Sem ética nem moral

0

O dedo duro Marcelo Odebrecht afirmou cinicamente que a prática do caixa dois é generalizada no Brasil e quem disser o contrário está mentindo. Não é verdade. Apesar dos pesares, existem homens públicos sérios. Aliás, o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, Célio Borja, adverte que a generalização é salvação dos canalhas. O que este cafajeste da Odebrecht pretende com tal bazófia é igualar todo mundo a ele. O safado quer ser chamado de herói por ter entregado os comparsas de corrupção, caixa dois, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e otras cositas más. O Brasil precisa saber separar o joio do trigo para punir nas urnas os políticos ladrões, que se apossaram de bilhões em benefício próprio, deixando à míngua quem precisa de saúde, educação, segurança, etcétera e tal. O brasileiro não pode, porém, achar que todos são farinha do mesmo saco. Até no Congresso há homens sérios, embora a grande maioria esteja marcada com o carimbo da corrupção. Justo por isso, o conjunto do parlamento brasileiro não possui ética nem moral para aprovar nada, quanto mais reformas importantes como as da Previdência e Tributária. O Senado e a Câmara Federal é que precisam sofrer uma urgente reforma ética e moral, antes que o país afunde de vez.

Quer resultados

O governador Jackson Barreto (PMDB) está mesmo propenso a trocar peças chaves na cúpula da Segurança Pública. O principal motivo é o insucesso da estratégia adotada pela SSP visando combater a criminalidade, que só cresce. Nem mesmo a Força Nacional – ou seria farsa – assustou os bandidos, que continuam praticando todo tipo de crime, para desespero dos sergipanos.

Bom de grana

O ex-prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), é o único político sergipano acusado de ter recebido dinheiro de caixa dois da Norberto Odebrecht. Com a alcunha de “Louro”, o demista aparece numa planilha da empreiteira. A grana teria sido entregue em 2010, quando João disputou e perdeu o governo de Sergipe. O ex-prefeito também teria recebido outros R$ 600 mil da Odebrecht como ajuda para as campanhas dos senadores Eduardo Amorim (PSC) e Maria do Carmo Alves (DEM). Marminino!

Coração fraco

O dono da empresa Torre, José Antônio Torres Neto, pode ser submetido a uma cirurgia no coração. Segundo os advogados, o empresário teve um princípio de infarto quando estava preso numa delegacia de Aracaju, tendo sido transferido para um hospital. Antônio Torres foi engaiolado sob a acusação de obstruir o trabalho da Justiça, destruindo provas. Homem, vôte!

Vitória de Pirro

O povo pobre de Aracaju, que está há quase 100 dias sem atendimento nos postos de saúde, não comemorou o fato de a Justiça ter considerado legal a desumana greve dos médicos. Enquanto a categoria e o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) brigam sobre como deve ser pago o salário de dezembro, a população carente sofre por falta de assistência. Será que se o prefeito e os médicos do município dependessem da saúde pública esta greve já não teria acabado? Cala-te boca!

Dr. Bodega

Amanheceu resfriado e não tem médico para atendê-lo nos postos de saúde de Aracaju? Pois passe na bodega da esquina e beba uma generosa dose de conhaque com mel e limão. Se não melhorar, ao menos fica de fogo e esquece que está gripado. Para desarranjo intestinal o bodegueiro sugere uma dose cavalar de Genebra com sal. Segundo ele, é tiro e queda. Crendeuspai!

Gazeteiros

A grande maioria dos 40 imortais da Academia Sergipana de Letras não prestigia o chá das cinco. Entrevistado pelo blog JL Política, o acadêmico Jouberto Uchoa de Mendonça confessou que o maior problema da Academia são as ausências: “Só temos oito, 10, quando muito, 12, frequentes semanalmente”, reclama. Aff Maria!

Conversa mole

E a classe política sergipana não trata de outra coisa que não seja o Canal de Xingó. Da forma como falam, parece uma obra simples, que será feita em pouco tempo. Os políticos não explicam, porém, que para abrir os 300 quilômetros de canais na Bahia e em Sergipe serão necessários algo em torno de R$ 2,4 bilhões. Além de não existir recursos garantidos para a obra, este governo temerário acaba no ano que vem, certamente bem antes que seja concluído o anteprojeto da primeira etapa do Canal, avaliado em R$ 6,8 milhões. Misericórdia!

Trânsito violento

O trânsito é a principal causa de mortes de crianças. O estudo da Organização Não Governamental Criança Segura mostra, que do total de óbitos de menores causados pelo trânsito, 44% corresponderam aos atropelamentos, 28% aos acidentes com a criança na condição de passageira, 6% como ciclista e os 22% restantes corresponderam a outros tipos de acidentes envolvendo carros.

Atchim!

Começou hoje a mobilização nacional de vacinação contra a gripe. A campanha deste ano inclui, pela primeira vez, os profissionais de educação no grupo prioritário. O principal objetivo da imunização é reduzir as hospitalizações e a ocorrência de mortes relacionadas à influenza. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de internações por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da gripe.

Recorte de jornal

Publicado no jornal laranjeirense O Horizonte, em 1886

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários