Sobre o nu de Stênio Garcia

0

Quando o selfie de Stênio Garcia nu ao lado da mulher chegou ao seu celular um amigo imediatamente compartilhou com seus grupos e não foi por maldade. Ele achou bonito e acreditou que a foto tinha sido divulgada espontaneamente. Logo em seguida veio a reação indignada da mulher do experiente ator, afirmando que as fotos tinham sido roubadas, que era um absurdo e que ia processar, botar na cadeia e tal. Será? Seja como for, as fotos do casal, não por ela, mas por ele, dão no que pensar.

Imagine a cena, um homem de 83 anos nu, abraçado à jovem mulher também nua, diante do espelho, fazendo cara de apaixonado e de quem não deve nada à vida. Feliz não exatamente com a sua condição de macho, mas de homem realizado. Ambos se divertindo. Num flagrante, dentro de um belo quarto caseiro onde a cama ainda está por fazer, aparecem juntinhos de frente um para o outro. A outra foto, a mais comentada, é um nu frontal, ambos abraçados, lado a lado, de frente para o espelho.

Ele, vê-se, está em plena forma física e, certamente, perfeitamente ativo. A mulher Marilene, uma jovem senhora de 47 anos, aparenta estar muito bem. Para festejar tudo isso, o ator consagrado, o Bino parceiro de Pedro na famosa série Carga Pesada, um homem de gestos simples também na vida real, despe-se do preconceito e não resiste a brincar com essa invenção tão moderna quanto um telefone que serve para quase tudo, inclusive para registrar momentos íntimos de um casal. Palmas para ele!

Claro que houve quem fizesse maldades nas redes sociais, chamando o cara de velho, impotente e outras bobagens. Puro preconceito. Aliás, nessa matéria, de opiniões pré-concebidas, intolerâncias, crenças distorcidas e generalizações, o Brasil está num processo de retrocesso talvez sem precedentes. Essa ideia de que idoso é um encostado e não tem vida sexual é velha, já está ultrapassada. As cabeças das pessoas evoluídas e a farmacêutica moderna permitem viajar muito ainda nesse barco.

Agora imagine essa cena 30, 50 anos atrás. Seria quase impossível. As famosas fotos de John Lennon e Yoko Ono nus, tiradas em 1968, foram consideradas quase escandalosas. Os dois aparecem em nus de costas e frontais. Mas Lennon era um jovem rebelde, ainda com 28 anos. A artista japonesa, alguns anos mais velha. O trágico é que Lennon fez uma última foto nu, abraçado com Yoko vestida, no dia 8 de dezembro de 1980. Horas depois de fotografar no apartamento no Central Park, foi assassinado na calçada do prédio.

Marilyn Monroe também chamou a atenção e virou ícone de beleza quando se tornou primeira capa da Playboy em 1953. Ela posou nua para a sessão daquelas fotografias em 1949, quando era uma ninfeta de 22 aninhos. No Brasil causou comoção o nu de Leila Diniz, linda e grávida, em 1971. Mas todas essas foram fotografias feitas para serem exibidas, o que não parece ser o motivo do casal Garcia.

Antigamente, só os jovens incorporavam a evolução. Hoje, os velhos também inovam, evoluem nos costumes. Ou, pelo menos, procuram estar ligados no que está acontecendo. Mudança inexorável num mundo tão midiático e de população idosa cada vez mais crescente.

No Brasil, hoje já se vive mais de 75 anos, em média, e a esperança de vida ao nascer deve atingir os 80 anos em 2041, segundo o IBGE. Em Santa Catarina, a expectativa de vida deve alcançar os 80 já em 2020. O número de centenários se multiplica. No Censo 2000 o número de brasileiros com mais de 100 anos era de 14 mil. Em 2010, eles já eram quase 10 mil a mais, beirando os 24 mil.

As pessoas longevas estão conscientes, cada vez mais independentes e hoje apresentam um declínio cognitivo menor do que no passado. Sem as preocupações de jovens pais, querem desfrutar a vida, viajando, adquirindo novos conhecimentos, namorando e fazendo sexo. E, se forem mais desinibidas, fazendo selfie com os namorados ou as namoradas. Por que não?

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários