Vitória de Sergipe

0

Sergipe derrotou a Bahia e o Rio Grande do Norte na disputa pelo escritório do Ibama dedicado ao licenciamento ambiental de empreendimentos de petróleo e gás no Nordeste. Atualmente, o Rio de Janeiro concentra projetos de todo o país. A nova unidade deve entrar em operação em outubro, com 10 servidores. O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, telefonou ontem (14) ao governador Marcelo Déda (PT) para dar a excelente notícia. Aliás, o petista já vinha defendendo a descentralização do Ibama. No dia 23 de julho, por exemplo, Déda sugeriu ao presidente Lula (PT) que a autarquia tivesse um escritório fora do Rio para agilizar o licenciamento de projetos das áreas de petróleo e gás.

Parabéns à coluna

Esta coluna tem dois motivos para festejar a escolha de Sergipe para sediar o escritório do Ibama. Primeiro porque, com o novo escritório, o Ibama vai agilizar a liberação das licenças, gerando emprego e renda, além de ampliar a distribuição de royalties, sem prejuízo para o meio ambiente e sem deixar de proteger o litoral nordestino. Segundo porque foi este espaço que, pela primeira vez em Sergipe, defendeu a necessidade da descentralização do Ibama para evitar que licenciamentos na área de petróleo e gás demorem até cinco anos para serem atendidos. Ontem, ao falar sobre essa magnífica vitória de Sergipe, o governador Marcelo Déda lembrou a defesa que a coluna sempre fez em favor da descentralização. Veja o que ele disse: “O nosso Adiberto foi o primeiro jornalista a levantar a questão. Ele também merece os parabéns!”.

Dinheiro de campanha

A listagem da Justiça Eleitoral sobre o financiamento dos candidatos às Prefeituras das capitais, nessas eleições, não deixa dúvidas: o dinheiro corre em direção ao poder. Em 68% das cidades, os concorrentes ligados às máquinas municipais ou estaduais são os que têm os cofres mais abarrotados. Aliás, a falta de dinheiro tem preocupado lideranças de algumas campanhas. Na última terça-feira, por exemplo, o ex-governador João Alves Filho (DEM) convocou a imprensa para, entre outras coisas, reafirmar que a candidatura de Mendonça Prado (DEM) é “a vero”. E por que fez isso: é que, segundo o próprio João disse, alguns empresários estariam esperando a possível substituição de Prado por Alves Filho para só depois investir na campanha.

Briga feia

A coligação “Socorro mais feliz”, encabeçada pelo radialista Fábio Henrique (PDT), pediu a impugnação da candidatura a prefeito de Socorro do deputado estadual Adelson Barreto (PSB). Este é acusado pelo adversário de financiar plotagens de carros para a campanha com verba destinada ao seu gabinete na Assembléia. “Requeremos a instauração da investigação judicial eleitoral diante das provas acostadas e previsões normativas”, afirma o advogado Fausto Leite, que cuida da assessoria jurídica da campanha de Fábio. É a disputa pela Prefeitura de Socorro esquentando.

Não gostou

Por quatro votos a três, o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe cassou o mandato do vereador aracajuano Jony Marcos dos Santos (PRB). Ele é acusado de infidelidade por ter trocado o PL por seu atual partido. Ao tomar conhecimento da decisão, o parlamentar disse que “o sentimento que tenho agora é de injustiça. Respeito a decisão, mas não a aceito porque não tenho um histórico de infidelidade”, desabafou Jony, que vai recorrer contra a cassação.

Cartel do gás

“O cartel do gás natural veicular existente em Sergipe é criminoso, irresponsável, porém é mais forte que os órgãos fiscalizadores, que não têm força para combatê-lo”. A dura afirmação foi feita ontem (14) pelo deputado estadual Gilmar Carvalho (PSB). Segundo ele, embora a Sergás revenda o GVN por um preço único, nenhum posto de combustível arrisca vender o produto por um valor menor do que o praticado pelos concorrentes. Gilmar afirmar que os órgãos fiscalizadores têm uma atuação frágil diante do cartel do GNV. Carvalho está corretíssimo!

Troca de crachá

Até o dia 20 de setembro, 15 dias antes das próximas eleições, os partidos políticos e coligações deverão indicar aos juízes eleitorais os nomes dos fiscais habilitados para atuar no pleito. A decisão foi tomada ontem pela Justiça Eleitoral. A medida visa evitar que pessoas não credenciadas entrem no recinto reservado aos fiscais no dia da eleição, sem a possibilidade de troca de crachás.

Prazo final

Os juizes eleitorais têm até amanhã (16) para decidir todos os pedidos de registros de candidatos às próximas eleições e as eventuais impugnações. Já o Tribunal Regional Eleitoral têm até o dia 5 de setembro para julgar todos os recursos que receber. O prazo para o TSE resolver definitivamente todas as questões que chegarem à Corte Superior vai até o dia 25 de setembro.

Férias para estagiário

O projeto que regulamenta o estágio profissional foi aprovado pela Câmara dos Deputados. Se sancionada pelo presidente da República, a lei concederá, entre os benefícios, o direito a férias e a vale-transporte. Segundo o texto da proposta, o auxílio-transporte passa a ser compulsório, e a bolsa-auxílio, obrigatória. No caso das férias, elas serão concedidas sempre que o estágio tiver duração igual ou superior a um ano. Legal!

Prefeito denunciado

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação da rede pública denunciou que a Prefeitura de Carira fraudou os pareceres das prestações de contas do Fundeb e do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar. A denúncia foi enviada ao Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas de Sergipe e Ministério Público Estadual. Segundo o sindicato, o prefeito João Bosco Machado (DEM) tem adotado uma política de inviabilização do funcionamento do Conselho Municipal de Educação. Diz o Sintese que sem o conselho funcionando fica mais fácil fraudar os pareceres.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários