Transparência Covid-19: Aracaju é a penúltima capital.Péssimo exemplo

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

E a capital sergipana é a penúltima do país em transparência sobre a Covid-19, conforme o Índice de Transparência da Covid-19 que ée uma iniciativa da Open Knowledge Brasil (OKBR) para avaliar a qualidade dos dados e informações relativos à pandemia do novo coronavírus que têm sido publicados em portais oficiais pela União, pelos estados brasileiros e pelas suas capitais.

Enquanto Manaus (AM) alcançou a nota máxima, de 100 pontos, levando em conta 26 indicadores, que incluem detalhes sobre a evolução da doença, dados demográficos (idade, sexo, etnia, profissionais de saúde contaminados), infraestrutura (testes aplicados, leitos disponíveis e unidades de saúde), localização fina das contaminações e apresentação das informações, Aracaju tem apenas 24 pontos, ficando à frente apenas de Cuiabá (MT), com 15.

Em contra ponto ao péssimo exemplo da capital sergipana, o índice mostra também que no ranking dos Estados, Sergipe está bem: tem 88 pontos, com alta pontuação, ficando em sétimo lugar.

Para quem já foi a capital da qualidade de vida, o índice de transparência divulgado confirma que Aracaju está andando de marcha ré nos últimos anos.

 

 Jair Bolsonaro vem a Sergipe para inauguração da Termoelétrica Infonet: O presidente Jair Bolsonaro desembarca em Sergipe nesta segunda-feira, 17, para a inauguração oficial junto ao Governo do Estado de Sergipe e às Centrais Elétricas de Sergipe (Celse) da Usina Termoelétrica Porto do Sergipe, na Barra dos Coqueiros. Ele também fará um sobrevoo de helicóptero pelo terminal de GNL (o FSRU Golar Nanook), nas imediações do Porto de Sergipe e da Térmica.

Caravana da hipocrisia O blog vai acompanhar com uma grande lupa a caravana de Bolsonaro em Sergipe. Quer ver, detalhadamente, os que irão participar do palanque que em 2018 apedrejaram o atual presidente da República. Aja óleo de peroba!

 Lula parte para o ataque O ainda prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, que se prepare, pois Lula e o PT decidiram partir para o front. O ataque pode provocar seríssimos danos ao candidato à reeleição.

Apoiará quem? Vários leitores estão questionando: quem o arcebispo de Aracaju, dom João Costa, defensor ferrenho de Lula e histórico eleitor do petismo, apoiará e votará para prefeito? Será Edvaldo Nogueira, que está no poder, ou Márcio Macedo, o candidato de Lula e do PT? Recordando que em 1989 ele fez campanha para arrecadar dinheiro para a eleição de Lula e ainda disse que “um dos momentos mais importantes da vida dele foi ter participado do último comício de Lula na avenida Paulista”.

O blog acertou O blog publicou na última sexta-feira, 14, sobre a reação de Lula em relação a Edvaldo Nogueira. A exclusividade e a veracidade das informações permitem a este blog desfrutar da credibilidade e da grande audiência do leitor.

E agora, Gualberto? Quem o deputado estadual Francisco Gualberto, ainda do PT, irá apoiar para prefeito de Aracaju? Irá seguir o companheiro Lula? Ou irá fazer parte da caravana de Bolsonaro?

Apoio incondicional a Edvaldo E no fim de semana a bancada do PSD de Aracaju, reforçada  pelas lideranças Adelson Barreto e Jorginho Araújo, esteve com o prefeito Edvaldo Nogueira ratificando o apoio incondicional à sua reeleição por entender que ele é o melhor prefeito que a nossa capital teve nos últimos 30 anos fazendo obras importantes que trará uma melhor qualidade de vida para os moradores.

Distante dos pobres Como ficará o Papa Francisco quando souber que a arquidiocese de Aracaju está, cada vez mais, distante dos pobres? Durante toda a pandemia da Covid-19 nenhuma ação foi realizada em favor dos mais necessitados. Diferentemente do que este blog vem acompanhando em outras dioceses, através dos meios de comunicação, a arquidiocese de Aracaju talvez seja uma das poucas ou a única diocese no mundo que não realizou nenhuma atividade para amenizar o sofrimento dos mais pobres. Se não fosse o trabalho de alguns padres, poderia-se afirmar que o desempenho foi pífio.

Distante dos pobres II A arquidiocese de Aracaju foi pioneira e constantemente se destacou pelo trabalho social desenvolvido por muitos dos seus bispos ao longo do tempo. O blog destaca os episcopados de dom Távora, dom Luciano Cabral Duarte e dom Palmeira Lessa. Todos eles tiveram uma preocupação com as pessoas marginalizadas. Porém, de 2017 para cá o trabalho social só anda em marcha à ré. Como diz um influente leigo da cúpula: “Hoje, as iniciativas partem sempre e unicamente de padres e de algumas congregações religiosas. São eles que realizam ações sociais nas comunidades. Mas partindo da Cúria é tudo aparência. É muita fantasia. A vacina contra a Covid-19 será descoberta e a arquidiocese não terá feito nada em prol de quem precisa”. Cruzcredo!

Nova roupagem do Selo Azul da Caixa: é bom que as empresas de Sergipe fiquem de olho Desde 2009, a Caixa lançou o programa Selo Azul para prestigiar as empresas do segmento da construção civil que adotam soluções eficientes nos empreendimentos habitacionais. Agora, com nova roupagem,, o programa está privilegiando ainda mais a sustentabilidade, o meio ambiente e a qualidade de vida através de vários requisitos.  O Selo é importante não apenas para a empresa, mas também para a sociedade que sabe que onde tem essa marca a habitação prioriza o uso racional dos recursos naturais contribuindo para o meio ambiente a qualidade de vida.

 Praça é inaugurada em São Cristóvão O município de São Cristóvão inaugurou nesta sexta-feira (14), a Praça Maria Lúcia de Moura, localizada no conjunto Arnaldo Ramos de Moura. Construída com recursos que o deputado federal Fábio Reis (MDB) destinou à cidade, a obra teve valor de R$ 536 mil.

Qualidade de vida De acordo com o parlamentar, esse tipo de obra melhora a qualidade de vida da população porque leva mais espaços de lazer e socialização. “Nesse período, onde o convívio social está reduzido e as vias de lazer também estão limitadas, é importantíssimo que tenhamos meios de manter a qualidade de vida”, disse Reis.

Solidariedade em Estância E no município de Estância surgiu um movimento de solidariedade ao prefeito Gilson Andrade em vários segmentos da sociedade que sabem que a Prefeitura hoje está bem administrada, com estabilidade financeira e total lisura na utilização dos recursos públicos. O movimento estranha a forma como uma ação liminar foi divulgada em todo Estado e comemorada pela oposição, mesmo sem a notificação devida. Os altos índices de aceitação da atual administração comprovam que a Prefeitura se encontra no caminho certo.

 17 de agosto comemora-se o Dia Nacional do Patrimônio Histórico. Manifesto CAU/BR A defesa da memória cultural brasileira é uma ação permanente do CAU/BR. No momento em que se comemora o Dia Nacional do Patrimônio Histórico, 17 agosto, o CAU/BR mais uma vez se manifesta para evitar a destruição do valioso acervo histórico e cultural do país e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), fortemente ameaçados nos últimos meses.

Posição contrária Para o CAU/BR, o Projeto de Lei nº 2.396/2020, em tramitação da Câmara dos Deputados, que propõe alterações no Decreto-Lei nº 25, de 30 de novembro de 1937, marco legal que trata da organização do patrimônio histórico e artístico nacional e instituiu o tombamento de bens culturais em âmbito nacional, não pode ser aprovado, pois possui claros mecanismos de desestruturação do patrimônio cultural, das identidades e da memória do povo brasileiro. O Plenário do CAU/BR já firmou sua posição contrária ao projeto de lei e apela publicamente à Frente Parlamentar em Defesa do Patrimônio Histórico Nacional, de caráter suprapartidário, que desde sua criação em 2019 atua defesa do IPHAN.  Leia a manifestação do Conselho aqui.

 PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

 Aquidabã: Praça Rubens Oliveira, após feira livre é invadida por urubus por conta do descaso da Prefeitura E este espaço já publicou um vídeo mostrando o local insalubre onde ficam guardadas as bancas da feira livre de Aquidabã. Agora recebeu outro  vídeo, mostrando  a imagem que ocorre toda terça-feira, no dia  posterior a feira livre. Devido a sujeira e a falta de limpeza, os urubus são atraídos pelos restos de carnes e peixes já que os mercados de carne e de peixe do município estão interditados desde 2018. O video enviado por moradores:

 

 

 

 

Bolsonaro está rasgando a história da Petrobras, destruindo a economia do povo de Sergipe e matando milhares de empregos. Do advogado e ex-presidente da OAB/SE, Henri Clay

https://www.instagram.com/henriclayoficial/ : “Após 46 anos de atividade em Sergipe, o Tecarmo vai fechar. A Fafen já fechou e a sede em Aracaju também. Na próxima segunda-feira, Laércio, Bolsonaro e seus apoiadores devem celebrar o início das privatizações de campos terrestres, plataformas marítimas e a desativação da Petrobras em nosso Estado. As consequências são desastrosas para Sergipe, provocando o maior retrocesso econômico e social da história:

1- Transferência de centenas de petroleiros para outros Estados;

2- milhares de trabalhadores terceirizados desempregados;

3- milhares de desempregos indiretos;

4- diminuição brutal da arrecadação aos cofres públicos do Estado de Sergipe;

5– desaquecimento do comércio e dos serviços de consumo;

6- afetação no mercado imobiliário;

7- retração do mercado de alimentos;

8- perda irreparável para os microempreendedores;

9- fechamento das pequenas empresas que mantêm contratos de prestação de serviços com a Petrobras;

10- desativação do convênio médico, hospitalar, odontológico e psicológico;

11- atinge as atividades culturais, artísticas, esportivas, educativas e filantrópicas em Sergipe;

12- incremento da exclusão social. Com o empobrecimento do Estado de Sergipe, aumentam as condições de pobreza e de miséria do nosso povo.

A política do governo Bolsonaro é a mesma do governo Temer: a Petrobras explora o petróleo bruto, vende a preço de banana, depois compra o mesmo produto refinado a preço de ouro. Essa é a política econômica do mercado, que interessa aos acionistas da bolsa de valores e às grandes empresas privadas estrangeiras. É a volta da colonização econômica do Brasil e um golpe covarde e fatal em Sergipe.”

 

LIVES SERGIPE – É SÓ ENVIAR PARA DIVULGAR NESTE ESPAÇO

                                                                                                                                                                       

Live hoje, 17/08, às 19h “’’Oportunidades e desafios para a economia pós isolamento” Este é o tema da live que será realizada hoje, 17, às19h, com a participação da advogada Laura Figueiredo e Rodrigo Rocha, economista, superintendente do IEL/SE e coordenador do Núcleo de Informações Econômicas da FIES. Para participar: https://www.instagram.com/laurafigueiredoadvogados/ ou https://www.instagram.com/rodrigorochapl/

 

 

                                                                                                                                                     

 

 

Live hoje, 17/08, às 18h30  PRONAMPE  O Programa de Crédito para micros e pequenas empresas será o tema da live de hoje do advogado  Henri Clay com a participação do presidente do CDL Aracaju, Breno Barrreto.  Acompanhe: https://www.instagram.com/henriclayoficial/

 

 

 

PELO E-MAIL nunesclaudio@infonet.com.br  E FACEBOOK

  OPINIÃO

A decadência da Academia Sergipana de Letras.  Por Túlio Ribeiro Matos, pesquisador e escritor. tullio.sergipano@gmail.com

 A Academia Sergipana de Letras (ASL) foi fundada em 1929. Junto com o Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, são as duas mais antigas instituições culturais não governamentais de Sergipe. As duas recebem auxílio com verbas públicas e possuem assento garantido em colegiados governamentais. A ASL, inclusive, ocupa um prédio pertencente ao Governo do Estado, estando isenta de uma série de pagamentos. Este preâmbulo serve como uma diretriz para o que se segue.

 Nos últimos anos, a Academia melhorou sua participação no cenário cultural sergipano, com uma programação interessante, atraindo diversas pessoas para suas reuniões todas às segundas, no velho prédio da rua Pacatuba. São encontros de discussão interna, porém poucas vezes se parte para ações externas, a Academia tem pouca feição por envolvimento em movimentos amplos, como junto a escolas, a exemplo de sua congênere nacional, a Academia Brasileira de Letras.

 Porém, além desta fraca integração externa, um dos pontos mais problemáticos da ASL é sua renovação quando morre um dos acadêmicos. As sucessões na Academia Sergipana sempre foram o ponto de crise, motivo de distúrbios e graves divisões no grupo e agora, com a existência de duas vagas, já se comenta silenciosamente uma grave e nova polêmica: o presidente José Anderson Nascimento, que completou 20 anos no comando da instituição, começou a pedir voto para eleger seu filho mais novo, o advogado Guilherme Nascimento, para a vaga do grande poeta, jornalista e escritor Amaral Cavalcante.

 O absurdo da situação, além da clara ausência de ética do presidente da instituição ao novamente se movimentar para colocar um parente direto entre os quadros (já que a esposa tomou posse em 2006, com uma pífia obra literária e nenhuma trajetória cultural de destaque), é agora a ideia de tornar o filho mais novo acadêmico simplesmente por isso: ser o filho mais novo, exigindo retorno daqueles que se tornaram imortais graças ao seu apoio presidencial.

 Guilherme da Costa Nascimento é um advogado com breve carreira de ensino na Universidade Tiradentes, cargo comissionado no Tribunal de Contas, uma dissertação de Mestrado defendida na UFS (onde o pai foi professor do Curso de Direito por longos anos) e 6 artigos publicados (o último em 2013). Não se tem registro de atuação de Guilherme em qualquer fórum, coletivo, instituição ou movimento cultural em Sergipe, salvo a própria gestão familiar do seu pai. Seu destaque é ser o filho mais novo do Presidente.

 Voltamos ao preâmbulo. A Academia é uma instituição privada dependente das verbas públicas. Portanto, no momento em que todo o país discute a importância de valores morais no trato das instituições, o presidente Anderson Nascimento coloca a ASL e seus membros numa situação vexatória de transformar a quase secular instituição num feudo familiar, incluindo um filho mais novo sem produção, sem destaque e sem nenhuma marca que deem mínima justificativa.

 Os membros da Academia deveriam lembrar do acertado conselho do acadêmico Felte Bezerra, em seu discurso de posse, publicado na Revista da ASL de 1952: “o selecionamento de nossos sucessos, feito pelos que ficam, é que nos garantirá a perenidade, e devemos ser ciosos no requerer méritos reais e verdadeiros, pois a Academia não deve servir para credenciar alguém, mais rigoroso balanço de atributos seja feito entre os que se proponham a preencher os claros”.

 Defensores deste alerta, os imortais Luiz Antonio Barreto, Maria Thetis Nunes e Wagner Ribeiro, entre outros grandes acadêmicos que sempre cobraram atenção quanto a esses valores, estariam neste momento tristes com a decadência da Academia, que talvez deva mudar seu nome para Academia Sergipana dos Nascimento.

 

OPINIÃO

  

 

O futuro do Tecarmo Por Antônio Samarone, médico sanitarista.

 Os políticos governistas em Sergipe, assistem silenciosos e omissos o desmonte do Terminal Aquaviário de Aracaju, no Tecarmo. Mais um desastre para a economia sergipana.

 É o fim de uma Era, onde a Petrobrás alavancou a economia sergipana. O Processamento de gás hidrocarboneto no Tecarmo acabou. As plataformas marinhas de Sergipe serão desmontadas.

 E agora? Nada! Ninguém diz nada…

 Sergipe é uma terra sem líderes. Todos caladinhos, esperando migalhas compensatórias. Os novos campos descobertos serão privatizados.

 Qual o destino da área física do Tecarmo? Uma reserva de restinga pronta. Aracaju é carente de áreas verdes. Vamos transformar o Tecarmo numa reserva ambiental?

 Por onde andam a bancada federal, a bancada estadual, os vereadores de Aracaju, os senadores, o prefeito da capital, o governador do Estado?

 Aracaju possui dois Parques abandonados (Parques da Cidade e dos Cajueiros). O Parque da Sementeira está sendo preparado para a privatização, para a transformação numa área de eventos.

 A prefeitura tem os recursos, mas falta-lhe as ideias. O projeto da Sementeira é escondido a sete capas. A Sementeira é uma área cobiçada pela especulação imobiliária.

 O Tecarmo está pronto para se transformar numa reserva de restinga, uma área verde, para fortalecer a qualidade de vida.

 Aracaju tem uma vocação turística, infelizmente não aproveitada pela cegueira dos dirigentes políticos.

 O Presidente Bolsonaro vem a Sergipe no dia 17, segunda-feira. Vamos reivindicar a área do Tecarmo para a cidade de Aracaju. Seria uma compensação da Petrobrás, que tanta riqueza tirou do subsolo sergipano.

 Aracaju precisa resolver a sua principal pendência ambiental, a contaminação dos seus rios pelo esgoto sanitário. O saneamento em Sergipe é uma balcão de negócios políticos.

 A economia sergipana afunda velozmente. As causas da decadência são múltiplas. Contudo, é gritante a falta de ideias dos nosso governantes.

 Um deserto!

 Sergipe foi ocupado por uma safra de políticos menores, politiqueiros, gente voltada para interesses imediatos, e as vezes pessoais.

 Senhores governantes, a transformação do Tecarmo numa reserva ambiental, será de grande importância para o futuro de Aracaju.

 Só um estadista nos tira do atoleiro econômico. Está difícil…

 PELO TWITTER

 www.twittter.com/AntonioSamarone  A Petrobras fechou em Sergipe e afundou a economia do Estado. As reservas serão privatizadas!

Os políticos locais cuidam dos seus interesses.

Uma omissão e um silencio vergonhosos!

Sergipe está sem rumo… Uma safra de governantes miúdos.

 www.twittter.com/rogeraju  Enquanto lojistas dos shoppings @RiomarAracaju  e @JardinsAracaju  sofrem com as consequências da pandemia, vendendo camisa de R$ 49.90 por R$ 9.90 a ADM continua cobrando 3 reais por hora no estacionamento, afastando assim os consumidores. #Lamentável.

www.twittter.com/minc_rj

 Terra de idiotas negacionistas:

Livro é luxo!

Arma é essencial!

Mito é rei.

Ignorância é obrigatória!

COVID é refresco.

Siga Blog Cláudio Nunes:

 Instragram

 Facebook

 Twitter

 Frase do Dia

“O bem  se move a passos de lesma.  Aqueles que querem praticar o bem não são  egoístas nem têm pressa; sabem que, para impregnar as pessoas com o bem, é necessário muito tempo.” Gandhi.

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários