ÚLTIMO A SABER

0

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), vem sendo preservado pelos seus auxiliares e aliados desse tornado de denuncias de corrupção que varre Brasília e balança o Planalto. Ontem, com as recentes declarações da deputada licenciada Raquel Teixeira (PSDB-GO), no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara, que relatou a proposta feita pelo atual líder do Partido Liberal, deputado Sandro Mabel, para que ela ingressasse em seu partido, em troca seria pago de R$ 30 mil a R$ 50 mil por mês (o famoso mensalão), chegando a uma luva de R$ 1 milhão, ficou muito claro que Lula já tinha conhecimento desse processo de cooptação. Raquel passou a ser a primeira testemunha concreta a confirmar o pagamento de uma mesada para integrar a base de apoio do governo. Ela chegou a dizer que tão logo recebeu a proposta, a comunicou ao governador de Goiás, Marconi Perillo, que relatou o fato ao presidente Lula, em encontro na cidade de Rio Verde (GO).

 

Logo após a deputada Raquel Teixeira anunciar que o presidente Lula fora informado pelo governador Marconi Perillo, um fax foi enviado ao Conselho, pelo governador goiano, confirmando que conversou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a proposta de mesada recebida pela deputada. Perillo, inclusive, se colocou à disposição para vir ao Conselho de Ética. O documento foi lido pelo relator, deputado Jairo Carneiro (PFL-BA). A confirmação do mensalão provocou uma reação dos parlamentares dentro do Conselho. O deputado José Carlos Araújo (PL-BA) acusou a deputada de querer prejudicar o deputado Sandro Mabel (PL-GO), possível candidato do partido ao governo de Goiás. “Há um interesse de tirar o Sandro Mabel do páreo”, acusou. Já para a oposição, o depoimento da deputada só confirmou o que o deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) disse ao Conselho na semana passada.

 

Paralelamente, na Câmara Federal, o chefe de Departamento de Contratação e Administração de Material dos Correios, Maurício Marinho, depunha na Comissão de Inquérito e envolvia ministros e membros do Partido dos Trabalhadores de atuar dentro da empresa. À Frente do Congresso, num ato contra a corrupção e a política econômica do Governo Lula, funcionários públicos em greve, representantes de entidades sindicais e parlamentaram fizeram um protesto e foram impedidos por um forte aparato policial, com viaturas, cavalos e cachorros. A intenção dos manifestantes era lavar a rampa do Congresso, o que classificaram de “corrupção do governo”. Para fechar o dia pesado para o presidente Lula, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a minoria no Congresso tem o direito de criar a CPI para investigar atos do governo sobre os jogos. Assim, o Senado investigará Waldomiro Diniz – ex-assessor de José Dirceu – que foi flagrado pedindo propina a empresários vinculados às casas de bingos em todo o país.

 

Tudo isso deixa a sociedade em dúvida se o presidente Lula tinha conhecimento ou não do que estava acontecendo em seu governo, através de ação dos seus principais auxiliares. Quanto ao caso do mensalão, Lula da Silva não pode declarar inocência. O governador de Goiás, Marconi Perillo, confirmou que relatou ao presidente a proposta feita pelo deputado Sandro Mabel (PL) à deputada Raquel Teixeira, como também teria dito o deputado federal Roberto Jefferson. Em relação a outros atos de corrupção, como no caso de Waldomiro Diniz e da própria liberação de recursos, que seriam feitas da sala anexa à do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu (PT), também é muito difícil imaginar absoluta inocência do presidente Lula, porque a traição estaria ocorrendo na sala ao lado. É difícil imaginar que ele tenha sido o último a saber. É exatamente por isso que a OAB e setores da Igreja estão querendo que o presidente também preste esclarecimentos na CPI, para que não deixe dúvidas quanto à participação de todos nessa sujeira.

 

O país já está começando a se locomover e a podridão que ocorre em Brasília já ultrapassa fronteiras e fere a dignidade de sua gente. Começa a se pintar um quadro de inquietude e, para fechar o cenário do impeachment, só estão faltando os caras pintadas. O que não vai demorar a invadir as ruas;

SERGIPE

Com certeza Sergipe não ficará de fora da relação de deputados que receberam mensalão do Governo para se manter na base de apoio. E não será apenas um, porque tem parlamentar sergipano que recebeu pagamento para esquecer Sergipe e se apegar apenas ao Planalto.

 

DÉDA

Só depois da recusa do prefeito Marcelo Déda em assumir o Ministério da Articulação Política, foi que o presidente Lula pensou em outro nome. Jaques Wagner, ministro d Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, continua sendo o mais cotado e hoje já tem o apoio da ministra chefe da Casa Civil, Vilma Rousseff.

 

SÉRGIO

O secretário municipal da Saúde de Lagarto, ex-deputado Sergio Reis, pediu afastamento do PTB, alegando questões de fórum íntimo. Sérgio vai ficar sem partido por enquanto e talvez até ultrapasse setembro assim, porque não vai disputar mandato no próximo ano.

 

CONVERSA

Apesar de Sérgio Reis negar, a informação de que existe contato entre o governador João Alves Filho (PFL) e o ex-prefeito Jerônimo Reis (PTB). É um trabalho lento, em que as coisas são tratadas com um excesso de cuidado, para evitar o distanciamento de outros aliados.

 

CONVITE

No vôo de Aracaju a Brasília, terça-feira, o deputado federal Bosco Costa (PSDB) convidou Jerônimo Reis e o prefeito Zezé Rocha, de Lagarto, a retornarem ao partido. Foi uma conversa amistosa, mas Jorge Araújo aproveitou para disser que eles nunca deveria ter saído do ninho tucano.

 

SONHANDO

O deputado estadual Jorge Araújo (PSDB) acha que o pessoal do Partido Liberal vive sonhando com a invasão dos tucanos no PL. Acrescentou que se dependesse dele, os filiados do PSDB não passavam na porta da sede do Partido Liberal.

 

CANDIDATA

A deputada Ana Lúcia (PT) é candidata ao Diretório Estadual do seu partido. Ela foi registrada, segunda-feira, pela tendência Articulação de Esquerda. A chapa “A Esperança É Vermelha” vai tentar chegar ao comando do PT no Estado, buscado novos rumos para a legenda.

 

REGISTRO

Quatro chapas foram registradas pelo Partido dos Trabalhadores, para o pleito geral de 18 de setembro, em que votam 11.790 filiados. Concorre às eleições para presidente a deputada Ana Lúcia, Frederico Romão e Marcio Macedo, além de Severino Bispo que tenta a reeleição.

 

INQUIETAÇÃO

Um dos candidatos reconheceu, ontem, que há muita inquietação dentro do partido, com as denuncias de corrupção nos Correios e do mensalão. “Percebe-se que desejam legitimar o governo do presidente Lula e retirar a bandeira histórica do PT, que é a ética”, disse.

 

LUTA

Segundo a mesma fonte, não dá para dizer também que se trata apenas de luta contra o Partido dos Trabalhadores. Entretanto, há o desejo de todo para apurar, porque não se pode esconder que existem culpados dentro da legenda e têm de ser punidos.

 

D. MARIA

A senadora Maria do Carmo (PFL) disse ontem que ficou impressionada em ouvir o deputado federal José Dirceu dizer que iria governar o país da Câmara. “Ele não foi eleito para dirigir o país”, disse a senadora admirada com o volume de denuncias que estão surgindo e que envolvem pessoas vinculadas ao governo federal.

 

TRABALHAR

Maria do Carmo disse que está querendo sair do Senado, alertando que “isso não é um bom lugar para mim”. Acrescentou que prefere vir para Sergipe, onde trabalha e exerce sua atividade na área social do estado.

 

UNIVERSIDADE

Será necessária muita ação política para trazer o Plano de Expansão da Universidade Federal para Sergipe. O Ministério da Educação já fechou o projeto e o pessoal agora está tentando incluir Sergipe, que ficou fora do Plano.

 

Notas

 

GUERRA

O deputado federal João Fontes (PDT) disse ontem que o ex-ministro da Casa Civil, deputado José Dirceu (PT) chegou ontem na Câmara Federal trazendo uma tropa de choque do seu partido para criar um clima de guerra na Casa. José Dirceu não deu apartes e insistiu na defesa do presidente Lula. Dirceu disse que iria colocar a militância petista nas ruas, mas João Fontes garante que não ele não vai conseguir fazer isso, porque vivia trancado nos gabinetes e não conhece mais a situação da população nas ruas.

 

TUCANOS

Aliados do senador José Almeida Lima (PSDB) acha que já está chegando o momento de se repensar a formação do partido, para fazer uma composição ampla com o ex-governador Albano Franco e todo o seu grupo, porque ele está disposto a participar de uma chapa majoritária dentro do ninho tucano. O pessoal acha que não há mais tempo para formação de uma legenda e ficou claro que nem o ex-governador deixará o partido e nem a Executiva Nacional vai intervir no partir em Sergipe. O melhor é o entendimento.

 

LUTO

Um e-mail está sendo enviado para milhares de pessoas propondo que no dia 29 todos saiam de casa vestindo camisas ou blusas pretas. Quem não tiver a sugestão é que se amarre um lençol ou pano preto no braço, em qualquer lugar do corpo. Pede, ainda, que sejam colocados faixas pretas nas janelas. O luto proposto é pela morte da dignidade dos políticos e ínsita a população a demonstra indignação em todos os estados e cidades brasileiras. Pede que ninguém tenha vergonha de participar do combate à bandalheira.

 

É fogo

 

O Bradesco aceitou dar feriado no dia 24, dedicado a São João. Assim os demais bancos também vão fechar suas portas.

 

A deputada Celinha Franco (PPS) está sugerindo ao governo, que Samu estadual tenha, entre seus integrantes da equipe, alguém que saiba a linguagem dos surdos e mudos.

 

O deputado Antônio dos Santos (PSC) sta pedindo ao governo que construa uma quadra poliesportiva em Canindé do São Francisco.

 

O deputado estadual Marcos Franco (PMDB) solicita que o governo recupere o prédio onde funciona o colégio estadual Professora Zizinha Guimarães, em Laranjeiras.

 

A deputada Ana Lúcia viajou a Brasília para participar de encontro sobre educação junto a outros professores.

 

O Governo pediu autorização para abrir créditos especiais no valor de R$ 500 mil, para a Secretaria do Planejamento (Seplan).

 

A sinais visíveis da redução da violência depois que Georlize Teles assumiu a Secretaria de Segurança. A sociedade volta à tranqüilidade.

 

Durante os festejos juninos, no interior do estado, não foram registradas ocorrências de gravidade. Na capital não tem sido diferente.

 

“Isso é lá com Santo Antônio”, é o tema do concerto junino que a Orquestra Sinfônica e o músico Antônio Carlos Du Aracaju realizam amanhã na praça Fausto Cardoso.

 

O Ministério Público Federal se prepara para oferecer denuncia contra os donos da Schincariol por formação de quadrilha e corrupção ativa.

 

Os donos da Schincariol foram presos na semana passada durante uma operação conjunta da Polícia Federal e Receita Federal contra a sonegação fiscal no setor de bebidas.

 

O deputado Edney Caetano está solicitando que disponibilize na rede hospitalar pública e dos hospitais conveniados telas de polipropileno para uso nas cirurgias de hérnias.

 

brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários