Sukita virou ‘sukata’

0

Eleito deputado estadual com mais de 30 mil votos, Manoel Messias, vulgo “Sukita” (PMDB), viu ontem a casa cair sobre a própria cabeça. Por 4 votos a 2, o Pleno do Tribunal Superior Eleitoral fez evaporar o futuro mandato do peemedebista, ao entender que ele perdeu o prazo para voltar atrás na renúncia da candidatura. Foi mais um duro golpe na tumultuada carreira política deste capelense que, apesar dos reveses, se acha o rei da cocada preta. Com esta derrota, Sukita terá tempo de sobra para se defender das ações judiciais acusando-o de ter praticado uma série de irregularidades financeiras quando foi prefeito de Capela. Esta coluna já o advertiu que ex-prefeito é igual a Coca-Cola sem gás. Agora com a perda do futuro mandato de deputado, “Sukita” não passa de uma “sukata" sem muita serventia política.

André venceu

E quem está sorrindo de orelha a orelha é o deputado federal André Moura (PSC). Por 5 votos a 1, o Tribunal Superior Eleitoral acatou decisão do Superior Tribunal de Justiça, que derrubou a condenação de André pelo Tribunal de Justiça de Sergipe. Foi esta condenação que levou o TRE sergipano a negar o registro de candidatura ao deputado, sob a alegação que ele era ficha suja. Com a vitória de Moura, o deputado federal reeleito Mendonça Prado (DEM) cai para a 1ª suplência.

Luta continua

Consciente que a vitória jurídica de André Moura solapou sua reeleição, o deputado federal Mendonça Prado (DEM) postou hoje no Facebook a seguinte nota: “Estejam certos que continuarei com a mesma disposição para lutar em defesa dos nossos ideais, assim como pela construção de um mundo melhor para todos. Saibam que serei eternamente grato por tudo que fizeram por mim”.

Transparência

A CUT vai solicitar a intervenção do Ministério Público Federal visando o cumprimento pelo governo de Sergipe da Lei de Transparência e Acesso à Informação. Segundo a entidade, o Executivo usa a crise financeira para justificar o corte de direitos adquiridos pelos servidores, mas não libera as informações sobre receitas e despesas. “Diante disso, o funcionalismo fica sem saber que crise é esta e como e por quem ela foi gerada”, afirma a direção da CUT.

Bons de PIB

Cinco municípios detêm mais da metade do Produto Interno Bruto de Sergipe. Aracaju (35,3%), Socorro (7,4%), Canindé (5,0%), Estância (4,7%) e Laranjeiras (3,6%) acumulam 56% do PIB. A informação é da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão. Na agropecuária, os cinco maiores PIB’s são os de Lagarto, Simão Dias, Capela, Itabaiana e Glória. Juntos eles contribuíram com 24,5% de tudo que foi produzido pelo setor no Estado.

Prepare o bolso

Veja o que publica hoje o Jornal da Cidade: “Até a próxima semana, a Prefeitura de Aracaju deve enviar à Câmara Municipal uma proposta aumentando o valor do IPTU, sem mexer na alíquota. O projeto pretende atualizar a planta de imóveis da capital, que não é corrigida há 20 anos. Isso significa aumentar o valor dos imóveis, gerando um IPTU mais caro. A classe média será a mais afetada, pois as isenções serão mantidas”. Taí um presentão de grego para os aracajuanos em plena época natalina.

Processo eletrônico

O Tribunal Superior Eleitoral aprovou resolução instituindo o Processo Judicial Eletrônico (PJe) no âmbito da Justiça Eleitoral. A implantação do PJe observa os princípios de celeridade e exiguidade de prazos do processo eleitoral, além de levar em consideração a economia, a qualidade e a agilidade que podem ser obtidas na prestação jurisdicional com a substituição dos autos em papel por processos em meio eletrônico. Legal!

O peso da cor

Meninos negros são as principais vítimas do trabalho infantil: 5,8% dessa população, de 5 a 15 anos, desenvolve algum tipo de trabalho. A primeira publicação do Sistema Nacional de Indicadores em Direitos Humanos, divulgada ontem, mostra que entre garotos brancos, a taxa de ocupação da mesma faixa etária é 3,7%. Entre as mulheres, a taxa é 2,9% entre as negras e 2% entre as brancas. As regiões Norte e Nordeste lideram o ranking com 5,3% e 4,9% de crianças e jovens ocupados, respectivamente.

JB faz escola

O governador Jackson Barreto (PMDB) fez escola ao conseguir aprovar na Assembleia a antecipação dos royalties de petróleo e gás para garantir o pagamento das folhas de novembro, dezembro e o 13º salário. Bom aluno, o prefeito João Alves Filho (DEM) aprendeu a lição e conseguiu que a Câmara de Aracaju aprovasse antecipação de cerca de R$ 50 milhões dos royalties para honrar compromissos da Prefeitura. Resta saber qual será o próximo prefeito sergipano a copiar JB?

Luz mais cara

A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou um reajuste médio de 22% nas tarifas da distribuidora Sulgipe. Os novos valores serão aplicados nas contas de energia de moradores de 14 cidades de Sergipe e da Bahia a partir do próximo domingo. Segundo a Agência, o aumento de justifica devido aos custos que a distribuidora teve com compra e transmissão de energia, e pagamento de encargos setoriais.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Diário da Manhã em 24 de julho de 1919

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais