Sergipe ainda permanece como o 6º Estado mais violento do país.

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Embora o governo do Estado enviou release comemorando os dados da 13ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgando na terça-feira, 10, mostrando que Sergipe é o terceiro Estado do Brasil que mais reduziu o crime de latrocínio em 2018, a verdade é que Sergipe ainda permanece como o sexto Estado mais violento do pais.

Apesar da queda em Sergipe, temos a terceira maior taxa do Nordeste e crescemos 45% em relação a 2011. Os números foram apresentados pelo Fórum Brasileiro, no anuário são claros:

Violência Sergipe/Mortes violentas Intencionais. Estados Número Absoluto Taxa por 100 mil habitantes. Os seis mais violentos:

Roraima 384 66,6
Amapá 480 57,9
Rio Grande do Norte 1.926 55,4
Pará 4.649 54,6
Ceará 4.788 52,8
Sergipe 1.128 49,5

Os menos violentos: São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Piauí.

Número Absoluto: Taxa por 100 mil habitantes. As seis mais violentas capitais:

Macapá 346 70,1
Belém 1.022 68,8
Rio Branco 236 58,8
Fortaleza 1.545 58,5
Natal 471 53,7
Aracaju 344 53,0.

E mais: a SSP não mostrou também que pelos dados do anuário, embora tenha havido uma redução do número de mortes violentas, o índice de elucidação de crimes continua baixo. E o número de estupros aumentou.

Os crimes reduziram, mas não há o que comemorar ainda. Sergipe ainda permanece como o 6º Estado mais violento do país. E se encontra muito longe de voltar aos índices próximos a média nacional.

 

Mandato de senador não mudou Alexandro Vieira Os amigos mais próximos do hoje senador Alexandro Vieira afirmam que ele sempre foi assim desde que chegou a Sergipe a atuou como delegado. Tem uma característica de não ouvir mais do que falar e de não fazer floreios. Está encarando o mandato de senador com responsabilidade. Tem autoridades e políticos que gostam de serem paparicados. Parecem mais crianças mimadas que não dão conta da responsabilidade maior que têm com os sergipanos. Ontem, 11, porque Alexandro Vieira aproveitou o título de cidadania para criticar o governo estadual alguns ficaram “sentidos” ao extremo e espernearam nas mídias oficiais.

Um beijo que revelou um fantasma do gabinete de Bispo  Ontem, 11, um vídeo viralizou nas

Na foto, o assessor aparece com dinheiro na mão enquanto o casal se beija (Foto: Reprodução de Vídeo das Redes Sociais)

redes sociais de Itabaiana de um beijo trocado por um casal dentro da Câmara municipal de lá. O problema é que a mulher pode ser portadora de deficiência e para isso a delegacia de grupos vulneráveis abriu um inquérito. E o servidor responsável pelo vídeo e que ofereceu dinheiro deveria estar trabalhando na Alese, e é lotado no gabinete de Luciano Bispo, mas só vive em Itabaiana. Bispo já anunciou que exonerou. Mas o MPE não vai abrir investigação? Servidores da Alese disseram ao blog que raramente o rapaz aparece por lá. É fácil para o MPE descobrir. A matéria do beijo aqui.

Sergipe irá sediar os Jogos Nacionais da Magistratura no ano que vem A AMASE- Associação dos Magistrados de Sergipe- teve o projeto de organizar os Jogos aprovado por unanimidade no Conselho de Representantes da AMB. Serão cerca de mil pessoas chegando no Estado em maio de ano que vem. Um bom incremento ao turismo.

Regulamentação de extratos e substâncias da planta cannabis que auxiliam tratamentos O deputado federal Fábio Mitidieri postou nas redes sociais o desejo de um debate profundo do projeto de lei apresentado por ele (PL 399/2015) para regulamentar os medicamentos que utilizam extratos e substâncias da planta e auxiliam em tratamentos de casos de epilepsia, ansiedade, esclerose múltipla e ainda possibilitam amenizar dores crônicas em tratamentos mais agressivos, como os de alguns tipos de câncer, por exemplo.

Assunto sério “O assunto é muito sério e estamos muito perto de avançar na questão. Já passou da hora do Brasil liberar o uso medicinal da Cannabis. Há pesquisas que comprovam os benefícios e centenas de países já permitem que haja cultivo e venda para fins medicinais,” escreveu que já há um entendimento por parte da sociedade, de membros tanto da oposição, quanto do governo, em relação ao assunto. Do blog: é um assunto importante e que não se arrastar por puro preconceito de alguns.

Carros públicos usados indevidamente E o blog recebeu informações que tem veículos da Secretaria de Estado da Justiça que ficam passeando sempre em Areia Branca, inclusive um gol. Moradores ficaram de enviar as fotos com os veículos parados com seus responsáveis resolvendo problemas pessoais.

Amparo do São Francisco: prefeito atrasa duodécimo do legislativo E o prefeito de Amparo do São Francisco, Franklin Freire pode ser denunciado a qualquer momento a Justiça pelo atraso do duodécimo da Câmara Municipal. Segundo um vereador este repasse atrasado chega a algo emm torno de R$ 80 mil.

“A hora é de salvação. E a minha esperança é que essa comissão seja o passo inicial para uma grande luta para salvar a engenharia no país”, disse Luciano Barreto em Comissão da Câmara dos Deputados A luta da Associação Sergipana de Obras Públicas e Privadas – ASEOPP, foi ecoada  ontem,11, na Câmara dos Deputados numa audiência realizada pela Comissão Externa que acompanha as obras públicas inacabadas no País. A audiência teve como tema “Projeto Técnico e Paralisação da Obra Pública” e contou com a participação de representantes do TCU, Bruno Martinello, do CAU/BR, Ricardo Wamderley, do CREA, Marcos Luciano, da ABCE, Ricardo gomes, da ASEOPP, Luciano Barreto, dos membros da comissão, do senador Rogerio Carvalho, os deputados Fábio Henrique e Fábio Mitidieri.

Engenharia destruída Ao relatar a luta de dez anos da ASEOPP, pelo preço justo, obra concluída e sociedade atendida, o presidente da associação, Luciano Barreto, disse que conhece a realidade da construção civil e as pequenas e médias empresas no Nordeste estão praticamente destruídas. “Ao lado disso destruíram a engenharia”, disse defendendo que todos os setores da área se unam para salvar a engenharia. “A hora é de salvação. E a minha esperança é que essa comissão seja o passo inicial para uma grande luta para salvar a engenharia no país”, registrou. Luciano agradeceu a presença dos membros da ASEOPP, Geraldo Majela e Gustavo Barreto, do ex-governador Albano Franco, além dos advogados Eduardo Ribeiro e Rafael Resende.

Procedimentos Luciano Barreto apelou para o representante do TCU, que os órgãos de controle se somem e nos procedimentos e ouçam a construção civil. Para Luciano a pauta hoje da obra pública é suicida que só interessa o preço e não há preocupação com a qualidade e o prazo. Luciano deu como exemplo o Hospital do Câncer em Sergipe cuja obra foi iniciada e paralisada. ‘Se tem corrupção em todas as empresas qual o motivo de 95% das pequenas e médias empresas estarem quebradas?”, finalizou entregando uma documentação com sugestões e recomendações da associação para melhorar o setor.

Exagero  O senador Rogério Carvalho lembrou que o país vive o período do controlismo que move algumas instituições. “Com isso não se tem fluidez para trabalhar”, disse dando como exemplo a obra do Hospital do Câncer em Sergipe e o exemplo pessoal quando foi secretário da saúde, onde assinou 75 convênios para construção de clinicas de família e foram abertos 75 procedimentos administrativos no TCE. “35 já foram arquivados, mas ainda são 30 sendo apreciados”, registro, afirmando que há um excesso de controle que dificulta bastante a atividade da construção civil. “É impossível, numa obra, por mais exata que seja a construção tem o imponderável.”

Melhoria dos projetos Um ponto tocado por todos foi a necessidade da melhoria dos projetos, que na maioria das vezes é contratado através de pregão eletrônico e são aprovados os mais baratos e não os mais qualificados.

Contente com a visita do ex-governador Albano Franco, e dos empresários Luciano da Celi, Geraldo Magella e Gustavo Barreto De André Moura nas redes sociais: Mostrei as dependências da secretaria e conversamos sobre os trabalhos realizados pela pasta. Sergipe não poderia ficar de fora da conversa, assim como o momento político que antecede as eleições municipais.#VamosEmFrente #DeusNoComando #SergipeMaisForte”

Sistema Eletrônico O Tribunal de Justiça de Sergipe concluiu no fim de agosto a implementação do Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU), com o cadastramento e implantação de 100% dos processos de execução penal à nova plataforma, percentual este que corresponde a 18.000 processos de execução que hoje tramitam na Justiça Sergipana.

CNJ O SEEU é o novo sistema do Conselho Nacional de Justiça, desenvolvido em parceria com o Tribunal de Justiça do Paraná, que permite o controle informatizado da execução penal e das informações relacionadas ao sistema carcerário brasileiro em todo território nacional, tendo como maior funcionalidade a realização do cálculo automático da pena pelo próprio sistema e agendamento automático dos benefícios previstos na Lei de Execução Penal.

Pioneiro O TJ/SE foi, com a aprovação e efetiva presença do CNJ, pioneiro na criação de um projeto piloto, ainda na fase pré-operacional de implantação do SEEU, que aconteceu na 6ª Vara Criminal desse Estado e abrangeu também os processos físicos ainda remanescentes da VEMPA, totalizando 268 processos, experiência que seguramente trouxe para toda a equipe maior conhecimento das ferramentas disponíveis no Sistema e melhor qualificação dos profissionais envolvidos, assegurando a eficiência na definitiva implantação.

Força tarefa O reconhecimento do sucesso do trabalho desenvolvido pelo TJ/SE na implantação do novo Sistema se refletiu no convite feito pelo CNJ, através da atual Presidência, a quatro servidores, do TJSE, para integrarem a força tarefa, iniciada em 09/09/2019, com o objetivo de realizar a implantação do SEEU no Tribunal de Justiça de Roraima. O CNJ reconheceu, em seu site, a colaboração do TJ/SE, ao registrar que “Como benefícios futuros, o TJSE espera uma melhor integração do SEEU com o BNMP 2.0, o que evitaria o uso de outros sistemas e facilitaria o uso do SEEU.”

Excelência No encerramento dos trabalhos do SEEU o Presidente Osório de Araújo Ramos Filho parabenizou todos os envolvidos no projeto e agradeceu o compromisso e dedicação dispensados pelos servidores, cujo empenho e qualificação garantiram a excelência do resultado alcançado e o nacionalmente reconhecido sucesso da implantação.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

O Suicídio na História. Por Antônio Samarone: “Um suicídio, como toda conduta humana, é uma mensagem endereçada à comunidade da qual seu sujeito faz ou fazia parte.” Durante o Iluminismo tivemos o “mal inglês”: Em 1749, Montesquieu escreveu: “Os ingleses se matam sem que se possa imaginar nenhuma razão que os determine, matam-se até em plena felicidade. É o efeito de uma doença gerada pelo clima, que atinge a alma a tal ponto que leva o desgosto por todas as coisas, até pela vida.” Um mito do iluminismo: a Inglaterra era o país do suicídio. Aliás, suicídio é um termo nascido na Inglaterra, no século XVII. (sui – de si; caedes – assassinato). Entre 1680 e 1720 explodiu o número de suicidas na aristocracia britânica. O suicídio filosoficamente justificado era um ato refinado, desde que não fosse por enforcamento. O suicídio era nobre ou pela espada ou pela pistola. A leitura completa aqui.

PELO E-MAIL E FACEBOOK

PELO TWITTER

www.twitter.com/AntonioSamarone Quando o @CarlosBolsonaro
defendeu o fim da democracia, falou em nome do Pai e dos seguidores.
Não foi um ato impensado! Defendeu o que pensa! Subestimar a tirania é uma insensatez…

www.twitter.com/PedroRuasPsol Qual será o pensamento de quem (sem ser fascista) votou no Bolsonaro e (surpresa ?) elegeu seus três filhos como “co-Presidentes” ?

www.twitter.com/palmeriodoria A única dúvida que persiste é em qual Idade Média estamos: a Alta ou a Baixa.

www.twitter.com/valadaotv “Se você quer saber sobre seu passado , olhe para sua condição no presente. Se você quiser saber o que vai acontecer no futuro, olhe para suas ações no presente”. Ensinamento Budista.

@brasillivre17 Tim Maia não morreu… que artista esse cidadão.

 

De Clóvis Barbosa pelas redes sociais.

 

Siga Blog Cláudio Nunes:

 Instragram

 Facebook

 Twitter

Frase do Dia

“Nossa vida é um caminho, quando paramos, não vamos para frente.” Papa Francisco.

 

As fotos acima são de ontem, 11, pela manhã, na Rua 10 ao lado da antiga Canal 4, no conjunto Augusto Franco, paralela a Rua José Francisco Prejuízo. Essa carreta fechou a rua por muito tempo descarregando no fundo de um estabelecimento. E quem tentava passar ainda ouvia do motorista para dar marcha ré e ir pela outra rua. Motoristas tentaram chamar a SMTT e nada.
Comentários