Ação Social vira Secretaria de Combate à Pobreza

0

Um dos pontos fortes da coletiva concedida hoje pelo governador eleito João Alves Filho foi a criação da Secretaria de Combate à Pobreza. Segundo ele, esta área estará à cargo da sua primeira dama, Maria do Carmo, que deverá decidir se irá para Brasília, atuar como senadora, ou se permanece em Sergipe, para se dedicar ao combate à pobreza junto à nova Secretaria. “O objetivo da Secretaria de Combate à Pobreza é importantíssimo. Quando nós saímos do Governo, em 1994, o IBG identificou que em Sergipe, Aracaju era uma das duas únicas capitais do Brasil que não tinha favela. Deixamos um trabalho que foi realizado pela senadora Maria do Carmo, que não desempenhava cargo no Estado e, apenas como primeira dama, assumiu essa responsabilidade e deixou Aracaju sem nenhuma favela”, diz João Alves Filho. Segundo ele, nesses oito anos, já foram catalogadas 70 aglomerações na capital. “Uma das missões da Secretaria de Combate à Pobreza será enfrentar essa questão do desfavelamento. A meta é tentar fazer o que nós alcançamos em 1994. por outro lado, nós temos hoje no interior, dezenas de milhares de casas que estão em caso precário, inclusive sem reboco e isso é um problema muito grave porque cria o besouro da Doença de Chagas. A Secretaria de Combate à Pobreza terá esse papel, de atuar no interior do Estado para humanizar essas casas. É um desafio muito grande”, diz João, informando que a Secretaria de Combate à Pobreza virá para substituir a Secretaria de Ação Social.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais