As Mil e Uma Noites Volume 2, O Desolado

0

(Idem). Suiça, Portugal,França, Alemanha, 2016. Direção de Miguel Gomes. Com Crista Alfaiate, Luisa Cruz, Chico Chiapas. 131m, 14 anos.

Sinopse – Misto de ficção e documentário, a obra não é uma adaptação dos famosos relatos e sim um mergulho profundo na severa crise econômica de Portugal, intercalando depoimentos e personagens reais e irônicos e corrosivas fábulas em torno de situações absurdas tendo uma certa Xerazade como narradora, tal como ocorre nos livros originais.

Apreciação – Na verdade, a obra de Miguel Gomes é formada por uma trilogia, cujo primeiro filme foi lançado no Brasil, mas não em Sergipe. Est e segundo volume é que nos chega agora – e ficamos no aguardo do terceiro volume. Segundo os críticos a segunda parte mostra-se ainda melhor do que a primeira. Em que pese toda  a ironia de Gomes, é visível que ele quer falar sério. “O que está fazendo em “As Mil e Uma Noites”  é uma crônica de tempos sombrios, carregada de um humanismo melancólico que os portugueses dominam muito bem”, segundo a crítica Neusa Barbosa. Os filmes da trilogia estrearam na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes dos dois últimos anos. Ex-crítico de cinema, o realizador Miguel Gomes é autor de outros filmes muito elogiados, como “Tabu”, de 2012 e “Aquele Querido Mês de Agosto”, de 2008.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais