Valmir de Francisquinho e a maturidade de quem pode decidir o jogo

0

                                            Blog Cláudio Nunes: a serviço da verdade e da justiça
            “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Quando o político vive em paz e de bem com quem realmente importa, que é a população, tudo o que ele diz ou faz, e até mesmo o que ele nem disse ou nem fez, ganha uma repercussão enorme. O melhor exemplo disso em Sergipe, nesse momento, é o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL). Na última segunda-feira, 22, o senador Rogério Carvalho (PT) realizou evento na cidade serrana com prefeitos da região Agreste e de outras partes do Estado.

E Valmir, o que fez? Elegantemente recebeu Rogério, como, aliás, já havia feito com Danielle Garcia (Pode) quando esta foi dar uma entrevista na cidade. Conversou com o senador, com prefeitos, vereadores e populares. E, assim que o evento começou, também muito elegantemente, sem nenhum alarde, declinou da participação no encontro, realizado pelo staff petista para debater a situação dos municípios e a possibilidade do senador garantir emendas para as respectivas gestões. Tudo muito tranquilo e transparente. Mas, por se tratar de Valmir e por ele viver o momento positivo que vive, logo começou a boataria. Afinal, Valmir de Francisquinho fez desfeita com Rogério? Ou estaria o ex-prefeito itabaianense agindo de forma meticulosamente estratégica?

Abrir espaços políticos é sinal de grandeza

Na opinião deste espaço, nem desfeita e nem estratégia. Na verdade, Valmir agiu corretamente ao não participar do evento petista por duas razões muito claras. A primeira, demonstrando uma maturidade incontestável, por entender que o momento é dos prefeitos. Por isso que, além de liberar, Valmir incentivou os gestores eleitos no ano passado com seu apoio a participarem. Com destaque para Adailton Sousa, seu sucessor em Itabaiana, bem como para o deputado estadual Talysson de Valmir, ambos também PL, o presidente da Câmara de Vereadores, Marcos Oliveira (DEM), e demais vereadores do agrupamento de Valmir: todos participaram ativamente do encontro, inclusive com direito à fala. Dessa maneira, Valmir saiu de cena no evento para deixar que os holofotes todos fossem direcionados àqueles que estão no exercício de seus mandatos. E isso é coisa rara de ser ver em políticos, ainda mais quando se está a menos de um ano da próxima eleição.

Valmir segue fiel ao seu estilo e mantém sua palavra

A segunda razão que este espaço avalia como fundamental para a decisão de Valmir de Francisquinho quanto ao encontro petista é totalmente política. Porque mesmo sendo divulgado como um evento para que Rogério dialogue com prefeitos e lideranças, expondo seu mandato e ouvindo demandas, não deixa de ser também uma maneira do senador divulgar sua pré-candidatura ao governo estadual.

E mesmo com o bom diálogo entre Valmir e Rogério, também é fato que o espaço que um quer, o outro também deseja. Ou seja: a escada que Rogério está subindo, até o ano que vem, quando deve oficializar sua candidatura ao governo, é a mesma que Valmir está subindo, degrau a degrau, com toda paciência, seriedade e respeito aos demais que almejam candidaturas em 2022. Só que Valmir só vai anunciar a qual cargo concorrerá justamente no próximo ano, como ele já disse e, portanto, sua discrição nesse episódio acaba reforçando que ele é um político que faz questão de manter a palavra dada.

Postura exemplar que gera admiração e respeito

Essas posturas de Valmir têm angariado simpatia e respeito, com a exceção óbvia de seus adversários políticos paroquiais, da parte de todos os agrupamentos e vertentes políticas em atividade no Estado. Por isso mesmo que Valmir conversa com o próprio Rogério, com Danielle Garcia, com o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), além de aceitar prontamente convite do governador Belivaldo Chagas, também PSD, para uma conversa informal.

E Valmir de Francisquinho tem ainda um fiel escudeiro e defensor que é o atual prefeito de Itabaiana. Adailton Sousa, bem ao seu estilo discreto, mas atuante, também vem construindo pontes para que se estabeleçam cada vez mais diálogos com a participação ativa de Valmir, como os encontros com os também possíveis candidatos a governador Edvaldo Nogueira (PDT) e Laércio Oliveira (PP), ocorridos na semana passada em Brasília, deixam antever.

Valmir de Francisquinho será decisivo em 2022

Por fim, esta análise do blog não arrisca um veredito sobre a decisão de Valmir de Francisquinho quanto a qual será sua candidatura no ano que vem. Mas tem certeza de que ele cumprirá com o que já declarou publicamente: será candidato, sem nenhuma dúvida, seja a governador, senador, deputado federal ou estadual. E se mantiver essa sua postura atual, tranquila, sem atropelos, sem arroubos e nem bravatas, respeitando a todos e dialogando sem restrições e sem preconceitos, mantendo a firmeza de suas palavras e posições, com certeza e independente de qual caminho resolver trilhar, Valmir de Francisquinho será um nome importante e decisivo nas eleições de 2022. Por isso que, na atualidade, mesmo sem mandato, ele segue sendo cortejado e elogiado por todos.

E todas as suas palavras e/ou atitudes reverberam fortemente, como no caso da segunda-feira, dia 22. Coincidência ou não, 22 é o número do PL, partido que tem em Valmir de Francisquinho seu maior expoente em Sergipe e que, agora, é cobiçado até pelo presidente da República. Mas esse é tema para outra edição deste espaço.



Rogério será mesmo candidato ao governo? Todo mundo sabe que o governador Belivaldo Chagas, o candidato dele e a maioria das lideranças que o seguem apoiarão Lula para presidente da República. Ou seja: e Lula vai querer perder este apoio por conta de uma candidatura do PT ao governo em Sergipe? Ou o jeitinho chegará para acomodar Rogério em Brasília ou mais para frente?

Nova Cracolândia em Aracaju De um dos moradores da região: “Gostaria de denunciar a nova Cracolândia que se forma no Bairro Luzia, mas especificamente na Rua Palmira Ramos Teles, nas proximidades do Condomínio Spazio Acqua. Sou moradora daquele condomínio e ao anoitecer, diversos usuários de drogas começam a se aglomerar em busca da “pedra maldita”, o crack. As autoridades fazem pouco caso da situação, a polícia muito menos. Existe uma boca de fumo numa invasão que beira o canal da rua acima citada, onde tem um pontilhão. Ali é o ponto exato do comércio das drogas. A qualquer hora do dia a movimentação é grande, mas a noite se forma a Cracolândia do Luzia. Peço as autoridades policiais, ao prefeito de Aracaju, ao governador do Estado, que façam algo por essas pessoas. Já fiz denúncia através do 181 mas nada foi feito. As viaturas do PAC ao invés de fazer o policiamento da região, vivem nas padarias e pontos comerciais da região fazendo segurança particular. O usuários são verdadeiros “zumbis” que estão esquecidos pelo sistema. As políticas públicas são apenas de faixada. Que se unam os poderes e vão até o local verificar essa denúncia. Cadê os vereadores de Aracaju, um deles inclusive a mãe mora no Spazio, será que ele nunca viu essa situação? cadê o MP, a SEIAS, a Assistência Social da PMA? É muito discurso bonito pra pouca ação!!!”

Mudanças na TV Alese E o blog foi informado que ainda este ano a Mesa Diretora da Assembleia promoverá uma mudança na TV Alese, num setor cujo o responsável vem criando terrorismo com os colaboradores. As provas são prints de mensagens e até em uma rede social. A reclamação é enorme e não tem padrinho que dê jeito… 

Motociclistas também precisam de educação no trânsito Ontem, 23, o artigo do blog pedindo uma campanha de conscientização em parceria do Detran com a SMTT de Aracaju para os motoristas e ciclistas fez com que vários leitores pedissem para incluir também os motociclistas. Os relatos foram muitos desde andar nas duas pistas, buzinadas a todo o momento, passar pelo acostamento, passar pelo lado direito e muitos deles andam como se tivessem sozinhos no trânsito. E quando tem um acidente envolvendo um motociclista junta-se um montão sem querer saber quem tinha razão ou não.

Artigo sobre ciclistas e motoristas suscitou vários comentários e sugestões Um deles: “1. Em Brasília temos muitas pistas largas o que facilita a campanha de respeito ao afastamento de 1,5m previsto no Código; Já aqui, além de pistas mais estreitas temos ciclistas que pedalam em fila dupla (adoram pedalar conversando) e muitas vezes o motorista não tem como manter esse afastamento a menos que avance em direção à pista contrária. 2. Como morador do Loteamento Aruana, faço minhas caminhadas diárias- agora pelas calçadas da Orla Sul- e posso testemunhar a grande incidência de ciclistas aí incluídos “atletas em treinamento”, atletas amadores e trabalhadores se deslocando para seu local de atividade, que ignoram a ciclovia e continuam circulando pelas pistas destinadas aos veículos. De todo modo, vale a campanha e a insistência sobre a necessidade de alguma ação dos omissos e escondidos órgãos de trânsito (se é que existem em nossa cidade)…”

Canindé do São Francisco: TRE decide por unanimidade a favor de Weldo e Pank Na tarde de ontem, 23, o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral julgou por unanimidade a improcedência do Recurso Eleitoral n º 0600456-11.2020.6.25.0028 protocolado pela Coligação ‘Canindé Feliz de Novo’, que teve como candidato ao cargo de prefeito Kaká Andrade. A referida Coligação pretendia com esse recurso, promover a cassação dos mandatos de prefeito e vice-prefeito de Canindé de São Francisco, conferidos a Weldo Mariano e Pank respectivamente.

Fragilidade O advogado Joaby Ferreira, em sustentação oral, defendeu que não houve em momento algum captação ilícita de votos, e, que, a hipótese não era de fragilidade da prova, mas sim de inequívoca ausência de provas. Para o juiz relator do processo, Edvaldo dos Santos, não há nos autos elementos que comprovem que houve captação ilícita de votos. Segundo o magistrado, o que se percebia era o inconformismo com o resultado das eleições e, devido a isso, manteve em seu voto a decisão na íntegra do juiz da 28 ª zona eleitoral.

 Relator A desembargadora Iolanda Guimarães parabenizou o relator pela precisão e clareza do seu voto, acompanhando assim a decisão do relator. Já os demais membros, após seus pronunciamentos, votaram no mesmo sentido dos votos já proferidos, o que, ao final do julgamento, levou ao resultado unânime pela improcedência do recurso.

 

Premiação O deputado federal Laércio Oliveira receberá o Prêmio de Melhor Parlamentar do Estado de Sergipe do Ranking dos Políticos em evento que será realizado no próximo dia 8, às 8h, no Centro de Convenções do Brasil (CICB). O prêmio considera a atuação de os senadores e deputados federais. “Fico muito feliz em ser o parlamentar mais bem pontuado do estado de Sergipe de acordo com o ranking que inclui bandeiras com antiprivilégio, antidesperdício e anticorrupção”, disse Laércio.

Iniciativa O ranking é uma iniciativa da sociedade civil que avalia senadores e deputados federais em exercício, classificando-os do melhor para o pior. Para apurar isso, são avaliados os dados sobre presenças nas sessões, economia de verbas, processos judiciais e votações dos parlamentares nas decisões mais importantes do Congresso. A pontuação dos políticos é definida de acordo com informações obtidas em fontes oficiais como os sites da Câmara, do Senado e dos Tribunais de Justiça.

Pontuação “Cada ponto ganho ou tirado está documentado, com a fonte da informação, de modo que qualquer um possa conferir. Nosso trabalho não é criar informações e sim apenas buscá-las e organizá-las para facilitar a leitura e análise. Somos auditados diariamente por milhares de visitantes que acompanham o ranking, conferem, criticam e corrigem, quando necessário”, informa o Ranking no seu site.

Ricardo Marques denuncia problemas em câmaras frias de UBS e perda de dezenas de vacinas O vereador Ricardo Marques (Cidadania) utilizou seu espaço na sessão de ontem, 23, na Câmara Municipal de Aracaju, para denunciar um descaso com a saúde pública. Dezenas de vacinas estão sendo perdidas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital devido a problemas com as câmaras frias e dificuldades de armazenamento com refrigeração. São dezenas de vacinas de rotinas perdidas como, por exemplo: a BCG, Influenza, HPV e até Antirrábicas.

Prejuízo “É lamentável o prejuízo. São vacinas essenciais para a população que estão sendo estragadas simplesmente pelo fato de falta de manutenção nas câmaras frias, segundo relatos dos funcionários”, denuncia o vereador.O parlamentar disse que não é um fato isolado mas que o problema tem sido frequente em diversas UBS. “Tenho recebido denúncias com frequência de usuários que vão em busca da vacinas e não encontram justamente pela falta de armazenamento. Visitei alguns postos e vi de perto o problema. Enquanto a população fica sem o imunizante, os servidores dizem que informaram aos gestores sobre a necessidade de manutenção nas câmaras frias mas nada foi feito”, lamenta.

Corriqueiro Ricardo Marques exibiu vídeos de algumas das suas visitas nos postos durante a sessão. O problema é comum nas UBS Santa Terezinha, Osvaldo Leite, Max de Carvalho, Amélia Leite e Ávila Nabuco. “Infelizmente a Prefeitura de Aracaju não informa a população e esquece da transparência. Vacinas não podem ser perdidas, é o dinheiro público jogado no lixo e precisamos fazer algo para impedir que isso continue ocorrendo. Peço aos colegas vereadores que me ajudem a denunciar e pedir que a prefeitura encontre uma solução para evitar que vacinas continuem sendo perdidas”, finaliza.

CRCSE: Chapa 1 está preparada para fortalecer o Conselho, diz Salete Barreto As eleições para o Conselho Regional de Contabilidade em Sergipe (CRCSE) iniciaram ontem, 23 e vai até hoje, 24, de forma virtual. A Chapa 1, coordenada por Salete Barreto, possui integrantes de reconhecida capacidade técnica. São 16 profissionais com forte atuação no setor contábil, reunindo profissionais da contabilidade, técnicos, empresários, professores, auditores e peritos, que se uniram para fortalecer a representação da classe no estado.

Propostas Em 45 dias de campanha, a Chapa 1 percorreu vários municípios sergipanos, visitando instituições e escritórios de contabilidade para apresentar à categoria as propostas coletivas defendidas pelo grupo, que tem como pilares o registro e a fiscalização da profissão; a educação continuada; a gestão responsável e transparente; o fortalecimento das relações institucionais e a valorização da imagem profissional.

Receptividade “Somos gratos pela receptividade da contabilidade sergipana, que abraçou a nossa campanha. Por onde passamos, fomos acolhidos com carinho e os profissionais da contabilidade fizeram questão de manifestar o apoio ao nosso projeto, que visa consolidar as conquistas alcançadas nos últimos anos e buscar novas ações em benefício dos profissionais. Iremos trabalhar para que a nossa classe tenha cada dia mais orgulho da sua profissão e do CRCSE”, afirma Salete Barreto.

Apoio Segundo Salete, foi possível também receber o apoio de novos colegas que estão ingressando agora na profissão. E essa renovação, de acordo com ela, sempre é importante para oxigenar a relação entre os profissionais e o Conselho. “Temos propostas inovadores e que buscam acompanhar a velocidade das mudanças que a tecnologia tem imposto ao dia a dia do profissional da contabilidade. Sabemos que para a nossa categoria crescer mais é preciso mesclar experiência com inovação. É com esse propósito que nosso grupo irá atuar”, assegura Salete Barreto.

Laranjeiras inicia a implementação da Lei Geral de Proteção de Dados Ontem, 23, a Prefeitura de Laranjeiras deu início ao processo de implementação da Lei Geral de Proteção de Dados. A reunião foi coordenada pelos advogados Rafaella Batalha e Rafael Soares, que auxiliarão a gestão municipal para garantir a conformidade legal sobre os ditames da legislação. Na prática, a gestão municipal dará o tratamento adequado dos dados pessoais, respeitando o direito à privacidade e à proteção dos dados do cidadão – conforme previsto na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Laranjeiras é o 1º município sergipano a iniciar esse processo de implementação.

Comitê Na reunião de hoje, também foi criado um comitê gestor de proteção de dados, formado pelas secretarias de Administração, Assuntos Jurídicos, Finanças, Assistência Social, Saúde e Educação. Como também, o prefeito e representantes da Comunicação, Licitações e Contratos, Tecnologia da Informação e Recursos Humanos.

Normas A LGPD criou normas a serem seguidas por empresas, poder público e demais pessoas jurídicas para a coleta e o tratamento dos dados pessoais, como nome, CPF, endereço e outros dados que permitam tornar a pessoa identificada ou identificável, além dos dados pessoais sensíveis, tais como biometria e informações sobre orientação política e religiosa. A lei garante a segurança de dados dos usuários, principalmente em relação ao uso e tratamento que é realizado com os dados pessoais dos cidadãos.

Suporte técnico A advogada Rafaella Batalha destacou como será desenvolvido o trabalho em Laranjeiras: “É muito importante o suporte técnico para a implementação da LGPD em Laranjeiras, em consonância com a Lei de Acesso à Informação, com o treinamento e consultoria dos agentes públicos. O primeiro passo é a realização de um diagnóstico da situação atual para adequar o município às exigências da legislação aplicável (LGPD x LAI), permitindo, assim, a conformidade legal deste ente.”, disse.

Defesa da cidadania O Prefeito de Laranjeiras, José de Araújo Leite Neto (Juca), frisou que a LGPD é um importante instrumento de defesa da cidadania. “No nosso dia-a-dia, são incalculáveis as vezes em que inserimos nossos dados na internet, seja para fazer compras, acessar as nossas redes sociais, cadastrar em aplicativos de serviços governamentais, bancos e etc. Nossa vida se tornou muito mais fácil por conta da tecnologia, mas os nossos dados pessoais são facilmente acessados por qualquer pessoa. Agora, a nossa gestão está tomando esse cuidado e sai na frente com mais essa novidade. Para isso, contaremos com uma equipe capacitada e trará mais segurança ao nosso povo”, ressaltou Juca.

Concerto da Orquestra Jovem de Sergipe arrecadou uma tonelada de alimentos O Instituto Banese entregou no último sábado, 20, uma tonelada de alimentos não-perecíveis para as famílias dos alunos da Orquestra Jovem de Sergipe, moradores dos bairros Santa Maria e 17 de Março. A entrega dos kits de alimentos foi realizada no Espaço Cuidar, no Santa Maria, e contou com a presença dos alunos e familiares, da Diretora Administrativa e Financeira do Instituto Banese, Leila Cruz e do coordenador geral da Orquestra, Eder Getirana.

Trabalho e empenho A iniciativa foi idealizada como campanha durante o primeiro concerto próprio da OJSE no Teatro Tobias Barreto, onde alimentos foram arrecadados na entrada como forma de ingresso. Além do evento, funcionários do Instituto contribuíram com doações. “Poder contribuir e apreciar o primeiro concerto da Orquestra Jovem de Sergipe no TTB foi emocionante, mais uma prova de que o trabalho e empenho de todos os profissionais envolvidos ao longo dos 7 anos de sua existência tem gerado bons frutos. E distribuir os alimentos arrecadados em função desta apresentação para famílias de alunos tem um gostinho especial”, conta Leila Cruz.

Inclusão social A OJSE é um projeto de inclusão social do Instituto Banese e Governo de Sergipe, com o patrocínio da empresa Energisa, através da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério do Turismo, com recurso do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, através de apoio do Banese e do Banese Card, e com o apoio do Instituto Marcelo Déda, da Prefeitura Municipal de Aracaju e do Instituto Rahamim. Atualmente atende 270 crianças e adolescentes, proporcionando a iniciação e o aprimoramento musical, promovendo um encontro com a música clássica, e abrindo portas para a profissionalização. Para a realização do concerto contou com o apoio da Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe – Funcap, além das empresas Solar Coca-Cola, Gráfica Editora J. Andrade, Fusão Comunicação Visual e Interative Agência Digital.

Iran registra a outorga do título de ‘doutor honoris causa’ a Severo D’Acelino O deputado estadual Iran Barbosa, do PT, destacou, na manhã da terça-feira (23), na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) a outorga do título de ‘doutor honoris causa’ pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) ao ativista dos direitos humanos, poeta, ator, dramaturgo, diretor teatral, coreógrafo, contista, pesquisador das culturas afro e indígena de Sergipe, e reconhecida liderança do movimento negro, José Severo dos Santos, mais conhecido como Severo D’Acelino. O título foi concedido pelo Conselho Universitário (Consu) da UFS por sua atuação na luta antirracista.

Contribuição A entrega ocorreu no auditório da Reitoria, no campus de São Cristóvão, no último sábado, 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, em uma solenidade bastante concorrida e na qual o parlamentar petista fez parte da mesa que outorgou o título a Severo D’Acelino. “Severo, o preto mais pretos dos sergipanos, teve reconhecida pela única universidade pública que temos, toda a sua contribuição à história do povo negro do nosso estado e às artes, enquanto poeta, ator e dramaturgo. A Universidade Federal de Sergipe se curvou a toda essa contribuição, outorgando-lhe o título de ‘doutor honoris causa’”, destacou Iran.

Macambira completou 68 anos E ontem, 23, foi o aniversário de 68 anos do município de Macambira localizado no Agreste Sergipano. O município é administrado pelo prefeito Carivaldo Souza que em pouco tempo no atual mandato já realizou diversas ações e ontem assinou novas ordens de serviços. Confira no vídeo:

 

 

Encontro de Escritores acontecerá em Monte Alegre de Sergipe Na próxima quinta-feira, 25, o município de Monte Alegre de Sergipe, localizado no alto sertão sergipano, estará completando 68 Anos de Emancipação Política e para comemorar este momento significativo ocorrerá o IV Encontro de Escritores Monte-alegrenses & Convidados. Na ocasião será lançada a Antologia do Encontro com textos nos gêneros contos, crônicas e poemas.

Textos de 97 escritores Desde 2015, a Comissão Organizadora, formada por Carlos Alexandre, Izaque Vieira, Márcia Fernanda e Marcos Antônio, vem promovendo o Encontro e o Concurso Literário, sendo o primeiro em anos ímpares e o segundo em pares, reunindo escritores de diversos municípios sergipanos e estados brasileiros. Nesta edição, há textos de 97 escritores e 13 dos ganhadores do III Concurso Literário de Monte Alegre de Sergipe, ocorrido em 2020, virtualmente.

Programação O evento será realizado na quadra do Centro de Excelência 28 de Janeiro, às 18h30. Haverá recitações de poemas e música para abrilhantar a cerimônia. Esta edição conta com o apoio da Lei nº 14.017, de 29 de junho de 2020, conhecida como Lei Aldir Blanc, que destinou ações emergenciais do setor cultural em virtude da pandemia do Covid-19 através do Governo Federal, Secretaria Especial da Cultura, Prefeitura Municipal de Monte Alegre de Sergipe e Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo. Uma das contrapartidas é a doação de uma quantidade de exemplares para a Secretaria Municipal de Educação distribuir nas escolas municipais. Assim, crianças e jovens conhecerão as produções dos escritores locais e convidados. Em nome da Comissão Organizadora, o professor e membro Carlos Alexandre N. Aragão. convida os amantes das letras a participarem deste momento.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Da série de fotografias do cidadão Wanderson Andrade: https://www.instagram.com/wander.bastoss/ Manoel Félix Dantas, 63 anos, agricultor na essência e na alma. Estava voltando da lida, quando o conhecemos e começamos a conversar. Descobrimos um homem ímpar, com trajetória de vida dedicada ao cultivo da terra. O Brasil seria melhor se houvesse mais Manoéis como este.


Que calor hein? E que tal um banho delicioso em um dos lugares mais lindos de Sergipe, com uma galera pra lá de divertida?
Poções da Ribeira, próximo sábado dia 27. Confira e faça a sua reserva!



Espetáculo em tributo ao Queen será apresentado em Aracaju

Teatro Tobias Barreto, apresenta QUEEN CELEBRATION IN CONCERT com ANDRÉ ABREU. O maior intérprete de FREDDIE MERCURY DA AMÉRICA LATINA, em seu novo show!

Celebrando a carreira da maior banda de rock de todos os tempos! Uma emocionante homenagem aos 30 anos sem Freddie Mercury.

Em única apresentação:


Ponto de vendas:

Teatro Tobias Barreto.
Hitz – Shopping Jardins.
Melissa – Shopping RioMar.
Vendas online pelo site: https://www.furandoafila.com.br/evento/1838/QUEEN_CELEBRATION_IN_CONCERT_-_ARACAJ

Maiores informações:
Whatsapp (079) 99113-8115 / 11 9309060455 e pelo instagram @nproducoesoficial


PELO E-MAIL nunesclaudio@infonet.com.br E FACEBOOK

ARTIGO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Ágoras Provincianas… Por Antônio Samarone, médico sanitarista            http://blogdesamarone.blogspot.com/


Participei ontem, de uma cerimônia política típica da vida sergipana. Os mecanismos de disputa do poder são os mesmos usados pelos Imperadores romanos. Os comícios são eternos.

Não me perguntem o que disseram no palanque. Não prestei a atenção. Em política nunca se diz o que se pensa. A política é uma estratégia de disputa do poder, onde o segredo é a principal arma.

A arte da política é não dizer nada e ainda parecer transparente. (Maquiavel Pé de Serra)

Uma multidão de líderes, vereadores, prefeitos, cabos eleitorais e assessores atentos. Ninguém estava ali a passeio. São eles que mandam, pelo menos são eles que elegem os Imperadores. O Poder não vem mais nem de Deus nem do Diabo, como nas monarquias. O Poder vem daquela gente, chamada de povo no texto constitucional.

É essa fonte de poder, inventada pelos gregos, que incomoda os déspotas esclarecidos (ou não). Os “eleitos” precisam da aprovação do povo, que deve ser convencido. Os mecanismos de convencimento não são exemplos de pureza. É uma relação humana.

O poder tem fontes não democráticas, que se legitimam sem precisar da anuência popular: a economia, a religião as forças armadas, a justiça, corporações, sindicatos, a tradição, a imprensa e tantas outras. Todas essas forças tentam demonizar o poder político.

Passamos por um longo processo de deslegitimação do Poder político.

Claro, os mecanismos de construção do poder político facilitam as críticas. Perguntei a uma velha raposa, presente no encontro de ontem: por que vocês não procuram aperfeiçoar as regras dessa disputa? Ele foi sucinto: “Estamos ganhando com essas regras, por que as mudar?” Eu me calei.

“O Poder é como um jegue carregado de rapadura, até o rabo é doce”, disse-me ontem o animado vereador Chico Pata, da Lagoa do Forno. Mesmo assim, penso eu, a política ainda é a forma mais civilizada para se alcançar o Poder.

Ontem tive saudade do meu pai, um “rabo branco”, apaixonado pelo PSD de Leite Neto. Meu pai era ativo nos comícios, era o primeiro a puxar as palmas e gritar “muito bem”, mesmo sem ter entendido nada do discurso.

Meu pai era da claque espontânea, mesmo sem nunca ter recebido um bom dia dos políticos. Naquele tempo era assim. Ele torcia pela PSD, como eu torço pelo Fluminense, sem nenhuma justificativa.

Como conciliar interesses divergentes, repartir a riqueza, prover segurança e conforto. Viver em paz. Como mediar os conflitos sem a política?

Fora da solução política, resta a força bruta.

O filosofo Armelino do Beco Novo acreditava na força: “dinheiro e pancada só não resolvem, se for pouco”, dizia ele de boca cheia. A soberania é da espada. O chefe político era um senhor de baraço e cutelo, herança da tradição das capitanias hereditárias.

A política substitui a força pela astúcia e pela narrativa convencedora. Em resumo: a política é a arte de convencer os outros de que o bom para você, é bom para todos. Por isso, frustra a maioria não comtemplada.

Quando os gregos inventaram a democracia, sabiam dos seus limites. Mas sabiam também, que as ditaduras eram bem piores. Não existem salvadores, mitos e “messias”. A superação das injustiças, quando e se houver, será uma obra de todos.

As classes médias alfabetizadas frustram-se facilmente com a política, pois só entendem da missa a metade. Eles percebem que a política é uma atividade de interessados, mas não sabem como lutar por seus interesses. Os seus interesses se transformam em privilégios e viram direitos (entre aspas).

Quando forças populares, por serem majoritárias, usam da política Valmir de Francisquinho e a maturidade de quem pode decidir o jogo mecanismo de ascensão social, as classes médias e os ricos se sentem ameaçados e renegam a democracia. Essa tem sido a história da América Latina.

O que assisti ontem, foi um processo de disputa de Poder imperfeito, cheio de subterfúgios, mas é o que temos. A luta não é pela supressão da democracia, mas pelo seu aperfeiçoamento.

Só se aprende a votar, votando.

PELO TWITTER

www.twitter.com/InstMarceloDeda “Esta é a perspectiva que move a sociedade: uma sociedade conformista é uma sociedade precocemente morta; governador tem que se acostumar com uma rotina em que o desafio que você vence hoje já anuncia o desafio que você enfrentará amanhã.” #MarceloDéda Estrela brilhante #DédaEterno #Serg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

www.twitter.com/vaticannews_pt Também hoje existem “salvadores” falsos, que procuram substituir-se a Jesus: líderes deste mundo, santões e até feiticeiros, personagens que desejam atrair a si as mentes e os corações, especialmente dos jovens. Jesus alerta: “Não os sigais!” #PapaFrancisco #EvangelhodeHoje






 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Frase do Dia
“Não é difícil morrer nesta vida: viver é muito mais difícil.” Vladimir Maiakovski.

0

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais