Um Tancredo ou mesmo um José Alencar é pedir muito para o Brasil?

0

                               Blog Cláudio Nunes: a serviço da verdade e da justiça
“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

É difícil para muitos brasileiros conscientes da necessidade do País voltar à normalidade, não só democrática, mas de convivência salutar, do diálogo construtivo na política, com o atual quadro eleitoral desenhado para 2022 com a polarização entre o grupo do atual presidente da República, Bolsonaro, e dos apoiadores do ex-presidente Lula.

O titular deste espaço já deixou clara, por várias vezes, a necessidade de acabar com essa polarização e de surgir um nome que reúna, sobretudo, as condições morais e éticas para comandar o Brasil neste momento delicado.

Os apoiadores de Lula acham que a fatura está liquidada, mas não é assim. Uma parte significativa do eleitorado que votou, e não vota mais em Bolsonaro, também quer Lula bem distante. Aliás, essa parte, que ficou frustrada com Lula, é capaz de votar em Bolsonaro no 2º turno – mesmo decepcionada com ele – para não ver Lula de novo na presidência.

Será que ninguém do lado de Lula já tentou explicar a ele que o momento é de abnegação e de desprendimento? Foram 8 anos como presidente com mais 6 de Dilma. Mesmo se Lula fosse “inocente” o mundo passou por transformações grandes e o papel do Estado na economia vem a cada dia sendo reduzido. A realidade não é mais a mesma de 20 anos atrás.

Nem direita, nem esquerda!

O momento é de um nome para reconciliação nacional, não eleitoralmente, mas em torno dos amigos e das famílias que nos últimos anos romperam os laços fraternos por conta da defesa de “mitos” da direita e da esquerda. Até o momento os nomes que apareceram não possuem o perfil de união nacional.

É pedir muito para o Brasil um perfil como o de Tancredo Neves (esqueçam o neto) ou mesmo um José Alencar (empresário que foi vice de Lula duas vezes)? O próprio Lula reconheceu antes da vitória como “o vice que vai fazer com que eu ganhe a eleição”, porque conseguiu reduzir a desconfiança do empresário no petista.

Se deseja realmente retirar Bolsonaro do poder em 2022, a oposição precisa mostrar desapego aos projetos pessoais e partidários, principalmente Lula que é o nome principal, hoje.

A vitória não é apenas se eleger: é ter inteligência e saber o momento de recomeçar, de abrir mão dos interesses pessoais e escolher o nome certo para reconstruir o Brasil.

Portanto, caro leitor, peça a Deus que surja um nome capaz de pacificar este país, de promover o caminho da civilidade e de romper com os extremismos.

Negacionista da Havan  O  “senhor” Havan, que disse  no inicio da pandemia, “Não podemos [parar] por conta de 5 mil pessoas ou 7 mil pessoas que vão morrer”, em comercial na TV Sergipe ontem, 16, convidando o povo para inauguração da loja dele  hoje, 17, em  Aracaju. E os decretos que proíbem aglomeração? Será se vai ter  fiscalização e multa? Ou fecharão os olhos? Detalhe: A Alese engavetou a proposta de título de cidadão sergipano para ele feita pelo deputado bolsonarista Samuel Carvalho.

Pirotecnia nas redes sociais para ludibriar a Justiça Dados seguros dão conta que um ex-prefeito sergipano, bastante polêmico e sensacionalista, fez uma encenação recentemente nas redes sociais para justificar a ausência numa audiência na justiça de processo no qual ele é réu. O blog está buscando detalhes…

Itabaiana: mais 21 concursados tomam posse E o prefeito de Itabaiana, Adailton Sousa, empossou ontem, 16, a 21 aprovados no concurso público da Prefeitura de Itabaiana em diversos cargos. Foram nomeados para os cargos de agente comunitário de saúde, médico do programa saúde da família, médico cardiologista, cirurgião geral, dermatologista, ginecologista/obstetrícia, oftalmologista, pediatra, auditor médico e psiquiatra. “Eles chegam para melhorar ainda mais o atendimento da nossa população, especialmente nesse período delicado de pandemia”, comemorou o prefeito.

Recursos para Laranjeiras O prefeito de Laranjeiras, José de Araújo (Juca), retornou a Brasília esta semana e conseguiu captar mais recursos com a bancada de parlamentares sergipanos, tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado para aplicar no município histórico.

Recursos para Laranjeiras II Quando esteve na capital federal pela primeira vez após a posse, Juca conseguiu recursos para a execução de obras de pavimentação, esgotamento sanitário, entre outras. Os frutos já estão rendendo e os serviços já foram iniciados no conjunto Salinas I e em outras localidades de Laranjeiras. “É com esse trabalho que a população já sente os benefícios. E esses contatos que mantemos em Brasília são revertidos em obras esperadas há anos pelos laranjeirenses”, comemora.

Procuradoria-Geral de Aracaju esclarece decisão do STF sobre cobrança indevida de IPTU A Procuradoria-Geral do Município de Aracaju esclarece que, ao julgar os referidos embargos declaratórios, o Supremo Tribunal Federal (STF) apenas apreciou a matéria constitucional veiculada nas razões recursais, como está explicitado na decisão proferida pela Corte. Ou seja, o STF não fixou os limites do território do município de Aracaju. Isso significa que a decisão não disciplinou o território ou marcos territoriais que separam os municípios de Aracaju e São Cristovão, pois o recurso extraordinário trata somente da impossibilidade da modificação de limites territoriais sem plebiscito, único motivo pelo qual esse recurso chegou ao Supremo Tribunal Federal.

Responsabilidade Entretanto, conforme decisão da Presidência do TRF da 5ª Região, em sede cautelar, a região em litígio permanece sob a responsabilidade do município de Aracaju até que o IBGE cuide de georreferenciar e estabelecer efetivamente os limites entre a capital sergipana e o município vizinho. Diante dessa atribuição, a cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é realizada legalmente pelo município de Aracaju.

Execução fiscal Do ponto de vista prático, o que pode decorrer dessa decisão é a execução fiscal, que gerou esse recurso, voltar a tramitar no juízo de primeiro grau, onde a parte executada, e que suscita a legitimidade de o município de Aracaju para cobrar o tributo, vai ter que demonstrar que o seu imóvel não está no município de Aracaju, mas sim no território do município de São Cristóvão.

“Sinal Vermelho”: sancionada lei que institui o programa de proteção às mulheres Após articulação do Ministério Público de Sergipe, o Projeto de Lei Ordinária nº 295/2020, que institui o Programa de Proteção às Mulheres “Sinal Vermelho”, foi sancionado pelo Governo do Estado, depois da aprovação na Assembleia Legislativa (Alese). O Programa terá como função central acolher os pedidos de ajuda de mulheres em situação de violência doméstica ou familiar, conforme a Lei Federal nº 11.340, de 07 de agosto de 2006 (Lei Maria da Penha).

Reunião com deputadas No início do mês de maio, o MPSE, através do Centro de Apoio Operacional dos Direitos da Mulher, promoveu reunião com deputadas estaduais com o objetivo de aprovar a Lei, e oficiou ao Presidente da Alese, Luciano Bispo, requerendo prioridade no trâmite do Projeto de Lei e apoio na divulgação da campanha.

Ajuda As mulheres em situação de violência doméstica podem pedir ajuda em farmácias, repartições públicas e outros estabelecimentos parceiros. O código “Sinal Vermelho” pode ser feito de forma oral ou com um “X” desenhado na palma de uma das mãos, preferencialmente em vermelho, para a clara comunicação. Ao identificar o pedido de socorro, os atendentes ou servidores públicos prestarão auxílio ligando para os números 190 (Emergência – Polícia Militar), 197 (Denúncia – Polícia Civil) ou 180 (Central de Atendimento à Mulher) e reportarão a situação.


Georgeo: “precisamos saber por que as pessoas que morreram no incêndio no Nestor Piva, não foram periciadas pelo IML”  O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) protocolou um requerimento ontem, 16, na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) convocando Victor Vasconcelos Barros, diretor do Instituto de Medicina Legal (IML), para prestar esclarecimentos sobre o motivo pelo qual os corpos das pessoas que morreram em decorrência do incêndio que aconteceu no mês passado, na Unidade de Pronto Atendimento Nestor Piva, não foram periciados.

Legislação De acordo com Georgeo, a legislação determina que quando uma pessoa não morre de causas naturais, o corpo precisa ser periciado pelo IML, o que não aconteceu no dia do incêndio no Nestor Piva. “Nós sabemos que os corpos das vítimas do incêndio do Nestor Piva foram enterrados sem passar pelo IML. Claro que essa informação era extraoficial, mas agora temos um documento oficial que confirma que não houve perícia do IML”.

Sem laudos “Eu protocolei esse requerimento depois que eu recebi o ofício enviado pelo próprio IML à CPI da pandemia do Senado Federal em resposta aos questionamentos acerca dos laudos dos corpos das vítimas que morreram no dia do incêndio do Nestor Piva e, na resposta do ofício, o diretor afirma que não existem laudos, pois nenhuma perícia foi feita nestes corpos, já que o Instituto de Medicina Legal não recebeu nenhum chamado”.

Investigação Para o deputado, esta situação precisa ser apurada e investigada. Segundo ele, o diretor do IML deve apresentar as razões pelas quais o Instituto de Medicina Legal não foi chamado para realizar o procedimento exigido em mortes não naturais. “Nós precisamos entender o que aconteceu. Essa situação deve ser apurada e investigada e desta forma o diretor possa nos explicar o motivo destas pessoas terem sido enterradas sem uma perícia técnica”.

Dirimir dúvidas “Esperamos que a Mesa Diretora possa pautar já nos próximos dias este requerimento, afinal nós precisamos saber o quanto antes o que realmente aconteceu. É importante dirimir estas dúvidas para que este tipo de situação não aconteça mais vezes. Contamos com o apoio dos colegas para marcarmos uma data próxima para que o senhor Victor Vasconcelos, diretor do IML, possa vir nos conceder os devidos esclarecimentos sobre o incêndio no Nestor Piva”.

‘Movimento Polícia Unida’ recebe apoio do deputado Iran Barbosa Na sessão mista ontem, 16, da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), o deputado estadual Iran Barbosa, do PT, destacou a reunião que teve, na tarde da terça-feira, 15, com representantes dos policiais civis, policiais militares e dos bombeiros militares que compõem o “Movimento Polícia Unida”, que congrega nove entidades sindicais.

Dificuldades No encontro, que aconteceu de forma remota, os representantes das entidades colocaram as dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores da Segurança Pública, bem como a falta de espaço para o diálogo das categorias com o governador Belivaldo Chagas. Ainda de acordo com os representantes, há 276 dias que foi solicitada, por ofício, uma audiência com Belivaldo, mas até o presente momento não houve resposta à solicitação.

Pauta unificada “Gostaria de apelar ao governador para que receba os representantes do Movimento Polícia Unida. É importante ouvir o que eles têm a dizer, inclusive porque as categorias, atendendo a um pedido do próprio governador, diante das muitas reivindicações específicas de cada segmento, discutiram e estão apresentando uma pauta unificada, o que facilitará o processo de negociação”, relatou o parlamentar, destacando que o principal item dessa pauta é o pagamento do direito, que lhes é assegurado constitucionalmente, ao Adicional de Periculosidade.

1ª etapa do Residencial Parque das Laranjeiras Na manhã de ontem,16, a Construtora JFilhos e a Caixa assinaram o contrato PJ que autoriza a primeira etapa do Residencial Parque das Laranjeiras, na Colônia Treze, município de Lagarto. Participaram do evento o Diretor-presidente da Construtora JFilhos, Evislan Souza, a engenheira e sócia da construtora, Marta Santana, Kleber Jurema, Superintende Executivo ll da Caixa Econômica Federal e Henrique dos Santos Faria, Gerente de Clientes e Negócios II.

Reunião virtual A tarde aconteceu uma reunião de forma virtual com os parceiros, com o intuito de divulgar a todos o feito, bem como compartilhar a alegria do momento. Participaram dessa reunião O diretor da construtora, Evislan Souza, a superintendente da Construção Civil da Caixa, Aparecida, o Gerente de Clientes e Negócios II, Henrique dos Santos Faria e os representantes da imobiliárias credenciadas.

 Normas socioambiental Vale destacar que o Parque das Laranjeiras será o primeiro residencial do estado de Sergipe a ser construído atendendo as normas socioambiental, pois a construtora JFilhos se tornou a primeira em Sergipe a receber o selo Casa Azul + Caixa, classificação que vem sendo dada pela Caixa Econômica Federal aos empreendimentos habitacionais que buscam trabalhar de forma sustentável, reduzindo os impactos ao meio ambiente.



PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

       
De João Fontes nas redes sociais: “Em 24 de novembro de 2017 a Adepol prestou uma homenagem aos delegados Jorge Ribeiro e Maria Guadalupe, que haviam se aposentado recentemente, depois de mais de três décadas de serviços prestados à sociedade sergipa. Hoje, infelizmente, recebemos a triste notícia de que Doutor Jorge Ribeiro nos deixou, convocado que foi pelo Pai Celestial para sua nova morada. Vá com Deus, meu amigo, sabendo que sua inteligência, lealdade, honestidade e contribuição intelectual para a Polícia Civil constituem um legado que jamais será esquecido .”

 

 

 

 

É nesta quinta-feira, 17 de junho ao meio dia, o retorno do Resumo Geral ao rádio sergipano. No canal da Neópolis FM 104.9, das 12h às 14h, com a apresentação de Fernando Cabral.


 



EVENTOS ONLINE – É SÓ ENVIAR PARA DIVULGAR NESTE ESPAÇO



Hoje, 17: Webinário sobre Compliance na administração pública Muitos especialistas do Direito afirmavam entre 2013 e 2014 que o programa de Compliance seria um caminho sem volta. Principalmente logo que entrou em vigor no Brasil a Lei Anticorrupção, como resposta à pressão internacional e aos escândalos de corrupção envolvendo a administração pública e empresas privadas. A Lei Anticorrupção trouxe para o meio empresarial brasileiro os “programas de integridade”, isto é, regras de compliance com foco na prevenção, mitigação e contenção de riscos envolvendo atos lesivos contra a administração pública, em todos os seus níveis. Nesse cenário, quem tem um Programa de Compliance passou a exigir que seus parceiros também o tivessem. A depender do segmento de atuação, era uma imposição do mercado. Aquilo que era considerado apenas uma boa prática passou a ser agora exigência também em âmbito federal. A nova Lei de Licitações trouxe a implementação de programas de integridade como requisito para contratação de bens e serviços com a administração pública. Muitas dúvidas ainda existem em virtude das novas regras. E para tirá-las, a Federação dos Municípios de Sergipe (FAMES) promove hoje, 17, às 19h, um Webnário com o tema “O compliance no setor público a partir da nova lei de licitações”. Os palestrantes serão os advogados e especialistas em compliance Benito Soares e Sávio Prado.



SINDIPEMA realiza São João solidário Embalados pelo clima festivo do mês junino, mas com muita responsabilidade e respeito aos protocolos sanitários em decorrência da pandemia, o Sindicato dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju – SINDIPEMA, realiza a Live “São João Solidário”. O evento será transmitido pelo Youtube SINDIPEMA ARACAJU, no dia 19 de junho, a partir das 16h. O grupo de forró “Balança Eu”, atração do dia, promete alegrar os espectadores com muita música, que transmita alegria, saudade de quem estamos longe e muito amor. Prepare sua roupa junina, o milho, o amendoim e vamos ariar a fivela.

Ação solidária O São João Solidário do SINDIPEMA, acontece com o intuito de arrecadar alimentos não perecíveis a serem doados para a Casa de Apoio Bom Samaritano e AAACASE- Associação de Apoio Adultos com Câncer, ambos localizados no bairro Siqueira Campos.“A nossa principal meta é ajudar a encher o estoque de alimentos dessas instituições, que foram duramente afetadas com a pandemia, assim como diversas. Seguimos cobrando dos nossos governantes, vacina no braço e comida no prato para todos e todas. Vamos nos alegrar com a LIVE, mas sem perder o foco da luta”, afirma o presidente do Sindipema, professor Adelmo Meneses. Os alimentos não perecíveis podem ser entregues na Sede do Sindipema. Para os que desejam doar, mas não podem sair de sua residência, uma equipe se dirigirá até o local para recolher a doação. A sede do SINDIPEMA está localizada na rua Carlos Correia, nº 430, Siqueira Campos.


PELO E-MAIL nunesclaudio@infonet.com.br E FACEBOOK



OPINIÃO

CONSTRUÇÃO DE OUTRA ESQUERDA POR MARCÉLIO BOMFIM

ANTES DE ACONTECEREM AS MAIS GRAVES MUDANÇAS NOS PAÍSES DO LESTE EUROPEU, JÁ NOS MANIFESTÁVAMOS, FAVORAVELMENTE, À RUPTURA DA VISÃO TRADICIONAL DA ESQUERDA, QUE CONSIDERA “A VIOLÊNCIA COMO A PARTEIRA DA HISTÓRIA” E QUE OS CONFLITOS DE UMA SOCIEDADE SERÃO RESOLVIDOS ATRAVÉS DA VIOLÊNCIA.

APESAR DE FORMADOS NA ESCOLA MARXISTA, ROMPEMOS DRASTICAMENTE COM SEUS PRINCÍPIOS, COM AS IDÉIAS ÀS QUAIS NOS FILIAMOS HÁ MUITO TEMPO.

CRITICAMOS A IDÉIA PELA QUAL A SOCIEDADE HUMANA TERIA UM FIM ABSOUTO, CAMINHANDO PARA O PARAÍSO NA TERRA. ESSA VISÃO NEGA O DESAFIO DO INDIVÍDUO, DO SER HUMANO, ENFIM, DA VIDA.

CRITICAMOS A VISÃO MARXISTA-LENINISTA ENTENDIDA, NO SEU IDEÁRIO, COMO ÚNICA COMPREENSÃO FILOSÓFICA DO MUNDO. HOJE NÃO NOS FILIAMOS MAIS A UMA ÚNICA VISÃO. O MARXISMO FOI E É IMPORTANTE COMO INSTRUMENTO DE COMPREENSÃO E CRÍTICA DA REALIDADE, MAS ENTENDEMOS QUE TÍNHAMOS E AINDA TEMOS QUE LER OS AUTORES ANTERIORES E POSTERIORES A MARX QUE FORAM COLOCADOS À MARGEM PELA ORTODOXIA MARXISTA.

CRITICAMOS O CONCEITO TRADICIONAL DE REVOLUÇÃO, QUE ENTENDE COMO UM ESTALO, UMA RUPTURA CATASTRÓFICA E CONFRONTISTA. ENTENDEMOS QUE A REVOLUÇÃO OCORRE NOS AVANÇOS E RECUOS DA NOSSA PRÁTICA COTIDIANA NA DISPUTA POLÍTICA.

CRITICAMOS A IDÉIA DE GUERRA CIVIL E DA LUTA ARMADA COMO PROPOSTA DE UM PARTIDO PARA A SOCIEDADE.

CRITICAMOS OS PRESSUPOSTOS DA DITADURA DO PROLETARIADO, DO PARTIDO ÚNICO E DA MISSÃO HISTORICAMENTE DETERMINADA DO PROLETARIADO E DA LUTA DE CLASSES.

CRITICAMOS, POR FIM, O DISCURSO ANTI-CAPITALISTA, RETÓRICO, BASEADO NAS ILUSÕES DO “SOCIALISMO ESTATAL” OU NUMA RELIGIOSIDADE PRÉ CAPITALISTA.

PESSOALMENTE, CONSIDERAMOS ESGOTADOS: O MODELO DOS PARTIDOS DE ESQUERDA E O MODELO DE SOCIALISMO ADOTADO PELO LESTE EUROPEU.

HOJE, NOS DEFINIMOS COMO SOCIALISTA E HUMANISTA QUE BUSCA PAUTAR SUA ATIVIDADE POLÍTICA NUM CONCEITO REVOLUCIONÁRIO DE EMANCIPAÇÃO DA HUMANIDADE E DO INDIVÍDUO.

CONSIDERAMO-NOS UM REVOLUCIONÁRIO EM NOSSAS ATITUDES EM RELAÇÃO À VIDA, À SOCIEDADE, ÀS RELAÇÕES HUMANAS E ÀS RELAÇÕES POLÍTICAS E NOS LEVANTAMOS CONTRA QUALQUER TIPO DE INJUSTIÇA, DE MISÉRIA, DE DISCRIMINAÇÃO. RECUSAMO-NOS A UMA FILIAÇÃO DOUTRINÁRIA ÚNICA E NOS CONSIDERAMOS UM SER PLURAL EM RELAÇÃO ÀS VÁRIAS INTERPRETAÇÕES SOBRE A SOCIEDADE, DENTRO, OU FORA, DO LEITO MARXISTA.


O PCB, MATRIZ DE TODA A ESQUERDA BRASILEIRA, TEM QUE SER UM OUTRO PARTIDO QUE RESGATE O IDEÁRIO MAIS AVANÇADO DAS REVOLUÇÕES BURGUESAS E OS IDEAIS GENEROSOS DAS REVOLUÇÕES SOCIALISTAS . TEM DE CRIAR UM OUTRO SONHO.

O OUTRO PARTIDO DEVERÁ SUPERAR A SOCIAL-DEMOCRACIA, POIS TAMBÉM ESSE MODELO NÃO RESOLVEU OS GRANDES DESAFIOS DA HUMANIDADE. A SOCIAL-DEMOCRACIA, NA EUROPA, ACABOU COM O TOTALITARISMO, MAS SE REDUZIU A ADMINISTRAR O CAPITALISMO.

O OUTRO PARTIDO TEM QUE CONSTRUIR O CONSENSO, O CONVENCIMENTO, O ENTENDIMENTO.

É PRECISO RESGATAR A REVOLUÇÃO NO SENTIDO DAS TRANSFORMAÇÕES DECORRENTES DE MUDANÇAS PARCIAIS E DE MUDANÇAS GLOBAIS. TEM QUE ENTENDER A REVOLUÇÃO COMO UM PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DE ALTERNATIVAS SÓCIO-POLÍTICAS-ECONÔMICAS, ATRAVÉS DOS INSTRUMENTOS DISPONÍVEIS NA SOCIEDADE MODERNA, COMO AS DISPUTAS ELEITORAIS E OS MOVIMENTOS DA SOCIEDADE CIVIL. REFORÇAMOS A IDÉIA DO CONFLITO POIS, CASO ESSE DEIXE DE EXISTIR, DEIXARÁ TAMBÉM A SOCIEDADE DE EXISTIR COMO SOCIEDADE CIVIL.

TEMOS QUE RECOLOCAR NO CENTRO DO PROJETO SOCIALISTA A VISÃO DA LIBERDADE – LIBERDADE COMO VALOR, COMO AUTONOMIA DO INDIVIDUO – E DA DEMOCRACIA COMO VALOR UNIVERSAL.


DA NOVA CONCEPÇÃO DE SOCIALISMO DEVE FAZER PARTE A ALTERN NCIA DE PODER, POIS, SE O SOCIALISMO É UMA POSSIBILIDADE, ESSA POSSIBILIDADE ESTÁ PERMANENTEMENTE EM DISPUTA COM POSIÇÕES CONTRÁRIAS. A TÍTULO DE EXEMPLIFICAÇÃO PODEMOS CITAR O CASO DA NICARÁGUA, QUANDO, NO PROCESSO ELEITORAL, OS SANDINISTAS PERDERAM O PLEITO PARA VIOLETA CHAMORRO. SE POR UM LADO, A DERROTA DOS SANDINISTAS REPRESENTOU UM RECUO POLÍTICO, POR OUTRO LADO, A REALIZAÇÃO DAS ELEIÇÕES, FOI UM ATO POSITIVO.


O OUTRO PARTIDO DEVE ENTENDER LIBERDADE E DEMOCRACIA COMO MEIO E FIM.

COMO NÃO SE PODE ADMITIR O SOCIALISMO SEM A PRESENÇA DESSES DOIS ELEMENTOS, HÁ DE SE ADMITIR TAMBÉM A HIPÓTESE DE UM EVENTUAL GOVERNO SOCIALISTA SER SUCEDIDO POR UM GOVERNO CAPITALISTA E VICE-VERSA.

ESSE OUTRO PARTIDO DEVE BUSCAR A FORMAÇÃO DE UMA SOCIEDADE PLURAL, ONDE DEVERÃO ESTAR CONTEMPLADAS AS QUESTÕES DE DEMOCRACIA, DA LIBERDADE, DA IGUALDADE E DA JUSTIÇA SOCIAL E TEM QUE DAR CONTA DA PROPRIEDADE. NESSE PARTICULAR, HÁ DE DEFENDER A COMBINAÇÃO DE VÁRIAS FORMAS DE PROPRIEDADE MAS COM A PREOCUPAÇÃO DE QUE DEVEM EXISTIR VÁRIOS SUJEITOS NA POSSE DA MESMA. NO CAPITALISMO, ESPECIALMENTE NO CAPITALISMO BRASILEIRO, O DIREITO DE PROPRIEDADE RESTRINGE-SE A APENAS UM SUJEITO.

NESSA OUTRA CONCEPÇÃO DE PARTIDO, NA SOCIEDADE SOCIALISTA DEVERÁ HAVER A COMBINAÇÃO DAS PROPRIEDADES ESTATAL, INDIVIDUAL, COOPERATIVA, AUTO-GESTORA, ETC. NÃO PODEMOS MAIS TRABALHAR COM AS IDÉIAS DE PROPRIEDADE ABSOLUTA, TAMPOUCO COM O PRETENSO SOCIALISMO DE ESTADO.

NÃO ACEITAMOS QUE O ESTADO DIGA ÀS PESSOAS O QUE ELAS DEVAM CONSUMIR. O CIDADÃO TEM QUE TER AUTONOMIA. TAMBÉM NÃO ACEITAMOS A SELVAGERIA DO LIVRE MERCADO, ONDE O LUCRO E A COMPETIÇÃO VÃO ANIQUILÁ-LAS, DA MESMA FORMA QUE A SEUS DIREITOS SOCIAIS. O PRIMADO DA ECONOMIA NÃO É O DO DIREITO DA PROPRIEDADE, DO MERCADO E SIM O DA SATISFAÇÃO DAS NECESSIDADES MATERIAIS, DAS NECESSIDADES HUMANAS. SE O LUCRO SERVE PARA AMPLIAÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO, PARA INVESTIMENTO EM PESQUISAS, ETC., DEVE SER DISCUTIDO, UMA VEZ QUE O MESMO NÃO PODERÁ SER APOSSADO INDIVIDUALMENTE PARA CRIAR UMA CASTA DE PRIVILEGIADOS, ENQUANTO A MAIORIA FICA ENTREGUE À FOME.

POR FIM, O OUTRO PARTIDO DEVERÁ PREENCHER UMA LACUNA QUE EXISTE HOJE NO PAÍS: A URGÊNCIA DE UM OUTRO PARTIDO DE ESQUERDA MODERNO, DEMOCRÁTICO, COM PROPOSTAS CLARAS E CREDIBILIDADE POPULAR, CAPAZ DE INFLUENCIAR, A NÍVEL POLÍTICO, AS GRANDES QUESTÕES NACIONAIS E INTERNACIONAIS E AS LUTAS POPULARES LOCAIS E QUE POSSA TER A INICIATIVA DAS REIVINDICAÇÕES DA POPULAÇÃO, DA ESQUERDA E DAS DEMAIS CORRENTES PROGRESSISTAS E DEMOCRÁTICAS.


AS REFERÊNCIAS POLÍTICAS DE “ESQUERDA E DIREITA” CONTINUARÃO PRESENTES NA HISTÓRIA. NEGAR ESSAS REFERÊNCIAS É NÃO ENTENDER E ATÉ MESMO DESCONHECER VALORES, PRENDENDO-SE, UNICAMENTE, À TESE DA CONTINUIDADE DE CONTEÚDOS PASSADOS E SEUS CONFLITOS, SEM COMPREENDER QUE, OBRIGATORIAMENTE, SERÃO OUTROS, PORQUE DIVERSA TAMBÉM SERÁ A REALIDADE.

NO SÉCULO ATUAL, A ESQUERDA SERÁ UM MOVIMENTO DE IDEIAS E AÇÕES POLÍTICAS FUNDAMENTADO NOS VALORES DE LIBERDADE, IGUALDADE, FRATERNIDADE, E DO QUE MELHOR PRODUZIR A CIVILIZAÇÃO EM TERMOS DE CONQUISTAS DEMOCRÁTICA E HUMANITÁRIA. CLARO, SERÁ PLURALISTA E MAIS ABERTA ÀS DIMENSÕES DA INDIVIDUALIDADE. A OUTRA ESQUERDA PASSARÁ DAS FRONTEIRAS PARTIDÁRIAS E SERÁ, TAMBÉM, ESPAÇO MAIS ABERTO DA CIDADANIA E DA SOCIEDADE CIVIL.

SUA MISSÃO INTERNACIONALISTA SERÁ CONCRETIZADA NÃO MAIS POR INTERESSE DE CLASSES E, SIM, PELA AFIRMAÇÃO DAS CULTURAS NACIONAIS E DA RADICALIDADE DEMOCRÁTICA.

A ESQUERDA DO SÉCULO XX JÁ TERMINOU NOS ANOS 80, ENCERRANDO A ÉPOCA DE OURO DO CAPITALISMO. A OUTRA ESQUERDA SERÁ CONSTRUÍDA SOBRE OS ESCOMBROS DO PASSADO.

A ESQUERDA E A REVOLUÇÃO SÃO CONCEITOS RELATIVAMENTE NOVOS NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE.

O PRIMEIRO CONCEITO, ESQUERDA, INICIOU COM A REVOLUÇÃO FRANCESA (1789). E O SEGUNDO, SURGIU INICIALMENTE NO SÉCULO XVII, COM A REVOLUÇÃO INGLESA (1640), MAS SE CONSOLIDOU, PRÁTICA E TEORICAMENTE, NAS REVOLUÇÕES AMERICANA (1775) E FRANCESA (1789) NO SÉCULO XVIII, COM O GRANDE MOVIMENTO TRANSFORMADOR DAS ESTRUTURAS ECONÔMICAS, SOCIAIS E CULTURAIS, FUNDADA EM DECISÕES POLÍTICAS E CONSCIENTES.

NÃO PODEMOS ESQUECER DA REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917, QUE NO DIA 25 DE OUTUBRO 2021, FARÁ 104 ANOS.

A REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA ALTEROU PROFUNDAMENTE AS ESTRUTURAS MATERIAIS DA PRODUÇÃO. ISSO EXIGE TAMBÉM DA ESQUERDA UMA REVOLUÇÃO INTERIOR IDEOLOGICAMENTE PARA RESPONDER ÀS NOVAS QUESTÕES RELATIVAS À LIBERDADE, À IGUALDADE E À FRATERNIDADE E À BUSCA DA FELICIDADE.

A OUTRA ESQUERDA SERÁ REVOLUCIONÁRIA. LIVRE DO BUROCRATISMO, DO CORPORATIVISMO E DO OPOSICIONISMO, QUE MARCOU A VELHA ESQUERDA, NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XX. AS SUAS CARACTERÍSTICAS MAIS ESSENCIAIS SERÃO NO TERRENO DO HUMANISMO E DA UNIVERSALIDADE.

ESSES VALORES SERÃO FUNDAMENTAIS PARA FAZER FRENTE AOS RISCOS DE UMA BARBÁRIE, POSSIBILIDADE PRESENTE NO PROCESSO E GLOBALIZAÇÃO.

A OUTRA ESQUERDA SERÁ UTÓPICA, LIBERTADORA E IGUALITÁRIA.

CABE A TODOS NÓS CONTINUAR LUTANDO POR UMA SOCIEDADE HUMANA E IGUALITÁRIA COMO JÁ DIZIA GRAMSCI:

“DEVEMOS TER O PESSIMISMO DA RAZÃO E O OTIMISMO DA VONTADE PARA CONSTRUIR UMA NOVA SOCIEDADE QUE NÃO SERÁ IGUAL EM TODOS OS PAÍSES, MAS QUE SERÁ UMA SOCIEDADE ESTRUTURADA NA DEMOCRACIA E NA IGUALDADE, E SERÁ SOCIALISTA.”


PELO TWITTER

www.twitter.com/AlineMidlej É tão triste pensar que, neste exato momento, – e não podia ser diferente – o jornalismo brasileiro pensa em caminhos para mostrar como chegamos a MEIO MILHÃO de mortos pela Covid-19.

www.twitter.com/J_LIVRES Por Lafa



www.twitter.com/palmeriodoria “Comunista é o pseudônimo que os conservadores e os saudosistas do fascismo inventaram para designar todo sujeito que luta por justiça social.” (Erico Verissimo)

Siga Blog Cláudio Nunes:   

Instragram

 Facebook

 Twitter



Frase do Dia
“A humanidade se divide em dois grupos, os que concordam comigo e os equivocados.” Ariano Suassuna.

Ouça e compartilhe:https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2021-06/papa-francisco-catequese-audiencia-geral-oracao-jesus-modelo.html

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais