Live destaca experiências e desafios enfrentados pela mulher lésbica

0
Encontro virtual será transmitido na página do YouTube da SEIAS, em alusão ao Dia da Visibilidade Lésbica (Foto: divulgação)

Na próxima segunda-feira, 31, às 18h, a Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (SEIAS), através da Diretoria de Direitos Humanos (DIDH), realiza a Live ‘Inclusão em Pauta: Dia da Visibilidade Lésbica- Experiências e desafios da mulher lésbica na sociedade contemporânea’. O evento contará com a participação da psicóloga e representante colegiada do Conselho Regional de Psicologia no Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDM), Lili Drapala; e da psicóloga e conselheira estadual também do CEDM, Camila Calaça de Sá; sob a mediação da Referência Técnica em Políticas Públicas para população LGBTQI+ da SEIAS, Adriana Lohanna Santos.

“A ideia é comemorar o Dia da visibilidade lésbica com um debate sobre como as pessoas lésbicas são vistas e tratadas em nossa sociedade, pontuando questões como lesbofobia, preconceito e invisibilidade, a partir das vivências das participantes e dos seus relatos de experiência. Nesse encontro, que intitulamos de ‘Inclusão em pauta’, daremos voz e representatividade a mulheres historicamente silenciadas, e mostrar que não somente nesta data, mas todos dias, elas e suas questões devem ser visibilizadas”, destacou Adriana Lohanna.

Lili Drapala, uma das participantes do debate, explica a importância em dialogar sobre a questão da visibilidade, pois os lugares dos gêneros, sobretudo o da mulher lésbica, foram silenciados. “É muito bem vinda toda possibilidade de conversarmos francamente sobre temas que são considerados tabus, temas que foram sendo ocultados e invisibilizados. Sobretudo quando a possibilidade surge de uma Secretaria de Estado, cujo título já coloca a questão da inclusão social. A política pública de assistência social vem a se constituir, no Brasil, como esse grande catalisador da garantia dos direitos sociais, dos direitos humanos. Esse espaço de fala, esse espaço de visibilidade, esse espaço de conversa respeitosa, digna, que busca integridade, é extremamente importante”, disse.

Para Camila de Sá, o espaço virtual visa ampliar o debate também sobre a questão das violências e desigualdades sofridas pelas mulheres. “As nossas falas em defesa da mulher, e principalmente da mulher lésbica, se devem ao fato das desigualdades sociais, misoginia e o patriarcado estarem presentes ainda nas relações, principalmente nessas relações de poder, em que nos submetem a diversas formas de violência. Então, levantar a bandeira, provocar a visibilidade, que por muito tempo foi apagada, dentro e fora do próprio movimento LGBTQIA+, é fundamental para que possamos ter políticas públicas que gerem equidade”, pontuou.

O dia Nacional da Visibilidade Lésbica é comemorado e reconhecido no dia 29 de agosto. A data foi criada em 1996, durante o 1° Seminário Nacional de Lésbicas, e o mês de agosto é voltado não somente para destacar a existência da mulher lésbica, mas também para evidenciar os debates sobre as violências sofridas por elas, e as pautas que a militância lésbica nacional reivindica. A Live acontecerá na segunda-feira (31), às 18h, no canal do YouTube SEIAS SE, através do link: https://youtu.be/F9m2HXTs-Bs.

 

Fonte: Seit

Comentários