ 1 bilhão em investimentos

0

Este jornalista recebeu um exemplar da revista “Sergipe: Um Estado de Grandes Oportunidades”, editada em inglês e português pelo Governo do Estado que mostra as potencialidades existentes em Sergipe e é direcionada aos investidores de todo país e do exterior, nas feiras que o Estado participa.

Não é a primeira vez que o Governo do Estado publica esta revista. Vários governos já fizeram, mas existe hoje um diferencial na área, que é comentado nos bastidores por vários empresários. Nunca se viu um Governo dar condições de instalação para o empresário em Sergipe sem pedir nada em troca. Isto mesmo: nada em troca.

A antiga Secretaria da Indústria e Comércio – transformada neste governo na pasta do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia – foi por vários anos seguidos objeto de barganha política dos aliados. Grande parte do tempo passou nas mãos do PMDB e, verdade tem que ser tida, nos últimos anos a falta de um projeto concreto contribuiu para a inércia nos investimentos de fora no Estado.

Aliás, algo precisa ser tido também que já foi denunciado neste espaço. Os benefícios e s financiamentos aprovados para alguns empreendimentos que só começaram a ser construídos após a denúncia neste blog. Sem falar em dezenas de contratos que foram rescindidos no início deste governo, privilegiando diversos empresários “amigos” que não tinham o menor interesse em investir no Estado.

Na revista, o governador faz a apresentação ressaltando que Sergipe é um ótimo destino também para se investir. Lembra que o momento é favorável para investir no Nordeste e mostra os indicadores e a pujança de Sergipe que o credenciam como opção ainda mais atraente. Cita que o PIB per capita é de R$ 6.821,00, o maior da região, bem acima da média regional que é de R$ 5.284,00. Ressalta também que a formação do PIB (54% da indústria, 39% dos serviços e 7% da agropecuária) comprova o caráter industrial da economia sergipana, com um a indústria de transformação diversificada. Os indicadores sociais dão a Sergipe o primeiro lugar em qualidade de vida da região Nordeste. A revista mostra detalhadamente todas as áreas de produção e de investimento, além do planejamento e a gestão para o desenvolvimento do atual governo para o Estado, através dos oito territórios regionais e o Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial.

Neste governo, desde o ano passado, foram incentivados 74 empreendimentos. Destes, 6 já foram implantados, 35 estão em implantação e 22 em análise. O mais importante é que estes investimentos não se concentram apenas na região metropolitana, mas estão espalhados em todo o Estado, beneficiando cerca de 30 municípios. Investimentos na ordem de mais de R$ 1 bilhão ao todo que em sua fase final propiciarão cerca de 12 mil empregos diretos e milhares indiretos. Isso vale muito e independente de cor partidária, todos torcem para que Sergipe cresça e seja também um referencial de desenvolvimento para o país como já é em outras áreas. 

João: indefinição é ruim para ele
Hoje, 10, se o leitor perguntar se João Alves será candidato este jornalista não vacilaria: não! Até o último domingo este jornalista tinha a certeza que o ex-governador não fugiria da disputa, mas a indefinição e o cancelamento da coletiva ontem dá a certeza que ele não tem vontade para disputar a campanha em Aracaju. Prefere esperar o processo eleitoral de 2010.

Solução caseira: Mendonça Prado
Ontem, um alvista de carteirinha jurou de “pés juntos” que o governador João Alves iria denunciar as perseguições do governo Lula a administração dele e até pessoal, para depois anunciar que o candidato seria o genro, o deputado federal Mendonça Prado. Com isso alguns alvistas se rebelaram e a coletiva foi suspensa. Fala-se que o ex-deputado Pedro Valadares foi sondado, mas disse que colocou em primeiro plano os interesses empresariais.

Cúpula do PSDB de Sergipe não dá a mínima para Sérgio Guerra
A
declaração do senador e presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra que a prioridade do partido é fazer coligação com o DEM, não surtiu nenhuma preocupação na cúpula em Sergipe. Albano, Fabiano e Miriam Ribeiro, dizem que farão o melhor para o partido e têm o apoio de vários dirigentes, entre eles Aécio Neves.

Almeida oferece PV e PHS para coligação com o PMDB
Ontem, 09, à tarde o senador Almeida Lima conversou com os pré-candidatos a vereador pelo PMDB e ofereceu uma coligação com o PV e o PHS. Dois partidos inexpressivos que não têm densidade eleitoral para fazer a legenda para eleger um vereador. Os pré-candidatos do PSDB não aceitaram e preferem a coligação com o PDT.

Miriam Ribeiro com o apoio dos Francos
O PSDB tem uma candidata forte a Câmara Municipal de Aracaju que é Mirian Ribeiro. Além do apoio de Albano Franco, Miriam terá o apoio dos empresários Fabiano Oliveira e Ricardo Franco. Este último, mesmo sem ter enfrentado uma candidatura, vem se mostrando um forte articulador político nos bastidores e foi peça chave para que Albano Franco decidisse pelo apoio a João Alves em 2006 e fosse candidato a deputado federal.

Bom filho a casa retorna
O deputado Augusto Bezerra (DEM) disse ontem à tarde que o ex-governador João Alves Filho vai procurar o empresário Edvan Amorim, do PSC, PR e etc, para uma composição política. Edvan foi aliado de João Alves até os últimos 45 minutos do segundo tempo.

Náufrago numa ilha
Tem gente que está viajando porque não agüenta mais a romaria dos candidatos do interior diariamente. O rapaz está cercado por todos os lados, parece mais um náufrago numa ilha. As lideranças, neste caso, procuram a famosa “água benta” para ser usada nas procissões eleitorais deste ano.

Deda tenta consenso em Propriá
Está marcada para hoje, 10, uma reunião final entre o governador Marcelo Déda, o prefeito de Propriá, Paulo Britto (PT) e o ex-secretário Renato Brandão (PMDB). Os dois estão irredutíveis sobre suas candidaturas a prefeito da cidade o que favorece a oposição, cujo candidato é Luciano de Menininha (DEM). O acordo pode passar pelo compromisso de Paulo Britto ser o candidato e apoiar a candidatura de Renato Brandão a deputado estadual. Com isso Renatinho voltaria para a Secretaria de Estado do Trabalho de onde se afastou no início do mês.

PPS anunciará apoio a Edvaldo Nogueira
Na próxima quinta-feira, 12, o PPS realizará às 8hs, um café de manhã para a imprensa para anunciar o apoio à candidatura à reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira. O evento será na sede do PPS, na rua Vila Cristina, próximo ao Atheneu Sergipense. Estarão presentes o prefeito de Socorro, José Franco e as lideranças do PPS. O café estava marcado para hoje, 10, mas foi adiado devido a agenda do governador Marcelo Déda que participará do ato.

CGU vê irregularidades em 100% de cidades vistoriadas
Deu na FSP, de hoje, em matéria assinada por Ranier Bragon: O bairro Getúlio Vargas, na periferia de Aracaju (SE), abriga na sua principal rua um lote abandonado, com lixo, mato, e um casarão em ruínas. Neste local deveria existir há cerca de dois anos um posto de saúde para atender à população.É um dos vários problemas apontados pela CGU (Controladoria Geral da União) na aplicação dos recursos federais.Desde 2005, os fiscais da controladoria percorreram 9 das 100 maiores cidades do país para checar, por amostragem, lisura e eficiência dos projetos financiados com verba federal. Nas nove cidades a CGU encontrou indicação de irregularidades, como licitações forjadas, programas com beneficiários fantasmas, desperdício de equipamentos, sumiço de bens e superfaturamento.Ao todo, foram apontados 652 indícios de irregularidades praticadas por prefeituras, governos de Estado ou ONGs, em convênios que totalizam R$ 428 milhões. Aracaju lidera esse ranking, com 237 apontamentos, sendo 27 considerados “graves”, em convênios que somam R$ 171 milhões. A Folha foi a Aracaju checar a situação, já que o relatório da CGU foi concluído em novembro de 2006. O quadro encontrado mostra que problemas continuam, embora alguma coisa tenha sido regularizada”.

Desapareceram equipamentos que seriam instalados no Atheneu em 2003
Continua a reportagem da FSP: “Um caso exemplar: R$ 8.500 em verbas federais foram destinadas ao governo de Sergipe para instalação de central de alarme e rede de iluminação de emergência na Escola Estadual Atheneu Sergipense, a mais tradicional do Estado. Desde 2003, parte do material nunca foi usada. Outra, desapareceu. Os principais indícios de irregularidades apontados pela CGU foram em saúde. O posto que deveria existir no bairro Getúlio Vargas, fruto de convênio de R$ 426 mil em 2004 entre prefeitura e governo federal, começou com problemas na licitação. A administração municipal declarou vencedora uma empresa que havia sido desclassificada pela comissão de licitação por apresentar preço inexequível. Detectada a irregularidade, a prefeitura disse que cancelaria a licitação. Os fiscais também constataram que a prefeitura pagou indevidamente R$ 3.666 para limpeza e infra-estrutura do terreno antes de adquirir sua posse. O dono entrou na Justiça questionando o valor da desapropriação. Um ano e meio após a inspeção, a situação é a mesma. A prefeitura diz que está finalizando o procedimento para aquisição do terreno.

Obra não iniciada no bairro Japotiana
Ainda na matéria da FSP: “No bairro de Jabotiana, um dos mais pobres de Aracaju, foram gastos R$ 36 mil em março de 2006 em equipamentos. A Folha constatou que a obra ainda não começou. No hospital Santa Isabel, o centro cirúrgico e as novas instalações da maternidade já deveriam estar funcionando desde 2002. O hospital ainda está em obras e busca recursos. Onde a prefeitura seguiu a orientação da CGU, a visita da Folha detectou outros problemas. No posto do bairro Porto Dantas, a gestão municipal seguiu a orientação de pôr a farmácia em local com ar-condicionado. Mas a clínica-geral do posto, Jane Marinho de Passos, diz que falta dipirona injetável. Em Macapá, cidade com mais indícios de irregularidades “graves”, o prefeito João Henrique Pimentel (PT) foi um dos 31 presos em 2004 pela Operação Pororoca da PF, que investigou desvios. Ele nega. As outras cidades analisadas: Novo Hamburgo (RS), Belford Roxo (RJ), Maringá (PR), Londrina (PR), Taubaté (SP), Volta Redonda (RJ) e São José do Rio Preto (SP). Os relatórios estão no site www.cgu.gov.br”.

Obra para atender 1.100 alunos se arrasta há 6 anos
Continua a matéria da FSP, de hoje, 10: “Os fiscais da CGU encontraram, durante vistoria em 2006, a obra do Centro Estadual de Educação Profissional José Figueiredo Barreto abandonada. Orçado em R$ 761 mil, o local, na periferia de Aracaju, já deveria estar oferecendo curso profissionalizante a 1.100 alunos desde 2003. Localizada no bairro Getúlio Vargas, a obra teve o convênio assinado em 2002, no governo de Albano Franco (PSDB). Em 2003, na gestão de João Alves Filho (DEM), a CGU constatou a paralisia da obra. O atual governo, de Marcelo Déda (PT), retomou as obras em 2007. A situação hoje, porém, não é animadora. A Folha esteve na obra no dia 5. Havia dois operários no local, mas o trabalho estava parado. O secretário de Educação, José Fernandes de Lima, acusa a empreiteira Vetorial de não ter capacidade para realizar a obra e ameaça romper o contrato. A empresa atribuiu o atraso ao fato de ter de refazer boa parte da obra”.

Responsáveis pelos contratos negam problemas
Ainda na FSPO: “Os gestores responsáveis pelos contratos questionados pela CGU negaram irregularidades e atribuíram os problemas ou a questões burocráticas e pendências jurídicas ou a gestões anteriores. O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B), disse que foram comprados equipamentos hospitalares antes da construção dos postos porque senão teria de devolver os recursos dos convênios. Sobre os outros problemas, afirmou que está trabalhando para resolvê-los. “Nós respondemos de forma convincente a todas as indagações [da CGU]. É importante haver fiscalização, defendo a fiscalização, mas o fato de haver indagações não significa que haja malversação. São problemas muitas vezes burocráticos”, disse. A administração do posto de saúde de Porto Dantas disse que a falta do medicamento dipirona injetável não afeta o atendimento, pois é reposta por material de posto de saúde próximo. A assessoria do governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), prefeito de Aracaju entre 2001 e 2006, afirmou que ele estava doente e não poderia falar. Seu secretário de Saúde, Rogério Carvalho, disse que as explicações foram dadas à CGU em 2006. A Secretaria de Educação afirmou que será aberto inquérito administrativo sobre o caso da escola Atheneu Sergipense. O ex-governador João Alves Filho (DEM) não foi localizado. A procuradora-chefe da República em Sergipe, Eunice Dantas Carvalho, afirmou que vai analisar a papelada para definir se cabem ações cíveis e criminais”.

Messias Militão poderá ser o vice de frei Enoque
Em reunião realizada no último sábado no Povoado Sítios Novos, em Poço Redondo, a Associação dos Caminhantes, entidade que dá apoio ao pré-candidato Frei Enoque (PSB) realizou uma prévia para sentir a opinião daquela comunidade quanto ao nome de um pré-candidato à Vice-Prefeito.  Na pesquisa realizada, o nome mais votado foi do vereador Messias Militão (PDT), cujo partido vem apoiando a caminhada de Frei Enoque em Poço Redondo.

PMDB e PV juntos em Aracaju
O senador Almeida Lima, presidente do Diretório Municipal do PMDB, lideranças municipais,o presidente estadual do Partido Verde (PV), Carlos Pina Júnior, o presidente do Diretório Municipal do PV, Reinaldo Nunes e outros membros do PV participaram na manhã de ontem, 09, do ato público de compromisso político e declaração de convergência de princípios, entre os dois partidos. Durante o ato, o presidente do PMDB Aracaju, senador Almeida Lima lembrou que qualidade de vida é algo que se constrói em anos de trabalhos contínuos e não de uma hora para outra. “Este ato de compromisso e de responsabilidade hora firmado com o PV, é o primeiro passo para a união das siglas na defesa de causas ambientais que serão primordiais para o desenvolvimento da nossa cidade, do nosso Estado e do nosso país”, declara Almeida, ao destacar que a Sede do PMDB também é a casa do PV a partir de agora.

Explicações da Emdagro sobre vacinação I
A diretora de Defesa Sanitária Animal e Vegetal da Emdagro, Salete Dezen esclareceu ontem que a empresa não cobra declaração de vacinação como denunciou uma leitora neste blog. Ela informou que a vacinação contra a febre aftosa acabou no último dia 31 de maio e que a mesma foi amplamente divulgada através das emissoras de rádios e nas feiras livres do interior, através de carro de som. A opção foi a mais viável, já que no interior, a maioria das televisões é por antena parabólica que não exibe as publicidades, nem os telejornais locais. Ela informou que se o produtor, que não vacinou seus animais, provar que teve algum problema de ordem médica, não receberá a multa existente.

Explicações da Emdagro sobre vacinação II
Ela explicou ainda que após o prazo legal da vacinação a empresa receberá até hoje, 10, as declarações e que, desde novembro do ano passado o produtor que não vacinou os animais têm que pagar uma multa de R$ 2,00 por cabeça, já que além de descumprir a lei é um problema de saúde pública. Salete lembrou que a campanha é obrigatória e segue o compromisso internacional o qual o Estado está incluindo. A relação dos inadimplentes com a vacinação será enviada ao MP  que deve acionar todos os produtores, mas antes a empresa chama os mesmos para que possam efetuar a devida vacinação, pagando a multa já que não efetuaram a vacinação dentro do prazo. Sergipe, na semana passada, voltou a receber o status de Zona Livre de Febre Aftosa.

Resposta a e-mail enviado por Carlinhos do PT
Da assessoria de comunicação da Prefeitura de Campo do Brito: “Gostaríamos de ressaltar a este conceituado órgão de imprensa, que a sociedade campo-britense está constantemente sendo ofendida por este cidadão que não tem mais o que fazer, se não, denegrir a imagem dos homens públicos desta cidade e em especial ao atual prefeito Manoel de Souza. Aos quatro ventos, Carlinhos diz que o povo britense se vende. Talvez este comportamento seja evidenciado por conta de que Carlinhos não é natural desta cidade aprazível. O prefeito Maim em hipótese alguma interferiu na decisão do PT local. Talvez a forma de Carlinhos em conduzir seus argumentos tenha ferido seus companheiros e esses tenham entendido a proposta de união ao PDT. Se existe um funcionalismo independente, é o de Campo do Brito, afinal, esta administração já realizou, com sucesso, dois concursos, e está se encaminhando para outro. Isso prova que Maim quer estabelecer um quadro funcional competente e que possa dar qualidade ao serviço público”.

Resposta a e-mail enviado por Carlinhos do PT II
Continua a nota:O PT local é que deve julgar as agressões de Carlinhos quando diz que seus companheiros se venderam. O que cabe a Maim e a qualquer político de bom censo é fazer as composições que possam trazer benefício para sua localidade. O episódio do encontro do PT cabe ao próprio PT. A Administração Municipal, em momento algum, foi acionada para A ou para B. O que houve foi um convite cordial ao PT, para fazer parte de uma composição política. Os membros do diretório decidiram que essa composição seria possível e foi o que ocorreu. Quanto às denuncias, cabe ao denunciador provar. A democracia possibilita momentos importantes na vida do cidadão. O que não se admite nos dias de hoje é a radicalidade. Por conta das composições políticas hoje o PT chegou ao Governo do Estado com alianças com nomes como: Ulisses Andrade, Jorge Araújo, Bosco Costa e muitos outros e no Brasil, o nosso presidente Lula também obteve êxito por duas vezes, graças às alianças com nomes como: José Sarney, José Alencar e até mesmo Collor. Campo do Brito é uma cidade pacifica e que todos os britenses se conhecem e se respeitam, a exceção é Carlinhos do PT que é contra tudo e contra todos”. Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Campo do Brito.

João ganha no CREA
De um leitor: “Os petistas não vem se dando bem nas disputas eleitorais mais recentes. Perdeu no Sindicato dos Bancários para os comunistas do PCdoB, perdeu na FETASE, perdeu no Sindipetro e na última quinta-feira, 5 perdeu no Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia de Sergipe – CREA/SE. A turma do DEM, antigo PFL, anda rindo à toa. O ex-presidente do CREA/SE, do Sindicado dos Engenheiros de Sergipe – SENGE/SE, e atual presidente da DESO, Max Maia Montalvão e o secretário de Estado da Infra-estrutura, Osvaldo Nascimento se mostraram péssimos cabos eleitorais. O candidato deles Gilson Neri ficou na última colocação. O Engenheiro Jorge Silveira obteve 466 votos, contra 393 votos para o Agrônomo Arício Resende. Gilson Neri obteve apenas 268 votos, sendo registrado ainda 33 votos nulo e 6 em branco.  O governador Marcelo Déda (PT), embora seja funcionário de carreira do CREA/SE, não se envolveu com a disputa”.

Falece ex-presidente do sindicado dos empregados no comércio
A Direção do Sindicato dos Empregados no Comércio do Estado de Sergipe comunica que em virtude do falecimento do seu ex-Presidente  Temístocles Macedo, não haverá expediente hoje, 10. Aos que pretendem prestar suas últimas homenagens à memória desse Companheiro que deixou uma destacada participação na luta em defesa da Categoria, informamos que o corpo está sendo velado no velatório OSAF, na rua taporanga. O sepultamento será às 10 horas, no Cemitério de Santa Isabel.

CUT/SE repudia ação da PM contra sem-tetos I
A Central Única dos Trabalhadores de Sergipe – CUT/SE – repudia veementemente a ação da Polícia Militar do Estado no que se refere ao fato ocorrido no sábado, 7, quando do despejo dos sem-tetos da área do antigo Kartódromo, na Avenida Maranhão. Sem mandado judicial, a PM agiu de forma truculenta e arbitrária. Para o presidente da CUT/SE, Antônio Góis, a atitude foi uma clara demonstração de despreparo no convívio com a democracia. “Fatos desta natureza remontam os tempos da ditadura que envergonha a história de organização e formação do Estado brasileiro”, afirma. Segundo Góis, é inaceitável que o Comando da Polícia Militar, ao invés de mostrar isenção e apurar os excessos cometidos pela corporação, punindo os responsáveis, afirme publicamente que sequer houve incidentes, conforme declarações do comandante da PM/SE, Cel. Péricles Menezes, responsável pela ordem de execução da ação. “A ação da PM/SE expressa posição nada condizente com o comando de uma polícia num Governo cujo titular tem toda uma trajetória no campo democrático e popular.

CUT/SE repudia ação da PM contra sem-tetos II
Continua a nota da CUT/SE: Exigimos do governador Marcelo Déda (PT) as providências necessárias à apuração rigorosa dos excessos cometidos no episódio, de modo que mude a postura da polícia em relação aos movimentos sociais”, cobra o presidente da central.  Em outras situações, a PM/SE já proporcionou ação pitoresca e até circense, como a de colocar banda de música para despejo de sem-tetos. Também demonstrou truculência e covardia para impedir uma manifestação legítima de estudantes do Colégio Dom Luciano e no Estádio Lourival Batista contra jogadores do América de Propriá. As mais de 300 famílias de sem-tetos tinham ocupado a área abandonada há mais de 20 anos, onde seria construído o Hotel Brisa Mar, do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Aracaju, Viana de Assis. As obras tiveram início no ano de 1986, sendo paralisadas pouco tempo depois.

Nota de esclarecimento – Desocupação de terreno I
Nota de esclarecimento do Governo do Estado: Em relação à desocupação do terreno de propriedade do Estado de Sergipe destinado a sediar parte das instalações do Parque Tecnológico (SergipeTec), ocorrida no último sábado, dia 7 de junho, o Governo do Estado esclarece que: 1 – É obrigação do Governo do Estado defender o patrimônio público. No caso em questão, o Governo não precisava de ordem judicial para agir e defender uma área do Estado que se encontrava em processo de esbulho. A motivação jurídica que baseou a ação foi a do ‘desforço possessório”, em que toda vez que uma propriedade for invadida ou apropriada indevidamente, o Estado pode agir imediatamente e impedir a ocupação, como foi o caso; 2 – A invasão se deu com uso de força pelos invasores, que expulsaram os vigilantes do imóvel público; 3 – No cumprimento do seu dever, a Polícia Militar buscou sempre uma saída pacífica. Negociações foram tentadas, mas, infelizmente, repelidas pelos invasores; 4 – O Batalhão de Choque atuou nos limites da moderação, impedindo a entrada de mais 150 pessoas e retirando os invasores do prédio; 5 – O Batalhão de Choque utilizou aparato constitucional e legalmente permitido para a situação, que é material de efeito moral e não-letal. Toda a operação foi filmada e, se houve excessos, é papel da Polícia Militar de Sergipe apurar os fatos e punir, como tem feito, seguindo a determinação do Governo do Estado; 6 – Entre os invasores há pessoas já beneficiadas em projetos governamentais ou cadastradas em programas com obras em execução; 7 – O Governo de Sergipe está enfrentando com coragem e investimentos, em parceria com o Governo Federal e Governos Municipais, o drama do déficit habitacional. O programa CASA NOVA, VIDA NOVA, ao lado de outros, traduz o compromisso da atual administração e aponta para números que Sergipe não via há duas décadas: a construção de 22.000 casas para famílias de baixa renda e grupos vulneráveis até 2010, sem falar nas 1.900 casas e apartamentos em construção pela Prefeitura de Aracaju, em parceria com os Governos Estadual e Federal;

Nota de esclarecimento – Desocupação de terreno II
8 – Esse compromisso é alicerçado numa política organizada, estruturada, com participação dos movimentos de moradia, sem favoritismos políticos. As regras de acesso obedecem a critérios da lei federal e da lei estadual, bem como os regulamentos dos órgãos parceiros do Governo Federal;9 – Em nenhum momento o Governo do Estado deixou de prestar assistência às pessoas que estavam no local. Uma equipe da Secretaria de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social (Seides) cuidou da desocupação e do alojamento das pessoas; 10 – Ainda no sábado, 7 de junho, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedetec) liberou um galpão industrial, de propriedade da Codise, situado no bairro Siqueira Campos, para alojar os homens que estavam no terreno do SergipeTec. Já as mulheres e as crianças foram levadas para o albergue da Seides.  11 – Durante o domingo, 8 de junho, caminhões da Seides e da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) iniciaram o transporte de pertences das famílias para o galpão da Codise. O objetivo foi guardar os materiais em segurança e garantir que nada se perdesse. 12 – Todas as famílias que estavam no terreno já fizeram o cadastro social na Prefeitura de Aracaju. Equipes da Seides estão em contato com representantes da Prefeitura para buscar soluções definitivas quanto ao alojamento das famílias. Mesmo com a municipalização das políticas de assistência social, o Governo vai dar total apoio para atender as demandas necessárias para não deixar as famílias desamparadas. O Governo de Sergipe não abrirá mão do seu dever de preservar o patrimônio dos sergipanos, como determina a lei e a Constituição. Governo do Estado de Sergipe.

Pergunta de um leitor
De um leitor que acompanha o problema dos sem tetos: “O que os presidentes dos conselhos estadual e municipal de Aracaju da Criança e do Adolescente estavam fazendo em pleno sábado no kartodromo? Preocupação com as crianças? Óbvio que sim, mas por trás desta preocupação não há outros interesses? Será que estes dois jovens advogados são ligados ao grupo do PT comandado pela deputada Ana Lúcia? Será que o escritório dos presidentes prestam serviços particulares ao deputado Iran Barbosa e ao sindicato dos Médicos? Qual a independência destes conselhos?”

Gilmar defende renúncia do comandante da PM
O deputado estadual Gilmar Carvalho (PSB) propôs ao comandante da Polícia Militar, coronel Péricles, que renuncie ao cargo. A afirmação do parlamentar se deve à operação da PM durante a desocupação de uma área do  SergipeTec ocupada, desde a última quinta-feira, por famílias de sem-teto. “Se ele quiser prestar um favor ao Estado, que renuncie ao cargo”, frisou Carvalho. O  deputado considerou a ação da polícia, ilegal, acima da lei e desrespeitosa ao Judiciário. “Foi uma agressão covarde e violenta”, resumiu o deputado. Em entrevista ao programa Jornal da Ilha, o procurador federal Paulo Guedes Fontes  criticou a ação da PM e disse que não havia nenhuma necessidade para a força exercida  pela polícia para desocupar a área. “Já colhemos depoimentos e vamos juntar todas as provas para pedir ao controle externo da  polícia no Ministério Público Estadual que tome as providências necessárias, neste caso,  que processo criminalmente os responsáveis pela ação”, adiantou o procurador.

Sobre o projeto das milhagens I
Do técnico em turismo Carlos Nascimento: “Para evitar mal-entendidos, que uma leitura apressada do seu texto acerca dos meus comentários à Ivan Valença sobre o Projeto de Lei do Deputado Venâncio Fonseca que beneficia atletas sergipanos com os bilhetes prêmios gostaria de esclarecer, que apesar de ser funcionário da SETUR não me manifestei em nome da Secretaria, o meu comentário foi uma opinião pessoal, impulso da minha formação jurídica, que depois descobri ser semelhante à dos Governadores de Pernambuco e do Espírito Santo, os quais vetaram propostas de igual teor à apresentada pelo Deputado Venâncio Fonseca, assim como o próprio TCU que no relatório da PFC 41/04 “sugere que o governo faça gestões junto às companhias áreas para que o regulamento dos programas de fidelidade seja mudado, de forma a permitir que o Poder Público possa utilizar essas milhas para reduzir os gastos com o transporte idéia que também é expressa pelo pleno desta corte em Acórdão 1606/2007 do pleno.Em várias Câmaras de Vereadores e Assembléias Legislativas Brasil afora estão em tramitação ou já foram aprovados projetos que dispõem sobre o bilhete prêmio de passagens adquiridas com recursos públicos, desconheço se alguma das leis aprovadas conseguiram ser  postas em prática, pois no programa de milhagem há outro problema, nem sempre se encontra bilhete disponível na data programada para a viagem”.

Sobre o projeto das milhagens II
Continua Carlos Nascimento: “Basicamente podemos distinguir que nos projetos de lei que eu pude examinar há quatro tendências: A primeira é a reversão pura e simplesmente das milhas para o tesouro do estado, com a utilização da passagem por funcionários a serviço. A segunda é destinação de bilhetes prêmios a atletas, a terceira é a utilização para beneficiar pessoas que necessitem de tratamento fora do estado e a quarta é a utilização tanto para beneficiar atletas quanto a artistas.Outro aspecto dos projetos de lei é que em grande parte somente afeta as passagens emitidas com recursos do Poder Executivo.Pessoalmente sou favorável à reversão dos créditos, sabendo-se que para usufruir o benefício será exigido um bom planejamento para que se consiga ter os bilhetes prêmios, como há uma limitação de assentos por vôo possa ser que mesmo que haja vaga no vôo não tenha nenhum assento disponível para usar com bilhete prêmio no período adquirido. Por esta razão muitas vezes é melhor viajar com tarifas promocionais, as quais não creditam milhagem ou não o fazem integralmente, e que também têm assentos limitados, mas em número maior que os de bilhete prêmio.  Se adquirir bilhete prêmio fosse fácil talvez eu não tivesse perdido um módulo do mestrado, e por isso a bolsa de estudos que me ajudou a pagar as minhas passagens anteriores, e fizeram eu acumular milhas,  para freqüentar o curso.Talvez seja interessante também incluir funcionários públicos que fossem participar de congressos, seminários ou cursos de aperfeiçoamento como possíveis beneficiários de bilhetes prêmios, pois nem todos conseguem o patrocino da repartição em que trabalham para ajudar em seu deslocamento”.

Recursos para cidades
As cidades de Itabaiana, Poço Redondo, Propriá, Santo Amaro das Brotas e Tomar do Geru devem receber nos próximos dias recursos do governo federal na cota do deputado federal Eduardo Amorim (PSC), para revitalizações de praças, pavimentação e urbanização de ruas e construção de pórtico. O município de Itabaiana, localizada no agreste sergipano, irá contar com recursos da ordem de R$ 450 mil para a revitalização de praças e pavimentação de ruas; já em Santo Amaro das Brotas foi empenhado R$ 500 mil para viabilização da Praça de Eventos. O parlamentar tem realizado inúmeras visitas as cidades sergipanas analisando as suas carências. Segundo ele, é prioridade em seu mandato desenvolver projetos para melhorar a qualidade de vida dos sergipanos. (Ascom/deputado).

DVD da confraternização 2007 dos “Ex-Colegas do Atheneu”
Hoje, 10, às 19 h, acontecerá no Teatro Atheneu o lançamento do DVD com os melhores momentos da “IX Confraternização dos Ex-Colegas do Atheneu Sergipense”, que foi realizada em 08 de dezembro de 2007, nas dependências do colégio. Será uma excelente oportunidade para abraçar os ex-colegas, rever a emocionante peça teatral “O Atheneu do nosso tempo” de autoria de “Jorge Lins”, e relembrar todos aqueles momentos inesquecíveis.

Festejos Juninos em Sergipe” no Memorial do TJ
“Festas e Cores – Festejos Juninos em Sergipe” é o tema da conferência que será proferida pela professora e pesquisadora Aglaé D’Ávila Fontes, hoje 10, no Memorial do Judiciário, às 9 horas. Na ocasião, será aberta a exposição “Folguedos Juninos”, do artista plástico Joel Dantas. A exposição permanecerá aberta ao público até o dia 30 de junho.

Frase do Dia
“Somos o que fazemos, mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar o que somos.” Eduardo Galeano.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários