Abertura aos domingos anima bares, restaurantes e hotéis de Aracaju

0
 (Foto: arquivo/Portal Infonet)

Com as novas regras do governo de Sergipe que permitem o acesso às praias e a abertura de bares e restaurantes aos domingos, os proprietários destes estabelecimentos preveem uma melhora no movimento. Um outro ramo que também enxerga boas expectativas é o setor hoteleiro, que enxerga as mudanças como um atrativo para turistas e, consequentemente, mais buscas por hotéis.

De acordo com Washington Coração Valente, dono de uma churrascaria em Aracaju, a nova medida livrará a rede de restaurantes e bares de um prejuízo e o fechamento permanente de estabelecimentos. “As decisões do governo ao longo da pandemia trouxeram enormes prejuízos e muitos estabelecimentos fecharam as portas. Isso causou demissão de trabalhadores e redução drástica da receita. Foi um período terrível para as classes empresarial e trabalhadora”, analisou. “Agora temos como nos planejar melhor, oferecendo todas as medidas de proteção contra a covid-19 para os nossos clientes”, acrescentou.

Washington Coração Valente, dono de uma churrascaria em Aracaju

Um outro ramo que enxerga uma recuperação do baixo movimento turístico é a rede hoteleira. Raquel Gurgel, proprietária do hotel Recanto da Orla, localizado na Orla de Atalaia, em Aracaju, explica que a decisão do governo alimenta a cadeia turística. “Existe uma cadeira turística, que é composta por pontos turísticos, bares e restaurantes, mas lá no final estão os hotéis, que também serão beneficiados com a abertura desses locais que atraem turistas, principalmente durante o final de semana”, relata.

Segundo Raquel Gurgel, as expectativas para a reabertura das praias, bares, restaurantes e algumas outras atividades não essenciais durante todo o final de semana são positivas. “Agora poderemos voltar a fazer parte de uma cidade atrativa para o turismo. Antes, a gente até conseguia algumas reservas, mas quando saía algum decreto que fechava locais atrativos, os clientes cancelavam, até porque ninguém viaja apenas para ficar dentro de um hotel, a não ser que seja um resort”, explica. “A partir de agora, podemos observar boas perspectivas a partir da reabertura desses locais e aguardar que o movimento seja melhor”, completa.

Raquel Gurgel, proprietária do Hotel Recanto da Orla

Durante o período de baixa ocupação no hotel, a proprietária utilizou o tempo para capacitar os funcionários e investir na prestação de um serviço ainda mais seguro para os hóspedes. “Aproveitamos para realizar diversas capacitações e instruir os funcionários de como limpar o quarto de forma segura, entre outras preparações para receber os hóspedes”, pontua.

Novo decreto

A abertura das atividades e serviços não essenciais aos domingos em Sergipe foi autorizada pelo Governo do Estado, durante reunião do Comitê Técnico- Científico nesta quinta-feira, 1º de julho. O retorno das atividades acontece a partir deste final de semana.

Com a liberação, shoppings, bares, restaurantes, lanchonetes, praias, parques e demais serviços não essenciais poderão funcionar neste domingo, dia 4, com capacidade de público de 50%, atendendo às medidas sanitárias e de distanciamento.

Por Isabella Vieira e João Paulo Schneider 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais