PMA promove conscientização ambiental com ações virtuais e nas ruas

0
Este ano, a programação foi diferenciada e teve ações adaptadas conforme protocolos sanitários (Fotos: Marcelle Cristinne)

O dia 5 de junho, instituído há 49 anos como o Dia do Meio Ambiente, é um esforço mundial para mobilizar nações em torno das preocupações relacionadas às questões ambientais e, sobretudo, para alertar sobre o consumo dos recursos naturais, que estão cada vez mais escassos. Em Aracaju, desde 2013, a Prefeitura realiza a Semana do Meio Ambiente, em alusão à data. Este ano, contudo, a programação foi diferenciada, em decorrência das limitações impostas pela pandemia, com ações adaptadas conforme protocolos sanitários para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

Assim, por intermédio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), a Prefeitura desenvolveu, entre os dias 1º e 4 deste mês, uma programação diversificada, utilizando ferramentas virtuais para fazer com que a mensagem de conscientização chegasse à população. Através de lives e vídeos educativos, o evento chamou a atenção para as urgências do planeta. Outro diferencial, neste ano, foi a inclusão do Carro da Árvore, uma iniciativa que levou mudas a diversos bairros da capital, uma maneira de incentivar o plantio e aproximar a população do contato com a natureza.

Carro da árvore fez a distribuição de mudas nativas da Mata Atlântica

Para o secretário municipal do Meio Ambiente, Alan Lemos, as ações desenvolvidas ao longo da Semana do Meio Ambiente não podem ser tratadas como eventos isolados. “É uma semana em que intensificamos os trabalhos, mas, ao longo de todo o ano, desenvolvemos uma gama de ações voltadas para fazer com que o desenvolvimento de Aracaju aconteça de forma mais sustentável, ou seja, que possa suprir as necessidades da atual geração, sem comprometer os recursos naturais e o sustento das gerações futuras. Por isso, as ações são contínuas e vêm se fortalecendo, sobretudo nos últimos anos”, ressalta.

O secretário destaca que a Prefeitura tem se empenhado em ampliar as medidas voltadas para conservação e preservação do meio ambiente. “Além de desenvolvermos, constantemente, ações educativas, inclusive, contando com parcerias, a Prefeitura tem investido, por exemplo, em ecopontos, incentivado o descarte correto do lixo, na própria PPP da Iluminação Pública , assim como investe na arborização da cidade, entre outros trabalhos. Por isso, a Semana do Meio Ambiente é um plus, um reforço nas atividades que já realizamos”, frisa.

Durante a semana, a programação contou com lives do cantor Sena e sobre arborização e visita guiada no manguezal, além de vídeos sobre reciclagem, iluminação pública e arborização urbana, disponibilizados no canal da Prefeitura no YouTube. Coroando a semana, o Carro da Árvore passou pelos bairros Jabotiana, Soledade e Aruana.

“A Semana tem o objetivo de sensibilizar as pessoas quanto à relevância ambiental, demonstrar que o meio ambiente está além da floresta, que parece distante, mas que o meio ambiente é tudo que a gente convive no dia a dia. Portanto, trazer a consciência e sensibilidade ambiental para o cotidiano dos aracajuanos. Que a gente possa ter um olhar mais sensível para os nossos ambientes naturais e para a relação entre o meio urbano e natural dentro da cidade”, completa a coordenadora da Educação Ambiental da Sema, Raphaella Ribeiro.

Carro da Árvore

Como ação inédita, o Carro da Árvore foi uma inovação na edição de 2021 da Semana do Meio Ambiente.

O projeto itinerante visitou diversos bairros da cidade e fez a distribuição de mudas nativas da Mata Atlântica, como ipê amarelo, ipezinho, flamboyant mirim, sibipiruna, paineira, murta, graviola e mangueira, além de espécies medicinais, como capim-santo, citronela e babosa, objetivando estimular o plantio consciente.

“O Carro da Árvore é uma inovação e a forma mais próxima de chegar perto das pessoas. Sempre fazemos doações no horto florestal, mas como nós estamos com restrição de acesso, por conta da pandemia, pensamos em trazer para mais próximo da comunidade essa oportunidade de plantar na casa delas. Trouxemos técnicos analistas da arborização que podem dizer qual a melhor árvore para a sua casa, a melhor planta, para que as pessoas possam ter esse suporte, plantando a árvore adequada”, explica Raphaella, ao revelar que, por dia, foram entregues cerca de 40 mudas.

Informe publicitário

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais