TJ, quanta diferença

0

Diferente do Tribunal de Contas do Estado, onde uma vaga de conselheiro é disputada quase a tapas por grupos políticos, o Tribunal de Justiça de Sergipe vai escolher quarta-feira, sem estardalhaço, um novo desembargador. A diferença entre o TJ e o órgão auxiliar da Assembleia é que no primeiro a seleção será feita entre os juízes de Direito, portanto sem qualquer ingerência política. Os mais votados integrarão uma lista tríplice, cabendo ao presidente daquele Poder, Osório de Araújo Ramos, indicar o substituto do desembargador aposentado José Alves Neto. O magistrado José dos Anjos é o mais cotado, pois já integrou duas listas tríplices anteriores, o que significa dizer que se constar da próxima será automaticamente escolhido como o mais novo integrante do Pleno do Tribunal de Justiça. Além dele, sete outros juízes participam da disputa.

Evangélicos

Convidado por pastores, o prefeiturável João Alves Filho (DEM) tem visitado igrejas evangélicas na periferia de Aracaju. Em todas, pede votos aos crentes e promete obras para a cidade. No templo da Assembleia de Deus, do Bugio, o demista disse que se eleito vai construir uma rodovia de 30 km entre o rio do Sal e o Mosqueiro. Já noutra igreja localizada no bairro América, João Alves prometeu investir em projetos voltados à recuperação de dependentes químicos.

Crime

Internauta de Carira denuncia a queima de madeira por panificações daquele município. Segundo ele, os panificadores cometem o crime ambiental abertamente. O pior é que usam madeira ainda verde, fato que provoca grande poluição na cidade. Já passou da hora de os órgãos ambientais orientarem os empresários carirenses a utilizarem outro tipo de energia para produzir pão e bolachão.

Armazém

A falta em Sergipe de um armazém pulmão para armazenar milho está afetando seriamente os avicultores. Quem garante é Eduardo Sobral, presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe. Ele promete procurar o governo para solicitar a construção de um grande depósito de grãos para que a Conab possa estocar o produto e fazer leilão.

Não votam

Os eleitores brasileiros residentes no exterior e cadastrados para votar nos países onde se encontram não votam nas eleições do próximo dia 7. Eles só vão às urnas para escolher o presidente da República e o vice. Já os residentes no exterior que não se cadastraram para votar no país onde se encontram e os que estiverem fora do Brasil no dia do pleito devem justificar a ausência às eleições no prazo de 30 dias após o retorno ao país.

Demissões

O Sindicato dos Eletricitários de Sergipe promove nesta segunda-feira um ato público na entrada da Energisa visando protestar contra 30 demissões ocorridas quarta-feira passada. A entidade sindical acusa a empresa de pagar baixos salários, praticar assédio moral e promover demissões em massa de eletricitários.

Aperreados

Adversários de um prefeito e candidato à reeleição no interior de Sergipe estão aperreados. É que a prefeitura recebeu importante reforço financeiro agora na reta final da campanha. A grana deu vida nova à campanha do prefeito, que já lidera as pesquisas. A maior preocupação de seus adversários é porque outra “bolada” deverá ser liberada antes das eleições.

Homenagem

Os 100 anos de nascimento do ex-governador José Rollemberg Leite serão lembrados hoje pelo Museu da Gente Sergipana. A solenidade está marcada para as 19h, cabendo ao advogado José Rollemberg Leite Neto fazer um relato sobre a vitoriosa trajetória política do avô, que governou Sergipe por duas vezes: 1947/1950 e 1975/1978.

Acerto

Com o título acima, o jornalista Gilvan Manoel publica no Jornal do Dia que “Almeida Lima promete um acerto de contas com o presidente estadual do PPS, Nilson Lima, assim que for encerrado o processo eleitoral. Adepto de João Alves desde que foi expurgado do PT, Nilson boicotou como pôde a campanha do seu partido à Prefeitura de Aracaju”.

Venceu uma

E a urubuzada festejou muito a vitória do Flamengo sobre o Atlético-GO por 2 a 1. O resultado encerrou uma sequência de sete jogos sem vitória do rubronegro carioca. Com a vitória, o Mengão chegou aos 31 pontos e ganhou duas posições na tabela, passando para o 14º lugar. Agora é torcer para o Urubu continuar voando em céu de brigadeiro.

Do baú político

Com a eleição de Gilvan Rocha (MDB) em 1974, todos os três senadores de Sergipe eram médicos, um caso inédito na história política do estado. Os outros dois eram os arenistas Augusto Franco e Lourival Baptista, eleitos em 1970. Dos três, apenas o emedebista exercia a Medicina sendo, inclusive, professor da Universidade Federal de Sergipe. Augusto Franco dedicava-se à política e às suas várias empresas, enquanto Lourival, que veio da Bahia para São Cristóvão trabalhar como médico em uma fábrica de Augusto, já havia deixado a profissão de lado há muito tempo. Contam, inclusive, que, ao visitá-lo certa noite, um jornalista amigo de Lourival disse-lhe que estava com um mal estar causado, provavelmente, por uma comida gordurosa. Sem pestanejar, o senador muniu-se de uma caneta e um pedaço de papel e escreveu o nome de um medicamento. Ao chegar à farmácia, o ‘paciente’ ficou sabendo que o remédio ministrado pelo senador não era fabricado há mais de 20 anos. Após rir muito da situação, o jornalista comprou um envelope de Sonrisal.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários