Serra de Itabaiana (SE) – Cachoeiras na medida da aventura

0

Trilha da Via Sacra, da Piçarra, do Caldeirão, dos Carros e do Paredão são algumas dos vários caminhos para percorrer um dos roteiros de turismo de aventura mais apreciado em Sergipe: o Parque Nacional da Serra de Itabaiana, situado no município de Itabaiana, a 40km de Aracaju. Como choveu no início de outubro, as cachoeiras, poços e corredeiras estão sangrando a contento, fazendo a festa dos aventureiros, ávidos pelo contato com a natureza e o lazer.

O parque fica nas imediações da BR 235. Há uma porteira de acesso margeando a rodovia e um guarda do Ibama lhe dar as boas-vindas, porém, existem outras dezenas de acesso, mas a dica é procurar com antecedência um condutor local ou uma agência especializada em passeios de aventura, pois as trilhas exigem dos visitantes preparo físico e espírito de aventura.

A trilha do Caldeirão e da Via Sacra são as mais procuradas e lhe reserva quase que 15km de caminhada. A cachoeira Grande ou Três Cachoeiras é uma das primeiras atrações do percurso. Considerada a mais alta e maior desta trilha, enche os olhos dos aventureiros.

Um paredão encostado em um poço de águas cristalinas é o segundo ponto de parada obrigatório para banho. É o Poço Azul, hoje denominado de Poço Dourado porque as árvores encobriram metade do riacho e suas águas não refletem mais o azul.

Dois caminhos podem ser seguidos a partir deste ponto: o caminho da Pedra Grande ou o Lajedo (Paredão). O guia lhe dará o melhor deles conforme o seu entusiasmo do dia, ou melhor, sua aptidão física. Todos os dois convergem para o Poço Preto, um enorme paredão de águas escuras e fundas, aptas a contemplação e ao descanso. Ouça o barulho que vem da mata e da água batendo nas pedras.

Logo depois do Poço Preto siga pelos denominados “Garguelos”, uma trilha que beira um paredão, do lado direito, e um riacho. Quem não gosta de altura é bom não olhar para baixo e seguir adiante. Logo-logo se chega aos paredões rochosos com subida íngreme até apontar o Penhasco dos Falcões e a Pedra da Tartaruga. De lá de cima avista-se os falcões treinados sobrevoando rasteiros a região. Mas segue-se pela esquerda em direção a trilha de descida: a da Via Sacra, assim chamada porque religiosos vão para a região pagarem promessas e participarem de romarias na Semana Santa.

O Poço das Moças é outro atrativo do parque. Conta à lenda que o poço tem este nome depois que caçadores avistaram duas moças tomando banho e logo desapareceram, sem deixar vestígios. A atração principal é um escorregador natural que diverte os aventureiros. As águas vão descendo rocha abaixo, e vários outros poços menos freqüentados se formam compondo belos cenários.

Numa das encostas da Serra há a Sala dos Negros, um penhasco que mais parece com uma garagem. Nessa época de queda d’água caudalosa dez pequenas cachoeiras sangram formando uma gigantesca corredeira. Muitas vezes a nebrilna toma conta de toda a paisagem.

O parque, por ser recém criado, está sendo descoberto agora e muitos atrativos ainda permanecem escondidos. Pontos de interesse turístico existem, porém, falta transformá-los em sustentáveis e adequá-los a realidade dos parques nacionais abertos à visitação pública. Comunidade, estudiosos, visitantes e a natureza agradecem.

Como chegar

O Parque Nacional da Serra de Itabaiana fica às margens da BR 235 e abrange os municípios de Areia Branca, Itabaiana, Laranjeiras, Itaporanga D`ajuda e Campo do Brito.

Partindo de Aracaju, há diversos tipos de transporte através dos quais se podem chegar à entrada do parque. Parti-se pela BR 235 sentido BR 101. Já na saída de Aracaju, segue-se pela BR 101 até o entroncamento para Itabaiana. Pouco menos de 35 km, chega-se na entrada do parque.

Foto: orvalho em uma teia de aranha

Dicas de viagem

Como as corredeiras estão bem mais caudalosas nessa temporada do ano, o risco de acidentes é bem maior.

Sabe-se que existem diversas estradas de piçarra que adentram o parque, porém, para se chegar aos principais pontos é conveniente deixar o transporte nas imediações da BR 235 e entrar no espírito de aventura adentrando a reserva a pé. A natureza agradece.

Alguns trechos das trilhas exigem bastante aptidão física, mesmo que os condutores ajudem e a trilha já seja preparada para iniciantes.

O Parque Nacional da Serra de Itabaiana não possui ponto de apoio, sinalização ou suporte de condução, portanto, é bom contatar profissionais experientes, como o condutor Marcos Mota (79 9969 1531) ou “Os Peregrinos” (79 9977 9419). Também pelo endereço eletrônico rappelperegrinos@hotmail.com

As agências de viagem de Aracaju e Itabaiana não oferecem passeios para a Serra de Itabaiana. Algumas delas fazem visitação ao Parque dos Falcões, único local autorizado pelo Ibama no Brasil para recuperação e criação em cativeiro de aves de rapina como: falcões, corujas e gaviões. O ingresso custa R$ 10. Fale com Percílio dos Pássaros, o proprietário da localidade.

O lixo gerado no período da trilha deverá ser reservado e jogado fora do Parque Nacional. Leve sempre sacos plásticos para colocar tudo. A natureza agradece.

Flores da Serra

Fotos: Silvio Oliveira

Na Bagagem

  • A empresa Air Europe voltou a operar para o Brasil com voos especiais para a Europa. Vale a pena conferir os pacotes partindo de Aracaju.
  • A agência Edson Tour promove, neste final de semana, uma visita técnica à Paulo Afonso (BA). Jornalistas e guias de turismo irão conhecer a Ponte Metálica, o Raso da Catarina e a Hidrelétrica de Paulo Afonso.
  • Sauípe Fest acontece de 30/10 a 02/11 na Costa do Sauípe (BA) com Timbalada, Alexandre Peixe, Negra Cor, Jammil, Claudia Leite e o Rappa. Agências de Aracaju tem pacotes especiais.
  • O horário de verão iniciou a 0h do dia 18/10. Lembre-se que o horário dos voos anteciparam 1h. Consulte seu agente de viagem.
  • Trinta e sete rotas da empresa Gol já estão com o serviço de bordo pago. O cardápio inclui produtos como sanduíches, cerveja, vinho, refrigerante, suco, chocolate e outros aperitivos. A empresa aceita cartões de crédito e moeda nacional como formas de pagamento. Os clientes são informados sobre o serviço durante o processo de aquisição do bilhete e as opções são apresentadas em menu.
  •  
  • A Fundação Getulio Vargas aponta que o Rio de Janeiro(RJ)  é a cidade brasileira em que os turistas estrangeiros mais gastam dinheiro, superando a média nacional, de 285 dólares. O turista gasta, em média, 395 dólares por dia.

 

Passaporte

Continuamos com a série de fontes de Roma. Como as pontes de Paris, as fontes de Roma é quase que uma unanimidade em visitação dos turistas. As fontes eram construídas no final dos aquedutos, muitas delas, somente ornamentais. Desta vez apresentamos a famosa Fontana di Nettuno, construída em 1574 e que fica na Piazza Navona, em Roma, na Itália. Junto com a Fontana di Nettuno, fazem parte do complexo da praça mais duas fontes, uma delas já publicada aqui: a Fontana dei Quattro Fiumi.

Fotos: Silvio Oliveira

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais