Segurança: Déda é o principal responsável

0

 

 

Alguns aliados do governador e “neo-aliados” têm uma postura dúbia quando criticam a segurança pública, através do secretário Kércio Pinto e do comando da PM, mas deixam de lado a figura do governador Marcelo Déda Chagas. Acham que a população não nota a postura dúbia. Estão enganados. A prova maior são os índices das pesquisas internas. O principal responsável pela segurança pública é o comandante maior, ou seja, o governador do Estado. Para isso uma reflexão com alguns textos de Sun Tzu:

 

Na natureza, existem diferentes tipos de terreno: o acessível, o traiçoeiro, o duvidoso, o estreito, o acidentado e o distante. O que é terreno acessível? É aquele que se apresenta fácil tanto para as suas tropas como para as do inimigo. Se você entrar em uma região acessível, você deverá ocupar posições altas e ensolaradas e manter suas linhas de provisão desimpedidas. Assim, será conveniente para você lutar com o inimigo. O que é terreno traiçoeiro? É aquele que é fácil para você entrar, mas difícil para sair. Nesse terreno, se você encontrar o inimigo e ele estiver desprevenido, então você o derrotará.

 

Um general deverá saber as seis situações que apontam a derrota de um exército: quando os soldados fogem, quando eles possuem disciplina negligente, quando o exército está deteriorado, quando se desmorona sob a insurgência, quando é desorganizado e quando foi derrotado. Nenhuma destas situações é conseqüência de catástrofes naturais, elas são decorrentes das falhas dos comandantes. Quando as vantagens estratégicas são iguais,  entre você e seu inimigo, e se o  seu exército tiver que lutar contra uma força dez vezes maior, o resultado será a sua fuga. Quando os soldados são valentes e qualificados, mas os oficiais são fracos e incompetentes, então o exército inteiro será negligente quanto à disciplina. Quando oficiais são valorosos e competentes, mas os soldados são fracos e sem treinamento, o exército ficará deteriorado. 

 

Quando os oficiais mais graduados têm rancores contra os chefes, eles são insubordinados e, ao encontrarem o inimigo, se precipitarão em uma batalha sem autorização. Se ao mesmo tempo, o chefe é ignorante das suas habilidades, então o exército se desmoronará. Quando o chefe é fraco, incompetente e não impõe respeito, quando oficiais e soldados se comportam de um modo indisciplinado,  quando falta treinamento formal e instruções claras, quando formações militares são desordenadas, o exército está em desorganizado. Se um chefe não calcula a força do inimigo e emprega uma força pequena contra um exército grande, combate um inimigo forte com tropas fracas, e ao mesmo tempo não seleciona unidades de vanguarda, o resultado será a derrota. Portanto, estas seis situações são as causas de derrota. Os generais têm a responsabilidade mais alta para investigá-las cuidadosamente. 

 

Em operações militares, o terreno é um aliado importante do comandante. Avaliar, corretamente, a situação do inimigo, criando condições favoráveis para a vitória, e analisar os tipos de terreno e distâncias com muito cuidado, são os deveres básicos de um comandante sábio. Aquele que avalia corretamente esses aspectos e sabe aplicá-los, vencerá; aquele que é ignorante nestas normas e não sabe como empregá-las em guerra, será derrotado. Se, ao estudar a situação existente e estar certo que o resultado da batalha resultará em vitória, um chefe sábio decidirá lutar,  mesmo se o soberano não lhe ordena. Reciprocamente, se a situação aponta uma derrota, ele decidirá não lutar, mesmo se o soberano assim o ordena. Se um comandante avança sem buscar a fama pessoal e retrocede sem se eximir da responsabilidade; se sua preocupação é proteger a população e a segurança das pessoas e promover os interesses do soberano, então, aí está um chefe que é tal qual uma pedra preciosa do Estado. Se o general se preocupa com seus soldados como se fossem crianças, eles o acompanharão até os lugares mais profundos;  se ele os trata afetuosamente, como se fossem os seus próprios filhos amados, então,  eles estarão dispostos a morrer com ele na batalha. Se o general favorece os seus homens, mas não sabe usá-los; os ama, mas não pode comandá-los; e quando eles violam leis e regulamentos, ele não nos castiga ou chama-os a ordem, tais soldados são como crianças mimadas e serão inúteis para batalha. 

 

Um general que só conhece a capacidade de suas tropas, mas não sabe a invulnerabilidade do inimigo, terá só metade das chances de vitória. Um general que sabe que o inimigo pode ser derrotado, mas não sabe a inabilidade das suas próprias tropas, também terá só metade das chances de vitória. Um general que sabe que o inimigo pode ser derrotado e que suas próprias tropas têm a capacidade para atacar, mas não sabe que as condições do terreno são inadequadas para a  batalha, as suas chances de vitória estarão reduzidas pela metade. Assim,  um general habilidoso movimentará suas forças sempre no caminho certo e quando entrar em ação, seus recursos serão ilimitados. Assim se diz: “Conheça o inimigo e a si mesmo e você obterá a vitória sem qualquer perigo;  conheça  terreno e as condições da natureza, e você será sempre vitorioso.”

 

“Bolo” nos representantes do setor turístico

Ontem, 14, todo o Fórum Estadual de Turismo, com representantes de várias entidades, como BNB, Sebrae, o secretário de Turismo, João Gama, o presidente da Emsetur, José Roberto, entre outros, tinham marcado um debate com o secretário de Estado da SSP, Kércio Pinto sobre segurança pública, no auditório do Setur, às 10h. O evento foi marcado no final do mês passado por conta da preocupação do setor turístico com os constantes assaltos aos hotéis, restaurantes e os turistas, já que Sergipe é vendido lá fora como um Estado tranqüilo. Esperaram até às 11h30 e nada do secretário Kércio Pinto. Ele não foi e não mandou representante. É governador, sei não…    

 

PM: confronto não é bom para ninguém

Ontem, 14, o Boletim Ostensivo da PM publicou a seguinte decisão do comando: b) Ordem aos elementos subordinados. 01 – O art. 4º da Lei nº 3.669 (lei de organização básica da PMSE), prescreve o seguinte: “A Administração, o Comando e o Emprego da Corporação são da competência e responsabilidade do Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de Sergipe”; 02 – Ao promover reunião de militares, ou dela tomar parte, a fim de reivindicar melhores salários, há a configuração de quebra de um dos bens jurídicos tutelados pela nossa Instituição, a disciplina militar, caracterizando crime de natureza militar capitulado no art. 165 do CPM;03 – Assim sendo, determino a todos os Policiais Militares dos diversos Postos e Graduações que não promovam e/ou participem de qualquer movimento reivindicatório.

 

Orientação errada

Está decisão do comando da PM vai de encontro a negociação e determina um confronto inevitável. Não é bom para os policiais, nem para o Governo do Estado. É preciso diálogo e conversa. Até que ponto as mobilizações realizadas pelos policiais militares estão de encontro a lei? A radicalização e a implementação da força, por qualquer um dos lados é ruim. Vai sobrar para a população.

 

Disputa por vaga no TC

Ao conceder entrevista a rede Ilha ontem, 14, o comandante do PSC e do PR em Sergipe, Edvan Amorim revelou que a deputada Susana Azevedo teve uma conversa com o ex-governador João Alves antes de a bancada almoçar com o governador Marcelo Déda. Edvan disse ainda que fez uma pesquisa com os deputados da oposição e notou que vários parlamentares não votariam na deputada. O comandante do PSC e do PR informou que depois teve outro encontro com o governador onde Déda informou que tinha o nome de Clóvis Barbosa para ser conselheiro do TC.

 

Apoio de 23 deputados

Ele deixou claro que no primeiro momento Susana Azevedo teve todo o apoio do bloco, mas depois que o governador entrou no processo com o nome do deputado Clóvis Barbosa os deputados analisaram a nova situação, por serem da base aliada. “Não escondi absolutamente nada da deputada Susana”, revelou Amorim.  Ontem, Clóvis já tinha o apoio de 23 deputados, entre eles os da oposição.

 

Nada foi escondido de Susana

Segundo Amorim, neste momento o qual política de Sergipe passa o governador Marcelo Déda tem um bloco muito forte que lhe dá sustentação na AL. “Ninguém escondeu, ninguém enganou a deputada Susana. Foi tudo feito com a maior transparência”, disse afirmando que o nome de Clóvis Barbosa não teve resistência alguma entre os parlamentares e Susana não tinha a maioria de 13 votos. “A deputada, que nesta caminhada dela, teve vários momentos em que avançou, tem que entender que têm momentos que é necessário recuar”.

 

Susana: processo não foi transparente

Ainda na rádio Ilha, a deputada Susana Azevedo, ao debater com o empresário Amorim, lembrou do trabalho que realiza no PSC e disse que tem uma amizade com Amorim que ultrapassa a questão partidária, com um afeto de irmão. Susana disse que um deputado disse a ela que não tinha coragem de olhar nos seus olhos. “Este processo não ficou transparente”, disse. “Em nenhum momento coloquei essa candidatura como uma imposição”, lembrou, afirmando que sempre recebeu o incentivo dos deputados do bloco. Susana disse que a convivência no partido ficou difícil e terá uma posição independente na AL.

 

Vestiu a carapuça

Ao iniciar a entrevista na rede Ilha, o comandante do PSC e do PR, empresário Edvan Amorim, se referiu ao blog deste jornalista (sem citar o nome), por conta de uma nota publicada na segunda-feira que um “órgão de comunicação que recebeu muitos recursos – além da conta – no governo passado está passando por sérios problemas”. Só para constar: a nota não foi com o veículo de comunicação do empresário, que vestiu a carapuça que não é dele… Arrepare…

 

De olho em um prefeito

Membros de órgãos importantes estão de olho em um prefeito do interior e seus familiares que “andam gastando rios de dinheiro” com a aquisição de imóveis. Segundo informações somente o prefeito comprou duas casas na principal praça da cidade por R$ 330 mil à vista e depois mandou demolir as residências. Ou seja, construirá uma mansão no local. Espera-se que tudo esteja registrado na Receita Federal. Um familiar do prefeito adquiriu outro imóvel, recuperou construiu piscina e todas as outras mordomias. Agora tenta comprar outra casa por R$ 300 mil. O mais estranho: tudo é pago em dinheiro vivo.

 

Delegados participam de curso na Swat

Um gesto que serve de exemplo para outros policiais. Dois delegados de Sergipe, Marcelo Hercos e Hugo Leonardo estão nos EUA participando de um curso da Swat. E mais: tudo por conta própria sem custo de um centavo para os cofres do Estado.

 

Guarda Municipal assaltada no centro

Ontem, 14 às 5h30 da manhã uma guarda municipal – que tinha descido do ônibus e se deslocava para trabalhar num órgão municipal – passava  pela Praça Fausto Cardoso, quando foi assaltada por dois delinqüentes que levaram todo o dinheiro que tinha no bolso. A guarda, que estava à paisana e desarmada foi procurar os dois colegas que deveriam estar na praça. Nada! Ou seja, além a praça recém inaugurada está sem segurança e além do perigo para o cidadão certamente em pouco tempo estará toda depredada.

 

Mudanças no secretariado

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, irá anunciar mudanças no secretariado municipal nesta quarta-feira, dia 15, às 11h, no Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos. As alterações são decorrentes da crise financeira internacional e pretendem garantir o cumprimento do cronograma de obras, projetos e serviços estabelecidos no planejamento estratégico para os próximos anos.

 

Não criar novos cargos

Segundo informações, o prefeito Edvaldo Nogueira vai assumir o compromisso de criar a Secretaria de Esporte e Lazer, mas vai enxugar outras, como por exemplo a de assuntos parlamentares, para que não sejam criados novos cargos neste momento de crise.

 

Mais três rádios comunitárias em SE

 A entrada em funcionamento de duas novas rádios comunitárias e, o prosseguimento de uma terceira, estão garantidos com o parecer favorável dado pelo senador Valadares , líder do PSB no Senado. Como relator dos projetos relativos às concessões, Valadares acatou os pedidos para o começo das atividades das rádios da Associação de Promoção e Bem Estar Social de Neópolis e da Associação de Radiodifusão Comunitária do Grageru, na capital de Sergipe, além de assegurar a continuidade de funcionamento da Rádio FM Itabaiana Ltda, no município de Itabaiana. De acordo com Valadares, a documentação apresentada pelos pretendentes à instalação das novas rádios comunitárias obedeceu a todos os preceitos legais, bem como a destinada à renovação de concessão para serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada na cidade de Itabaiana.

 

Áudio da prefeita de Laranjeiras

Para não deixar dúvidas ao leitor e por conta da resposta agressiva da prefeita de Laranjeiras, Ione Sobral, chamando, entre linhas, este jornalista de irresponsável, o blog disponibiliza hoje o áudio da mensagem veiculada na Semana Santa nas rádios Liberdade AM e Ouro Negro FM. Tem a duração de 33 segundos. O leitor tire suas conclusões de quem está mentindo neste episódio. Download:

  • ione-sobral.mp3
  •  

    Oposição, enfim aparece em Laranjeiras

    Ontem, em discurso na Assembléia, o deputado estadual Paulo Hagenbeck Filho (PTdoB) informou que os vereadores de oposição do município de Laranjeiras entraram com um requerimento na Câmara de Vereadores para que o Ministério Público de Laranjeiras apure de que forma foi feita a veiculação de mensagens da prefeita Ione Sobral desejando Feliz Páscoa aos laranjeirenses.

     

    Só um lembrete ao MP de Laranjeiras

    A veiculação da mensagem da prefeita nas rádios Liberdade e Ouro Negro, ambas, pelo que se sabe, pertencentes a um mesmo dono – o homem da calcinha preta. Se a prefeita afirmar que não vai pagar ficam as perguntas: o que leva um empresário a tomar essa iniciativa? Caridade? Amizade? Com certeza não será nenhum “adiantamento” para futuros eventos. Quem sabe o clima da páscoa não amoleceu o coração do pessoal da Liberdade e Ouro Negro e resolveram encher os céus de mensagens de amor e esperança. Poderia ter feito isso em nome das próprias rádios. Mas o que motivou tamanha bondade em nome da prefeita de Laranjeiras? O MP deve ficar de olho nas próximas ou pretéritas festas em Laranjeiras.

     

    Antecipação

    Na última segunda-feira, 13, o governador de São Paulo, José Serra, assinou três decretos para incentivar às micros, pequenas e médias empresas paulistas. Entre os decretos estava a preferência por este segmento de empresas nas licitações públicas. Medida parecida foi adotada pelo governador Marcelo Déda, só que em setembro de 2007, bem antes do que qualquer crise econômica. Somente em 2008 foram comprados mais de R$ 22 milhões das micro e pequenas empresas sergipanas. Ao longo do ano passado, a participação das MPEs nas compras públicas teve um aumento acumulado de 440% em relação ao ano de 2007, quando a participação dessas empresas chegou a 6% do total das compras realizadas pelo Governo do Estado. Em alguns meses de 2008, esse percentual chegou a 45%, o que significou um aumento de 750% em relação ao ano anterior.

     

    Fundo de Aval

    José Serra tomou a iniciativa de reestruturar o Fundo de Aval do governo paulista, através do qual o governo passa a ser o intermediador que dá garantias à instituição financeira privada com relação aos empréstimos concedidos às empresas de micro, pequeno e médio porte. Em Sergipe, o Banese abriu uma linha de crédito de R$ 15 milhões para o financiamento de micro e pequenas empresas ainda em novembro do ano passado. A abertura desse crédito só foi possível graças ao aporte de R$ 1,5 milhão feito pelo Governo do Estado para o Fundo de Aval.

     

    Empréstimos I

    Através do Programa de Microcrédito do Banese, mais de 25 mil empréstimos foram concedidos pelo Banese a micro e pequenos empresários. Através dele, o banco oferece empréstimos que vão de R$ 100 a R$ 2 mil, com taxas de juros de 2% ao mês, pagamento em até dois anos e carência de até dois meses. Entre o início de 2007 e março deste ano, o banco já disponibilizou mais de R$ 33,2 milhões aos sergipanos em linhas de financiamento de microcrédito.

     

    Empréstimos II

    Os micro e pequenos empresários também dispõem do Credinvest permite empréstimos de até R$ 10 mil a autônomos e de R$ 30 mil a pessoas jurídicas, limitado a 20% do faturamento do exercício anterior.  Entre janeiro de 2007 e março deste ano, já foram realizadas quase 2,9 mil operações, colocando em circulação mais de R$ 15 milhões na economia sergipana. Todo o recurso é amparado pelo fundo de aval do Governo do Estado.

     

    Nota do SINDICONTAS

    Do presidente do SINDICONTAS, Sérgio Augusto Mendonça Santos: “Dirigimo-nos ao nobre profissional para requerer publicação de texto,que se segue, em virtude de vinculação do nome do SINDICONTAS em matéria levada ao ar no seu blog.“Pela segunda vez é levada ao ar matéria vinculando o SINDICONTAS ao texto sob o título “CNJ quer acabar com farra das diárias”, em 14 de abril de 2009. Nós que compomos a Diretoria Executiva do Sindicato, reafirmamos não há nenhuma autorização de qualquer pessoa do Sindicato ou não, em emitir posição pública, que vincule o nome do SINDICONTAS, sem a devida autorização da Presidência do ente, ou se assim agir, solicitamos a identificação do sindicalista”.

     

    Estranho receio

    O artigo que se referiu o presidente do SINDICONTAS não fez menção ao sindicato que ele dirige, apenas citou que “um sindicalista”. Este jornalista estranha o receio do presidente do sindicato, já que o sindicalista que pediu que não fosse identificado já trabalhou no TC e conhece muito bem os tramites daquele órgão. Com certeza,  a maioria dos servidores do TC, esperava uma  posição do presidente do sindicato favorável ao artigo. E não o estranho receio…

     

    TSE cria núcleo de auditoria de conta eleitoral I

    Os ministros do TSE aprovaram ontem, por unanimidade, a criação de um núcleo especial de auditoria de contas eleitorais, que funcionará permanentemente na presidência do tribunal, para analisar o conteúdo e a “veracidade” dos documentos apresentados por partidos e candidatos, assim como os recursos arrecadados e os gastos.Diferentemente da análise de contas que já ocorre no tribunal, quando se analisa todas as prestações de contas que chegam ao TSE, o núcleo deverá definir focos específicos para se “aprofundar”.Um deles, por exemplo, será a análise dos maiores doadores, entre eles a AIB (Associação Imobiliária Brasileira), segunda maior financiadora individual de campanhas em 2008.

     

    TSE cria núcleo de auditoria de conta eleitoral II

    Além de analisar as contas dos políticos, os auditores deverão fiscalizar as contas dos partidos.O presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, afirmou que o núcleo terá como exemplo as auditorias especiais realizadas pelo TCU (Tribunal de Contas da União). A equipe de auditores, assim como o planejamento da auditoria, ainda será definida. Além de técnicos do TSE, deve ser requisitado o apoio da Receita e do TCU. (FSP, de hoje, 15).

     

    Cadeião de Socorro

    O governador Marcelo Déda vai inaugurar às 8h30 de hoje, 15, a Cadeia Pública Territorial de Nossa Senhora do Socorro (Cadeião). O Governo do Estado investiu na unidade R$ 2.201.542,40 em recursos próprios. Com uma capacidade total de 158 vagas, a casa de custódia funcionará no antigo Hospital Psiquiátrico Garcia Moreno e será inteiramente gerida pela Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (Sejuc).

     

    Mais 634 novas vagas no sistema prisional

    Juntos, o Cadeião e o novo Complexo Penitenciário Advogado Antônio Jacinto Filho, localizado no bairro Santa Maria, em Aracaju, criam 634 novas vagas no sistema prisional sergipano, o que representa um incremento de 47%. Na área construída de 1.321,85 m², o Cadeião de Socorro vai abrigar 16 celas, sendo três delas projetadas especialmente para deficientes físicas. A estrutura da casa de custódia contará ainda com consultórios médico e odontológico, salas para visita íntima e jurídica, área para banho de sol, salas de reunião e de serviço social e gabinete de direção.

     

    Policiais nos presídios

    Com a inauguração do Cadeião serão retirados mais policiais das ruas? É preciso rever essa situação de colocar policiais militares nos presídios. No novo, inaugurado no Santa Maria foram cerca de 40 policiais, agora com o Cadeião, mas um bom número. Desta forma fica difícil um policiamento ostensivo realmente eficiente.

     

    Sabatina de Clóvis na próxima quarta, dia 22

    Foi aberto ontem o processo de escolha do novo conselheiro do TC. O presidente do AL, Ulices Andrade nomeou os deputados Zeca da Silva (PSC), Garibalde Mendonça (PMDB), Conceição Vieira (PT), Gilmar Carvalho (PSB), Antônio Passos (DEM) e Venâncio Fonseca (PP) para comporem a Comissão Especial que vai emitir o parecer sobre o projeto de decreto legislativo, examinando constitucionalmente e regimentalmente a documentação apresentada por Clóvis Barbosa e, em seguida, sabatinando o candidato a vaga. O consultor técnico legislativo da Casa, Igor Albuquerque, foi designado pela presidência da AL para secretariar os trabalhos da Comissão Especial.

     

    Aposentadoria de professores

    O deputado federal Iran Barbosa espera que o Governo do Estado de Sergipe agilize, imediatamente, os processos de aposentadoria especial de professores que exercem, nas escolas públicas, as funções de direção, coordenação e assessoramento pedagógico. “Não existem mais motivos para a Procuradoria Geral do Estado, a PGE, manter os processos parados sobre a alegação de que a questão encontra-se “sub judice”, disse. Iran comunicou que o publicou, no dia 27 de março, a decisão final da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3772-2, que garantiu a aposentadoria especial aos professores que exercem tais funções. A Prefeitura de Aracaju já cumpria a decisão.

     

    Convocação: consumidores lesados pelo consórcio Garibaldi I

    O Procon/SE, vinculado a Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania, em atendimento a solicitação do Procurador da República do Estado do Paraná, Deltan Martinazzo Dallagnol,  transcreve na íntegra, nota a população para resgate de indenização junto ao Consórcio Garibaldi.”Considerando o resultado de medidas promovidas pelo Ministério Público Federal perante a Justiça Federal, CONVOCAM-SE todos os consumidores que adquiriram cotas do CONSÓRCIO GARIBALDI, quitadas ou não, que foram lesados (por não receberem o bem ou a devolução integral dos valores), a consultarem a lista constante no site www.jfpr.gov.br/consorcionacionalgaribaldi, e, constando aí seus nomes, a comparecerem pessoalmente em qualquer agência da Caixa Econômica Federal no Brasil para efetuarem o levantamento do dinheiro, observando as informações e as regras para saque dos valores contidos no endereço eletrônico apontado. Não é necessária a contratação de advogado ou procurador. O saque deve ser feito neste ano de 2009.

     

    Convocação: consumidores lesados pelo consórcio Garibaldi II

    Foram disponibilizados aproximadamente R$ 10.905.000,00 para o ressarcimento dos créditos, com base em perícia judicial, nos autos 2007.70.00.004156-4, da 5ª Vara Federal de Curitiba/PR. Essa convocação inclui todos os consumidores lesados, mesmo que não tenham tomado qualquer medida para reaver seu crédito.”O Procon/Se, funciona das 08h às 17h, de segunda a sexta-feira. Reclamações ou denúncias podem ser feitas pessoalmente por carta, ou através dos telefones: (79) 3211-5216 ou (79) 3211-3383. Para reclamações feitas pessoalmente o consumidor deve se dirigir à Rua Santa Luzia, 602, Bairro São José, em Aracaju, CEP 49.015.190. O site do Procon-SE é www.procon.se.gov.br

     

    6º Circuito Ciclístico o Renatão

    Na próxima terça feira, 21,  a Federação Sergipana de Ciclismo irá realizar a terceira etapa do Campeonato Sergipano de Ciclismo 2009 “6º Circuito Ciclístico o Renatão”. O circuito será realizado na  Avenida Principal do Conjunto Sol Nascente, em frente a Igreja Católica. Cada volta terá 01 km de percurso a competição será por tempo num total de 02 horas para categoria Elite, e as demais categorias Máster  A, B, C , Feminino e Estreantes  no total de seis categorias terão um tempo inferior, a competição terá inicio as 7.30 horas e previsto para terminar as 10.30 horas, será entregues premiação em dinheiros alem de troféus e medalhas, o patrocínio será do Renatão Restaurante e Pizzaria e da J. L. Organizações Contábeis , o apoio será da SEEL Governo de Sergipe, SMTT e SAMU e Prefeitura Municipal de Aracaju, já está confirmada a presença de mais de 80 ciclistas dos estados da Bahia, Alagoas e Pernambuco.

     

    Doces Docê festeja 27 anos

    Uma das mais tradicionais casas de doces e salgados de Aracaju está completando 27 anos. Para comemorar a data a direção vem realizando diversas promoções. Basta conferir através da Doces Docê Mult Feste pelo telefone 3217 – 2255.

     

    DO LEITOR

     

    Movimento Acorda Pacatuba I

    E-mail recebido (autores identificados no final do texto): “Alguns fatos relacionados à administração pública do município de Pacatuba foram destaques no noticiário no final de 2008 e início de 2009. Ingerências e arbitrariedades realizadas pelos gestores locais provocaram uma série de notícias desagradáveis envolvendo questões políticas, da administração pública, além de   aspectos culturais e educacionais onde  se denegria a imagem do município. As notícias assumiram uma conotação pavorosa e constrangedora sobre a situação política, social, econômica e cultural do município, deixando envergonhados todos aqueles que têm os seus corações fincados naquele pedaço de terra. Sensibilizado com tal situação, um grupo de pessoas de variadas formações profissionais e que têm origem no município resolveu discutir os problemas de forma responsável e com base em princípios éticos e dados  técnicos. Dessa iniciativa foi criado o Movimento Acorda Pacatuba (MAP), que tem por objetivo analisar os problemas relacionados à gestão pública, discutir proposições para o desenvolvimento sócio-econômico e ambiental, executar ações para a construção da cidadania da população e propor projetos voltados para a melhoria da educação e da saúde no município”.

     

    Movimento Acorda Pacatuba II

    Continua o e-mail: “A atual conjuntura merece uma análise mais ampla de algumas questões relevantes. Nos últimos vinte anos, ou seja, durante cinco gestões, Pacatuba foi governada por apenas dois grupos políticos, cuja maioria dos representantes teve diversas contas rejeitadas, segundo informações da imprensa, obtidas através de divulgação do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Dos cinco gestores do período, quatro respondem a processos na justiça. São processos criminais decorrentes da má administração como  prefeito, deixando um “legado” de escândalos de corrupção e enriquecimento ilícito, envolvendo não só os próprios gestores, mas também secretários e auxiliares, quase sempre seus parentes.  Enquanto isso, o município apresenta indicadores sociais inversamente proporcionais à sua arrecadação, que sempre fica situada entre as vinte e cinco maiores do estado. Essa riqueza de Pacatuba é demonstrada na força da sua economia. Enquanto a maioria dos municípios de Sergipe não possui sequer uma indústria de médio porte, Pacatuba tem em seu território duas indústrias consideradas de grande porte para o Estado: a Usina de Álcool Agrisul Agrícola Ltda e a Fábrica de Cimento MIZU. Esta já adquirida pelo grupo Votorantim. Há muitos anos, o município tem a maior produção de coco do estado, exportando o produto para diversas regiões do país. Produz também grande quantidade de petróleo em terra e no mar, resultando em recebimento mensal de royalties em valores bem significativos”.

     

    Movimento Acorda Pacatuba III

    Finaliza o e-mail: “A maior parte da arrecadação do município é proveniente do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), imposto de circulação de mercadorias e serviços (ICMS), como também dos Royalties. Esses recursos deveriam ser aplicados na solução dos problemas da população que é de aproximadamente treze mil habitantes. Entretanto, pode-se constatar claramente a má utilização dos recursos públicos haja vista a atual situação de pobreza e de graves deficiências nas áreas de saúde e educação por que passa a população local. Para se ter uma noção da gravidade da situação, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o índice de desenvolvimento humano (IDH) do município ocupa a vergonhosa 61ª posição no Estado, ganhando apenas de 14 municípios, estes também em situação calamitosa. O paradoxo é ainda maior quando verificamos o Produto Interno Bruto (PIB) per capita dos municípios de Sergipe, onde Pacatuba ocupa a 13ª posição, dados explicados não pelos indicadores sociais, e sim pela economia forte, conforme já relatado. A taxa de analfabetismo dos pacatubenses é de 37,38%, contra 25,16% de Sergipe e 13,63% do Brasil. A mortalidade infantil apresenta a taxa de 45,45 mortes por mil habitantes (m/mil), contra 22,5 m/mil de Sergipe e 12,88 m/mil do Brasil. Portanto, sem entrar no mérito da política partidária, percebemos que o problema está na forma de  governar o município, não na escassez de recursos. Aliás, os grupos políticos do município, que há décadas se revezam no poder, conseguem a triste proeza de disputarem entre si o posto de maior  grau de mediocridade administrativa e de mau exemplo de como gerir a coisa pública. O grupo que hoje critica é o mesmo que tanto já foi criticado pelos antecessores, consolidando, assim, a “ciranda do desgoverno”. Neste sentido, o MAP convoca a todos os pacatubenses e a sociedade sergipana a refletirem sobre os dados acima relatados e a identificarem quem são os verdadeiros culpados pelo caos instalado no município, abrindo, assim, um canal de discussão que visa acordar os munícipes do sono profundo em que se encontra e caminhar na busca do progresso tão esperado”. Assinam: Wolney Carlos Quitério, servidor público estadual; Vanderson da Silva Melo, professor universitário e servidor público estadual; Euro Fortunato dos Santos, geógrafo e acadêmico em administração e Jorge Santos, servidor público federal e licenciado em Letras.

     

    Frase do Dia

    “Quem bem comanda, é preciso que alguma vez tenha obedecido a ordens, e quem obedece modestamente considera-se digno de algum dia vir a comandar.” Cícero.

     

     

    O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
    Comentários