Suspeita de uso da máquina

0

Matéria do Correio Brasiliense de ontem, 24, assinada pelo jornalista Leandro Colon e republicada em alguns blogs de repercussão nacional, como o do Noblat: Candidato a prefeito de Aracaju nas eleições de outubro, o senador Almeida Lima (PMDB-SE) nomeou nos últimos três meses seis novos assessores parlamentares para trabalhar com ele no estado. Desses, cinco nunca apareceram em Brasília, muito menos no seu escritório político em Sergipe. Cada um recebe R$ 1.247,48 de salário do Senado, além de R$ 600 de vale-alimentação.

 

No mesmo período, o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), que disputa a Prefeitura do Rio de Janeiro, nomeou nove funcionários pelo Senado, sendo sete só para trabalhar no estado. Entre os assessores está Eliana Ovalle, ex-atriz de novelas das redes Globo e Manchete e hoje apresentadora de programas evangélicos na cidade. Ela recebe R$ 952,14 mensais para cuidar da “agenda de compromissos” de Crivella, segundo a própria Eliana. Sua nomeação foi publicada no boletim do Senado no último 14 de maio.

 

O regimento do Congresso permite ao parlamentar nomear funcionários para trabalhar no seu respectivo estado. Não há um limite, uma regra de quantos servidores devem estar nessa situação, muito menos um controle de expediente, o que pode acabar criando uma disputa desigual entre um senador candidato e os demais concorrentes nas eleições municipais. A legislação é clara: quem ocupa um mandato eletivo não pode usar sua estrutura numa disputa eleitoral, sob pena de, caso vença, ter o diploma cassado, além da multa que pode variar entre R$ 5 mil e R$ 106 mil.

 

Pesquisa – De maio a julho, seis pessoas foram nomeadas para assessorar Almeida Lima em Sergipe pelo salário de R$ 1,2 mil: Lais Maricelma, Ivana Bomfim, José Francisco dos Santos, Ana Maria dos Santos, Ramon Guerra e Ederaldo Bomfim Filho. O Correio telefonou para o escritório do senador em Aracaju. A secretária informou que somente o último desta lista trabalha lá. Almeida Lima era o único senador ontem no Congresso e conversou com a reportagem. Ele admitiu que os novos assessores não cumprem expediente, mas nega que tenham sido nomeados para ajudá-lo na campanha eleitoral deste ano. “Eles não precisam cumprir expediente. Eles ficam na rua fazendo pesquisa para o mandato, como trabalhar em bibliotecas, remontar arquivo”, afirmou.

 

Dos sete novos assessores de Marcelo Crivella no Rio, três têm o salário de R$ 1,2 mil: Adriana Carvalho, Jorge Tadeu Ribeiro e Suellen Bencardini. Os outros quatro foram nomeados para receber R$ 952,14 mensais: Eliana Ovalle, Hélio Paranhos, Luciana Pereira e Henrique Dezemone Forno. Além deles, o senador nomeou outros dois assessores para trabalhar em Brasília. Procurada, a assessoria de imprensa de Crivella informou que nenhum dos novos assessores estão na campanha do senador. O parlamentar alega que as nomeações foram feitas desde maio porque ele ganhou mais vagas naquele mês como líder do PRB no Senado. Em cima disso, Crivella nega conotação eleitoral nessas contratações. Embora a legenda exista há algum tempo, somente agora, a poucos meses das eleições, ganhou status de liderança partidária. O parlamentar tem liderado as recentes pesquisas na cidade. Já Almeida Lima briga para evitar a reeleição de Edvaldo Nogueira (PCdoB) no primeiro turno, e Patrícia Sabóya aparece em segundo em Fortaleza, logo atrás do ex-deputado Moroni Torgan (DEM).

 

A estrutura de um mandato parlamentar vai além de assessores disponíveis. Os três senadores candidatos poderão usar, por exemplo, até lá os R$ 15 mil mensais da verba indenizatória que têm direito para despesas com o cargo. Desde fevereiro, Almeida Lima já gastou R$ 76.420, Crivella, R$ 64.276, e Patrícia Sabóya, R$ 58.717.

 

Investigação – Cabe agora à Justiça Eleitoral investigar se os senadores estão usando seus assessores na campanha municipal. Essa é a opinião do promotor eleitoral Thales Cerqueira, de Minas Gerais. “Alegar todo mundo pode o que quiser. Uma coisa é a matéria jurídica, a outra é a fática. A Justiça Eleitoral não se atém apenas aos argumentos e deve ir atrás da conduta vedada por parte do senador”, explica.

 

De olho na lei – São proibidas aos agentes públicos, servidores ou não, as seguintes condutas no período eleitoral: Ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da administração pública Usar materiais ou serviços, custeados pelos governos ou casas legislativas, que excedam as prerrogativas dadas pelos regimentos e normas dos órgãos que integram; Ceder servidor público ou empregado da administração direta ou indireta federal, estadual ou municipal do Poder Executivo, ou usar de seus serviços, para comitês de campanha eleitoral de candidato, partido político ou coligação, durante o horário de expediente normal, salvo se o servidor ou o empregado estiver licenciado.

 

Punição – O candidato beneficiado, agente público ou não, ficará sujeito à cassação do registro ou do diploma, além de pagamento de multa que pode variar de R$ 5.320,50 a R$106.410,0.

 

Almeida: Campanha no site oficial

Ainda no Correio Brasiliense, de hoje, 25: “O senador Almeida Lima (PMDB-SE) está usando o site do Senado e abrindo caminho à sua página de campanha para a prefeitura de Aracaju neste ano. No espaço destinado ao parlamentar, aparece o serviço “página pessoal”, hospedado no servidor do Senado. O endereço é “senado.gov.br/web/senador/almeidalima”. Até a noite de ontem, ao acessá-lo, o internauta era remetido automaticamente para o site de campanha dele: “almeidalima15.can.br”. A legislação eleitoral impede o uso da estrutura de um mandato parlamentar para ajudar em campanha para outra eleição. No caso, o senador não poderia utilizar o servidor do Senado para transferir o internauta à sua página destinada à disputa em Aracaju. O descumprimento da regra pode levar à cassação do diploma, em caso de vitória, e de multa que varia de R$ 5 mil a R$ 106 mil. A reportagem procurou o senador, mas não o localizou para comentar o assunto. Ontem, o Correio revelou que Almeida Lima nomeou seis novos assessores parlamentares para trabalhar com ele em Sergipe. Desses, cinco nunca apareceram em Brasília, nem no escritório do peemedebista em Aracaju. O senador admitiu que os servidores, que recebem R$ 1.247 mensais do Senado, não cumprem expediente. Segundo ele, os assessores não estão participando de sua campanha, mas ficam nas ruas fazendo “pesquisa de campo para o mandato”. O regimento do Senado permite a contratação de assessores para trabalhar no respectivo estado do parlamentar. Não há uma regra sobre quantos funcionários podem estar nessa situação.

 

Algema fere lei e manual: somente dos ricos

A cada dia que passa este jornalista tem a certeza que o Brasil vive numa democracia falsa. O ministro da Justiça acaba de afirmar que a Polícia Federal feriu a lei e o seu próprio manual no uso de algumas quando das prisões dos célebres e ricos corruptos Daniel Dantas (banqueiro que lesou as finanças de um banco e as do Governo Federal, Naji Naja, mega investidor atrapalhado nas suas transações e o ex-prefeito Celso Pitta, que todo Brasil conhece. Esqueceu-se de falar que por todo o Brasil centenas de brasileiros são presos algemados mostrados em fotos nos jornais, filmados pelas televisões e muitas são até humilhados.

 

Candidato com problemas em Rosário do Catete

O candidato a prefeito de Rosário do Catete, Etelvino Sobrinho (PMDB), tem sérios problemas com a Justiça Eleitoral. Ele, quando presidente da Câmara Municipal, teve as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas e agora pode ter a candidatura impugnada. O prefeito Laércio Passos, que apóia a candidatura de Etelvino, já tem duas opções para substituir o mesmo.

 

Reclamação de candidatos do PSDB

O blog recebeu a informação que alguns candidatos a vereador pelo PSDB estariam chateados porque até o momento não conseguiram o apoio prometido da coordenação de campanha do candidato Edvaldo Nogueira, com relação ao material gráfico. Um dos candidatos, que não apóia a Edvaldo Nogueira, está fazendo “a ponte” para que alguns tucanos apóiem a candidatura de Almeida Lima por “debaixo do pano”. A direção municipal do partido está atenta

 

Edvaldo se reúne com presidentes de partidos

Ontem, 24, à tarde, o candidato Edvaldo Nogueira se reuniu com os presidentes dos diretórios municipais do partido que estão lhe apoiando. Estavam lá diversas lideranças, que montaram uma coordenação sob o comando do candidato a vice-prefeito Silvio Santos.

 

Já pensou Lula na campanha em Aracaju?

É possível que o presidente Lula venha à Aracaju, no período da campanha eleitoral. Caso esta visita seja confirmada, a lista de convidados VIP´s é elaborada em conjunto, pelo Governo do Estado, prefeituras das cidades onde ele irá passar e naturalmente pela Casa Civil do Palácio da Alvorada. Vindo o presidente à nossa Capital, obviamente caberá ao prefeito Edivaldo Nogueira e o governador Marcelo Déda prepararem as suas respectivas listas de convidados para o palanque. A minha dúvida é a seguinte: E se a Casa Civil da Presidência convidar todos os aliados do Governo Federal, nela estará o nome do ilustre Senador Almeida Lima. E ai, ele será convidado? Se convidado, irá participar da solenidade?

 

Força militar para Itabaiana, Canindé e outros

É bom o Tribunal Regional Eleitoral pedir reforço militar para alguns municípios onde a disputa eleitoral será acirrada. Por exemplo, Itabaiana e Canindé, não tem jeito, o clima já esquentou pra valer. O melhor é prevenir…

 

Eficiência e agilidade do TCE

A sociedade sergipana fica satisfeita quando vê, pela imprensa, a eficiência e agilidade do Tribunal de Contas do Estado para investigar algumas denuncias feitas, principalmente por políticos. De imediato tomam as providencias, até mesmo suspender sem pleno conhecimento do processo. Este espaço, por dever de justiça, vai relembrar várias denuncias do passado, que foram feitas ao pleno do TCE e caíram no esquecimento ou em alguma das gavetas profundas daquele órgão. Rememorar é bom, principalmente se tratando de um órgão tão eficiente…

 

Quem disse que não mudou nada em Sergipe?

Basta a sociedade olhar a agilidade com que os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado estão atuando agora. Isso é muito bom. Prova que a máquina está ajustada, e andando a todo vapor. De forma imediata, os fiscais da aplicação dos recursos públicos, não estão esperando nem a entrega das notificações pelos correios, que em função da greve acumularam muitas correspondências. A ordem é para entregar em mãos, o que garante maior rapidez. Investigam tudo. Agora é a vez da contratação de um projeto para reformar a orlinha que teria sido contratado por R$ 1,7 milhão e também os festejos juninos. Que maravilha! E depois dizem que nada mudou. Como não? O novo governo despertou um gigante adormecido por anos. Dai a inobservância das traquinagens cometidas pelo executivo num passado recente. E ai, cabe uma pergunta: Tais investigações serão feitas apenas no período de 2007 pra cá? E o atual governo, porque não escancara tudo de vez?

 

Há algo de estranho no reino da CEHOP

 Um fato curioso está acontecendo na Empresa que além de ser a responsável pelo principal problema do governo Marcelo Déda, a execução das obras, que é reclamado por todos os setores do governo, agora a empresa, se não bastasse às dores de cabeça que tem dado ao governador, resolveu dar uma ajudinha nas candidaturas do bloco aliado. O presente que foi preparado já está chegando às mãos dos eleitores: Uma cobrança de débitos, alguns chegam a R$ 10 mil, referentes às casas que foram anistiadas no ano de 1998, ainda no primeiro governo de Albano Franco. Há quem diga que uma idéia dessas, nem mesmo Duda Mendonça poderia criar para alavancar uma candidatura.

 

Inauguração reúne cerca de 10 mil em Itabaiana

No último dia 23, em Itabaiana, foi inaugurado o 1º Comitê da candidata Maria Mendonça. Segundo a assessoria dela, cerca de 10 mil pessoas estavam nas ruas prestigiando o evento de maneira livre e espontânea.  Maria Mendonça contou com o apoio não apenas da população, mas também compareceram o Senador Valadares, o deputado Federal Valadares Filho, o Secretário da Fazenda Nilson Lima, o Secretário de Política Jorge Araujo, o Secretário do Meio Ambiente Márcio Macedo, além de outras inúmeras lideranças locais. Inclusive o Secretário do Meio Ambiente Márcio Macedo discursou em nome do Governador Marcelo Déda garantindo total apoio a candidata, além do apoio do presidente Lula.

 

Comitê de Aragão também é inaugurado

Já em Monte Alegre, ontem, 24, foi inaugurado o comitê do atual prefeito Aragão, candidato à reeleição pelo PMDB. Foi na Avenida Augusto Franco e contou com a presença do deputado federal Jackson Barreto, do deputado estadual Mardoqueu, do ex-deputado Heleno Silva, lideranças comunitárias, do MST e de vários segmentos.

 

Contradição nas cirurgias pelo SUS

Um leitor reclama com justiça. Enquanto o governo federal autoriza a cirurgia para mudança de sexo, através de cirurgia pelo SUS, em Sergipe está difícil fazer um simples cirurgia no joelho. Um absurdo.

 

Bordados e costuras para o Senhor do Labirinto

Como sempre, é oportuna uma notícia cultural: as bordadeiras e costureiras de Laranjeiras e imediações estão entusiasmadas com os trabalhos que fizeram para as filmagens do longa metragem “O Senhor do Labirinto”, que vem sendo feito em Sergipe. O filme enfoca a vida do artista plástico Arthur Bispo do Rosário, esquizofrênico interno em hospícios do Rio e que foi descoberto para o mundo antes de falecer. Elas, além de reproduzirem os famosos mantos e estandartes de Arthur, estão participando das filmagens, que vêm ocorrendo desde o anjo passado, com patrocínio do governo do Estado e de prefeituras. Ponto positivo para a cultura.

 

Encontro de secretários de Fazenda

Discutir as questões tributárias nacionais. Este é uma dos itens de pauta do encontro, do qual está participando o Secretário Nilson Lima, junto com todos os demais Secretários de Fazenda do Nordeste brasileiro, que está acontecendo no Piauí, ontem e hoje,25, no Metropolitan Hotel. Além dos Estados da região, Minas Gerais e o Espírito Santo.  Também serão discutidos, temas como a presença do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento, no nordeste e a desburocratização no repasse de recursos federais para os Estados.As conclusões extraídas destas discussões servirão como orientação para o encontro dos Governadores do nordeste, que ocorrerá, também na cidade de Teresina (PI), nesta sexta-feira. O governador Marcelo Déda também encontra-se em Teresina participando do encontro de governadores do Nordeste.

 

Número de eleitores com voto facultativo cresce no país I

Para as eleições de 2008, o número de eleitores jovens e idosos com voto facultativo aumentou em um milhão em relação às eleições de 2006.  Hoje são 11.272.924, contra 10.218.328 registrados nas eleições passadas. De acordo com a Constituição Federal, o voto é facultativo para o eleitorado entre 16 e 18 anos, para os maiores de 70 anos e para os analfabetos. Fora estes casos, o voto é obrigatório.Em 2006 havia 2.556.391 eleitores entre 16 e 18 anos. O número cresceu para 2.922.538 em 2008 e representa 2,24% do eleitorado do país. A quantidade de eleitores que tem acima de 70 anos cresceu de 7.661.937 para 8.350.386 em 2008. Deste total da terceira idade, os eleitores com mais de 79 anos subiram de 2.101.212, em 2006, para 2.610.460 em 2008, ano em que representam 2% do total do eleitorado.

 

Número de eleitores com voto facultativo cresce no país II

A maior faixa do eleitorado concentra-se entre as pessoas de 25 a 34 anos com 31.655.484 eleitores para as eleições de 2008. Os eleitores de 45 a 59 anos representam a segunda maior faixa do eleitorado, com 28.716.202. Eleitores com idade entre 35 e 44 anos são o terceiro maior grupo do eleitorado do país, com 26.069.678 de pessoas.De forma geral o eleitorado brasileiro cresceu 3,7% desde as últimas eleições e passou de 125.764.981 para 130.469.549 neste ano. As informações completas sobre o eleitorado estão divulgadas na página do Tribunal Superior Eleitoral na internet (www.tse.gov.br).

 

Retaliação em Riachão

O MP de Riachão do Dantas recebeu denúncias de alguns taxistas locais que não estão conseguindo renovar seus alvarás. Segundo eles, o problema é que o prefeito não renova o alvará de quem não aderir a campanha dele. Assim eles estão ficando em atraso com o pagamento do IPVA.

 

CUT/Sergipe apóia campanha dos jornalistas

Derrubar a formação acadêmica como requisito para a prática profissional é retroceder à época que o exercício do Jornalismo vivia de apadrinhamentos. ”Apoiamos a luta dos jornalistas em defesa do diploma e da sua regulamentação profissional e somamos ao movimento em defesa da formação superior específica em Jornalismo”, diz o presidente da Central Única dos Trabalhadores de Sergipe  – CUT/SE -, Antônio Carlos Góis, em reunião ontem, 24, com o presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado, George Washington. A Federação Nacional dos Jornalistas – Fenaj – e os sindicatos de jornalistas estão desencadeando várias ações para sensibilizar a sociedade da importância da regulamentação profissional para garantir informação de qualidade à população. A campanha vem recebendo apoio em todo o país. A exigência ou não do diploma em jornalismo será decidida pelo Supremo Tribunal Federal neste segundo semestre. O STF está prestes a julgar o Recurso Extraordinário 511961 que, se aprovado, vai desregulamentar a profissão de jornalista, porque elimina um dos seus pilares: a obrigatoriedade do diploma em Curso Superior de Jornalismo para o seu exercício. Vai tornar possível que qualquer pessoa, mesmo a que não tenha concluído nem o ensino fundamental, exerça a atividade de comunicador.

 

Parece esculhambação

De um leitor: “Parece esculhambação esse negócio de garantir o transporte interestadual para os mais velhos (que agora chamam idosos, na falsa linguagem politicamente correta) e vez em quando a mídia divulga novamente, as vezes com estardalhaço. Parece não. É. Para um velho viajar gratuitamente tem que se submeter a uma série de humilhações, atestado pra lá e pra cá.A maioria dos velhos nem querem saber disso, mandando tudo pra…Porquê fazem isso, governo federal e seus quarenta ministérios pra isso e pra aquilo, com as pessoas velhas do nosso país.”

 

Senador pede a prisão de Protógenes

De Tonho Pereba: “Em representação, Heráclito pede prisão de Protógenes Queiroz” Essa notícia, também, / guardarei entre os recortes / que demonstram, muito bem, / que Daniel tem padrinhos fortes.

 

Sobrou pro delegado

Outra de Tonho Pereba: “aluL, ramliG, orneG, / tudo invertido, senhores. E assim nosso Brasil segue,/ numa inversão… de valores”

 

Utilidade Pública: flauta perdida

O professor de flauta João Liberato do Conservatório de Música perdeu o seu instrumento de trabalho a caminho de casa dentro do ônibus linha BUGIO, no terminal do DIA. Segue abaixo especificações do instrumento. O professor João oferece recompensa a quem localizar a sua flauta. Características: flauta transversal; marca Sankyo, toda de metal; estojo de madeira, capa preta com iniciais “JC”. Foi perdida em um ônibus no terminal do DIA. É um instrumento já antigo, objeto de grande estimação  e de trabalho. Telefone para contato: 99093219.

 

Fórum Empresarial leva empresários à China

O Fórum Empresarial de Sergipe está em fase de conclusão da programação da viagem que levará empresários sergipanos à Feira de Cantão na China. O evento que acontece entre os dias 11 e 24 de outubro tem como objetivo levar os empresários sergipanos a conhecerem o mercado empresarial chinês e principalmente, criar pontes para exportação e importação. A organização da caravana sergipana está acontecendo em parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, cujo diretor Charles Tang, realizou palestra para os membros do Fórum Empresarial no início do mês de julho e dará todo acompanhamento ao grupo.Durante a última Reunião-almoço do Fórum Empresarial, o empresário Walker Carvalho, que está coordenando a organização da caravana, falou para os participantes da programação e das despesas necessárias. Nos 15 dias que passarão viajando os empresários sergipanos visitarão a Feira de Cantão, o Centro social de Hong Kong e outros roteiros comerciais.  Os interessados em participar da viagem devem manter contato com o Fórum Empresarial, através do número 3205.9767.

 

Abuso de carros de som em Campo do Brito

De um leitor: “Na qualidade de leitor dos seus artigos e morador da cidade de Campo do Brito, venho solicitar/propor que providências sejam tomadas pela Justiça, quanto ao abuso provocado pelos carros de som dos candidatos nesta cidade. A população encontra-se em situação constrangedora, uma vez não se tem condições de suportar tamanha barulheira, principalmente à noite. Está inviável o descanso, ver televisão, atender um telefonema, conversar, etc. devido a imprudência destes com seus insuportáveis veículos”. Com certeza o MP vai tomar as devidas providencias.

 

Resposta de Gama a Pedrinho Valadares I

O candidato a vice-prefeito de Aracaju, pela chapa do DEM, Pedrinho Valadares resolveu sair do ostracismo político de onde se encontra e fez, através da imprensa, alguns ataques descabidos a política de turismo do governo atual. Não deveríamos nem nos dar ao trabalho de responder, por que a resposta para Pedrinho Valadares e a administração que ele fez parte o povo já deu, mandando todos para casa na eleição de 2006. Se eles fossem tão bons como ele prega, a sabedoria popular os teriam mantido no poder. Não foi isso que aconteceu. Aliás, Pedrinho Valadares vem colecionando derrotas consecutivas desde que deixou o grupo político do seu tio, o Senador Antônio Carlos Valadares. chega a ser risível (e ridículo) o início do texto espalhado por ele na imprensa onde diz que “o deputado federal Pedrinho Valadares condenou os rumos do turismo no Estado”. Em primeiro lugar, é preciso fazer uma correção, Pedrinho Valadares não é deputado federal, ele é suplente. Feita a correção vamos ao termo condenou. Para que alguém possa usar este expediente é preciso ter autoridade, coisa que ele não tem. Pedrinho Valadares foi o responsável por uma política de turismo desastrosa que até hoje causa problemas ao governo devido a sua imperícia como administrador. Uma tragédia. Calote foi um termo muito usado na sua gestão. Estamos atualmente tendo que assumir uma dívida contraída pelo “gestor” Pedrinho Valadares junto a uma operadora argentina chamada Thesis, que prestou um serviço de deixar alguns poucos argentinos aqui em Sergipe. Esta dívida de R$ 75 mil está sendo cobrado pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil e pela Embratur que estão preocupados com o estremecimento das relações comerciais na área do turismo entre Brasil e Argentina motivadas pelo calote de Pedrinho Valadares.

 

Resposta de Gama a Pedrinho Valadares II

Seguindo orientação da Procuradoria Geral do Estado, que não encontra meio jurídico para pagar o débito, já que nem o processo foi formalizado corretamente pelo “competente” ex-secretário, estamos encaminhando a documentação ao Ministério Público para que ele possa auferir responsabilidades e ajudar a dirimir este problema diplomático causado por ele. É este senhor que condena os rumos do turismo. Tenha paciência. Em relação aos vôos da Gol que foram cancelados, trata-se de uma reestruturação interna da companhia aérea que vem revendo sua malha no Brasil inteiro. Não foi só Sergipe que perdeu vôos da Gol, diversos outros Estados, a exemplo de Alagoas, também perderam. Em relação a Ocean Air, da mesma forma. A empresa retirou seus vôos de vários Estados nordestinos. Em relação aos desencontros e falta de planejamento que ele alega, eu imagino que seja uma piada de mau gosto. Desencontro foi a farra promovida com dinheiro público na Emsetur no governo passado que fez com que nem eles agüentassem os escândalos e determinassem o fechamento da empresa que este governo a muito custo vem tentando reerguer. E olha que este povo tem estômago de avestruz quando o assunto é escândalo.

 

Resposta de Gama a Pedrinho Valadares III

Pedrinho Valadares demonstra sofrer de amnésia quando fala dos vôos charters. Ele esquece de dizer que o governo pagava R$ 120 mil por mês a empresa responsável pelos vôos para que ela pudesse realizar a operação, ou seja, o governo pagava, e caro, para trazer turistas para Sergipe. Assim é fácil, mas temos de convir que um Estado pobre como Sergipe, carente de tantas coisas, não deve tirar dinheiro dos seus cofres para bancar a vinda de turistas desta forma. Pedrinho Valadares mente ao afirmar que a taxa de ocupação dos hotéis em Sergipe no mês de julho está sendo baixa. Basta consultar o setor hoteleiro para saber que as taxas de ocupação estão na média histórica e que o setor hoteleiro está em franca expansão. E por último Pedrinho Valadares demonstra a grande dificuldade que tem para aprender. Passou quase quatro anos como Secretário de Estado do Turismo e não se deu conta de que reformas e ampliações no aeroporto são de responsabilidade da Infraero que é um órgão federal e não do governo do Estado. Muito em breve a Infraero deve convocar a sociedade para comunicar grandes novidades que irão transformar o Aeroporto Santa Maria num dos mais modernos do Brasil. Aliás, o que foi que o governo de Pedrinho Valadares contribuiu durante os seus quatros para melhorar o aeroporto de Aracaju? É este rapaz esquecido, mentiroso e inapetente que “condena” a política de turismo do governo.

 

Frase do Dia

“Para que possa sair da abjeção/O homem, por força de sua alma/Deve aliança eterna concluir/ Com sua velha mãe, a Terra.” (Dostoiévski, fala do personagem Mítia, do romance “Os Irmãos Karamázovi).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários