TV Sergipe e Ricardo Franco: “não peco pela omissão”

0

“Não sou perfeito, mas se criar caso é defender os interesses de um negócio saudável criarei mesmo, mas não peco pela omissão”. A declaração é do empresário Ricardo Franco, ao ser questionado porque é conhecido como “criador de casos” (leia e-mail de um dos participantes do movimento no espaço do leitor de hoje). Ricardo Franco convidado ontem, 04, pelos funcionários da TV Sergipe para ser o mediador junto aos sócios da empresa (Albano Franco e Lourdes Franco) nas reivindicações que culminaram com uma paralisação histórica e a não veiculação do Bom Dia Sergipe ontem. Na reunião ficou definido que em 10 dias os sócios apresentarão uma solução para os problemas internos.

 

Negociação e garantias – O blog conversou com um dos funcionários que participou da reunião ontem pela manhã, com os sócios, com o superintendente Paulo Siqueira e o empresário Ricardo Franco. Segundo o funcionário Ricardo Franco mostrou firmeza e deixou claro que só aceitou ser o mediador (pedido dos funcionários) porque tem a garantia dos sócios que não haverá perseguições.

 

Sala de R$ 220 mil – “Me senti agredido, foi um agressão a minha família”. Esse é o desabafo de Ricardo Franco sobre a reforma na sala do superintendente que segundo ele, custou a bagatela de R$ 220 mil. Ele disse que começou a trabalhar aos 19 anos e sempre teve responsabilidade. Lembrou que no ano passado, quando parte do morro onde fica a TV Sergipe estava desmoronando, quem resolveu o problema foi ele e a esposa, enquanto os diretores estavam viajando.

Paulo Siqueira não foi imposição da rede Globo – Ricardo Franco disse ainda que a chegada de Paulo Siqueira não foi imposição da rede Globo, mas os sócios, por conta de problemas de gestão, pediram a rede uma sugestão de nome com experiência e eles sugeriram Paulo Siqueira.

 

Funcionário feliz – Indagado sobre o pedido dos funcionários da saída do superintendente Paulo Siqueira, Ricardo disse que está avaliando todos os atos e as ações que estão sendo relatadas pelos funcionários e repassará tudo para os dois acionistas.  “O empresário quer lucro, mas sabe também que uma empresa só é sucesso se o funcionário está feliz”, disse, afirmando que ficou honrado por ser lembrando pelos funcionários para defender os interesses deles neste momento delicado.

 

Responsabilidade – Questionado sobre a responsabilidade dos sócios na atual situação, Ricardo Franco que eles são co-responsáveis, porque confiaram num nome sugerido pela rede Globo, com experiência e se aconteceu tudo que os funcionários estão relatando a situação é complicada.

 

Gestão passada  X Justiça – Ricardo Franco relatou que discordou da gestão passada que, segundo ele, seus diretores deveriam responder na Justiça pelo mal que fizeram a empresa. A gestão passada tinha como dirigentes Geraldo Alcantara e Washington Gasparoto. “E provo, está na minha mão”, avisou. Ele disse que alguns acham que ele é criador de casos, porque diz a verdade e defende seus interesses sem meias palavras. “Melhor criar casos, do que ter orgulho e omissão.Sempre criei caso na televisão sempre achou mal administrada”.

 

Convite a João Andrade – Ricardo revelou que em 2004 chegou a convidar o então secretário de Administração da Prefeitura de Aracaju, João Andrade (hoje na Sec. da Fazenda) para assumir a superintendência. “Tem o perfil que acho importante para gerir a empresa, uma pessoa idônea com experiência e muito conhecimento”, disse.  Ele disse que em 2004, quando representava os acionistas chegou a receber um conselho de um funcionário hoje aposentado da TV: “Você está lutando contra os dois donos, fazendo a coisa certa”. Ele entende que após oito anos os mesmos problemas de gestão continuam. “Não mudou nada”.

 

Ajustes e Ligia Tricot – Ricardo Franco entende como normal ajustes em qualquer investimento, mas no caso da TV Sergipe sabe que a emissora tem como encontrar outras formas de faturamento. Ele entende que na área do jornalismo pode-se adequar o processo a uma melhor produtividade com outro foco, mas não encontrar uma solução fazendo cortes drásticos. Ele ressaltou que tinha um relacionamento salutar com a ex-diretora de jornalismo Ligia Tricot. “Ela é uma excelente pessoa e me tratava como filho”.  “O problema não é o erro, mas a dignidade como você comete e sai do erro”, encerrou.

Faz-de-conta da Saúde Pública

O Globo Repórter da última sexta-feira noticiou o que todo mundo já sabe: a saúde pública é um problema generalizado. A reportagem mostrou imagens impactantes do Pronto Socorro do maior Hospital Público de Belém do Pará, de Brasília (incluídas as suas cidades satélites) e de Goiás. Viu-se que a falta de atendimento de média e baixa complexidade no interior dos Estados acarreta a superlotação dos grandes hospitais públicos das capitais.

 

Médicos cumprem metade da jornada

Ademais, foi mostrado que o Programa Saúde da Família- PSF, muito embora seja, no papel, um projeto que poderia resolver em grande parte o problema da saúde pública no país, na medida em que haveria um tratamento e acolhimento preliminar ao paciente, na prática não funciona como deveria, pois médicos contratados para desempenharem jornada de trabalho de 40 (quarenta) horas semanais, cumprem metade ou até menos do que aquilo que prometeram cumprir. E o pior de tudo, é que contam com o aval dos gestores públicos. Um absurdo.

 

Exemplo de cumprimento da jornada

Mas nem tudo está perdido. Ainda na reportagem foi mostrado que no interior do Rio Grande do Sul haviam médicos que cumpriam rigorosamente a jornada de trabalho de 40 (quarenta) horas semanais. O blog é a favor de que os médicos ganhem bem, assim como os demais servidores públicos. O que não aceita  é que alguns não cumpram a jornada integral e depois ainda queiram receber aumento por um serviço público de péssima qualidade.

 

Resposta

Deu na coluna Painel da FSP, de hoje, 05: “#prontofalei De Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), cotado para o Ministério da Micro e Pequena Empresa, reagindo no Twitter a Aécio Neves (PSDB-MG), que criticou a criação da pasta: “Se falar em meu nome de forma pejorativa vai ter resposta. Ele não é mais senador do que eu”. O tucano ligou para se desculpar”.

 

Ainda Sobre a TV Sergipe

O espaço agradece as ligações dos colegas da TV Sergipe. Apenas o blog fez o seu papel num momento delicado, onde em outros locais o assunto era, diga-se assim “proibido”. Por essas e outras razões é que o titular deste espaço optou por escrever num blog na Infonet há cinco anos. Mesmo com os sacrifícios financeiros aqui nunca teve pedido para não publicar matérias, ou retirada de notas do ar e ainda a manipulação de matérias ficando truncadas como já aconteceu em alguns jornais locais.

 

Negociações TV Sergipe

Ontem, após a paralisação feita pela manhã, que culminou com o Bom dia Sergipe não sendo exibido, a Comissão de negociação da TV Sergipe, formada por funcionários, teve uma reunião com os acionistas que pediram 10 dias de prazo para solucionar os problemas internos. Ficou garantido que os funcionários não sofrerão nenhum tipo de retaliação. O mais sensato é que Paulo Siqueira pedisse para sair. Não há clima para ele continuar na emissora.

 

Albano é o principal culpado

Desde o início este espaço foi, não só solidário aos profissionais da TV Sergipe, mas cobrando a omissão de Albano com relação aos assuntos da emissora. Com o próprio filho, o empresário Ricardo Franco disse há poucos dias neste espaço, “O Dr. Albano só escuta a Dra. Lourdes”. Deu no que deu. Saída de Paulo Siqueira é prioridade. Só p/ reforçar: tudo aconteceu pela omissão de Albano que aceita tudo que Lourdes Franco dita.

 

FM Sergipe com problemas

E na FM Sergipe os problemas estruturais também existem. Sabe-se que o estúdio está sem as mínimas condições de trabalho e até ventilador tem que ser ligado pelos profissionais. Outros se queixam dos salários.

 

Apoio

Os profissionais da TV Sergipe tiveram o total apoio do Sindicato dos Jornalistas, Sindicato dos Radialistas, da CUT, a CTB e alguns sindicatos a ela filiados (Bancários, Gráficos, servidores da Funasa e Sintrase) que também estiveram no ato e deram total apoio à luta dos trabalhadores da emissora de tevê.

 

Solidariedade I

O deputado estadual capitão Samuel e o vereador, Dr. Emerson desde a semana passada vem denunciando a situação dos funcionários da TV Sergipe. E os dois, logo cedo, ontem 04, estiveram na porta da empresa prestando solidariedade ao movimento. Ainda ontem, na Câmara, Dr. Emerson relatou sobre a prática adotada pela atual direção da TV Sergipe, que mesmo após contato com a direção do sindicato, continua reprimindo e demitindo os servidores, que se sentem assediados e desmotivados. “Não podemos aceitar nenhuma medida contra os trabalhadores que estão na luta pelos seus direito”, diz o parlamentar petista.

 

Solidariedade II

Já o deputado estadual Samuel Barreto fez questão de parabenizar os funcionários presentes na manifestação pela coragem e a ousadia de cada um “Não me arrependo de ter levado o problema de vocês para a tribuna na Assembleia Legislativa na semana passado, pois, agradeço também aos profissionais da comunicação sergipana pela conquista do cargo parlamentar. Não é um forasteiro que vai chegar aqui em Sergipe e achar que pode mudar tudo o que está sendo feito em nosso Estado, por que vocês sabem fazer jornalismo e por isso a TV Sergipe chegou até aqui, nós não precisamos de alguém que venha de fora acabar com a nossa cultura, com os programas culturais a exemplo do Levanta Poeira”, afirmou o parlamentar. Na AL, as deputadas Ana Lúcia e Maria Mendonça também foram solidárias aos funcionários da emissora.

 

Sobre jornais, portais e cia

Do jornalista Diogénes Brayner pelo twitter: “Emissoras de rádio, televisão, os jornais e portais só funcionam com jornalistas. Sem eles, todos param e ninguém fatura… Apenas uma observação: pelo menos um portal funciona só com ctrl “C” e ctrl “V”. E não paga um centavo sequer a um estagiário. Um dia…” A denúncia de Brayner é grave, sabe-se que a Infonet e o Fax Aju, comandado por Brayner, tem jornalistas. Mas qual é o que apenas cópia notícias?

 

Sub-secretário

E o ex-deputado Jorge Araújo assume a sub-secretaria de Articulação com os Municípios ligada a Casa Civil, assim como a pasta de articulação sindical, comandada por Chico Buchinho.

 

Setor calçadista

Diante das recentes avaliações por parte de sindicatos ligados ao setor calçadista de que as demissões vêm aumentando no início de 2011, o Governo do Estado, através da Companhia de Desenvolvimento Industrial e Recursos Minerais de Sergipe (Codise), iniciou uma fiscalização direta junto às empresas para esclarecer situação. O próprio secretário Zeca da Silva, da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e da Tecnologia (Sedetec) recebeu em audiência o presidente do Sinditêxtil, Gizeldo Santos, na segunda quinzena de fevereiro.

 

Nível de emprego

“É prioridade do governo a manutenção e a ampliação do nível de emprego. E as empresas que são parceiras nossas, inclusive recebendo incentivos, devem cumprir sua parte. Nesse ponto somos inflexíveis, ainda que estejamos abertos ao diálogo sempre”, frisou o secretário Zeca da Silva, ressaltando ainda o importante papel que o movimento sindical desempenha em situações desse tipo. “Valorizamos as parcerias com os setores empresarial e sindical, porque elas resultam em avanços para a população”.

 

Mais outro sergipano no STJ?

Chegou ao conhecimento do blog que três prestigiados magistrados sergipanos se habilitarão para disputar duas vagas que existem no STJ, destinadas aos tribunais de justiça estaduais. Embora os nomes estejam entre os mais qualificados do judiciário nacional, o páreo será dureza. É que corre à boca miúda que os desembargadores Celso Limongi, de São Paulo, e Adilson Macabu, do Rio de Janeiro, que já estão substituindo no STJ, teriam as presenças de seus nomes garantidas em cada uma das respectivas listas tríplices, sendo praticamente imbatíveis.

 

Fórum

A Federação das Associações de Municípios de Sergipe (FAMUSE), com o apoio das Associações dos Municípios, promove no próximo dia 8, às 9 horas, o “I Fórum de Prefeitos de Sergipe – Em Defesa do Municipalismo”. O evento será realizado no Centro de Convenções do Hotel e Resort Dioro, na Ilha de Santa Luzia, na Barra dos Coqueiros. Os prefeitos estão otimistas com a presença de Marcelo Deda (PT). O presidente da Famuse, prefeito Fábio Henrique, entende que o governador enriquecerá o evento e destacou o ineditismo do debate entre prefeitos e o chefe do Executivo Estadual.

 

Posse

Bertulino Menezes (PSB) é o novo vereador de Aracaju. Ele foi empossado na manhã de ontem após a ida de Elber Batalha Filho (PSB) para a Secretaria de Estado do Turismo. Bertulino não abre mão de participar das discussões sobre o Plano Diretor de Aracaju. Outro assunto relevante para ele é a consolidação do seu projeto “Ficha Limpa” para os servidores da administração municipal. “Agradeço ao vereador Elber, ao senador Valadares, e em especial ao meu pai Napoleão Menezes, que já se encontra no céu e que foi um dos homens mais importantes da minha vida”, disse Bertulino.

 

Tucanos em revoada

Se a direção estadual do PSDB resolver determinar que o diretório municipal de Aracaju deixe de apoiar a Prefeitura de Aracaju pode anotar, caro leitor: vai ser uma revoada só. Um deles será o presidente da Funcaju, Waldoilson Leite, que faz um excelente trabalho. Se brincar até Miriam Ribeiro, única vereadora tucana em Aracaju, muda de partido.

 

Renovação de terceirização na rodoviária Velha

O blog foi informado que  saiu no Diário Oficial a renovação do  contrato para “administração” da rodoviária velha feito pelo governo e Socicam, pelo que conheço, o contrato encerra em junho e não poderia ser mais renovado (em abril !!!!!!!!!) por 24 meses, porque já completou 5 (cinco) anos e pela lei 8666 não poderia mais ser renovado, teria que ter nova licitação. É preciso que a Controladoria Geral do Estado e o próprio governador tome ciência deste assunto, que é delicado.

 

Henri Clay é homenageado I

A Assembleia Legislativa de Sergipe, em sessão especial realizada no final da tarde desta segunda-feira, dia 4, fez a entrega da medalha da Ordem do Mérito Parlamentar ao advogado e ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Sergipe (OAB/SE), Henri Clay Andrade. A outorga foi uma propositura da deputada estadual Ana Lúcia (PT), sendo referendada pelos demais parlamentares.  “Este jurista mostrou, enquanto presidente da OAB, o seu compromisso social e a sua competência técnica, e como educador tenho impressão que ele leu muito Paulo Freire, porque ele conquista os educandos”, disse Ana Lúcia.

 

Henri Clay é homenageado II

O advogado Henri Clay ressaltou que se sente honrado pelo reconhecimento recebido da Casa do Povo de Sergipe, através da concessão da maior homenagem do Poder Legislativo do Estado. “Estou aqui muito comovido para receber essa homenagem”, declarou. Henri Clay lembrou que nesses 18 anos de militância advocatícia tem buscado manter um compromisso muito forte com a sociedade.

 

Investimentos para o autismo I

A necessidade de maiores investimentos em pesquisas sobre o autismo, e a capacitação do Sistema Único de Saúde (SUS), para o atendimento de portadores dessa síndrome, foi a tônica do discurso feito hoje pelo senador Valadares, líder do PSB no Senado. Valadares parabenizou o Senado por ter-se integrado à luta pela conscientização de uma síndrome complexa, que atinge uma em cada 110 crianças no mundo.

 

Investimentos para o autismo II

Valadares lembrou que “muitas pesquisas ao redor do mundo tentam descobrir as causas, intervenções mais eficazes e a tão esperada cura, mas  que atualmente diversos tratamentos podem tornar a qualidade de vida da pessoa com autismo sensivelmente melhor”. E citou o brasileiro Alysson Muotri, que conseguiu um primeiro passo para a possibilidade de uma futura cura. Esse cientista curou um neurônio autista em laboratório e trabalha no progresso de sua técnica na Universidade de San Diego.

 

Brasília I

O senador Eduardo Amorim (PSC), participará nesta terça-feira, 5, em Brasília, da 59ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). Na ocasião será eleita a nova diretoria da FNP na gestão 2011/2012. “Após a eleição vamos debater o impacto nos municípios dos cortes no Orçamento da União e o cancelamento dos Restos a Pagar de anos anteriores”, informou Amorim que deverá estar acompanhado de prefeitos sergipanos.

 

Brasília II

Ainda na manhã desta terça-feira, o senador Eduardo Amorim, receberá em seu gabinete, em Brasília, 17 secretários municipais de Saúde de Sergipe. Eles irão discutir as propostas do senador, que é um dos médicos no parlamento, para a Saúde. “A saúde brasileira precisa ser mais debatida. Experiências devem ser implementadas e viabilizadas, para que o usuário seja sempre bem recebido nas unidades”, completa o senador.

 

Fiscalização

Ao conceder entrevista ao radialista George Magalhães, ontem, 04, no programa Liberdade Sem Censura, o prefeito Edvaldo Nogueira, questionado sobre a fiscalização eletrônica, disse que pretende realizar, após a consulta legal, uma nova licitação em Aracaju. Sobre as declarações do conselheiro Reinaldo Moura, Edvaldo foi elegante, disse que não queria politizar, mas que houve precipitação de ir para a mídia antes da conclusão final”.

 

Banese

O prefeito falou de uma noticia veiculada em alguns órgãos de imprensa e que a prefeitura de Aracaju, iria retirar as contas do Banese. Edvaldo disse que  nunca falou em retirar a conta da prefeitura do Banese. “Nunca conversei com Saumíneo sobre isso. No passado e no presente não houve nenhuma tentativa de suspender a conta, agora, o futuro, a Deus pertence”, disse.

 

Edvaldo é culpado de…

Pelo andar da carruagem, esta semana vem um novo capitulo da novela “Só eu tenho”. Na novela politiqueira o prefeito Edvaldo Nogueira é acusado de todos os males que acontece em Aracaju e se deixar, no mundo. Então as possíveis próximas manchetes: Aratu em extinção em Sergipe: Edvaldo é o responsável; Edvaldo é culpado pelo desastre nuclear no Japão; alta do preço do etanol: Edvaldo especulou na bolsa de valores.

 

Professores I

Ontem 04, o vereador Olivier Chagas, PT de Itabaiana, cobrou do  Prefeito Luciano Bispo que receba o Sindicato que representa os Professores no Município. Segundo Chagas “É digno de reconhecimento positivo a iniciativa de Luciano  ter garantido o reajuste do Piso Salarial da categoria, de 15,85% sobre os vencimentos, mas o Prefeito precisa receber os representantes da categoria que querem discutir a regência de classe e a mudança de nível. A valorização do professor é uma das ferramentas no combate a desigualdade social, por isso, ouvi-los demonstra total sintonia com a sociedade”.

 

Professores II

Atendendo a determinação do Prefeito Luciano Bispo, o secretário da Administração, Romualdo Menezes, anunciou que já neste mês de abril, os professores da rede municipal de ensino de Itabaiana estarão recebendo o Novo Piso Salarial, do Magistério. Com a atualização, os professores em nível inicial que recebiam como remuneração o mínimo de R$ 1.024,00 passarão a receber o novo valor, que é de R$ 1.189,00. “A atualização salarial para os professores do município de Itabaiana é da ordem de 15,85%. Para atualizarmos esses valores, tivemos que fazer um amplo estudo das finanças da Prefeitura, nos recursos do FUNDEB, que são destinados a aplicação na área da Educação”. Informou Romualdo Menezes.

 

Sobre nota Convênios das praças em Aracaju

Da assessoria de Comunicação da Emsurb: “Referente a nota publicada no dia de hoje no seu blog, junto com a presidência da Emsurb, informamos:ADOÇÃO DE ÁREAS VERDES – A Lei nº 2.140 de 27 de junho de 1994, dispõe sobre a adoção de praças e canteiros centrais de avenidas, jardins públicos, balões rodoviários, por entidades e empresas. O Programa “Adote o Verde” da Prefeitura Municipal de Aracaju, executado pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos (EMSURB), é uma troca da iniciativa pública com a privada, onde as empresas adotam os espaços públicos e tem como contrapartida a exploração da publicidade, procurando explorar o seu marketing de marca. Para o município o interesse é agilizar o processo de manutenção e conservação das áreas verdes, e instigar o compromisso social na busca da qualidade de vida da população.O procedimento para a adoção de áreas verdes na cidade de Aracaju, a empresa ou instituição interessada deverá encaminhar um ofício a EMSURB, manifestando sua intenção, anexando cópia do CNPJ e Contrato Social, e simulação da publicidade no local que se pretende adotar.

 

Programa conta com convênios em mais de 20 espaços

Atualmente, o programa “Adote o Verde” conta com mais de 20 espaços públicos adotados, dentre eles:·         Praça da Bandeira. Adotante: GRUPO COCA-COLA; ·         Praça J. A. R. de Lima (Jardim Mar Azul). Adotante: COLÉGIO GRACCHO CARDOSO;

Praça Luciano Barreto Junior (Bairro Jardins). Adotante: CONSTRUTORA CELI;          Praça da Matriz do Conjunto Santa Lucia (Bairro:Várzea Grande). Adotante: Cemitério Colina da Saudade;Canteiro Central da Avenida Jornalista Santos Santana (entre as Avenidas Beira Mar e Hermes Fontes). Adotante: SHOPPING JARDINS;Canteiro Central da Avenida Ministro Geraldo Barreto Sobral (entre as Avenidas Jornalista Santos Santana e Marieta Leite). Adotante: SHOPPING JARDINS;Avenida Oviedo Teixeira (Entre a Avenida Tancredo Neves e Av. Jornalista Santos Santana). Adotante: CONSTRUTORA NORCON;Canteiros em frente ao YAZIGI. Adotante: YAZIGI INTERNEXUS;Avenida Francisco Porto (entre as avenidas Beira Mar e Pedro Paes de Azevedo). Adotante: GRUPO G BARBOSA;Avenida Gasoduto. Adotante: AMPAP – ASSOCIAÇÃO PARA MANUTENÇÃO E PRESERVAÇÃO DE ÁREAS PÚBLICAS;Avenida Carlos Franco (Bairro Jardins). Adotante: Maracar Veículos.

 

Sobre convênio com a Petrobrás

A Petrobrás rescindiu o termo de Adoção da Praça Ignácio Barbosa e Calçadão da 13 de Julho em 31/07/2010, através de oficio, informando que diante das diretrizes da companhia para concessão de patrocínio, a adoção dos logradouros com investimento e custeio não se encaixavam mais na lista de possibilidades da mesma. A Praça da Bandeira continua adotada pela Empresa Coca- cola e de acordo com a Gerência de Áreas Verdes está a contento, cabendo a empresa rever as placas de publicidade. O grupo Bom preço rescindiu o termo de adoção da Praça Tobias Barreto desde o dia 30 de novembro de 2010 informando que por uma série de motivos, a empresa não mais poderia manter a praça. A construtora Norcon adota o canteiro central da Avenida Oviêdo Teixeira. O grupo G Barbosa adora o canteiro central da Avenida Francisco Porto.No que diz respeito às Praças Camerino e da Bandeira, segundo informações da EMURB, ambas estão com projeto urbanístico em andamento.As demais praças estão sendo cuidadas de acordo com o cronograma realizado pela Gerência de Áreas Verdes.

               

Feira da Saúde nos mercados hoje, 05 I

 Realizada pelo Movimento Popular de Saúde ( MOPS), a Feira da Saúde acontecerá hoje, 05, na praça dos mercados  com ações de saúde: Aferição de pressão arterial, vacinação, exame citopatológico, teste-rápido de HIV, rodas de conversa com temas educativos. O objetivo é atender às necessidades de saúde dos comerciantes, aproximá-los dos serviços de saúde e publicizar a importância das ações junto à sociedade.

 

Feira da Saúde nos mercados hoje, 05 II

O complexo do Mercado Municipal conta com aproximadamente dois mil e quinhentos comerciantes, moradores em geral da capital e das cidades da região metropolitana, são usuários dos serviços públicos de saúde mas, em geral, não dispõem de tempo para acessá-los.Essas são algumas das caracteírsticas dessas pessoas que merecem atenção do Estado e da sociedade e que  contam com o Projeto Vida Segura, Feira Sustentável ( parceria do MOPS  e da Coordenação Estadual de DST/aids) na prevenção de DST/aids e na promoção à saúde.Apoios: Emsurb, ACOMAF, ASCOMETAF, Secretaria de Saúde Aracaju, SEIDS, ANEPS, Secretaria Estadual da  Mulher, Conselho Estadual da Criança e adolescente.As ações se iniciam às 8h. Participem!Informações: 32552622/88134386.

 

Concurso dos Correios: Inscrições terminam nesta terça-feira

Encerra-se nesta terça-feira (5), às 23h59min, horário oficial de Brasília, o prazo para as inscrições com vista ao concurso público da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT. O concurso, que é de âmbito nacional, será para provimento de vagas e formação de cadastro reserva para os cargos de Agente de Correios – Carteiro, Atendente Comercial e Operador de Triagem e Transbordo (edital n.º 11) e cargos de nível superior (edital n.º 13). Todas as informações sobre o concurso estão nas páginas dos Correios (www.correios.com.br – sobre os correios – concurso e sala de imprensa) e no site www.cespe.unb.br/concursos

 

IV Festival do Programa Escola Aberta começa neste sábado, 9

No próximo sábado, 9, a Secretaria de Estado da Educação (Seed), através do Departamento de Educação Física (DEF), estará promovendo a primeira etapa do IV Festival do Programa Escola Aberta. Ao todo, 20 escolas irão participar do evento, atingindo um público de cerca de 800 pessoas, entre a comunidade escolar e local.

 O evento acontecerá em dois dias: no sábado, 9, no Colégio Estadual Felipe Tiago Gomes, no município de Maruim, das 9h às 16h. A segunda etapa acontecerá no dia 16, no Colégio Estadual José Alves do Nascimento, em Aracaju, no mesmo horário. Em cada data haverá a participação de 10 escolas.

 

Laranjeiras lança projeto “Quarta no Mercado”

Na próxima quarta-feira, (13), Laranjeiras lança mais um projeto, “Quarta no Mercado”, onde uma vez por mês abriremos o prédio da primeira alfândega do nosso estado para espetáculos de teatro e dança. Para dar início ao projeto, será apresentado o espetáculo “Os Ruivos”.O espetáculo aborda de forma bem humorada a rotina dos ruivos, que desde criança são obrigados a conviver com apelidos como “ferrugem” e “cabeça de fósforo”. Taxados de gringos em seu próprio país, esses raros indivíduos enfrentam até o risco de extinção, de acordo com estudos recentes. A peça levanta a bandeira em favor dos ruivos e faz algumas brincadeiras como reivindicações por um presidente ruivo e meia-entrada em dermatologistas. Dia 13 de Abril as 20h no projeto Quarta no Mercado, em Laranjeiras. Classificação: 14 anos.

 

DO LEITOR

 

Sobre as policiais em Sergipe

Do leitor Tiago: “Uma pergunta que talvez valha de sugestão. Não seria possível a realização de concurso interno, ou alguma outra ferramenta, que possibilite a transferência de servidores de outros órgãos do estado para compor as policias? Estou certo que vários servidores públicos teriam vontade de fazer essa migração até porque existem vários cargos extintos e servidores cujas funções mudaram muito desde a sua contratação e estão sem poder contribuir mais efetivamente com o estado e a mudança de função, seria algo que viria a motivar os servidores a trabalhar (resultando em maior produtividade do mesmo)”.

 

A quem reclamar?

E-mail recebido: “É inadmissível o engarrafamento que vem ocorrendo aos domingo à noite na Av. Hermes Fontes. E tudo por conta de uma lanchonete ali situada, que atende seus clientes sem que seja necessário saírem de seus carros. Para completar o transtorno, existe um retorno bem próximo ao  local. Acredito que alguns pontos devem concorre para esta situação: lentidão no atendimento, motoristas apressadinhos parando em fila dupla e outros forçando o retorno. E voce, que precisa trafegar naquela via sendo desrespeitado por falta de ordem e lei nesta cidade. UM ABSURDO.  Pedir socorro a quem?”

 

Insegurança em ponto de ônibus dos Jardins

Outro e-mail: “O que vem acontecendo no ponto de ônibus do Shopping Jardins sentido DIA é assustador. Vários adolescentes de rua ficam no ponto intimidando as pessoas que ali se encontram e/ou furtando seus pertences. Quando o ônibus chega eles literalmente invadem  chegando a agredir os passageiros. Recentemente um desses ônibus foi assaltado no próprio ponto. O que chama atenção é que a menos de 100 metros do local existe um box da polícia”.

 

Sobre a TV Sergipe

Do movimento Salve a TV Sergipe: “A situação da TV SERGIPE é fruto do orgulho e despreparo de Lourdes Franco, da omissão de Albano Franco e das maquinações de Ricardo Franco. A primeira se deixa levar por manipulações e interesses egoístas de pessoas que a cercam e em que ela pensa que pode confiar. O segundo perdeu o controle e a visão empresarial e o terceiro é um criador de casos que quer ver o circo pegar fogo. Nenhum deles esta preocupado com a profissionalização da emissora ou não teriam feito o que vem fazendo há dois anos já. Que Paulo Siqueira é um forasteiro que não conhece o valor e a importância dos que fazem a TV SERGIPE e esta pouco preocupado com o lado humano da empresa e com a cultura do estado não se discute, mas não é só a cabeça dele que deve estar a prêmio. Existe pelo menos uma pessoa em posição de gerencia que apesar de ser antiga na casa tem sua agenda própria e não está preocupada com os funcionários. Essa pessoa é movida pela ambição e vem puxando o tapete e derrubando um a um todos os que estão em seu caminho porque ela quer conquistar a posição de mando e de poder absoluto. Manipulando, adulando e fingindo preocupação com a empresa ela vem influenciando a acionista majoritária e o Diretor Geral para fazer as coisas como ela acha que devem ser. A empresa sofre a ausência de líderes de verdade desde que Geraldo, D. Ligia Tricot e Gasparotto, Roselito e Murilo saíram ou foram demitidos da empresa porque essas pessoas eram quem defendiam a empresa e estavam implantando um projeto de profissionalismo e modernização ouvindo nós funcionários, investindo em treinamento e valorizando a experiência dos que fizeram e ainda fazem os 40 de história da empresa. Agora ninguém faz mais reuniões gerenciais nem acompanhamento do desempenho das áreas e nós não somos mais ouvidos, mas sim ameaçados e frustrados em nossas tentativas de da o nosso melhor pela TV SERGIPE. Quem esta na empresa todo dia sabe que Paulo Siqueira e Lourdes Franco vivem trancados com quem quer a todo custo subir na empresa pisando e derrubando os outros e vai ser capaz de qualquer coisa pra chegar lá. É a cabeça dela que deve rolar também ou nada vai mudar!!” 

 

Nota do governo do Estado sobre contrato

Em relação à matéria divulgada pelo Correio de Sergipe no domingo, dia 3, referente aos investimentos realizados pela Secretaria de Estado da Administração na unidade móvel do Centro de Atendimento ao Cidadão (CEAC), o Governo do Estado esclarece que a contrato de locação do ônibus se deve a uma política pública de expansão das suas ações que promove a inclusão por meio de serviço gratuito às populações menos assistidas do Estado de Sergipe beneficiando milhares de cidadãos.

 

O Ceac-Móvel é um Veiculo tipo ônibus, adaptado, que leva às oito Regiões do Estado os serviços do Governo aos cidadãos. A transmissão de dados é feita via satélite com dois links de 1 MBPS, sendo um principal e um para backup, equipamentos de informática, painel de 32” para chamada de senha, mobília, ar condicionado e duas tendas climatizadas com 36m2 de área que servem de sala de espera para os usuários, além de equipamentos de última geração que são utilizados nos procedimentos executados pela unidade.

 

Este veículo leva diversos serviços para localidades onde seus habitantes têm dificuldades para tirar documentos e ter acesso a serviços prestados por diversos órgãos públicos que são fundamentais para o exercício pleno da cidadania. Os parceiros deste projeto são: NAT, IPESAUDE, SSP, BANESE, SEINFRA, SEAD, OGE, TJ, SEIDES, INSS, INCRA, SEED, ENERGISA.Investimento: Os serviços do CEAC Móvel foram objeto de licitação, tipo menor preço, através de procedimento licitatório obedecendo, integralmente, à Lei  nº 10.520, de 17 de junho de 2002, que institui a modalidade Pregão e, subsidiarias a Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. Observando também a Lei Complementar 123, de 14 de dezembro de 2006, a Lei Estadual 5.280, de 29/01/2004 e a Lei Estadual 5. 848, de 16 de março de 2006, bem como os Decretos Estaduais nºs 23.769 e 23.770 de 27 de abril de 2006. O Governo do Estado assinou contrato de três anos com a empresa vencedora, a Socicam, no valor mensal de R$ 272.396,34.Entre 2009 e 2011 o CEAC móvel percorreu os 75 municípios sergipanos, totalizando 93.619 atendimentos.O Governo do Estado tem a plena certeza de que todos os processos referentes a esta contratação ocorreram dentro dos mais restritos procedimentos legais, preservando os princípios de legalidade e economicidade e gerando o melhor custo/benefício para atender com dignidade, segurança, conforto e presteza aqueles que são o objetivo maior da administração: os cidadãos.

 

Sobre a TV Sergipe

De um integrante do movimento Salve a TV Sergipe: “A situação da TV SERGIPE é fruto do orgulho e despreparo de Lourdes Franco, da omissão de Albano Franco e das maquinações de Ricardo Franco. A primeira se deixa levar por manipulações e interesses egoístas de pessoas que a cercam e em que ela pensa que pode confiar. O segundo perdeu o controle e a visão empresarial e o terceiro é um criador de casos que quer ver o circo pegar fogo. Nenhum deles esta preocupado com a profissionalização da emissora ou não teriam feito o que vem fazendo há dois anos já. Que Paulo Siqueira é um forasteiro que não conhece o valor e a importância dos que fazem a TV SERGIPE e esta pouco preocupado com o lado humano da empresa e com a cultura do estado não se discute, mas não é só a cabeça dele que deve estar a prêmio. Existe pelo menos uma pessoa em posição de gerencia que apesar de ser antiga na casa tem sua agenda própria e não está preocupada com os funcionários. Essa pessoa é movida pela ambição e vem puxando o tapete e derrubando um a um todos os que estão em seu caminho porque ela quer conquistar a posição de mando e de poder absoluto. Manipulando, adulando e fingindo preocupação com a empresa ela vem influenciando a acionista majoritária e o Diretor Geral para fazer as coisas como ela acha que devem ser. A empresa sofre a ausência de líderes de verdade desde que Geraldo, D. Ligia Tricot e Gasparotto, Roselito e Murilo saíram ou foram demitidos da empresa porque essas pessoas eram quem defendiam a empresa e estavam implantando um projeto de profissionalismo e modernização ouvindo nós funcionários, investindo em treinamento e valorizando a experiência dos que fizeram e ainda fazem os 40 de história da empresa. Agora ninguém faz mais reuniões gerenciais nem acompanhamento do desempenho das áreas e nós não somos mais ouvidos, mas sim ameaçados e frustrados em nossas tentativas de da o nosso melhor pela TV SERGIPE. Quem esta na empresa todo dia sabe que Paulo Siqueira e Lourdes Franco vivem trancados com quem quer a todo custo subir na empresa pisando e derrubando os outros e vai ser capaz de qualquer coisa pra chegar lá. É a cabeça dela que deve rolar também ou nada vai mudar!!” 

 

ARTIGO

 

Bom Dia Pernambuco na TV Sergipe –  José Ribeiro Filho*

 

Hoje quando acordei e liguei a televisão não entendi direito o que estava acontecendo, estava com a TV sintonizada no canal 4, no entanto estava passando o telejornal de Pernambuco. Mudei de canal e fiz até uma nova sintonia de canais para tentar solucionar o que achava ser um problema no meu televisor. Qual nada, depois de ir e vir zapeando, percebi que afiliada local da TV Globo estava passando mesmo o telejornal direto da capital pernambucana, num verdadeiro acinte aos seus telespectadores e um total desrespeito aos anunciantes que pagam para veicular sua publicidade no horário do telejornal local.

Creio que esse fato, no mínimo estranho, se deve ao tratamento deplorável que os dirigentes da TV Sergipe tem dispensado aos seus funcionários mais antigos e mais competentes. Temos orgulho cada vez que assistimos uma matéria veiculada em rede nacional, em que os repórteres da TV Sergipe com seus textos bem elaborados, que estão dentro do padrão de qualidade que a emissora campeã de audiência no país exige. Apesar de ser o menor estado do Brasil, temos visto constantemente matérias sobre nosso estado em rede nacional, morei um ano em São Paulo recentemente, e sempre acompanhava as notícias do nosso estado pelas matérias veiculadas em rede nacional editadas pela TV Sergipe.

Cada matéria que ia ao ar me enchia de orgulho do telejornalismo sergipano, me era muito prazeroso assistir as reportagens de Carla Suzane e de outros profissionais do nosso Estado. Não tenho dados estatísticos mas, pela quantidade de matérias que tenho visto nos telejornais nacionais da Rede Globo, acho que o telejornalismo da afiliada do nosso estado só perde em quantidade de matérias veiculadas em rede nacional para as emissoras dos grandes centros como: Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo, Pernambuco e Bahia. Os valorosos profissionais da TV Sergipe com muita criatividade sempre dão um jeito de emplacar boas matérias nos telejornais nacionais da Rede Globo. Não entendo como uma emissora que ao longo dos anos construiu uma equipe tão afinada de jornalismo, começa a descartar esses profissionais experientes. Para montar uma equipe de bons jornalistas como a que esta, leva-se anos acumulando conhecimento, dividindo uma convivência sintonizada entre produtores de pauta, repórteres, cinegrafistas, editores e apresentadores dos programas locais da emissora. Todo esse conjunto afinado é o principal responsável pelo padrão da programação regional da emissora e pelas excelentes matéria que constantemente vemos em rede nacional.

Não consigo entender essa tamanha regressão que hoje assistimos nos telejornais da emissora, âncoras fazendo perguntas óbvias aos entrevistados, gaguejando na leitura do teleprompter, repórteres inseguros com textos primários que denota a pouca experiência profissional prática desses neófitos ou como chamamos na linguagem jornalística o “foca”. Não queremos aqui desmerecer esses novos profissionais recém saídos das faculdades. Eles certamente estão preparados para entrar no mercado de trabalho, mas, não de assumir assim de imediato postos que requerem além dos conhecimentos teóricos, uma experiência que somente o tempo de trabalho nas diversas áreas do jornalismo pode-se obter. Esses profissionais têm seus méritos e trazem consigo os novos ventos da moderna tecnologia das ciências da comunicação e a utilização adequada das novas ferramentas das tecnologias da informática, que sabiamente estão sendo cada vez mais incorporada aos meios de comunicação. Mas, substituir quase toda uma equipe de profissionais experientes, com um trabalho reconhecido pela sua qualidade, para compor um novo quadro, quase todo ele formado por jovens jornalistas inexperientes, é no mínimo trocar o certo pelo duvidoso.

Talvez a atitude da TV Sergipe se justifique pela contenção de despesas, ou seja, pagar pouco aos profissionais mesmo correndo o risco de colocar no ar uma programação de péssima qualidade. Aliás, esse não é uma prática exclusiva da afiliada da Globo, o baixo nível salarial pago aos profissionais de comunicação em nosso estado é de conhecimento de todos que já trabalharam ou trabalham nessa área. Todos os veículos de comunicação sem exceção pagam muito mal aos seus profissionais. Talvez pela própria configuração dos grupos que dominam os meios de comunicação em Sergipe. A forma como foram distribuídas as concessões dos meios de comunicação no Brasil e em Sergipe sempre privilegiou determinados grupos econômicos, o que proporcionou a formação de verdadeiros cartéis, em que famílias e grupos políticos detêm o domínio de quase todos os veículos de comunicação.

Essa particularidade das concessões privilegia interesses muito mais focados no fortalecimento através da mídia desses grupos políticos, do que mesmo na qualidade dos produtos que seriam neles veiculados. Interessa muito mais a utilização dos veículos enquanto aparelho de divulgação daquilo que interessa a um determinado grupo político, do que estruturar essas empresas para levar um produto jornalístico que desperte o interesse para o grande público. Eles não estão interessados em levar informação de qualidade, muito menos na formação de um público mais consciente dos acontecimentos que se processam no estado e no país. Para esses grupos que administram os meios de comunicação em Sergipe, vale muito mais a disputa política eleitoral e as alianças com os grupos políticos que está no poder. Pois é das verbas públicas destinadas a publicidade e propaganda do governo estadual e municipal que vivem todos veículos de comunicação do nosso estado. Essas empresas familiares ainda não estão preparadas para atuar no mercado visando sua sobrevivência a partir da audiência e fidelização do seu público através dos seus produtos veiculados. O seu principal anunciante e mantenedor ainda é o estado, sem esse, a maioria dessas empresas entraria com pedido de falência em pouco tempo, ou sobreviveriam com o mínimo, suficiente apenas para pagar suas contas.

Aqui não se faz jornalismo visando atrair e fidelizar o público e os anunciantes, o objetivo maior dos donos dos meios de comunicação é o lucro excessivo e um gasto mínimo com os profissionais que trabalham na impressa sergipana. O que se nos apresenta, é que eles não precisam dos profissionais, mas sim, de conquistar ou estar ao lado de quem está no poder. Ainda é o estado o principal sustentáculo das empresas de comunicação. Para os donos dos veículos de comunicação a qualidade boa ou ruim dos produtos veiculados nos meios de comunicação é um mero detalhe, a fidelização do público também é outro detalhe irrelevante, o objetivo maior ainda é se manter no poder ou estar aliado ao grupo que o detém, para atrair as grandes campanhas publicitárias do estado. Este ainda é o principal anunciante dos meios de comunicação em nosso estado. Por isso a TV Sergipe não está nem um pouco preocupada com a queda do padrão de qualidade da programação local que, aliás, é muito pequena, quase nada, quando comparada as emissoras de outros estados. A programação regional da emissora está concentrada basicamente no jornalismo.

Não podemos interferir diretamente nesse processo de desmonte da TV Sergipe, mas, como telespectadores devemos demonstrar nosso apoio aos profissionais competentes que estão sendo tratados sem nenhum respeito ao trabalho construído ao longo dos últimos anos na emissora, um tratamento que beira o assédio moral, pela forma como estes profissionais estão sendo rechaçados.

 

*José Ribeiro Filho

Bacharel em Comunicação Social pela UFS

Mestre em Sociologia pela UFS

Doutorando em Sociologia pela PUC-SP

 

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia

“A própria esperança deixa de ser ventura quando a impaciência a acompanha”. John Ruskin.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários