300 trabalhadores ocupam fazenda em Japaratuba

0

300 trabalhadores do MST ocupam fazenda Foto: Arquivo Portal Infonet
Na manhã deste sábado, 17, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), reuniu 300 trabalhadores para ocupar uma fazenda localizada no município de Jaratuba, região leste do Estado, distante 52 km da capital sergipana. De acordo com o coordenador estadual do MST na região, José Roberto da Silva, a data escolhida tem como um dos objetivos lembrar a sociedade os 14 anos do massacre de Eldorado dos Carajás.

Segundo José Roberto a área escolhida para a ocupação corresponde à fazenda São João, localizada há cerca de mil metros do Trevo de Japaratuba, que está sendo alugada para usinas plantadoras de cana de açúcar para exportação de álcool e açúcar.

“O nosso lema é terra para plantar alimentos e não para produzir álcool e açúcar para exportação. Na nossa região o desemprego é muito grande e as pessoas estão cada dia mais pobres enfrentando a fome e a miséria”, critica o coordenador.

O coordenador estadual do MS T José Roberto Foto: Arquivo Portal Infonet
José Roberto lembra que a ocupação também é uma forma de protesto contra a lentidão da reforma agrária. “Queremos a desapropriação de 10 propriedades situadas nessa região de Japaratuba, Capela, Aquidabã e Pirambu”, enfatiza.

Massacre

Em 17 de abril de 1996, 155 policiais militares, numa operação para desobstruir a rodovia PA-150, mataram 19 lavradores ligados ao MST e deixaram outros 69 feridos.

O confronto ocorreu quando 1.500 sem-terra que estavam acampados na região decidiram fazer uma marcha em protesto contra a demora da desapropriação de terras, principalmente as da fazenda Macaxeira.

Por Kátia Susanna

Comentários