Bailinho do TAMAR traz Otto, Naurêa e DJ Kaska

0

Evento acontece no dia 19 de dezembro (Foto: divulgação)

O Bailinho do Tamar trará Otto, Naurêa e Dj Kaska no dia 19 de dezembro a partir das 21h no espaço cultural do Projeto Tamar – Oceanário de Aracaju, na orla de Atalaia. O evento começa com a  soltura de filhotes de tartarugas marinhas na praia de Atalaia, saída em frente a bilheteria do Projeto, às 17h. Toda renda do show será 100% revertida para o programa de conservação das tartarugas marinhas no Brasil.

Otto

Otto é um emblemático músico brasileiro que muito contribui, desde o final dos anos 90, com a renovação e experimentação na música contemporânea. Após cinco discos lançados; “Samba Pra Burro” (1998), “Condon Black” (2001), “Sem Gravidade” (2004), “Certa Manhã Acordei de Sonhos Intranquilos” (2009) e “The Moom 1111” (2013) e mais de 70 músicas gravadas, dentre álbuns solo e projetos paralelos, o cantor e compositor pernambucano prepara uma turnê resgatando canções de sua discografia que normalmente não costumam aparecer no set list de seus shows.

Batizada de “Recupera”, a turnê tem direcão artística e concepção do prórprio Otto, com o repertório fresco. “São canções que o público me pede há tempos. Então decidi montar um show completo com essas músicas. O bis deixo livre pro que vier na hora”, afirma Otto. As músicas ganharão novos arranjos. “Será um novo show, novo conceito, luz, cenário, um Otto revisitado, recuperando”. Não poderá faltar nesse novo repertório, canções tal como “O Que Dira´ O Mundo”, “Distrai´da Pra Morte” , “Tento Entender”, “Lágrimas Negras”, “Quem Sabe Deus”, e “Indaguei a Mente”, dentre outras pérolas.

Otto será acompanhado pela sua espetacular Jambro Band: Guri (guitarra), Junior Boca (guitarra), Carranca (bateria), Rian (baixo), Marcos Axé e Malê(percussão), e Bactéria (teclado).

Além de Otto, o evento contará com as apresentações da banda Sergipana Naurêa e do DJ Kaska. Que juntos farão um evento em prol das tartarugas marinhas, liberando mais tartaruguinhas ao mar e muita música no Tamar.

TAMAR

Criado há 35 anos, o Projeto TAMAR é uma cooperação entre o Centro Tamar/ICMBio e a Fundação Pró-TAMAR. Trabalha na pesquisa, proteção e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea).

Protege cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. Reconhecido internacionalmente como uma das mais bem sucedidas experiências de conservação marinha do mundo, seu trabalho socioambiental, desenvolvido com as comunidades costeiras, serve de modelo para outros países. O Projeto TAMAR tem o patrocínio oficial da PETROBRAS desde 1983, através do programa PETROBRAS Socioambiental, e nos nove estados brasileiros onde atua recebe diversos apoios locais.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais