Teremos um novo eleitor em 2018?

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Por Antônio Samarone:

A confissão de quebradeira do estado, feita por Jackson Barreto na TV, repercutiu na opinião pública. O governador falou como se não tivesse nada

 a ver com o fato, como estivesse diante de uma fatalidade. O jornalista Claudio Nunes cobrou explicações. A verdade é que o governo das mudanças (MDB/PT) assumiu com muito dinheiro em caixa e, após dez anos, encontra-se devendo, quebrado, e sem conseguir manter as obrigações do dia a dia.Os indicadores econômicos e sociais despencaram em Sergipe.

A sociedade aguarda um diagnóstico: como chegamos ao fundo poço e quais os caminhos para a superação? Ao governo não basta a constatação do desastre, é preciso identificar os erros e apontar os consertos. Para o governo das mudanças permanecer no comando do estado, como pretende, não basta a cooptação dos chefes políticos, o tradicional troca-troca; será preciso um “mea-culpa,” um reconhecimento dos malfeitos, e de novas promessas.

As oposições também precisam de uma boa narrativa. As críticas genéricas e as promessas de solução, sem apontar os caminhos, não serão suficientes. Por enquanto, nada de consistente. Tudo ainda pode acontecer, até mesmo a composição de uma parte da oposição com o governo. Quem está no governo sair, largar o osso, já é mais difícil. Mas pode haver um realinhamento nacional que repercuta em Sergipe. Por exemplo: quem vai comandar o MDB em Sergipe nas eleições? Como se dizia no Império: “nada mais parecido com um conservador que um liberal no governo”. Existem variáveis em aberto, indefinidas, e Sergipe é pródigo nessas misturas de última hora.

Esse tipo de raciocínio é supondo que a crise está mudando as consciências, e que teremos um novo eleitor em 2018. Se não, esqueçam tudo. No jogo tradicional vale as composições de bastidores, os compromissos espúrios, os acertos, o toma lá dá cá, o leilão dos espaços públicos, as sinecuras e os privilégios. Em resumo, o poder econômico continuará decidindo a política, e o eleitor um simples figurante.

A vergonha do ano em Sergipe. Autoridade ouviu e encobriu assédio sexual 42% das mulheres relatam ter sofrido assédio sexual, aponta Datafolha. Enquanto isso em Sergipe, autoridade ouviu depoimento de assediada por subordinado dele e se calou. Rasgou a história de luta pelos direitos humanos em defesa da politicagem eleitoral. Passsará para a história pela omissão e a subserviência a um subordinado. Triste fim para quem foi um líder popular. A matéria da FSP: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/12/1945636-42-das-mulheres-relatam-ja-ter-sofrido-assedio-sexual-aponta-datafolha.shtml

Servidor defende Deso como empresa de economia mista, mas denuncia privilégios e horas extras não realizadas De um servidor da Deso: “Defendo a Deso como empresa de economia mista, desde que não tenha excesso de privilégios.”

A empresa está cheia disso: 1 – Empregados com dois vínculos não permitidos pela Constituição Federal  art. 37;2 – Empregados em desvio de função, fez o concurso para tirar vazamento, mas tá em atividades administrativa; 3 – aposentados ganhando salários altíssimos;- horas extras fabricadas, ou seja, o empregado mal fez o serviço do expediente normal e ainda anota que fez horas extras;5 – tem municípios que tem carros e empregados em excesso, enquanto tem municípios que não tem carro e nem empregados para fazer manutenção de rede;

O “esquema das horas extras” não realizadas Se for pontuar os gargalos e erros cometidos, vai esgotar a bateria do celular.Como esquema funciona: A chefia imediata recebe a Folha de frequência do empregado sem nenhuma hora extra, passa um traço no campo hora extra, assina e encaminha para gerência. Estranhamente aparece as horas extras no contracheque do empregado, com certeza a Folha que a chefia imediata assina é descartada e vai uma Folha por fora onde é assinada e encaminhada para o setor pessoal com as indevidas horas extras.”

Financiamento da Caixa vira moeda de troca no MDB Revoltado com a decisão do Governo Federal de só liberar um financiamento de 560 milhões em troca dos votos da bancada federal na "Reforma da Previdência", o governador de Sergipe Jackson Barreto resolveu ir pro enfrentamento com o presidente Michel Temer e já virou notícia local (http://www.nenoticias.com.br/105885_exclusivo-jackson-diz-que-pode-deixar-o-pmdb-se-temer-vetar-financiamento-da-caixa.html ), que se não obtiver êxito na liberação do financiamento, Jackson deixará o MDB.

Poço sem fundo A oposição local demonstra bastante preocupação com o fato do governador está endividando Sergipe através de seguidos empréstimos, sem contar que já mexeu em precatórios e em fundos de previdência. Há quem afirme que nas mãos de Jackson Barreto o Estado de Sergipe se transformou num poço sem fundo, e atribuem o descontrole financeiro à desastrosa gestão, que priorizou por cerca de dois anos a distribuição de cargos comissionados para ampliação de base política.

Credibilidade em xeque Agora a oposição lamenta que o governador coloque em xeque a credibilidade de órgãos como a CEF e o Tesouro Nacional, que somente autorizam esses empréstimos, diante de criteriosa análise técnica, demonstrando que pretende liberar o referido empréstimo por influência política. Enquanto isso em Sergipe, tem circulado vídeo de uma entrevista concedida pelo governador que assume a “quebradeira do Estado”.

Milhões a receber, mas não larga “o osso” A sociedade aracajuana está cansada de ouvir a todo o momento que a empresa Torre parou a limpeza e coleta de lixo por conta de dividas de milhões e milhões. Recebe dez por cento e volta ao serviço. Não seria melhor ir à Justiça? Qual o motivo de não pedir na Justiça o pagamento de tudo que diz ter direito a receber? Que masoquismo é esse que não quer “largar o osso?” Parece uma babel…

Nova política Na manhã de ontem, 26, o pré-candidato ao governo do Estado, Dr. Emerson (REDE) concedeu entrevista na Jovem Pan e falou do processo eleitoral que virá em 2018.Dr. Emerson confirma que a REDE já aprovou seu nome como pré-candidato ao governo do Estado e essa decisão não tem volta.

Últimas gestões Dr. Emerson fala que os problemas existentes hoje em Sergipe é fruto das últimas gestões que foram governados por 3 ou 4 famílias. E diz que a população tem duas opções: a opção de escolhe a velha política através da polarização existente que exerce o mais do mesmo. Ou a população faz a interferência no processo e realizar através de seu engajamento uma operação de renovação.E Dr. Emerson falou também que o Novo não é o cronológico e nem quem se candidata pela primeira vez, mas sim, o Novo é aquele que fala e coloca em prática o que fala. O Novo na política é quem pratica a coerência no que diz e faz.

Leilão SMTT/AJU: uma excelente oportunidade de adquirir seu veículo a preço baixo Próxima sexta (29), a partir das 8h30, ocorre o Leilão de veículos da SMTT e Consórcio Pátio. O evento será no Cotinguiba Esporte Clube, na Av Augusto Maynard, 13, bairro São José, Aracaju.

143 lotes Foram disponibilizados 143 lotes, entre carros e motos, nas classificações sucata e recuperáveis. Os itens foram removidos, recolhidos e apreendidos pelos órgãos e agentes de trânsito e estão disponíveis por um valor bem abaixo dos preços da Tabela FIPE.

Como participar Qualquer pessoa física ou jurídica pode participar do leilão de forma presencial ou pela internet. Na plataforma online, o interessado deve fazer um cadastro prévio no site  http://www.donhaleiloes.com, com o envio dos seguintes documentos: 1) Pessoa Física – RG, CPF e comprovante de residência atual; 2) Pessoa Jurídica – CNPJ, contrato social (até a última alteração) ou Declaração de Firma Individual, RG e CPF do representante legal ou do preposto. Na forma presencial, basta levar a documentação no ato do leilão.

Edital Os interessados devem consultar o edital disponível no site da SMTT para saber todos os detalhes e podem fazer a inspeção visual nos veículos nos dias 27 e 28 de dezembro, das 09 às 12 horas e das 14 às 16 horas no Pátio Aracaju, situado na Av Prefeito Heráclito Rollemberg, 1754.Informações: (79) 998158-4444/ 3085-5666

Nova diretoria ASCORSEG/SE A nova diretoria da Associação de Corretores de Seguros de Sergipe – ASCORSEG/SE – tomou posse no último dia 19 em ato solene realizado no Del Mar.Hotel na orla de Atalaia de Aracaju/SE em cerimônia prestigiada por autoridades do mercado segurador, personalidades e convidados especiais.

Confiança e gratidão Carlos Dosea, presidente eleito por aclamação dos associados, assumiu o comando da instituição para o biênio 2018/2019 juntamente com Carlos Frederico e Thiago Dosea, diretor secretário e diretor tesoureiro, respectivamente. Em seu discurso de posse, Carlos Dosea, agradeceu a confiança depositada pelos associados e enalteceu seus sentimentos de gratidão e alegria, assumindo o seu compromisso eNMempenho as atividades da associação.“Assumo o compromisso recebido a qual me dedicarei com o máximo de minhas forças e toda a minha capacidade de julgamento e decisão”, afirmou Dosea.A nova gestão adotou como lema “Corretor de Seguros: a força da distribuição” e pretende desenvolver atividades que despertem aos associados uma postura de transformação, de coragem, de disrupção do passado, para alcançar novos horizontes.

Empresária ganha R$ 10 mil em sorteio do Seguro Premiável do Banese Card  A empresária Marinalva Moura Pupo, de Aracaju, foi a ganhadora do sorteio de novembro do Seguro Premiável do cartão de crédito Banese Card. Ela recebeu o prêmio no valor bruto de R$ 10 mil na última sexta-feira, 22, na loja Central do Banese Card em Aracaju, durante ato que contou com a participação da equipe de marketing da empresa e funcionários da loja.

Felicidade ”Eu não acreditei quando me ligaram dizendo que eu tinha sido contemplada com o prêmio. Dois dias depois tive a confirmação do prêmio na agência do Banese onde tenho conta e aí, sim, fiquei muito feliz”, disse a empresária ao informar que irá utilizar o dinheiro que ganhou para visitar as filhas que moram na Europa, algo que já estava planejando há algum tempo.

Número da sorte O Seguro Premiável do Banese Card oferece cobertura em casos de perda e roubo do cartão, desemprego involuntário, morte natural, morte acidental e invalidez permanente por acidente. Ao aderir ao seguro, pagando apenas R$ 5,99 por mês, o cliente ganha um número da sorte para concorrer ao prêmio de R$ 10 mil em sorteios realizados mensalmente pela Loteria Federal.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Atraso salarial empresa terceirizada Embrapes: HUSE Pelo zap: “Bom dia infelizmente uma falta de respeito. A Embrapes vem fazendo conosco terceirizados,onde ligamos pra lá ontem e ela informou que sairia o décimo e até agora tudo mentira. Estamos sem receber o salário, a 2 parcela do décimo,férias e os tickets. Muitos estão no grupo da gente terceirizados do Huse, pai e mãe de família falando que neste natal irão passar sem fazer

Dois exemplos de exoneração e nomeação que foram divulgadas pelo zap ontem, 26.

nada,nem se quer poder comprar um galeto,um descaso dessa empresa conosco.”

MPE está de olho em nomeações e exonerações dos últimos dias Pelos grupos de Zap: “O MPE recebeu a denúncia que os decretos de exoneração coletiva de “todos” os CC’s somente serão publicação depois que atualizarem a publicação de decretos de remanejamento de cargos e alguns ajustes. Um exemplo foi publicado ontem, 26, a substituição de um marido por esposa e vice-versa. Aliás, ontem as páginas 10,11 e 12 do DO foram publicadas várias mudanças.” Ao lado um dos exemplos divulgado ontem, 26, nos grupos de WhatsApp.

Prefeito de Tobias Barreto, cancela Carnatobias pela segunda vez no seu segundo ano de gestão Pelo zap: De 25 anos até os dias atuais, somente o ex-prefeito Esdras em 2003, não fez porém adquiriu na ocasião, o prédio onde está instaurado o colégio Paulo Freire. O atual prefeito cancelou pelo segundo ano consecutivo sem nada de retorno para os municípios. Vale salientar que o Carnatobias era a festa que mais aquecia o comércio local, hotéis, lojas de roupas e acessórios, triste realidade, nos resta apenas aguardar 2019.”

Recursos Poço Verde E ontem, 27, o prefeito de Poço Verde, Iggor Oliveira, informou pelas redes sociais a assinatura Superintendência Regional da Caixa, em Aracaju, de convênios de emendas parlamentares no valor de R$ 500.000,00 (Quinhentos mil reais). Sendo R$ 250.000,00 de emendas destinadas pelo deputado federal cJoão Daniel para construção de Praças em Povoados, e R$ 250.000,00 de emendas destinadas pelo deputado federal André Moura para a realização de pavimentação asfáltica na sede do município. Além do superintendente regional da Caixa, Marco Antônio Queiroz participaram da reunião o Gerente Regional Marcelo Pereira, a Secretária de Planejamento Rita de Cássia e a arquiteta do município Clarissa Maia.

PELO E-MAIL E FACEBOOK

Sindicatos desmentem ex-prefeito de Capela quanto ao pagamento do 13º

O ex-prefeito de Capela, Ezequiel Leite, usou a imprensa para, de forma mentirosa, afirmar que os servidores públicos do município não receberam o 13º salário. Segundo matéria encaminhada por sua assessoria, “a gestão da prefeita Silvany Sukita não pagou e nem deu qualquer previsão para o pagamento do 13º salário do funcionalismo.”

No entanto, a informação foi desmentida pelo presidente do SINDICAP – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Capela, Lins Porfírio de Araújo Santos. “Todos os funcionários efetivos, de todas as funções receberam o décimo terceiro no dia 20 de dezembro”, confirmou o sindicalista.

Através de um grupo de um aplicativo de celular, o representante do Sintese, Jailson Correia, também negou a informação espalhada pelo ex-prefeito. “Posso responder pelos professores. Hoje, o 13º amanheceu nas contas. O salário só podemos cobrar no final do mês”, escreveu o representante da categoria.

Na opinião de Silvany, mais uma vez o ex-prefeito agiu com irresponsabilidade ao espalhar uma mentira, tentando macular sua gestão. “Mente para tentar confundir a opinião pública. Uma postura lamentável e irresponsável, e que ficou feio para ele mesmo, pois foi desmentido pelos representantes dos servidores e dos professores”, afirma a prefeita.

Sobre pagamento do 13º dos contratados, a lei e o contrato que eles assinaram, estabelecem o não pagamento desse adicional, e todo estão cientes de que não têm direto ao décimo. “O que Ezequiel não tem coragem de explicar são as dívidas deixadas por sua gestão, e que dificultam o cumprimento dos nossos compromissos”, esclarece Silvany.

De acordo com ela, a gestão passada deixou dívida com INSS de mais de R$ 50 milhões, ocasionando bloqueios nos repasses do FPM. “Fora esses bloqueios, pagamos R$ 1,5 milhão só de entrada nos parcelamentos junto à Receita Federal e Previdência. Dinheiro que tivemos que usar para regularizar a situação deixada pelo ex-prefeito. Além disso, também tivemos bloqueios de RPV’s (Requisição de Pequeno Valor) no repasse de ICMS. Bloqueios corriqueiros no valor médio de R$ 800 mil até a data de hoje”, explica a prefeita. “E ainda bloqueios de precatórios referentes aos anos de 2015 e 2016 (gestão Ezequiel Leite) junto ao FPM de mais de R$ 3 milhões”, completa.

           NOTA PÚBLICA – Assesoria Jurídica do PSB

A Assessoria Jurídica do PSB/SE, vem a público, manifestar-se sobre a nota apresentada por Manoel Messias Sukita Santos, acerca de suposta falsificação de sua assinatura no “Termo de Renúncia” de sua candidatura a deputado estadual,  em 2014.

Mencionada nota, informa que, um laudo da Policia Federal, considerou a assinatura aposta no Termo de Renúncia apresentado a época a Justiça Eleitoral não pertence a Sukita.

O presente fato é de causar estranheza, pois, o próprio Sukita, impetrou Mandado de Segurança em agosto deste ano, tombado sob nº 201700621522, afirmando que, somente assinou o “Termo de Renúncia” porque teria sido coagido por dirigentes do partido. Ou seja, o próprio Sukita afirma taxativamente nos autos do processo acima citado, que assinou o documento, todavia, teria sido coagido a assinar.

Sendo assim, só nos resta fazer a seguinte pergunta: “ Será que Sukita falsificou a sua própria assinatura? ”.

Ademais, em que pese, reconheça o valoroso trabalho técnico desenvolvido pela Policia Federal, é importante esclarecer que o laudo foi confeccionado no âmbito do inquérito policial, devendo oportunamente, no âmbito judicial, ser submetido ao contraditório e ampla defesa, inclusive, podendo ser contraposto por outros peritos que possuam opiniões diversas. A propósito, a Justiça Eleitoral recebeu durante a tramitação do processo de julgamento do registro da candidatura, laudo pericial de um dos mais renomados profissionais da área em nosso Estado, Genaldo Moura do Amaral – perito judicial/documentólogo, confirmando que a assinatura era de Sukita.

Essa é mais uma  apelação política de Sukita para aparecer na mídia como vítima de uma situação criada por ele mesmo. Fez um acordo que renunciaria à sua pretensão de ser candidato, no caso de vir a ser preso por determinação da Justiça, para não causar qualquer constrangimento ao partido. Para tanto, assinou um documento confirmando esse seu compromisso. Preso, por ordem judicial, o documento-renúncia foi entregue no mesmo dia à Justiça Eleitoral. Em todo o trâmite do processo, no TRE e no TSE, jamais a sua assinatura fora contestada por sua defesa, alegando falsidade.  Nunca foi a sua principal linha de defesa perante a Justiça Eleitoral, que, afinal se convenceu de que Sukita havia mesmo renunciado ao registro de sua candidatura como prova irrefutável a própria assinatura, atestada por duas testemunhas idôneas, como exige a legislação eleitoral.

PELO TWITTER                                                                                                                                                                                                                   

www.twitter.com/alanbarretoso “Quem com porcos se mistura, farelos come” Sabedoria popular.

www.twitter.com/BlogClaudioNun  “Minha eleição está em suas mãos”. A frase dita pelo celular em outubro de 2016 não foi revelada em 2017, mas em 2018, quando às águas de março chegarem provocarão uma enchente sem precedentes…

www.twitter.com/RicMarquesTV 'A situação do estado é de quebradeira', admite governador de Sergipe.

www.twitter.com/Valadaotv O que adianta ir a Igreja, Louvar e Orar. Depois fazer tudo errado???

Cláudio Nunes no Face e no twitter:

https://www.facebook.com/blogclaudionunes/

Frase do Dia
“Sete pecados sociais: política sem princípios, riqueza sem trabalho, prazer sem consciência, conhecimento sem caráter, comércio sem moralidade, ciência sem humanidade e culto sem sacrifício.” Mahatma Gandhi.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários