Aratu Vermelho homenageia Alberto Carvalho

0
Blodo desfila no dia 13 de fevereiro (Foto: divulgação)

Mais do que um bloco de carnaval, o Aratu Vermelho é uma manifestação cultural democrática e popular que, todos os anos, presta homenagem e difunde o legado de sergipanos e sergipanas que, por meio da arte, da cultura e da educação, defenderam outro modelo de sociedade.

Nesta edição de 2015, o homenageado será Alberto Carvalho, poeta, escritor, crítico de artes, professor e memorialista. Alberto foi um dos sergipanos mais ativos em termos de produção cultural e artística, com escritos de caráter progressista, sempre pensando uma sociedade em que prevaleça a igualdade e a justiça social.

Um dos mais conhecidos intelectuais sergipanos, mas que deveria ser ainda mais conhecido especialmente dentre a juventude, Alberto Carvalho nasceu em Itabaiana, cidade em que iniciou as suas atividades como crítico de arte e cultura. Alberto escrevia sobre as mais diversas expressões culturais e artísticas: cinema, música, artes plásticas, literatura, etc. E escrevia com uma qualidade e profundidade raras, tornando-se um dos principais críticos do país.

Professor universitário e defensor da educação pública referenciada na sociedade, Alberto Carvalho empresta o seu nome ao campus de Itabaiana da Universidade Federal de Sergipe. Uma justa homenagem a uma das mais sólidas personalidades da cultura itabaianense e sergipana.

Não são poucos os amigos de Alberto Carvalho que já relataram o seu carisma, o seu riso solto e a sua paixão pela vida. Inclusive, um dos bons amigos de Alberto Carvalho era o também poeta Mário Jorge, patrono do Aratu Vermelho.

Nascido em 1932, Alberto faleceu em 2002, próximo de completar 70 anos, e teve três filhas: Luciana, Miriam e Adriana. Sua esposa e musa inspiradora, Teresa Nadir, havia falecido três anos antes dele.

Autor de oito livros, patrono da cadeira 1 da Associação Itabaianense de Letras e compositor do hino da Associação Olímpica de Itabaiana, Alberto Carvalho merece todas as homenagens, afinal a sua memória e a sua história precisam ser sempre divulgadas, principalmente para as novas gerações.

Esse é o compromisso do Aratu Vermelho em 2015: ao atravessar as ruas e avenidas de Aracaju, no dia 13 de fevereiro, reverenciar esse sergipano que, em vez de ser um intelectual de gabinete, fez a opção de vida de ser “o intelectual da gente”.

Como participar

Quem desejar se juntar nesta homenagem a Alberto Carvalho, o Aratu Vermelho terá início às 16h do dia 13 de fevereiro, no Calçadão da João Pessoa, de onde sai em cortejo cultural e artístico até a Praça Tobias Barreto.

As camisas do bloco estão sendo vendidas na Casa do Poeta Mário Jorge (Praça Tobias Barreto, 78), no valor de R$ 15. Quem optar participar sem a camisa do bloco, também está convidado, afinal no Aratu não há distinção, o Aratu é o bloco da democracia e da inclusão. Participe da promoção do Portal Infonet e concorra a cortesia.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais